SEXTA
 29 de Fevereiro de 2008 | Ano 1 | N.º 19 | Semanário | Gratuito
As crianças com fome                                                                                 Histórias de sobreviv...
4TEMA DE CAPA                                                                                                             ...
SEXTA                                                                                                                     ...
6PESO & MEDIDA                                                                                                            ...
8PAÍS                                                                                                                     ...
SEXTA                                                                                                                     ...
10MUNDO                                                                                                                   ...
SEXTA                                                                                                                     ...
12OPINIÃO                                                                                                                 ...
SEXTA                                                                                                                     ...
14ARTES                                                                                                                   ...
ARTES15

HIGH SCHOOL MUSICAL NO TEATRO TIVOLI




     Está tudo a postos para o grande     D’ZRT, depois do fim da banda....
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
SEXTA – 19 – 29.02.2008
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SEXTA – 19 – 29.02.2008

3.627 visualizações

Publicada em

Versão integral da edição n.º 19 do semanário gratuito “SEXTA”, que se publica em Portugal, numa iniciativa do diário “Público” e do diário desportivo “A Bola”. 29.02.2008.
O site deste jornal (http://www.jornalsexta.com/site/home.html) permite-lhe inventar uma primeira página para enviar aos amigos.
Para consultar o jornal na web, visite http://www.abola.pt/sexta/

Para além de poderem ser úteis para o público em geral, estes documentos destinam-se a apoio dos alunos que frequentam as unidades curriculares de “Arte e Técnicas de Titular”, “Laboratório de Imprensa I” e “Laboratório de Imprensa II”, leccionadas por Dinis Manuel Alves no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt , www.slideshare.net/dmpa,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal
Ainda: http://www.mediatico.com.pt/diasdecoimbra/ , http://www.mediatico.com.pt/redor/ ,
http://www.mediatico.com.pt/fe/ , http://www.mediatico.com.pt/fitas/ , http://www.mediatico.com.pt/redor2/, http://www.mediatico.com.pt/foto/yr2.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm ,
http://www.mediatico.com.pt/foto/index.htm , http://www.mediatico.com.pt/luanda/ ,
http://www.biblioteca2.fcpages.com/nimas/intro.html

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.627
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SEXTA – 19 – 29.02.2008

  1. 1. SEXTA 29 de Fevereiro de 2008 | Ano 1 | N.º 19 | Semanário | Gratuito
  2. 2. As crianças com fome Histórias de sobrevivência OPINIÃO DESTAQUE >12 >18/19 Director: João Bonzinho SEXTA 29 de Fevereiro de 2008 | Ano 1 | N.º 19 | Semanário | Gratuito Dívidas sufocam credores da Câmara de Lisboa > 8/9 > ENTREVISTA Chamam-lhe o maior actor americano vivo. E Tommy Lee Jones realizadores Ethan e Joel Coen, que, nas suas palavras, «fizeram tudo bem». Tommy mostra-se à altura do elogio em Este País Não é Para Velhos, o campeão dos Lee Jones olha para a história do filme e vê nela o reflexo das dificuldades de toda Óscares deste ano. Homem de poucas falas, entendeu-se às mil maravilhas com os uma geração – a sua – para lidar com as novas faces do mal. >20 ARTES DESPORTO TEMA DE CAPA Basta olhar para as montras Sporting e Benfica jogam este do- das livrarias. Quais são os livros mingo. Para o treinador dos encarna- em destaque? Este País Não ÉPara dos, José Antonio Camacho, é o re- Velhos, Expiação, O Assassínio de gresso a um palco, Alvalade, onde Jesse James pelo Cobarde Robert ganhou duas vezes. A primeira vitória Ford, O Lado Selvagem. Os filmes valeu-lhe um telefonema do Rei de Es- vendem cada vez mais livros. >14 panha a dar-lhe os parabéns. >22 >4/5
  3. 3. 4TEMA DE CAPA SEXTA 2007, o ano do «ou ros e festejaramapassagemdoanocom os mesmos a valerem 18,39 euros. Quem manda A s previsões sobre os resultados O melhor exemplo desta fúria de relativos a 2007 que a Galp irá confiança dos investidores foi o anún- apresentar na próxima quar- cio, a 8 de Novembro, da actualização 33,34% ta-feira estão a dividir os ana- dos resultados do poço Tupi-Sul, em 33,34% listas. Se a Caixa Banco de Investimen- águas profundas daBaciade Santos, no 7% to prevê uma quebra de 40 milhões de Brasil, que permitem à Galp aumentar 3,99% euros no resultado líquido ajustado em as reservas de 50 para 500 milhões de 1% relação a 2006, para os 428 milhões, barris. O bloco é operado pela brasilei- 21,32% em contrapartida o Millennium bcp In- ra Petrobras (65 por cento) e a Galp vestimentos estima que subam 102 mi- temaquiapenas10porcento. Nessedia começou a apostar forte nas conces- lhões de euros. e no seguinte, cada acção da petrolífe- sões de exploração de blocos petrolí- Discrepânciasàparte, éinegávelque ra valorizou-se 3,43 euros. feros no Brasil. São sempre em con- 2007 foi uma espécie de ano do «ouro sórcio – a Petrobras é o seu sócio de negro» para a petrolífera portuguesa. Estratégia «à la» eleição –, onde a Galp Energia tem no Os sucessivos anúncios de descobertas Ferreira de Oliveira máximo 50 por cento, mas a portu- de petróleo foram animando a cotação Aimagemde empresadinâmicatem-se guesa começa então a surgir como o da empresa na Bolsa de Lisboa, fazen- acentuadodesde 2004, operador. Anível global, o portfólio da POLÍTICA DE EXPANSÃO do as acções subir, entre Janeiro e o úl- quando aGalp Galp inclui actualmente 61 blocos no timo dia do ano, 166 por cento. E aju- Brasil (44 onshore e 17 offshore), cin- dando a cimentar a boa imagem da co em Angola, quatro