G I Maio2010 Pcmm

760 visualizações

Publicada em

Participação 1.º workshop de Ciência da Informação - Universidade Fernando Pessoa (7 de Maio de 2010)

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

G I Maio2010 Pcmm

  1. 1. Gestão da Informação em Museus: identificar para integrar Universidade Fernando Pessoa 1.º Workshop de Ciência da Informação 7 de Maio de 2010
  2. 2. Sumário <ul><li>Função dos Museus </li></ul><ul><li>Tipologias de informação em museus </li></ul><ul><li>Utilizadores de informação </li></ul><ul><li>Integração das diferentes tipologias de informação (visão pelos processos) </li></ul>
  3. 3. Objectivos <ul><li>Demonstrar a importância da gestão da informação nas organizações culturais - Museus; </li></ul><ul><li>Perceber de que forma a gestão integrada da informação nos Museus, com base no uso do digital, podem promover o seu desenvolvimento e, consequentemente, uma melhor organização da sua oferta; </li></ul>
  4. 4. Quando se fala em Museus…
  5. 5. “ Um museu é uma instituição permanente, sem fins lucrativos, ao serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, aberto ao público, e que adquire, conserva, estuda, comunica e expõe testemunhos materiais do homem e do seu meio ambiente, tendo em vista o estudo, a educação e a fruição”. (Artigo 2.º dos Estatutos do ICOM - http://www.icom-portugal.org )
  6. 6. Função do Museu
  7. 7. Quando se fala em GI em Museus
  8. 8. Ao conceito de informação estão associados…
  9. 9. Pirâmide de informação em Museus “ Pirâmide de informação” (ORNA, 1998)
  10. 10. Processo museográfico (adaptado de Fernandéz Arenas citado por PESET MANCEBO, 2002) Doação herança Aquisição Empréstimo Depósito intercâmbio Compra recolha Documentos Correspondência Facturas / recibos Correspondência Documentos Registo de entrada Livro de registo Identificar objecto Ficha de recolha catálogo Arquivo Filmoteca Fonoteca Serviço cientifico Biblioteca Departamento de educação Sala de reserva de colecções Conservação preventiva restauro Exposição permanente, temporária, empréstimo
  11. 11. Percurso da colecção: relação integrada da informação Processo de agregação de informação Conhecimento dos processos informacionais Tipificação dos processos (circuito documental) Percurso da informação dentro da organização Estrutura do fluxo (criação, utilização, repositórios, ciclos de vida) Através de um sistema harmonizado de tratamento das colecções, da informação museológica documental arquivística
  12. 12. Processamento da informação ( Carretero Pèrez e Ruiz Ruiz citados por PESET MANCEBO, 2002) Através do uso de normas e regras de tratamento e difusão de informação
  13. 13. Para terminar… <ul><li>Perspectiva global do ambiente informacional de uma organização cultural; </li></ul><ul><li>Pertinência no uso das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação para a gestão da oferta produzidas por este tipo de organizações; </li></ul><ul><li>O recurso a sistemas normalizados de tratamento das colecções; </li></ul><ul><li>Recurso e a associação a outras tipologias de informação criadas e geridas dentro da instituição (arquivística, documental) essenciais para documentar, completar e dar seguimento aos processos de negócio existentes; </li></ul><ul><li>O uso do digital poderá facilitar a integração de todo este manancial informativo que “borbulha” e urge ser gerido e disponibilizado por parte dos museus para o seus potenciais interessados. </li></ul>
  14. 14. Obrigada! Paula Moura [email_address]

×