Gimp

1.763 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.763
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gimp

  1. 1. ✗ História ✗ Características ✗ Performance ✗ Portabilidade ✗ Funcionalidade ✗ Público-Alvo ✗ Lista de Ferramentas
  2. 2. História O projecto foi criado em 1995 por Spencer Kimbal e Peter Mattis e hoje é mantido por um grupo de voluntários, sendo licenciado sob a GNU General Public License. O GIMP surgiu como alternativa livre ao Photoshop, foi um projecto universitário que amadureceu bastante e hoje já é muito usado profissionalmente. O nome GIMP originalmente era sigla de General Image Program; em 1997, ele foi mudado para GNU Image Manipulation Program. Ele é integrante oficial do Projecto GNU.
  3. 3. Características O GIMP é o primeiro grande projecto de código aberto para usuários finais. O GIMP foi a prova de que projectos de códigos aberto e livres poderiam desenvolver coisas, abrindo portas para a união de esforços que levaram ao desenvolvimento de outros grandes projectos como o GNOME, o Mozilla e o OpenOffice.org, entre outros aplicativos. O GIMP utilizava o GTK como base para construção da sua interface, em 2004. Na verdade , GTK originalmente fazia parte do GIMP. GIMP e GKT foram desenvolvidos para o X Windows System ( servidor gráfico), mas depois foram para o Microsoft Windows. O GIMP utiliza agora uma nova biblioteca gráfica genérica chamada GEGL. O GIMP é muito utilizado para o processamento de imagens e fotografias exibidas na internet.Incluem.se nos seus usos: gráficos e logotipos, redimensionar fotos, alterar cores, combinar imagens, remover partes indesejadas das imagens e e fazer arquivos entre diferentes formatos de imagem digitalizada.
  4. 4. Performance O GIMP possui uma invejável performance. É bastante configurável em termos de memória, o programa é também bastante rápido, sendo uma boa opção para quem não quer que o seu computador seja “tirado” enquanto está a ser executado. Além disso o GIMP ocupa muito pouco espaço em disco, deixando espaço para o trabalho em vez de o consumir com ficheiros.
  5. 5. Portabilidade Este programa está disponível para Unix/Linux, Windows e MacOs X. É por isso um programa com uma portabilidade grande, ao contrário do Photoshop e outros mais. Além disso existe inclusivé uma versão portátil do GIMP, que permite levá-lo num disco USB e executá-lo sem necessidade de instalação. A portabilidade do programa permite ao utilizador aprender simplesmente a trabalhar com um programa independente da plataforma que vai usar.
  6. 6. Funcionalidade O GIMP possui um imenso poder, com ele podemos editar fotografias, criar imagens para uso na web, entre muitas outras coisas. O GIMP apresenta uma grande variedade de ferramentas e filtros disponíveis logo após a instalação. Ao instalar o GIMP ficamos com um excelente pacote de ferramentas de pintura digital, manipulação fotográfica, edição de imagens para a web e até mesmo criação de Gifs animados. O GIMP tem ainda uma extenção chamada Script-Fu. Em relação aos tipos de ficheiros suportados, o GIMP suporta open/save de imensos formatos, entre quais, XCF( formato nativo, aberto), PSD ( Photoshop),SVG ( o futuro dos gráficos da web). Estes são apenas alguns dos formatos, visto que o GIMP suporta muitos mais. Desta forma, o GIMP possui tudo o que o que é preciso para fazer tudo o que se faz com o Photoshop e outros programas comerciais.
  7. 7. Público-Alvo O GIMP foi projectado para conseguir fazer as coisas, não para conseguir fazê-las de forma fácil para o utilizador. O GIMP foi feito para ter qualidades e colocar-se de forma gratuita ás pessoas. Por isso mesmo dizer que o GIMP é difícil de usar não é argumento para dizer que não é um bom programa; não foi feito para ser fácil de usar. No entanto, nas últimas versões tem sido feito um esforço para melhorar de forma a torná-lo muito mais amigável para toda a gente.
  8. 8. Prós e Contras Prós: Gratuito; Funcional; Poderoso; Extensível; Leve no sistema Contras: Não é o mais adequado para se aprender as noções básicas de edição de imagem.
  9. 9. Lista de Ferramentas
  10. 10. Lista de Ferramentas
  11. 11. Lista de Ferramentas

×