em Portugal (na empresa. Se esta ganhou, mais sorri- O abecedário da Galp Energia é podernas várias sociedades em África. ram os pequenos accionistas que hoje de Aa V: a empresa tem negócios Na Guiné-Bissau, a Galp tem com- adquiriramos papéis a5,52 eu- de Angola à Venezuela, passando por bustíveis, lubrificantes e GPL. Em Mo- vários outros países, sobretudo africa- çambique tem 10% de um bloco com nos e com os quais Portugal tem afi- a ENI, vende combustível, GPL e está nidades históricas. A maior parte está na construção. jáemconcretização, outros não passam No Brasilsão 61 blocos petrolíferos, de compromissos assinados no papel. em terrae no mar, nas baías de Santos, Angola foi o primeiro país estran- Potiguar, Espírito Santo e Pernambu- geiro onde a Galp se lançou na pros- co-Paraíba. Em Timor-Leste tem 10% de pecção de hidrocarbonetos, em 1981. cinco blocos com aENI. E em Espanha O então bloco 1 estáabandonado, mas vende combustíveis e gás natural. o único poço com produção está tam- Em Novembro, a portuguesa assi- bém no país, no bloco 14, onde tem nou com a Petróleos de Venezuela um uma quota de 9%, num negócio do- acordo parao desenvolvimento de pro- minado pela Chevron. Os blocos 32 e jectos conjuntos na área do gás natu- 33 são operados pela Total e Exxon e ral liquefeito e petróleo, sob o «pa- a Galp tem apenas 5%. No país a Galp trocínio» de Mário Soares. Continua está também no negócio dos combus- por acertar o acordo entre a Gazprom tíveis líquidos e nos insecticidas. e Américo Amorim para a entrada dos Nos países africanos, a petrolífera russos no capital da Galp – esteve até está quase sempre em sociedade com agendado um jogo de futebol para co- a Sonangol. Nos últimos dias, a em- memoraro facto poralturadavindade presa angolana criou algum mal-estar Putin a Lisboa. Só que a Gazprom gos- na Galp afirmando que em Cabo Ver- ta de liderar e a Sonangol não cede na de (onde dividem o negócio de gaso- quotamaioritáriaque tem naAmorim. lineiras) é a Sonangol que manda e Em breve a Galp poderá compor o mostrando que é suaintenção termais seu abecedário até ao Z. M.L. A Galp no mundo ESPANHA CABO VERDE PORTUGAL TIMOR LESTE VENEZUELA MOÇAMBIQUE BRASIL GUINÉ BISSAU ANGOLA
  4. 4. SEXTA TEMA DE CAPA5 ro negro» da Galp > ALGUNS NÚMEROS 5853 | 1042 | 10,7 MILHÕES | 50 MILHÕES | 17.500 | 2527 MILHÕES | 822 MIL | 3765 MILHÕES M3| 1187 GWH | Bacia Lusitaniana, ao largo da costa 14, em Angola, é explorado. aempresaganhou aconcessão dos blo- alentejana e da costa oeste), um em FoitambémdeAngolaquechegaram cos 32 e 33 em Angola e o sumarento Moçambique e cinco emTimor-Leste. O boas notícias em2007: foramfeitas sete blocobrasileirodeTupiforatambémne- M.L. ano marcou a entrada nos últimos três descobertas de petróleo no bloco 32 gociado por Ferreira de Oliveira, em- países e o reforço no Brasil, onde ga- (detido pela Total, em que a Galp tem boratenhasido oficializado jáem2000, rantiu, em leilão, mais sete blocos. quota de cinco por cento), localizado depois da sua saída da empresa. A larga maioria dos blocos encon- numaáreade grande profundidade, na Nem só de petróleo vive a Galp. No > tra-se emfase de avaliação comercial, os costa angolana. ano passado aempresafirmou acordos portugueses estão em prospecção, o Os louros do sucesso na pesquisa para exploração de gás natural; obteve moçambicano e os timorenses es- dehidrocarbonetosnãovãoapenaspara alicençaparacomercializargás natural > tão em avaliação sísmica, o actual presidente, mas é incontorná- emEspanha(anunciou emJaneiro des- e apenas o bloco velqueManuelFerreiradeOliveiraéum te ano o seu primeiro cliente, o Grupo dosresponsáveispeloactualportfóliode Saint-Gobain);conseguiu uma licença blocos de exploração com futuro da de comercializador de electricidade; o Galp. Foi na sua anterior passagem consórcio por si liderado ficou em pri- > Valor pelapetrolífera, no finalda meiro lugar no concurso público para década de 90, que atribuição de licenças para a produção de energia eólica. A empresa também anunciou que vai apostar na produção de bio- combustíveis de segunda geração. A imagem de empresa dinâmica tem-se acentuado desde 2004, quando a Galp começou a apostar forte nas concessões de exploração de blocos petrolíferos no Brasil, sempre em consórcio
  5. 5. 6PESO & MEDIDA SEXTA Notas de 20 a 0 > 16 16 8 8 6 O umbigo dos americanos é enor- EleitaPersonalidade do Ano de 2007 É estranho que uma pessoa inteli- O Sporting lançou uma ambiciosa Hámilhares e milhares de multas de me, já se sabe, e o de Hollywood será pela Associação de Imprensa Estran- gente como Eduardo Barroso não veja campanha para angariação de sócios. trânsito por pagar que poderão pres- particularmente bonito. Ganha, por geira em Portugal, Vanessa Fernandes, incompatibilidade no facto de a sua Nacurtaapresentação de Filipe Soares crevernasequênciadaextinção daDi- isso, aindamais notoriedade o facto de 22 anos, campeã do mundo de triatlo, mão esquerdaentregaro dinheiro que Franco citada no site do clube, as pa- recção-Geral de Viação. Ou seja, quem aAcademiade Hollywood sercapaz de aproveitou a cerimónia de entrega do asuamão direitarecebe. O directordo lavras «Benfica» e «benfiquistas» apa- pagou logo, pagou; quem arrastou os ver mais longe e distinguir actores es- prémio para reclamarmais apoio para Serviço de Transplantação do Hospital recem sete vezes; «sportinguistas» ape- pés, não vai pagar. O cidadão cumpri- trangeiros. Os Óscares serão mais um o desporto português. Os grandes são Curry Cabral demitiu-se de presiden- nas uma. Arivalidade é salutar, mas, em dor sente-se um idiota. E depois vem sinal de que a atitude da América está assim: sabem usar a sua notoriedade te da Autoridade para os Serviços de vésperas de derby, tudo isto soa de- o Estado pedir às pessoas que denun- a mudar? para defender causas. Sangue e da Transplantação. Fez bem. masiado a complexo de inferioridade. ciem os incumpridores... Robinson > Entre Aspas «Os meus mais profundos agradecimentos aos membros da Academia por me darem uma trancada com a moca mais bonita da cidade» DANIEL DAY LEWIS Reacção do vencedor do Óscar para Melhor Actor atribuído pela Academia 25 de Fevereiro «Este caso vem mostrar a profunda intolerância que algumas pessoas ligadas ao futebol continuam a ter face à crítica livre» RUI SANTOS Declarações do comentador da SIC à imprensa depois da tentativa de agressão de que foi vítima. 25 de Fevereiro «Se eu pudesse escolher, chamava o Baía de volta para o que restar da Liga dos Campeões» MIGUEL SOUSA TAVARES Referindo-se ao momento de forma do guarda-redes Helton, do FC Porto. Matchpoint > 26 de Fevereiro «Através dele [Raúl Castro], Fidel, o líder carismático, continuará a mandar.» MÁRIO SOARES Sobre a renúncia de Fidel Castro à presidência de Cuba. 26 de Fevereiro «Os preços do mercado mundial [dos cereais] são puramente especulativos» JAIME SILVA Comentário à notícia que dava conta de aumento de 50% no preço do pão. L.F. 27 de Fevereiro
