O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Ruby on Rails como deve ser utilizada e onde - Julio Cartier Maia Gomes

68 visualizações

Publicada em

Ruby on Rails como deve ser utilizada e onde! - Julio Cartier Maia Gomes

Publicada em: Internet
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ruby on Rails como deve ser utilizada e onde - Julio Cartier Maia Gomes

  1. 1. Ruby on Rails como deve ser utilizada e onde! Julio Cartier Maia Gomes e-mail: juliocartier@gmail.com
  2. 2. Apresentação Nome: Julio Cartier Maia Gomes Bacharelado: Sistemas de Informação Universidade: Universidade Federal Rural do Semi-Arido Campus Angicos Idade: 23 anos 2
  3. 3. Apresentação Experiência: Iniciação Científica pelo CNPq e PIVIC pela UFERSA. Monitor de Programação Web na UFERSA Secretário do programa PIBID Freelancer: Desenvolvedor Mobile com aplicações Android e Web. 3
  4. 4. Passos para à apresentação 1. O que é o Orientação à Objeto? 2. O que é Ruby e Rails? 3. O que é arquitetura MVC? 4. Ruby é uma linguagem incrível, porém nem tudo é perfeito. 5. Como deve ser utilizada e onde. 4
  5. 5. O que é Orientação à Objeto Sem O.O., a situação ao lado é complicada de implementar em software. 5
  6. 6. 6
  7. 7. 7
  8. 8. O que é ruby e o que é rails? 8
  9. 9. O que é ruby e o que é rails? - No Ruby, Yukihiro “Matz” Matsumoto uniu partes das suas linguagens favoritas Python, Perl, Smalltalk, Eiffel, Ada, Lisp. “O Ruby é simples na aparência, mas muito complexo no interior, tal como o corpo humano.” 9
  10. 10. O que é ruby e o que é rails? - Linguagem de programação orientada a objetos - Criada em 1995 - Ganhou fama em 2006 (twitter?) - Sintaxe menos verborrágica que Java ou C: 10
  11. 11. Arquitetura MVC ● Separar dados ou lógica de negócios (Model) da interface do usuário (View) e do fluxo da aplicação (Control) ● A idéia é permitir que uma mesma lógica de negócios possa ser acessada e visualizada através de várias interfaces. ● Na arquitetura MVC, à lógica de negócios (chamaremos de Modelo) não sabe de quantas nem quais interfaces com o usuário estão exibindo seu estado. ● Com as diversas possibilidades de interfaces que conhecemos hoje à MVC é uma ferramenta indispensável para desenvolvermos sistemas. 11
  12. 12. Arquitetura MVC 12
  13. 13. Arquitetura MVC À aplicação é dividida em três partes: ● Modelo (Model): Camada Lógica de Negócios; ● Visão (VIEW): Camada de interface com o usuário. Nesta camada o usuário vê o estado do modelo e pode manipular à interface, para ativar à lógica do negócio; ● Controlador (CONTROLLER): Transforma eventos gerados pela interface em ações de negócios, alterando o modelo. 13
  14. 14. Arquitetura MVC À aplicação é dividida em três partes: ● Modelo (Model): Camada Lógica de Negócios; ● Visão (VIEW): Camada de interface com o usuário. Nesta camada o usuário vê o estado do modelo e pode manipular à interface, para ativar à lógica do negócio; ● Controlador (CONTROLLER): Transforma eventos gerados pela interface em ações de negócios, alterando o modelo. 14
  15. 15. Arquitetura MVC Alguns problemas que o MVC pode causar: ● Se tivermos muitas visões e o modelo for atualizado com muita frequência, à performance do sistema pode ser abalada. ● Se o padrão não for implementado com cuidado, podemos ter casos como o envio de atualizações para visões que estão minimizadas ou fora do campo de visão do usuário; ● Ineficiência: uma visão pode ter que fazer inúmeras chamadas ao modelo, dependendo de sua interface. 15
  16. 16. Arquitetura MVC em Rails 16
  17. 17. Ruby on Rails é incrível, porém tem os seus defeitos. 17
  18. 18. Como deve ser utilizada e onde. ● Agilidade: Quase todo o tempo investido no seu projeto em Rails terá como foco o sistema em si, como layout, modelagem e testes, usabilidade, Uma vez que o framework segue muito bem o conceito de desenvolvimento Agile. ● Comunidade ativa: Ruby On Rails é open-source, isso quer dizer que sempre alguém já passou pelo problema que você está passando neste momento e poderá lhe ajudar. Existem muitas comunidades no Brasil e outras estão surgindo constantemente, o que facilita muito na hora de procurar dicas e informações. 18
  19. 19. Como deve ser utilizada e onde. ● Ruby On Rails em tudo: Segue algumas das aplicações mais famosas do mundo que usam este framework: Twitter, Shopify, GitHub, Groupon, Airbnb, SoundCloud, Zendesk e muitas outras. ● Simplicidade: Diferente de Java, C++ ou PHP, Ruby possui uma sintaxe simples e muitos métodos que facilitam muito a vida do desenvolvedor. Com isso, muitas startups estão adotando em alguns dos seus projetos. 19
  20. 20. Como deve ser utilizada e onde. 20
  21. 21. Como deve ser utilizada e onde. rails generate scaffold telefone nome numero comando o quê recurso atributos 21
  22. 22. Como deve ser utilizada e onde. 22
  23. 23. 23
  24. 24. 24
  25. 25. 25
  26. 26. 26
  27. 27. 27
  28. 28. 28
  29. 29. 29
  30. 30. 30
  31. 31. 31
  32. 32. E-mail: juliocartier@gmail.com Facebook: Julio Cartier Githug || Gitlab: Julio Cartier || juliocartier 32
  33. 33. Dúvidas? 33

×