Metodologia de projecto

1.085 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.085
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologia de projecto

  1. 1. Metodologia de projecto<br />Título <br />Second Life Health Education<br />Escolha do Tema<br />O tema deste projecto é a Educação para a Saúde.<br />Que inclui os cuidados básicos de saúde, higiene, alimentação, exercício físico e educação sexual.<br />Nomeadamente no que toca à Educação Sexual temos notado que é um assunto delicado e que tem sido alvo de inúmeras críticas, seja por desconhecimento por parte dos corpos docentes, seja pela sensibilidade que lhe é própria e que tem recolhido críticas por parte de pais, professores bem como de alguns grupos da sociedade civil.<br />O objectivo é proporcionar uma plataforma em que se possam trabalhar os temas de forma menos pessoal, visto ser abordado num ambiente virtual, com todas as vantagens que daí advêm. <br />A plataforma a utilizar é o “Second Life”, pela facilidade de utilização, na perspectiva do utilizador, e acima de tudo pela grande potencialidade que tem no que concerne à partilha de informação em tempo real, conferências, construção de espaços e gestão de conteúdos a utilizar com um fim pedagógico.<br />Esta plataforma permite-nos criar um espaço virtual que se pode assemelhar a uma sala de aula onde os alunos se deslocam e interagem com o professor numa dinâmica educativa.<br />Identificação dos Projectos afins<br />Na verdade os projectos semelhantes de que tomámos conhecimento, dentro de second life, abordam as temáticas em epígrafe mas de forma separada, isto, é, encontrámos projectos que tratam a temática da educação sexual, mais direccionada para a prevenção das doenças sexualmente transmissíveis, e outros projectos sobre o tema da saúde.<br />Neste último caso a abordagem acaba por ser mais abrangente, no entanto não está direccionada para o mesmo tipo de “target” que pretendemos atingir.<br />Ex: <br />Health info Island (185, 69, 22) – Saúde <br />As potencialidades deste projecto são:<br />- Muita informação útil;<br />- Locais programados para o utilizador colocar perguntas que são enviadas por “instant Message” aos administradores, e subsequentemente obtém-se resposta;<br />- Espaço bem conseguido em termos de envolvência física e de aspecto agradável;<br />- Tem um espaço de biblioteca com bastante documentação disponível;<br />- O espaço é um “Sim”, composto por várias “Ilhas”, sendo que algumas zonas são de acesso restrito, apenas a utilizadores autorizados, o que permite ter uma área de acesso geral com conteúdos mais abrangentes e genéricos e outra com conteúdos mais específicos direccionados aos estudantes (eventualmente conteúdos mais sensíveis, como imagens de cirurgias ou outras de cariz mais delicado…).<br />Desvantagens:<br />- O projecto em apreço tem um “target” específico e na nossa opinião destina-se a estudantes e técnicos de saúde, principalmente, logo está desadequado ao nosso target;<br />- A linguagem e as definições disponíveis são demasiado técnicas para ser usada em contexto educativo ou genérico (salvo no caso concreto de estudantes de saúde);<br />- No caso em concreto achámos que a informação estava um pouco dispersa (vários edifícios com conteúdos mais ou menos semelhantes).<br />SL HIV Prevention and Education, Snowlion Mountain (163, 122, 22) - Ed. Sexual<br />As potencialidades deste projecto são, no nosso entender menos alargadas do que o projecto anterior, a saber:<br />Identificação do Público-alvo<br />Alunos e Professores do ensino Secundário. Bem como a população em geral.<br />Definição dos Objectivos gerais e específicos<br />Os objectivos do projecto são principalmente proporcionar uma plataforma que possa servir de suporte à comunidade escolar para disponibilizar informação técnica e teórica no que concerne as temáticas envolvidas no projecto, a saber: a saúde, higiene, alimentação, prevenção e identificação de doenças ou condições de saúde, exercício físico, educação sexual e doenças sexualmente transmissíveis e planeamento familiar.<br />Escolha do Suporte<br />O suporte escolhido é a plataforma virtual do “Second Life”.<br />Metodologia a adoptar<br />A Metodologia é o estudo de caso, com a vertente educativa.<br /> O estudo da temática, com base nas directivas preconizadas pelos ministérios da educação e da saúde para a “Educação para a Saúde”, a ser aplicadas nomeadamente ao nível do ensino secundário (3º ciclo), <br />Trabalho cooperativo/colaborativo<br />Nesta perspectiva estabelecemos já contacto com dois professores das duas escolas secundárias de Santarém e pretendemos celebrar um protocolo de colaboração entre a ESES, ESSS – (Escola Superior de Saúde de Santarém), Escola Superior de Desporto de Rio Maior e com o apoio da Professora Doutora Sónia Galinha no âmbito da Psicologia aproveitando sua vasta experiência neste tipo de projectos (na vida real) que estamos certos serão de grande utilidade para a preparação da abordagem e da linguagem a utilizar tendo em conta a sensibilidade de alguns temas, bem como do público-alvo a quem se destina o projecto.<br />Prende-se com a criação de uma ilha com espaços “físicos” diferenciados para cada um dos temas a abordar. A construção de um auditório para conferências é fundamental.<br />Criar telas de vídeo para disponibilizar na ilha peças informativas em vídeo abordando as várias temáticas envolvidas, bem como disponibilizar listas de websites de utilidade pública e documentos que podem ser descarregados a partir da ilha.<br />A vídeo-conferência é outra das formas de interacção possíveis neste auditório.<br />Idealmente gostaríamos de criar alguns “Avatar-bots” programados para responder a algumas questões.<br />A simulação de situações é outra das possibilidades que a plataforma nos pode proporcionar, mas esta será de implementação numa segunda ou terceira fase.<br />

×