SlideShare uma empresa Scribd logo
1-Uma pessoa é responsável pela manutenção de uma
sauna úmida. Todos os dias cumpre o mesmo ritual: colhe
folhas de capim-cidreira e algumas folhas de eucalipto. Em
seguida, coloca as folhas na saída do vapor da sauna,
aromatizando-a conforme representado na figura.
Qual processo de separação é responsável pela
aromatização promovida?
A) Filtração simples.
B) Destilação simples.
C) Extração por arraste.
D) Sublimação fracionada.
E) Decantação sólido-líquido.
A filtração é um método de separação de misturas
heterogêneas, que se baseia na passagem da mistura
por um filtro. Existem dois tipos de filtração: a comum
e a vácuo. A filtração é um método físico de separação
de misturas heterogêneas, quando temos um sólido
disperso em um líquido ou gás.
Destilação simples é um método utilizado para
separar os componentes de uma mistura
homogênea (apresenta uma única fase) formada
por um componente sólido dissolvido em um
líquido.
2- Pesquisadores recuperaram DNA de ossos de mamute
(Mammuthus primigenius) encontrados na Sibéria, que tiveram sua
idade de cerca de 28 mil anos confirmada pela técnica do carbono
14.
A técnica de datação apresentada no texto só é possível devido à
A) proporção conhecida entre carbono-14 e carbono-12 na
atmosfera ao longo dos anos.
B) decomposição de todo o carbono-12 presente no organismo
após a morte.
C) fixação maior do carbono -14 nos tecidos de organismos após
a morte.
D) emissão de carbono-12 pelos tecidos de organismos após a
morte.
E) transformação do carbono-12 em carbono-14 ao longo dos
anos.
Letra a
As pesquisas de Libby revelaram que a quantidade de carbono 14
dos tecidos orgânicos mortos diminui a um ritmo constante com o
passar do tempo. Assim, a medição dos valores do isótopo
radioativo em um objeto fóssil nos dá pistas muito exatas dos anos
decorridos desde sua morte.
A técnica do carbono 14 para a datação de cadáveres antigos só se
aplica às amostras que tenham no máximo 70 mil anos de idade,
como já vimos, a quantidade de C 14 diminui com o passar do
tempo, ficando difícil detectá-lo após este período.
A partir da morte de um ser vivo, a quantidade de C-14 existente no
tecido orgânico se dividirá pela metade a cada 5.730 anos, é o que
se chama de meia vida do carbono.
Esta técnica é aplicável à madeira, sedimentos orgânicos, ossos,
conchas marinhas, etc.
Agora já sabemos a finalidade do Carbono 14 em achados
arqueológicos, a idade de múmias nunca mais foi um mistério após
a descoberta de Willard Libby.
3-. O petróleo é um tipo de combustível fóssil, de
origem animal e vegetal, constituído principalmente
por hidrocarbonetos. Em desastres de derramamento
de petróleo, vários métodos são usados para a
limpeza das áreas afetadas. Um deles é a
biodegradação por populações naturais de
microrganismos que utilizam o petróleo como fonte
de nutrientes. O quadro mostra a composição
química média das células desses microrganismos.
Para uma efetiva biodegradação, a região afetada
deve ser suplementada com
A) nitrogênio e fósforo.
B) hidrogênio e fósforo.
C) carbono e nitrogênio.
D) carbono e hidrogênio.
E) nitrogênio e hidrogênio.
4-O esquema representa, de maneira simplificada, o processo de produção
de etanol utilizando milho como matéria-prima.
A etapa de hidrólise na produção de etanol a partir do milho é fundamental
para que
A) a glicose seja convertida em sacarose.
B) as enzimas dessa planta sejam ativadas.
C) a maceração favoreça a solubilização em água.
D) o amido seja transformado em substratos utilizáveis pela levedura.
E) os grãos com diferentes composições químicas sejam padronizados.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercicios fotossintese primeiro ano
Exercicios fotossintese primeiro anoExercicios fotossintese primeiro ano
Exercicios fotossintese primeiro ano
Ionara Urrutia Moura
 
Fisveg aula2
Fisveg aula2Fisveg aula2
Fisveg aula2
Mariana Luz Viscarra
 
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg
Esan 7ºano cn_1º_teste_idgEsan 7ºano cn_1º_teste_idg
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg
Isabel Guedes
 
Ciclos
CiclosCiclos
Ciclos
João Amorim
 
FTformação da terra
FTformação da terraFTformação da terra
FTformação da terra
home
 
