Projecto intercalar

103 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
103
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projecto intercalar

  1. 1. “BeMario”http://bemarioii.blogspot.ptJorge Bessa Miranda #370307055Porto2012
  2. 2. ResumoNeste relatório, projecto intercalar, irei descrever o meu projecto finalpara a cadeira de Interfaces Interactivos.O meu projecto gira em volta de um jogo, o Super Mario, pois os jogossão uma grande paixão minha e que me acompanham desde muito novo eagora que surgiu a possibilidade de poder trabalhar com jogos decidi agarrá-lae fazer um projecto diferente.Jogar Super Mario, ou outro jogo do Mario, na sua essência é sempreigual, isto é, é um jogo de plataformas em que temos que levar o Mario dumponto A para um ponto B, apanhando vários objectos, matando uns inimigos eevitando armadilhas, porém, a meu ver, a forma tradicional de jogar, isto é, comum controlador, comando ou teclado, apesar de ainda ser a melhor forma, nãoquer dizer que tenha que ser a única e como caminhamos cada vez mais parauma maior interactividade e imersão do jogador com a realidade do jogo, decidiincorporar o jogador no jogo e para isso utilizar a tecnologia da Kinect parafazer com que o jogador controle o Mario mas com o seu corpo, tornando aexperiência totalmente diferente.Em resumo, o meu projecto consiste na criação de um programa emMax que através da Kinect detecte os movimentos do jogador e mande osdados relativos aos mesmos movimentos para o jogo de forma a controlar oMario dentro do jogo.
  3. 3. MétodoPara a realização do meu projecto irei precisar/utilizar os seguinteselementos:Max/Msp - toda a programação e interacção entre todos oscomponentes;Kinect - detectar os movimentos do jogador;Synapse - criar “esqueleto virtual” do jogador;Jogo Mario – jogo que será jogado;Emulador para MAX – forma de correr o jogo e ligação entre jogo e Max;Projector/Monitor – forma de mostrar o jogo;Em resumo, o processo será o seguinte, farei toda a programação emMax/MSP, o Kinect detecterá os movimentos do jogador, o Synapse criará oesqueleto do jogador para que possa usar os dados das peças do esqueleto noMax, o emulador para jogar o Mario, que utilizará as peças do esqueleto e todaa programação em Max como dados que serão definidos como controladoresda personagem e, por fim, um projector ou monitor como forma de mostrar ojogo ao jogador.
  4. 4. ReferênciasEstas são algumas referências, especialmente sobre o processo, quepretendo utilizar para criar o BeMario :Reportagem sobre o Kinect -http://www.youtube.com/watch?v=1JdWomEyyr0Exemplo do projecto que pretendo fazer -http://www.youtube.com/watch?v=8CTJL5lUjHgExemplo de utilização do Kinect noutros jogos -http://www.youtube.com/watch?v=c3Vbc2WpmQ8Site com emuladores e patches para MAX –http://mmonoplayer.com/mspexternals.php
  5. 5. CronogramaPara a elaboração deste projecto prevejo o seguinte método de trabalho:Uma primeira fase de ambientação com as tecnologias a utilizar,nomeadamente, os emuladores pois, sendo este o primeiro contacto com oMAX e como não foi abordado este tema nas aulas terei que o fazer, contandocom a ajuda do professor nas dúvidas que terei.Depois dessa ambientação, será a fase de rever o funcionamento doselementos Kinect, Synapse e o Max.Tendo essa revisão feita começarei com a programação que dividi emdois momentos:- Ligar o Kinect, Synapse, Max e o emulador;- Ligar a alínea anterior ao jogo;Esta fase consiste na criação de toda a programação que irá permitir aoutilizador utilizar o seu corpo como controlador do jogo, isto é, funcionará comocomando/teclado para jogar o jogo.Depois da programação feita segue-se um tempo de ajustamento daprogramação, isto é, uma fase de corrigir erros que surgirão.O momento final será a exposição física e virtual do projecto.O making-of será feito, como é óbvio ao longo de todo o processo.
  6. 6. Rider TécnicoO material que irei utilizar é:- Computador com Max/Msp;- Kinect;- Projector/Monitor.O trabalho será feito quase na totalidade na faculdade pois já tem o Maxem muitos computadores, apesar do Laboratório 2 ter uma disponibilidadecomplexa pois tanto tem dias livres como vários dias seguidos em que não temuma vaga livre mas posso contornar isso com a utilização da sala onde temosaula (produção musical).O Kinect, conto utilizar o disponível na sala pois não tenho um e tereique conciliar com a disponibilidade do mesmo.Quanto ao projector ou monitor depende de como será exposto otrabalho mas será equipamento da faculdade, relativamente aos projectorespoderão ser tanto o que se encontra na sala de aula (produção musical) ou noauditório Ilídio Pinto.

×