  6. 6. 8PAÍS SEXTA Longa se torna a espera exemplo, aOrquestraMetropolitanade de cedência de um espaço, por 20 ra mais responsável de abordar a mismoparadisfarçaralgumreceio, mui- Lisboa(recebeu 320.000 euros), aHen- anos. Vai tentarsensibilizaraCMLpara questão» deste Executivo municipal. tos credores não falam. Não é o caso do P ara garantir o pagamento do rique Cayatte Design Lda (37.213,55), reduzir o prejuízo. padre FranciscoPereiraCrespo, doCen- salário dos sete trabalhadores o Centro Paroquial S. Maximiliano Kol A situação na Associação de Recu- Muito dinheiro, poucas palavras tro ParoquialSão Vicente de Paulo, que e aprópriasobrevivência, aem- (10.800), a Associação Portuguesa de peração de Toxicodependentes Ares A CML é a maior cliente da Parques e tem parte da dívida de 122.500 euros presaJoão Antunes Amaro Lda, ParalisiaCerebral-Região Sul (320.000) do Pinhal é pior. A 31 de Julho, esta- Jardins Projectos e Construção — a 31 (a 31 de Julho de 2007) saldada. Acre- que fornece tintas e produtos higiéni- ou a instituição particular de solida- va credora de 303.853,80 euros. O de Julho tinha 1.935.369,30 euros por dita, porém, que a CML tem o resto do cos e de limpeza à Câmara de Lisboa riedade social Entrajuda(51.000), pre- vice-presidente Jorge Silva confirma receber. Com cerca de 100 funcioná- dinheiro retido. Não deviaporestarem (CML), teve de contrair um emprésti- sidida por Isabel Jonet. que a dívida, entretanto, aumentou. rios, continua a assegurar a manuten- causa«umprojectodaUniãoEuropeia». mo. Está credora da CML de cerca 170 Este projecto, que começou com dois ção de alguns parques e jardins, em E precisa dele para pagar aos funcio- mil euros, um pouco menos do que os Apoios sociais em risco gabinetes de assistência no Casal Ven- Monsanto e Belém, por exemplo. Ofi- nários e técnicos que prestam apoio 226.544,48 que tinhapararecebera31 José Manuel Antelo, da Associação de toso e se alargou pela cidade, tem vá- cialmente, a empresa prefere evitar em diversas áreas, como a fisioterapia de Julho de 2007. Pegar no telefone e Paralisia Cerebral, revela que foi ne- rias unidades móveis, para adminis- qualquer comentário sobre o assun- ou estomatologia, e melhoram a vida a reclamaré aúnicaformade pressionar. cessário pedir dinheiro ao BES para tração de medicamentos e metadona. to. O SEXTA sabe, porém, que o cré- mais de sete centenas de pessoas emAl- O dinheiro pode nem parecer muito, continuaraproporcionarassistênciaa «Tem sido muito difícil levar a água dito sobre a Câmara aumentou. cântara, no CasalVentoso e naSerafina. mas são quantias como esta que es- centenas de pessoas, nos lares resi- ao moinho», desabafa Jorge Silva, que A administração da Nordigal, em- É também em tom de desabafo que trangulam dezenas de empresas no rol denciais, em centros ocupacionais, ou confirma o não pagamento dos salá- presade catering, «não estáinteressada Armando Afonso Silva Ramos, da Bon- dos credores da edilidade alfacinha. para manter as actividades da associa- rios de Janeiro. A Ares do Pinhal tem em falarsobre o assunto». Em Julho do diluz (instalações eléctricas), diz que Os credores contactados pelo SEX- ção, como a hidroterapia ou a hipote- perto de três dezenas de empregados, ano passado, a Câmara devia-lhe não pode ficaradevermuito mais tem- TA reconhecem o esforço do presi- rapia. Nada faltou a empregados ou mais os enfermeiros e médicos, estes 1.647.824,52 euros. Foram, entretan- po e que 25 mil euros lhe fazem mui- dente António Costaque, desde que as- doentes. Só lamenta ter perdido um em duplo emprego. «Atendemos 120 to, facturadas algumas despesas, mas ta falta. Recebeu «com desagrado» a sumiu a presidência, já saldou muitas concurso do programa PARES, no va- pessoas pordia. Também estamos ade- a dívida é ainda maior. decisão do Tribunal de Contas. Mas, dívidas, em particular no último se- lor de 150 mil euros, por não ter re- ver, mas não podemos parar», argu- Sejaporumaquestãodeéticaoupor como o padre Francisco PereiraCosta, mestre de 2007. Confirmam-no, por cebido, em tempo útil, umadeclaração menta. Observa, porém, uma «manei- não ser oportuno, neste caso um eufe- tem fé. «A Câmara é pessoa de bem.» ACIDENTES FATAIS NAS FALÉSIAS DE SAGRES Hámuitos pescadores e turistas que sensibilização para os perigos das fa- mais alto. Foi o que aconteceu a 11 de morremnasequênciade quedas das es- lésias na Costa Vicentina. Fevereiro último, dia em que um pes- carpas da Costa Vicentina, no Algarve, Para Eduardo Campos, na base de cador de 33 anos foi arrastado para o e numerosas teorias sobre arazão por- muitas destas quedas está «a ganân- Atlântico depois de ter sido surpreen- que isto acontece. Eduardo Campos, cia», avontade de levarmais peixe para dido por uma vaga, num pesqueiro si- de 60 anos, tem a sua. Numa tarde de casado que os outros. «Muitos só vêem tuado dez metros acima do nível do domingo, no alto de uma falésia, o euros», sentencia. A esta ânsia jun- mar, a Norte do cabo de São Vicente. pescadordesportivo portimonense ga- tam-se outros factores, como o azar, o Esta última vítima das traiçoeiras rante que não se mete em aventuras, cansaço, uma distracção e o descuido, escarpas da ponta sudoeste de Portu- apesar de aproveitar para contar algu- nomeadamente na hora de tentar evi- gal tinha quase tantos anos de vida mas das suas proezas, cometidas em tar que um peixe mais vivaço fuja. como os que José Francisco tem como pesqueiros