2ª p.d. (ciências 9º ano)
2ª p.d.   (ciências 9º ano)2ª p.d.   (ciências 9º ano)
2ª p.d. (ciências 9º ano)
Sonia Maria Trigo Alves
 
Ciências naturais a água
Ciências naturais  a águaCiências naturais  a água
Ciências naturais a água
anaojlem
 
Apostila quimica organica_usp
Apostila quimica organica_uspApostila quimica organica_usp
Apostila quimica organica_usp
Julinha Brazil
 
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Ciclos biogeoquimicos gabarito
Ciclos biogeoquimicos   gabaritoCiclos biogeoquimicos   gabarito
Ciclos biogeoquimicos gabarito
Marcia Moreira
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
guest787ebb4
 
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
Vania Lima "Somos Físicos"
 
2S|_ Lista de exercícios de fisiologia vegetal 12 11 2014
2S|_ Lista de exercícios de  fisiologia vegetal 12 11 2014 2S|_ Lista de exercícios de  fisiologia vegetal 12 11 2014
2S|_ Lista de exercícios de fisiologia vegetal 12 11 2014
Ionara Urrutia Moura
 
Curso especial tema atmosfera
Curso especial  tema atmosferaCurso especial  tema atmosfera
Curso especial tema atmosfera
Fábio Oisiovici
 
Ciclo do Nitrôgenio
Ciclo do NitrôgenioCiclo do Nitrôgenio
Ciclo do Nitrôgenio
Gisele Gordon
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
Sofia Mendes
 
09 esgostos vazao dbo dqo
09   esgostos vazao dbo dqo09   esgostos vazao dbo dqo
09 esgostos vazao dbo dqo
Marlos Nogueira
 
04
0404
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg_d
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg_dEsan 7ºano cn_1º_teste_idg_d
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg_d
Isabel Guedes
 

Mais procurados (19)

Exercicios fotossintese primeiro ano
Exercicios fotossintese primeiro anoExercicios fotossintese primeiro ano
Exercicios fotossintese primeiro ano
 
Fisveg aula2
Fisveg aula2Fisveg aula2
Fisveg aula2
 
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg
Esan 7ºano cn_1º_teste_idgEsan 7ºano cn_1º_teste_idg
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg
 
Ciclos
CiclosCiclos
Ciclos
 
FTformação da terra
FTformação da terraFTformação da terra
FTformação da terra
 
2ª p.d. (ciências 9º ano)
2ª p.d.   (ciências 9º ano)2ª p.d.   (ciências 9º ano)
2ª p.d. (ciências 9º ano)
 
Ciências naturais a água
Ciências naturais  a águaCiências naturais  a água
Ciências naturais a água
 
Apostila quimica organica_usp
Apostila quimica organica_uspApostila quimica organica_usp
Apostila quimica organica_usp
 
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
 
Ciclos biogeoquimicos gabarito
Ciclos biogeoquimicos   gabaritoCiclos biogeoquimicos   gabarito
Ciclos biogeoquimicos gabarito
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
"Somos Físicos" D.B.O (Demanda Bioquímica do Oxígênio)
 
2S|_ Lista de exercícios de fisiologia vegetal 12 11 2014
2S|_ Lista de exercícios de  fisiologia vegetal 12 11 2014 2S|_ Lista de exercícios de  fisiologia vegetal 12 11 2014
2S|_ Lista de exercícios de fisiologia vegetal 12 11 2014
 
Curso especial tema atmosfera
Curso especial  tema atmosferaCurso especial  tema atmosfera
Curso especial tema atmosfera
 
Ciclo do Nitrôgenio
Ciclo do NitrôgenioCiclo do Nitrôgenio
Ciclo do Nitrôgenio
 
Fotossintese
FotossinteseFotossintese
Fotossintese
 
09 esgostos vazao dbo dqo
09   esgostos vazao dbo dqo09   esgostos vazao dbo dqo
09 esgostos vazao dbo dqo
 
04
0404
04
 
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg_d
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg_dEsan 7ºano cn_1º_teste_idg_d
Esan 7ºano cn_1º_teste_idg_d
 

Semelhante a Enem

08 ciclos biogeoqu¡micos
08  ciclos biogeoqu¡micos08  ciclos biogeoqu¡micos
08 ciclos biogeoqu¡micos
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
Nanda Freitas
 
