Economia para executivos4

662 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
662
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Economia para executivos4

  1. 1. ECONOMIA PARA EXECUTIVOS (Aula 4) Dr. Hugo Eduardo Meza Pinto [email_address]
  2. 2. <ul><li>Tema 2 – Economia de Empresa </li></ul><ul><li>A meta da empresa e as medidas de resultado. </li></ul><ul><li>O conceito de valor agregado macroeconômico e o valor agregado da empresa. </li></ul><ul><li>O balanço patrimonial, a demonstração de renda e o fluxo de caixa. </li></ul><ul><li>Ponto de equilíbrio, a economia de escala e o comportamento dos custos. </li></ul><ul><li>Estratégia financeira. </li></ul><ul><li>O valor do dinheiro no tempo. </li></ul><ul><li>Avaliação e precificação de ativos. </li></ul>
  3. 3. O conceito base “ Em economia, os seres humanos são entes racionais que sempre perseguem seu autointeresse ” Adam Smith (1723-1790)
  4. 4. O princípio das curvas de indiferença
  5. 5. E a Restrição orçamentária
  6. 6. O equilíbrio...
  7. 7. O conceito de marginalidade.
  8. 8. Test do Marshmallow – Teste da gratificação postergada
  9. 9. Os Custos Econômicos de Produção: <ul><li>Custos de Curto e Longo Prazos </li></ul><ul><li>Tipos de Custos </li></ul><ul><li>Formação de Preços e Receitas </li></ul><ul><li>Ponto de Equilíbrio do Produtor </li></ul>
  10. 10. Tipos de Custos de Curto Prazo: CUSTOS VARIÁVEIS CUSTOS FIXOS Alugueis Tarifas Propaganda Salários Administrativos Manutenção Mão-de-obra Insumos Energia elétrica Observação: Em longo prazo, todos os custos tornam-se flexíveis.
  11. 11. CUSTO TOTAL: CUSTO TOTAL (CT) = CUSTO FIXO + CUSTO VARIÁVEL CT = CF + CV
  12. 12. CUSTO TOTAL MÉDIO: CUSTO TOTAL MÉDIO(CTMe) = CUSTO TOTAL / QUANTIDADE CTMe = CT / Q
  13. 13. CUSTO FIXO MÉDIO: CUSTO FIXO MÉDIO(CFMe) = CUSTO FIXO / QUANTIDADE CFMe = CF / Q
  14. 14. CUSTO VARIÁVEL MÉDIO: CUSTO VARIÁVEL MÉDIO(CVMe) = CUSTO VARIÁVEL / QUANTIDADE CVMe = CV / Q
  15. 15. CUSTO MARGINAL: CUSTO MARGINAL(CMg) =  CUSTO TOTAL /  QUANTIDADE CMg =  CT /  Q
  16. 16. RECEITA TOTAL: RT = PREÇO (P) x QUANTIDADE (Q) RT = P X Q
  17. 17. RECEITA MÉDIA: RMe = RECEITA TOTAL (RT) X QUANTIDADE (Q) RMe = RT / Q
  18. 18. RECEITA MARGINAL: RMg =  RECEITA TOTAL (RT) /  QUANTIDADE (Q) RMg =  RT /  Q
  19. 19. LUCRO LUCRO (  ) = RECEITA TOTAL (CT) – CUSTO TOTAL (P) LUCRO  = RT - CT
  20. 20. Ponto de Equilíbrio do Produtor (Concorrência Perfeita) Receita Marginal iguala o Custo Marginal RMg = CMg
  21. 21. Custos de Transação <ul><li>Custos de transação são custos que os agentes econômicos enfrentam todas as vezes que recorrem ao mercado, ou seja, são custos de negociar, redigir e garantir o cumprimento de um contrato. Nesta nova abordagem os contratos envolverão custos, pois, não há na transação em questão à presença de simetria de informação. “A Teoria do Custos de Transação suspende a hipótese de simetria de informação e elabora um conjunto de hipótese que tornam os custos de transação significativos: racionalidade limitada, complexidade e incerteza , oportunismo e especificidade de ativos”(Kupfer, 2002, p. 269). Diante destes pressupostos comportamentais, todas as vezes em que os agentes recorrerem ao mercado, estarão sujeitos aos custos de transação. </li></ul><ul><li>“ O ponto de partida para a existência dos custos de transação é o reconhecimento de que os agentes econômicos são racionais porém limitadamente – e oportunistas. De um lado, assumindo-se racionalidade limitada, os contratos serão intrinsecamente incompletos, na medida em que será possível aos agentes prever e processar todas as contingências futuras relativas ao contrato. De outro, assumindo-se também oportunismo, a inevitável renegociação sujeita as partes envolvidas na transação ao comportamento aético da (s) outra (demais).”(Farina, 1997, p. 71;72). </li></ul>
  22. 22. EXERCÍCIO
  23. 23. EXERCÍCIO
  24. 24. EXERCÍCIO
  25. 25. Estruturas de mercados Características Concorrência Perfeita Monopólio Concorrência Monopolista Oligopólio Quantidade de vendedores Muitos Um só Vários Poucos Tipo de produto(s) Homogêneos Homogêneos Diversificado Diversificados Tipo de preço Competitivo O mais alto Competitivo e segmentado Competitivo e segmentado Barreiras Liberdade de entrada e saída de players Barreira total à entrada de novos players Liberdade de entrada e saída de players Depende das barreiras impostas. Possibilidade de Cartel e conluios). Tamanho das empresas Pequenas Uma grande Pequenas Grandes
  26. 26. Outras estruturas de mercados Duopólio Oligopsônio Monopsônio
  27. 27. Análise de Mercado
  28. 28. Pode levar é grátis Como participar Loja Clube Amostra Grátis Sample Central Site www.clubeamostragratis.com.br www.samplecentral.com.br Custo R$ 50 na inscrição R$ 15 por ano Visita Não é necessário marcar É preciso programar pelo site Retirada de produtos Uma vez por mês Todos os dias
  29. 29. Produtos Inovadores Walkman da Sony Hambúrguer Pendrive Betamax
  30. 30. Que grande empresa se localiza na Finlândia?
  31. 32. I-Phone da Apple N95 da Nokia
  32. 33. Ipad da Apple Kindle - Amazon
  33. 34. Estudo de Caso - Futuro da indústria editorial americana
  34. 35. O Vale do Silício
  35. 36. Análise de Mercado
  36. 37. Análise de Mercado
  37. 38. Análise de Mercado

×