na zona de Sagres, como «Quando a malta vai para pesqueiros pescador na Costa Vicentina. Apanhar qualquer pescador que se preze. baixos e a rocha está toda molhada peixes, para ele, é um hobbie de fim- Só este ano, em menos de dois me- com água nova, como agora, arris- de-semana e, apesar dos 28 anos que ses, o mar já levou cinco pessoas, três cam-se a ser levados», explica, en- dedicou a esta paixão, nunca teve «ne- das quais não devolveu. As últimas ví- quanto apontavaparao marrevolto em nhum azar». timas foram dois turistas alemães, no baixo, que galgavacom inquietante fa- O pescadorde 70 anos, homem afá- fim-de-semana passado. Já houve um cilidade as altas escarpas do Beliche. vel mas de poucas palavras, guarda na ano em que se registaram, nesta zona, «Quando vem uma vaga maior...» memória uma ocasião triste: a queda 15 mortes de pescadores desportivos de «um moço vizinho ao mar, que nun- que tentavam a sua sorte e acabaram Vagas assassinas ca foi encontrado». Mas nem todas as por ficar sem ela. O problema atingiu Amaioriadas quedas acontece em dias histórias acabam em tragédia. «Um ca- tal dimensão que o governadorcivil de de tempestade, quando o mar bate maradameu, o João, também caiu e sa- Faro quer lançar uma campanha de com mais força nas falésias e chega fou-se», lembra, à medida que guarda
  7. 7. SEXTA PAÍS9 ACONTECEU 22 FEVEREIRO | CORRUPÇÃO > Parlamento aprova pacote legislativo para reforçar combate à corrupção. ª SEDES > Associação para o Desenvolvimento Económico e Social alerta para «mal- estar» em Portugal que pode criar «crise social de contornos difíceis de prever». 23 FEVEREIRO | ARRASTADOS > Casal de turistas alemães é arrastado por uma onda junto ao Forte do Beliche, em Sagres (Algarve). PJ PORTO > Almeida Pereira é o novo director da Polícia Judiciária do Porto, substituindo Vítor Guimarães que se demitiu do cargo na segunda-feira 24 FEVEREIRO | ACIDENTE > Dez pessoas ficam feridas na sequência de um grave acidente ocorrido na EN229, que liga Viseu ao Sátão. RELATÓRIO > Segundo relatório da União Europeia Portugal é um dos oito países da UE onde se registam os níveis mais elevados de pobreza nas crianças. 25 FEVEREIRO | BANCO ALIMENTAR > Banco Alimentar Contra a Fome de Lisboa é considerado ª o maior e mais eficiente dos 230 em 18 países da Europa. DEMISSÃO > Presidente da Autoridade para os Serviços de Sangue e da Transplantação (ASST), Eduardo Barroso, anuncia publicamente a sua demissão do cargo. no carro «duas sardinhas e algumas Nestes casos, João Mealhaacreditaque 26 FEVEREIRO | FENPROF cavalas» antes de voltar para casa. há, por vezes, «excesso de confiança» > Fenprof estima que ministério da Educação tenha de Muitas histórias de acidentes com e, noutras ocasiões, faltade preparação. desembolsar 3,2 milhões de euros para pagamento das pescadores desportivos na Costa Vi- centina acabam bem devido à ajuda Outro problema que existe é aqui- lo que João Mealha classifica de «guer- ª aulas de substituição como trabalho docente extraordinário. dos surfistas que escolhemas praias dos ra territorial». Cada pescador tem os CONTADORES concelhos de Vila do Bispo e Aljezur seus pesqueiros de eleição, parte dos > É publicado diploma que proíbe cobrar taxas de contadores para os serviços para praticar desporto. quais de difícil acesso. Em alguns ca- públicos considerados essenciais a partir do dia 26 de Maio. João Mealhaé um deles e gere, des- sos, os pescadores arriscam descer as de 2001, aEscolade SurfFree Ride, em escarpas, recorrendo a «métodos ar- 27 FEVEREIRO | PRESERVATIVOS Sagres. É, porisso, um conhecedorda caicos», como cordas velhas, «que, em > BE denuncia que milhares de preservativos sem realidade local e tem umaopinião bem definida sobre a razão de tantas mor- alguns casos, estão lá há anos», ou «pregos ferrugentos». Noutros casos, há ª qualidade foram distribuídos no fim de 2007 em zonas lisboetas de prostituição em acções com o apoio da CNIS. tes. «Muitas pessoas que vêm para Sa- que andar durante muito tempo, por gres pescar não sabem para onde vão vezes mais de uma hora, para aceder PROTESTO nem para onde devem ir. Vêm passar ao pesqueiro ideal. > Movimento entrega 50 mil assinaturas na Assembleia da República em defesa o fim-de-semana e pescar, mas não se Mas estes pesqueiros não são se- da reabilitação do Mercado do Bolhão, no Porto. informam sobre a amplitude das ma- cretos e podemestarjáocupados. Caso rés, que é muito grande aqui, nem so- isso aconteça, muitos pescadores op- 28 FEVEREIRO | DROGA bre o estado do mar. E, de vez em tam porimprovisare encontrarum lo- > Onze toneladas e meia de droga quando, lá vai um», diz. cal, aindaque pouco seguro, que com- (heroína, liamba, cocaína e haxixe) são pense o trabalho tido para ali chegar. «Guerra territorial» Além de se arriscarem a cair, também ª queimadas na Valorsul, em São João da Talha, Loures. Mas os pescadores inexperientes não acabam por se ver envolvidos em con- são os únicos a cair ao mar. Há nume- flitos com os que já lá estavam. LÂMPADAS > Quercus entrega um mega-postal de quatro metros no rosos relatos de pessoas que já pesca- Como bem sintetiza Eduardo Cam- ministério da Economia pedindo que sejam banidas até 2011 as lâmpadas vam naquelas falésias há muitos anos pos, «nestas rochas acontece de tudo». incandescentes. Permitirá poupar 25 por cento da energia gasta hoje. e tambémforamtragados pelo oceano. Hugo Rodrigues