1 diversidade da vida
1 diversidade da vida1 diversidade da vida
1 diversidade da vida
Péricles Penuel
 
Biologia no enem
Biologia no enemBiologia no enem
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
Agassis Paulo Bezerra
 
Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
Renata Magalhães
 
Ciencias para o 6º ano ver
Ciencias para o 6º ano   verCiencias para o 6º ano   ver
Ciencias para o 6º ano ver
Cezanildo Oliveira
 
Ciclos biogoquímicos
Ciclos biogoquímicosCiclos biogoquímicos
Ciclos biogoquímicos
Jaqueline Oliveira
 
Cicloener
CicloenerCicloener
Cicloener
uendell
 
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESEMetabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Silvana Sanches
 
ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS.pptx
ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS.pptxECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS.pptx
ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS.pptx
MariaJlia363821
 
Ciências
CiênciasCiências
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicosFluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Alessandra Vieira da Silva
 
Cien barros 6.3
Cien barros 6.3Cien barros 6.3
Cien barros 6.3
bleckmouth
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
Werner Mendoza Blanco
 
Carbono 14 - idade de fósseis
Carbono 14 -  idade de fósseisCarbono 14 -  idade de fósseis
Carbono 14 - idade de fósseis
Helena Aragão De Sá Martins
 
Biosfera
Biosfera Biosfera
Biosfera
Ione Rocha
 
CN7 - Fósseis
CN7 - FósseisCN7 - Fósseis
CN7 - Fósseis
Rita Rainho
 
Aula 1 bio em
Aula 1   bio emAula 1   bio em
Aula 1 bio em
Walney M.F
 
2 ciclos biogeoquimicos novos
2 ciclos biogeoquimicos novos2 ciclos biogeoquimicos novos
2 ciclos biogeoquimicos novos
guest5b12783
 

Semelhante a Enem (20)

08 ciclos biogeoqu¡micos
08  ciclos biogeoqu¡micos08  ciclos biogeoqu¡micos
08 ciclos biogeoqu¡micos
 
Ecologia
EcologiaEcologia
Ecologia
 
1 diversidade da vida
1 diversidade da vida1 diversidade da vida
1 diversidade da vida
 
Biologia no enem
Biologia no enemBiologia no enem
Biologia no enem
 
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
 
Ecologia 3º ano
Ecologia 3º anoEcologia 3º ano
Ecologia 3º ano
 
Ciencias para o 6º ano ver
Ciencias para o 6º ano   verCiencias para o 6º ano   ver
Ciencias para o 6º ano ver
 
Ciclos biogoquímicos
Ciclos biogoquímicosCiclos biogoquímicos
Ciclos biogoquímicos
 
Cicloener
CicloenerCicloener
Cicloener
 
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESEMetabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
Metabolismo celular - FOTOSSÍNTESE
 
ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS.pptx
ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS.pptxECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS.pptx
ECOLOGIA E CIÊNCIAS AMBIENTAIS.pptx
 
Ciências
CiênciasCiências
Ciências
 
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicosFluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
Fluxo de energia no ecossistema e Ciclo biogeoquímicos
 
Cien barros 6.3
Cien barros 6.3Cien barros 6.3
Cien barros 6.3
 
Ciclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicosCiclos biogeoquímicos
Ciclos biogeoquímicos
 
Carbono 14 - idade de fósseis
Carbono 14 -  idade de fósseisCarbono 14 -  idade de fósseis
Carbono 14 - idade de fósseis
 
Biosfera
Biosfera Biosfera
Biosfera
 
CN7 - Fósseis
CN7 - FósseisCN7 - Fósseis
CN7 - Fósseis
 
Aula 1 bio em
Aula 1   bio emAula 1   bio em
Aula 1 bio em
 
2 ciclos biogeoquimicos novos
2 ciclos biogeoquimicos novos2 ciclos biogeoquimicos novos
2 ciclos biogeoquimicos novos
 

Último

Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.pptAula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
cleidianevieira7
 
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
FlorAzaleia1
 
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
jenneferbarbosa21
 
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
MelissaSouza39
 
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
jenneferbarbosa21
 
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptxMÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MnicaPereira739219
 
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
jenneferbarbosa21
 
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
FERNANDACAROLINEPONT
 

Último (8)

Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.pptAula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
Aula 1. Introdução ao estudo da célula.ppt
 
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
2-10-EF - 9º ANO - CIÊNCIAS - LUZ E CORES.pdf
 
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
EVOLUÇÃO-EVOLUÇÃO- A evolução pode ser definida como a mudança na forma e no ...
 
