Os Dez Estados De Vida. (Clicar na seta)

9.057 visualizações

Publicada em

Os Dez Estados De Vida. (Clicar na seta)

  1. 1. OS DEZ ESTADOS DE VIDA Os Dez Estados de Vida ou os Dez Mundos, indicam as condições de vida que o ser humano sente. É uma análise dos fenômenos que uma vida manifesta no decorrer de sua existência.
  2. 2. 1º) O ESTADO DE INFERNO <ul><li>É a condição de vida mais baixa de todos os estados. É uma condição de sofrimento extremo que a pessoa passa como resultado do seu mau carma. Nitiren Daishonin afirma em suas escrituras, que a violência existe no mundo do Inferno. Isso indica que é uma condição caracterizada pelo impulso de destruir a si próprio assim como todos e tudo que estiver eu seu caminho. </li></ul>
  3. 3. 2º) ESTADO DE FOME: <ul><li>Nesta condição, a pessoa é governada pelos desejos insaciáveis, incluindo não só desejos materiais como: alimentos, roupas e dinheiro, como também desejos de obter poder e fama. A pessoa neste estado é atormentada, tanto física como espiritualmene, pelos desejos implacáveis. As causas para este estado são atribuídas às tendências negativas como AVAREZA, GANÂNCIA E INVEJA. </li></ul>
  4. 4. 3º) ESTADO DE ANIMALIDADE <ul><li>É também um estado baixo de vida em que as pessoas são conduzidas unicamente por seus instintos, agem impulsivamente com irracionalidade sem moralidade. O crítério de suas açõs é aprovietar-se dos mais fracos e bajular os mais fortes. A pessoa perde o sentido da razão e suas emoções são facilmente dominadas pelo medo e pela covardia. Além disso, não conseguem encotrar soluções nem esperanças e desistem do seu próprio destino. </li></ul>
  5. 5. 4º) ESTADO DE IRA <ul><li>É o quarto dos mais baixos estados de vida e, associado aos “Três Maus Caminhos”, forma as “Quatro Tendências Maléficas”. Nesse estado, as pessoas possuem consciência de seus atos embora baseados em potos de vista distorcidos do que é certo ou errado, enquanto nos três anterios, não têm controle sobre sua vida, pois são dominadas completamente pelos desejos. Nos estado de ira, as pessoas preocupam-se única e exclusivamente consigo mesmas, com seus próprios benefícios, pouocs se importando com os demais ou com seu ponto de vista. São conduzidas pelo egoísmo e pela ambição de serem superiores, derrando outras pessoas. </li></ul>
  6. 6. 5º) ESTADO DE TRANQÜILIDADE <ul><li>Esta é uma condição em que a pessoa pode controlar temporariamente seus impulsos e desejos com a razão. Assim, passa a ter uma vida tranqüila e em harmonia com seu ambiente, que inclui as pessoas e tudo que está ao seu redor. Nesse estado, as energias da vida estão sob considerável controle. Porém, pode-se cair instantaneamente para os “Três ou Quatro Maus Caminhos (Inferno, Fome, Animalidade e Ira), pelo mais leve desvio ocorrido em suas circusatâncias de vida. </li></ul>
  7. 7. 6º) ESTADO DE ALEGRIA <ul><li>É uma condição de vida de contentamento que se origina da concretização dos desejos e da solução dos problemas. A Alegria nesse estado de vida é efêmera e desaparece com o passar do tempo ou com a transformação das circunstâncias. </li></ul><ul><li>NOTA: Estes seis primeiros estados de vida compõem os “Seis Maus Caminhos”. São estados em que as pessoas são arrastadas exclusivamente pelas influências externas, ficando privadas da liberdade de manter autocontrole sobre as circunstâncias de sua vida. Os próximos quatro estados de vida, formam os “Quatro Nobres Caminhos”, pois são condições alcançadas pelos esforços desenvolvidos pelas próprias pessoas. </li></ul>
  8. 8. 7º) ESTADO DE ERUDIÇÃO <ul><li>É a condição experimentada por uma pessoa quando luta por um estado duradouro de contentamento e estabilidade, por meio de auto-reforma e do desenvolvimento próprio. É o estado em que o indivíduo dedica-se à criação de uma vida melhor, com a aquisição de idéias, conhecimentos e experiências de seus predecessores. </li></ul>
  9. 9. 8º) ESTADO DE ABSORÇÃO <ul><li>As pessoas neste estado podem alcançar a percepção parcial de algumas verdades por si mesmas. Os estados de Erudição e Absorção são semelhantes, pois conduzem as pessoas para uma certa independência na vida pela percepção obtida da verdade parcial. Contudo, nas condições desses Estados de Erudição e Absorção, aspessoas ficam apegadas à percepção para o seu próprio bem e não lutam para beneviciar os outros. </li></ul>
  10. 10. 9º) ESTADO DE BODHISATTVA <ul><li>Aquele que se encontra neste estado, manifesta uma vida pela de benevolência e sua característica é dedicar-se à felicidade de outras pessoas, promovendo ações altruísticas. Essa benevolência difere essencialmente do conceito de caridade ou compaixão e sua definição exata é “retirar o sofrimento e dar felicidade”. A caridade e compaixão podem aliviar o sofrimento, mas não conseguem retirá-lo nem oferecer a felicidade. A característica maior do Estado de Bodhisattva, é abusca constante do Estado de Buda, ao mesmo tempo em que procurar ensinar esse caminho para que as pessoas tornem-se capazes de manifestar a força inerente da vida, para conquistar a felicidade absoluta. </li></ul>
  11. 11. 10) ESTADO DE BUDA <ul><li>Esta é a condição de liberdade perfeita e absoluta, o supremo estado em que se domina todas as leis e se compreende o Caminho Médio, que é a realidade última da vida. A palavra “Buda” é o nome dado a uma condição de vida e nunca a um ser transcendental ou idolatrado. É o estado mais ideal da vida. É a felicidade absoluta e que por nada pode ser destruída. Buda é aquele que despertou, que tem uma sabedoria inesgotável e de força vital. Literalmente, “Buda” quer dizer “O Iluminado”. </li></ul>

×