  8. 8. 10MUNDO SEXTA ACONTECEU 22 FEVEREIRO | NUCLEAR > Argentina e Brasil acordam o desenvolvimento de «um modelo de reactor nuclear» para satisfazer as necessidades O sonho americano energéticas de ambos os países. CÓLERA > Cientistas japoneses estão a desenvolver variedade de arroz geneticamente modificado que tem os mesmos efeitos ª está a renascer que a vacina contra a cólera, diz o jornal japonês Nikkei. 23 FEVEREIRO | INSULTO PRESIDENCIAL > Vídeo que mostra Nicolas Sarkozy a insultar um homem que recusou estender-lhe a mão torna-se êxito na Internet. O idoso repudiou o cumprimento do presidente. «Então O vá embora, pobre imbecil», respondeu o líder francês. que é que Obama tem de especial para conseguir CINEMA despertar esta onda de mo- > A cerimónia dos Independent Spirit Awards é dominada pelo filme Juno, de bilização que deixou Jason Reitman, que vence três dos maiores galardões distribuídos: Melhor Hillary Clinton para trás? Como con- Filme, Melhor Actriz e Melhor Guião. seguiu passar, em menos de quatro anos, de figura desconhecida para o 24 FEVEREIRO | CHIPRE mais provável sucessor de George W. > Candidato comunista Demetris Christofias vence a Bush na presidência dos Estados Uni- segunda volta das eleições presidenciais no Chipre, com dos da América (EUA)? 53,63% dos votos, contra 46,6% do conservador Ioannis Para perceber o fenómeno, vale a Kasoulides. Christofias torna-se no único chefe de Estado pena ir às raízes do senador do Illi- comunista num sistema presidencial no seio da União Europeia. nois, que poderá vir a ser o quarto Presidente mais jovem da história dos RAZZIES EUA, com 47 anos. Para começar, o > A edição dos prémios que escolhem os piores da indústria cinematográfica nome: Barack Hussein Obama. Seria elege Eddie Murphy e Lindsay Lohan como os piores actores do ano. possível ter nome mais especial? Todo gro, ele vivia com referências de uma A ideia de fazer pontes capazes de o seu percurso revela um perfil capaz família branca. O dilema atravessou- acabar com as dicotomias bran- 25 FEVEREIRO | CUBA de desafiar qualquer limitação. lhe a adolescência e Barackconfessa-o cos/negros, hispânicos/asiáticos, de- > Parlamento cubano elege como sucessor de Fidel Castro o irmão, Raúl Castro, que promete assegurar a continuidade ª Filho de pai queniano e mãe bran- ca do Kansas, deixou de ter a figura no livro A Audácia da Esperança. O que pareceria ser um enorme mocratas/republicanos, ricos/pobres é poderosa nas palavras deste ora- da revolução. Fidel estava no poder desde 1959. paterna por perto logo aos dois anos. problema está a revelar-se a chave do dor brilhante, de voz séria e ar res- Foi viver para a Indonésia, com a mãe seu sucesso: a mensagem de unir as ponsável. «Nós somos aqueles de EUROVISÃO e o padrasto, mas regressou aos Es- diferenças. Obama é negro, mas não quem estávamos à espera» é uma das > «Dustin, o Perú» é o fantoche que vai representar a Irlanda na edição do tados Unidos, aos dez anos, para casa é o candidato «dos negros» – se fos- frases com as quais leva as massas ao Festival da Eurovisão este ano, um concorrente inédito na competição. O dos avós maternos. se apenas isso não teria hipóteses es- delírio. boneco é o popular protagonista de um programa infantil da televisão A sociedade dizia-lhe que era ne- tatísticas de ganhar. Formado em Ciências Políticas, irlandesa e venceu o Festival da Canção da ilha. pela Universidade de Columbia, e em Direito, em Harvard, foi o primeiro 26 FEVEREIRO | INGLATERRA negro a dirigir a revista de leis da- > Oposição conservadora britânica está em progressão quela prestigiada universidade. Foi perante os trabalhistas do primeiro-ministro Gordon Brown, viver para Chicago, deu aulas, mas revela sondagem. Os tories de David Cameron situam-se actualmente nos 41% das intenções de voto, enquanto que o ª foi como líder comunitário que re- velou qualidades para inspirar «pes- «labour» se mantém nos 30%. soas comuns a fazer coisas extraor- dinárias». PRESIDENCIAIS EUA Há quem diga que Obama será, no > George W. Bush afirma acreditar que os eleitores americanos escolherão para a presidência um sucessor republicano para «manter a luta» no Iraque. ELEIÇÕES ESPANHOLAS 27 FEVEREIRO | PEREGRINAÇÃO > Seis milhões de peregrinos xiitas encontram-se em Kerbala, onde se celebra esta semana uma grande festa religiosa. Além dos seis milhões de iraquianos, são ª No estúdio, uns agradáveis 21 graus tia. Enfim, dizem as sondagens que em vantagem é na cultura, principal- esperados 80.000 estrangeiros durante os próximos dias. centígrados. O ambiente aqueceu logo não houve vencedor e que continua o mente depois de serconhecido o apoio no início do primeiro debate entre Ma- PSOE com ligeira vantagem nas inten- dos prémio NobeldaLiteraturaJosé Sa- ÊXODO riano Rajoy (PP) e Rodríguez Zapate- ções de voto. ramago (1998) e GuntherGrass (1999). > Pela primeira vez na história, a maioria da população mundial viverá nas ro (PSOE), principais candidatos às Se não saiu beliscado no frente-a- Aliás, apoios de peso não faltam a Za- cidades em 2008, revela um estudo demográfico da ONU, adiantando que os eleições de Espanha, que se realizam frente com Zapatero, acredita-se que patero no campo das artes. A bela Pe- habitantes citadinos do planeta duplicarão em 2050. a 9 de Março. Dizia o conservadorque Mariano Rajoy tenha sido prejudica- nélope Cruz declarou-se apoiante do o adversário vivianumaespécie de país do pelo anúncio do escritorVargas Llo- socialistae até aproveitou adeixapara 28 FEVEREIRO | ESTUDO das maravilhas enquanto as gentes so- sa de que deixou de ser apoiante do criticar George W. Bush. > Por ano morrem 50 mil pessoas de ataque cardíaco e 200 frem e chegam sem dinheiro ao fim do PP. O peruano naturalizado espanhol, Não recolhe grandes simpatias jun- mil passam a sofrer de doenças de coração na União mês; defendia-se o socialista com o que tem estado para a direita como to das maiores figuras da cultura, mas crescimento económico. Gabriel García Marquez para a luta da há alguns dias Rajoy mostrou-se bem Europeia devido ao excesso de ruído rodoviário e ferroviário. O custo chega aos 40 mil milhões de euros/ano. ª Há13 anos que não haviadebate en- esquerda, agendou o lançamento do li- mais cómodo entre desportistas como tre candidatos à presidência do Go- vro Política Razoável precisamente o ex-futebolista Emilio Butragueño, FRAUDE verno espanhol e este foi à moda an- para o dia do grande debate entre os Marta Domínguez (campeã da Europa > Relatório interno do Parlamento tiga. O terrorismo foi tema líderes dos dois maiores partidos e as de 5000m), Abel Anton (duas vezes Europeu denuncia fraudes orçamentais determinante e quando Rajoy acusou palavras caíramcomo umabomba–pa- campeão mundial da maratona) ou com pagamentos excessivos a funcionários. Zapatero de ter um acordo com a ETA recia algo irreal. Niurka Montalvo (campeã do mundo ouviu o adversário dizer-lhe que men- Campo em que Zapatero aparece de salto em comprimento).