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
Grupo_3-Como_o_conhecimento_cientifico_e_construido_e_divulgado.pptx ________...
 
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
Cards das Espécies da Coleção-Carpoteca Temática Itinerante sediada no Labora...
 
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptxMÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
MÁQUINAS SIMPLES-ALAVANCAS-POLIAS-ENGRENAGENS.pptx
 
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
Taxonomia: é a ciência que classifica os seres vivos, estabelecendo critérios...
 
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.anatomia e fisiologia de peixes  CRMVCP.
anatomia e fisiologia de peixes CRMVCP.
 

Enem

  • 1.
  • 2. 1-Uma pessoa é responsável pela manutenção de uma sauna úmida. Todos os dias cumpre o mesmo ritual: colhe folhas de capim-cidreira e algumas folhas de eucalipto. Em seguida, coloca as folhas na saída do vapor da sauna, aromatizando-a conforme representado na figura. Qual processo de separação é responsável pela aromatização promovida? A) Filtração simples. B) Destilação simples. C) Extração por arraste. D) Sublimação fracionada. E) Decantação sólido-líquido.
  • 3. A filtração é um método de separação de misturas heterogêneas, que se baseia na passagem da mistura por um filtro. Existem dois tipos de filtração: a comum e a vácuo. A filtração é um método físico de separação de misturas heterogêneas, quando temos um sólido disperso em um líquido ou gás.
  • 4. Destilação simples é um método utilizado para separar os componentes de uma mistura homogênea (apresenta uma única fase) formada por um componente sólido dissolvido em um líquido.
  • 5. 2- Pesquisadores recuperaram DNA de ossos de mamute (Mammuthus primigenius) encontrados na Sibéria, que tiveram sua idade de cerca de 28 mil anos confirmada pela técnica do carbono 14. A técnica de datação apresentada no texto só é possível devido à A) proporção conhecida entre carbono-14 e carbono-12 na atmosfera ao longo dos anos. B) decomposição de todo o carbono-12 presente no organismo após a morte. C) fixação maior do carbono -14 nos tecidos de organismos após a morte. D) emissão de carbono-12 pelos tecidos de organismos após a morte. E) transformação do carbono-12 em carbono-14 ao longo dos anos.
  • 6. Letra a As pesquisas de Libby revelaram que a quantidade de carbono 14 dos tecidos orgânicos mortos diminui a um ritmo constante com o passar do tempo. Assim, a medição dos valores do isótopo radioativo em um objeto fóssil nos dá pistas muito exatas dos anos decorridos desde sua morte. A técnica do carbono 14 para a datação de cadáveres antigos só se aplica às amostras que tenham no máximo 70 mil anos de idade, como já vimos, a quantidade de C 14 diminui com o passar do tempo, ficando difícil detectá-lo após este período. A partir da morte de um ser vivo, a quantidade de C-14 existente no tecido orgânico se dividirá pela metade a cada 5.730 anos, é o que se chama de meia vida do carbono. Esta técnica é aplicável à madeira, sedimentos orgânicos, ossos, conchas marinhas, etc. Agora já sabemos a finalidade do Carbono 14 em achados arqueológicos, a idade de múmias nunca mais foi um mistério após a descoberta de Willard Libby.
  • 7. 3-. O petróleo é um tipo de combustível fóssil, de origem animal e vegetal, constituído principalmente por hidrocarbonetos. Em desastres de derramamento de petróleo, vários métodos são usados para a limpeza das áreas afetadas. Um deles é a biodegradação por populações naturais de microrganismos que utilizam o petróleo como fonte de nutrientes. O quadro mostra a composição química média das células desses microrganismos. Para uma efetiva biodegradação, a região afetada deve ser suplementada com A) nitrogênio e fósforo. B) hidrogênio e fósforo. C) carbono e nitrogênio. D) carbono e hidrogênio. E) nitrogênio e hidrogênio.
  • 8. 4-O esquema representa, de maneira simplificada, o processo de produção de etanol utilizando milho como matéria-prima. A etapa de hidrólise na produção de etanol a partir do milho é fundamental para que A) a glicose seja convertida em sacarose. B) as enzimas dessa planta sejam ativadas. C) a maceração favoreça a solubilização em água. D) o amido seja transformado em substratos utilizáveis pela levedura. E) os grãos com diferentes composições químicas sejam padronizados.