  9. 9. SEXTA MUNDO11 imaginário americano, o sucessor de América com um poderoso discurso permitam recuperar a liderança. demos] está a ser ouvido nos comí- aos cépticos: «Combaterei em todos Kennedy. Caroline, filha de JFK, é na Convenção Democrata em 2004, As esperanças da senadora resi- cios do Texas com gritos de «Si, se pue- os dias desta campanha uma retóri- dessa opinião: «A América precisava Obama tem feito uma ascensão me- dem no peso do voto hispânico no Te- de!». ca eloquente, mas vazia.» de alguém com a capacidade mobi- teórica. Rumo à Casa Branca? xas – mas as últimas votações têm Haverá o risco de os encantos de lizadora e inspiradora que o meu mostrado que Obama está a conseguir E depois da poesia? Obama se revelarem muito estilo, pai tinha como Presidente. Temos «Si, se puede » engolir os bastiões da rival. Para fa- O fenómeno Obama explica-se pela mas pouca substância? Só o choque essa oportunidade agora, com Ba- Para concretizar o sonho, já só falta zer KO sobre Clinton, só lhe falta ânsia dos americanos em poderem da realidade o dirá. Uma coisa é cer- rack Obama», escreveu no New Y ork ultrapassar os testes do Texas e do mesmo conquistar o voto dos lati- voltar a acreditar em algo de absolu- ta: o senador do Illinois está a con- Times. Ohio. Mesmo que Hillary ganhe os nos. tamente novo. Mas há sempre quem duzir uma das campanhas políticas Eleito senador há apenas três anos, dois grandes estados, dificilmente ob- Mas até aí tem havido novos si- torça o nariz. John McCain, o candi- mais estimulantes da história ame- meses depois de ter surpreendido a terá vantagens tão folgadas que lhe nais: o «Y W Can» [Sim, nós po- es, e dato republicano, já piscou o olho ricana.
  10. 10. 12OPINIÃO SEXTA Sexta dimensão Canal aberto A ESCOLA PÚBLICA É DE UM GOVERNO? O melhor barómetro para um país é a forma como trata as suas crian- ças. Em Portugal, 20 por cento dos menores está em risco de pobre- Como é que é possível em demo- za. E nenhum discurso moderno de Sócrates pode apagar esta misé- cracia alguém achar que a actual mi- ria. Somos o segundo membro daUE –pior, só aPolónia–onde esse fuga à pobreza para o resto da vida. Conclusão: baixa probabilidade de escapar. nistra da Educação é competente e risco é maior, abrangendo crianças que vivem em lares sem desemprego. Per- E, mesmo que se consiga, não será sem sérias consequências. A miséria não dá que está a fazer um bom trabalho, tencemos ao grupo com níveis altos de pobrezanas crianças, extremamente ele- novas oportunidades. quando não tem o apoio de nenhum vados em trabalhadores e fraca assistência social. Mesmo assim, há quem pretenda reduzir este debate à subsidiodependên- partido daoposição parlamentar, nem E a situação tem piorado. O desemprego aumenta, o nível de vida diminui. cia, alegando que esses apoios só dificultam a inclusão. Porém, nenhuma inter- de nenhum sindicato ou entidade li- Baixos salários, precariedade, magras transferências sociais. As consequências venção social comporta apenas vantagens. Do mesmo modo, é impossível erra- gada à educação e até personalidades também são evidentes: abandono escolar, trabalho infantil, formação deficien- dicar totalmente a fuga aos impostos. Pode robustecer-se o combate, mas não é da maioria parlamentar, ligadas ao en- te. Um ciclo vicioso. por causa dos devedores que terminam as contribuições. sino, abertamente discordam no es- Em países com políticas sociais consistentes, como a Suécia ou a Noruega, As excepções negativas, os que recebem sem precisar ou não lutam para dis- sencial do que está a fazer? este risco baixa. Já no Reino Unido ou pensar subsídios, são ampliadas por João Pereira, Oeiras nos EUA, com níveis de riqueza seme- alguns. Por más razões. A sua preocu- lhantes, as taxas de pobrezainfantilsão elevadas. Nos EUA, até têm vindo a su- bir. Um estado social sólido consegue, efectivamente, diminuiro impacto das Amanhãs pação não é defender os mais vulne- ráveis. Se fosse, nunca fariam pagar o justo pelo pecador. Se fosse, indigna- vam-se mais com as pensões e indem- OS POBRES PORTUGUESES A pobreza, que afecta primeira- mente os idosos e as pessoas menos qualificadas, coloca-se nitidamente desigualdades. Apenas assimse pode in- vocar, sem contrabando ou cinismo, as oportunidades para todos e a promo- ção do mérito. Um país com um cres- famintos nizações dos ricos. A pobreza infantil devia conduzir a uma profunda altera- ção da perspectiva social. Para muitos, leva à arte de apurar desculpas. como o grande desafio político das próximas gerações. (...) Em Portugal, (...) o subsídio de desemprego e o ren- dimento social de inserção têm salvo cimento económico que beneficiauma Os subsídios nem sempre são o ca- muitas famílias damisériadegradante. pequena fatia, enquanto remete uma minho. Alguns agregados ficam, de fac- Existe muita pobreza envergonhada, percentagem significativa, desde que to, dependentes e demoram a cons- não só nos particulares como nas em- nasce, ao definhamento, não é um país truiras suas próprias capacidades. Mas presas, que entram em falência. Só no desenvolvido. Escusado serádizerque são casos residuais e, até nesses, fre- ano passado foram quatro mil! A par não pode bradar pela meritocracia. E quentemente não há alternativa. O Es- disto, temos o desemprego, que afec- Portugal exibe das maiores desigual- tado deve protegeras crianças em tem- ta, paradoxalmente, sobretudo os jo- dades de distribuição da UE. Uns são po útil, pautando-se por critérios vens diplomados (...). pés descalços. Outros usamsapatos ita- diferentes dos aplicados a outras ida- Gonçalo T apadas, Lisboa lianos. Os privilégios, mordomias e des. Cinco anos, para uma criança pe- abastançaopíparade uns quantos, que quena, porexemplo, é ajanelade opor- AS DÍVIDAS DOS PARTIDOS não cessam de engordar, são uma in- fâmia. Gene tunidade. A pobreza infantil obriga a intervenções incisivas e céleres. Não Acomunicação social escrita divul- gou o que devem (passivo e dívidas) Vários estudos indicam que quem nasce pobre, assim morre. E essa per- centagem aumenta entre as minorias Canhoto hátempo aperder. O Estado não pode esperar. Será sempre tarde demais. Por cá, acenar com o fantasma dos os cinco maiores partidos políticos (PS, PSD, CDS/PP, PCP, BE). O montante global ascende a (grosso modo) cerca étnicas. A vida ainda é determinada pela classe, educação e etnia dos pais. Pior. parasitas é inaceitável. Como referido, muitas crianças em risco de pobreza vi- de 25 milhões de euros. (...) Perante Os efeitos são irreversíveis. Aos três anos, uma criança pobre já apresenta um vem com pais empregados. Uma parcela importante dos trabalhadores portu- estes dados, pergunto: que gestores ano de atraso. O desenvolvimento é afectado pelo stress resultante de condições gueses é pobre. Muitos esforçam-se de sol a sol, não conseguindo o suficiente credíveis terão os referidos partidos precárias, advindo em défices de memória e linguagem. O que pode impedir a para dar de comer aos seus filhos. paraendireitarem as finanças públicas Só quando pararmos de varrerestainjustiçaparadebaixo do tapete o potencial e governar o país, se não sabem go- deixará de estar alienado. Entretanto, que amanhã para quem condena à fome, vernar as suas próprias casas? desde o dia zero, um quinto do seu futuro? José Amaral, V.N. Gaia genecanhoto@gmail Cartas ao director – Escreva para : Travessa da Queimada, 23, 3.º, 1249-113, Lisboa, ou para o e-mail: geral@sexta.pt FICHA TÉCNICA SEXTA | Redacção: Tv. Queimada, 23 - 3.º, 1249-113, Lisboa. tel: 21 323 21 45 fax: 21 323 21 98 e-mail: geral@sexta.pt | Departamento comercial e distribuição: Rua Viriato nº13, 1069-315 - Lisboa, tel: 21 011 190 | Título registado na ERC sob o número 125263. Propriedade: Vipu ACE, com o nº de contribuinte 508 259 290, com sede na Rua Viriato nº 13, 1069-315 | CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Hugo Figueiredo e Arga e Lima | DIRECTOR João Bonzinho DIRECTOR-ADJUNTO Luís Francisco | REDACÇÃO Nuno Paralvas (nuno.paralvas@sexta.pt), Maria Lopes (maria.lopes@sexta.pt), Hélder Beja (helder.beja@sexta.pt) e Joana Guimarães (joana.guimaraes@sexta.pt) | PROJECTO GRÁFICO Darwin Miguel Pedroso (miguel.darwin@sexta.pt) | PAGINAÇÃO Pedro Filipe | SECRETÁRIA DE REDACÇÃO Alexandra Galvão (alexandra.galvao@sexta.pt / geral@sexta.pt) | Cartas ao Director: ge- ral@sexta.pt | COLUNISTAS Joana Amaral Dias (genecanhoto@gmail.com) e José Pedro Gomes (zpgomes@sapo.pt) | CARTOON Luís Afonso | COLABORADORES Nuno Amaral (no Brasil), Farol de Ideias (Liga dos Últimos) I+G (infografia) | DEPARTAMENTO COMERCIAL E-mail: publicidade@sexta.pt; Diogo Costa Ferreira (director, diogo.ferreira@sexta.pt) tel: 21 011 13 66 tlm: 93 931 96 19; Margarida Rêgo (executiva de contas, margarida.rego@sexta.pt) tel: 21 011 11 91 tlm: 93 757 56 75; Luís Ramalho (media criativo, luis.ramalho@sexta.pt) tel: 21 011 11 93 | RESPONSÁVEL DE DISTRIBUIÇÃO José Santos (jose.santos@sexta.pt) tel: 21 011 11 92 tlm: 93 757 56 68 | IMPRESSÃO Unipress, Travessa de Anselmo Braancamp, 220, Arcozelo/4405, Valadares; tel: 22 753 70 30 | TIRAGEM 350.000 exemplares
  11. 11. SEXTA ECONOMIA13 Alterações no IRS de 2007 > CONSELHOS nos Poupança Reforma, que saem e entram. Já as despesas pressupõe-se S ão várias as alterações intro- que sejam de carácter definitivo. Nes- duzidas nas declarações de IRS, taperspectivaamudança, do ponto de não só a nível de taxas, dedu- vista logístico, pode facilitar o desapa- ções e escalões, mas também recimento do crédito à habitação e se- nos impressos, que deveráterem con- guros das declarações de IRS», expli- sideração durante a entrega. cao fiscalistadaDECO António Ernesto De acordo com as actualizações fis- Pinto. Porfim, aúltimaalteração dizres- cais, os solteiros, reformados e defi- peito aos rendimentos de capitais. Já cientes vão pagar mais. Solteiros e ca- poderá reinvestir o dinheiro da venda sados são colocados em igualdade, de um imóvel numacasacompradana com a dedução de um montante equi- União Europeia, Noruega, Islândia e valente a 55% do salário mínimo na- Liechtenstein sem que a mais-valia lhe cional (SMN) para ambos, ao contrá- seja tributada. rio dos 50% e 60%, respectivamente, do ano passado. Nos reformados o Alterações nos formulários montante sobre o qual não recai qual- Foram introduzidas alterações nos im- quer imposto foi reduzido de 7500 pressos do IRS que podem gerar al- para6100 euros –os pensionistas com guma confusão. No modelo 3, os por- reformas superiores a 435 euros men- 1209 euros, o equivalente a três SMN. ta dos benefícios, bem como o crédi- tadores de deficiência terão de indicar sais passam a pagar impostos. Em relação aos benefícios fiscais, to à habitação e os seguros de vida e o grau no quadro 7B. Os anexos E (ren- Os deficientes com grau de invali- os montantes a deduzir foram actuali- saúde, que deixam assim de ser con- dimentos de capitais como acções) e dez igual ou superiora60% deixam de zados em 2,1%, ou seja, abaixo da in- siderados como despesas. H (benefícios fiscais e deduções) foram estar isentos sobre 30% do que rece- flação de 2006 (3,1%), à excepção dos «Não houve qualquer alteração à completamente remodelados –o con- berem dos rendimentos de trabalho encargos com lares e ascendentes, cujo lei apesar da reformulação. A diferen- tribuinte teráde recorreràs instruções dependente ou independente, até limite aumentou 3,5%. Os Planos Pou- ça é que os benefícios fiscais são tem- para os conseguirpreencher, devido à 13.774,86 euros e passam a deduzir pançaReformavoltaram aintegraralis- porários, como verificámos com os Pla- colocação de códigos.
  12. 12. 14ARTES SEXTA Do ecrã para os tops das livrarias a 14 de Fevereiro, já é dos títulos mais vendidos nos armazéns livrei- Jorge Reis-Sá, editor da Magnólia, fala E ste País Não é Para Velhos ros de todo país. (Relógio D’Água), Expiação (Gradiva), O Assassínio de Editora especializada do «cruzamento Jesse James pelo Cobarde Ro- bert Ford (Magnólia) e O Lado Sel- em filmes Em Portugal, falar de livros com fil- de diferentes formas vagem (Presença). Pode não pare- mes na capa é ter que referir a Edi- de arte, com o intuito cer mas é de livros que falamos. Todos, sem excepção, são igualmente torial Magnólia. Jorge Reis-Sá, editor da estampa, diz ao SEXTA que «a de criar sinergias». títulos de filmes actualmente nas sa- Coen se basearam para conceber o Ian McEwan em Portugal, diz que «o aposta é para manter» mas confessa las portuguesas, baseados em obras grande vencedor dos Óscares, é para filme relançou o livro», lembrando que «a expectativa inicial era maior Haverá livro? literárias agora editadas (ou reedi- já o menos vendido dos quatro tí- que o mesmo aconteceu com As Ho- que os resultados apresentados». Suspeita-se de perseguição ao filme tadas) com sucesso assinalável. tulos. Da autoria de C ormac ras, romance de Michael Cun- Para além de O Assassínio de Jes- Haverá Sangue, de Paul Thomas An- O método é sempre o mesmo: McCarthy – autor até bastante con- ningham adaptado ao cinema em se James pelo Cobarde Robert Ford, derson. Depois de ter sido quase ig- em vésperas da chegada de mais um siderado por cá –, «teve uma pri- 2002. de Ron Hansen, nos cinemas com norado pela Academia no que respei- filme (normalmente norte-america- meira edição de 2000 exemplares, de O L a do Selva gem , de Jon título homónimo e Brad Pitt como ta a Óscares, a fita é também a única no) aos cinemas, as editoras prepa- que já se venderam cerca de 1500», Krakauer, «alcançou os 4000 exem- protagonista, a Magnólia tem várias nomeada de peso cujo livro que a ins- ram a edição dos livros (normal- avança a Relógio D’Água. A editora plares vendidos», revela Inês Mou- obras editadas segundo a mesma ló- pirou não está publicado entre nós. mente homónimos) que inspiram prepara, no entanto, uma segunda rão, da Presença. O livro, que conta gica: O Último Rei da Escócia, de É certo que P.T. Andersonse afastou realizadores e eternizam persona- edição do livro, com mais 3000 a história de um jovem norte-ame- G. Foden, livro que inspirou um ven- dahistóriaque Upton Sinclairescreveu gens em Hollywood. As capas, es- exemplares. ricano que se refugia no Alasca, foi cedor do Óscar de Melhor Filme em Oil! (1927), mas acuriosidade acer- sas, são ilustradas com imagens das Expiação vai na quinta edição e levado ao ecrã por Sean Penn e já ti- (2007); Million Dollar Baby, assi- ca da obra deste norte-americano agu- fitas. A associação é evidente. E re- conta um total de 11 mil exemplares, nha atingido sucesso de vendas nos nado por F. X. Toole, que deu origem ça-se depois de vista a epopeia petrolí- sulta. que lhe vale presença nos tops das EUA. Ainda da Presença, P.S. - Eu à fita de Eastwood; O Bom Alemão, feraprotagonizadaporDanielDay-Lewis. Curiosamente, Este País Não é lojas Fnac e Bertrand. Helena Ra- Amo-te, de Cecelia Ahern, que deu de J. Kanon; e Zodiac, de R. Grays- Ficaapergunta: haverásangue(ououro Para Velhos,livro em que os irmãos fael, da Gradiva, editora da obra de origem ao filme homónimo estreado mith. negro) na capa de um livro? CERIMÓNIA DOS ÓSCARES PERDEU SEIS MILHÕES DE ESPECTADORES Há muitos anos que os talentos da tou Javier Bardem (Este País Não é de que é transmitido paratodo o mun- representação europeiasaltam o Atlân- Para Velhos) e Tilda Swinton (Michael do, tendo registado 38,8 milhões de te- tico para arrebatar Hollywood. Mas Clayton - Uma Questão de Consciên- lespectadores nos EUA, menos seis mi- não há memória de uma coisa assim: cia) como vencedores. Swinton pro- lhões do que em 2007. nos quatro prémios para actores atri- tagonizou a surpresa da noite, ao ar- Nas restantes categorias, não hou- buídos pela Academia na80.ª edição,a recadaro Óscarque pareciadestinado ve vitórias inesperadas. Os irmãos Coen sorte coube a quatro intérpretes do a Cate Blanchett (I’m Not There). foram os grandes laureados da noite, Velho Continente. A cerimónia, que decorreu na ma- com os Óscares para Melhor Filme, Daniel Day-Lewis (Haverá Sangue), drugada de segunda-feira (hora por- MelhorRealização e MelhorArgumento recebeu sem surpresa a estatueta de tuguesa) cumpriu o protocolo, sem Adaptado, porEste País Não ÉPara V e- MelhorActor; e a Marion Cotillard (La grandes inovações ou exuberâncias. lhos. Olhando paraas nomeações, Ex- Vie en Rose) coube o Óscar de Melhor Segundo a Nielsen Media Research, o piação (sete) e Haverá Sangue (oito) Actriz. Nos secundários, a votação di- evento foio menos visto de sempre des- foram os derrotados da noite. H.B.
  13. 13. ARTES15 HIGH SCHOOL MUSICAL NO TEATRO TIVOLI Está tudo a postos para o grande D’ZRT, depois do fim da banda. «Está dia. Esta sexta-feira, 29, marca a es- a dar-me um prazer enorme fazer o treia de High School Musical, O Es- papel, que junta três coisas que ado- pectáculo, no Teatro Tivoli, em Lisboa. ro: cantar, dançar e representar. Vou A partir das 21h30, os 26 actores que adorar estar em palco com algumas integram o musical apresentam o pro- pessoas com quem já trabalhara.» jecto adaptado do filme homónimo da Os vilões serão interpretados por Disney ao público português. Maria Sampaio, que participou na pri- Entre o elenco jovem, algumas ca- meira série Morangos com Açúcar ras conhecidas, como Paulo Vintém, como Liliana, e Bruno Veloso, que in- que interpreta Troy, um dos protago- tegrou o elenco de Diário de Sofia e nistas da história, Jorge Kapinha, que Bando dos Quatro. veste o papel do treinador Bolton, ou O espectáculo é falado em portu- Catarina Pereira, que participou re- guês, no entanto as músicas foram centemente no programa da SIC, Fa- mantidas na língua original: inglês. A mília Superstar, e será Gabriella, ou- encenadoraexplicaque decidiram não tra das protagonistas. traduzir as músicas para português «É aminhaprimeiraexperiênciana porque «estão muito presentes name- área da representação mas estou mui- mória de todos os fãs do High School to satisfeitaporque é umpapelque jun- Musical e até foram realizadas algu- ta canto e representação. Não estava à mas experiências mas em todas as mú- espera de ficar com o papel de prota- sicas perdiam qualidade.» gonista», revela, sorridente, Catarina, O espectáculo estaráemcenano Ti- que faráparromântico com Paulo Vin- voli até 21 de Março. O preço dos bi- tém. É o primeiro projecto do ex- lhetes variaentre 7,5 e 25 euros. J.G.

×