Ws2012r2 hyper v

5.602 visualizações

Publicada em

Recursos do Hyper-V no Windows Server 2012 R2

Publicada em: Tecnologia
2 comentários
15 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.602
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.781
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
568
Comentários
2
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ws2012r2 hyper v

  1. 1. Complexidades em virtude da infraestrutura diversificada do datacenter. Orçamentos de TI fixos ou reduzidos até mesmo enquanto as expectativas da empresa aumentam. Operações de datacenter eficientes em toda a base de clientes. Simples e eficaz em termos de custo Centrado no usuário A instrução de “manter as luzes acesas” reduz a agilidade para lidar com as necessidades dos proprietários dos aplicativos. Necessidade de oferecer serviços diferenciados aos clientes. Pressão do usuário final para permitir acesso a informações corporativas em uma variedade de dispositivos. Focado em aplicativos
  2. 2. Exigências do ambiente de TI Suporte a cargas de trabalho de negócios críticas e exigentes Maior flexibilidade para mover recursos e cargas de trabalho Potencialize seus investimentos multiplataforma O Windows Server 2012 R2 oferece Escala e desempenho de nível corporativo. Mobilidade de máquina virtual Suporte a convidado cidadão de primeira classe para Linux Novos níveis de desempenho e suporte multiplataforma
  3. 3. Execute os aplicativos mais exigentes com níveis altíssimos de desempenho e escalabilidade Forneça níveis de serviço garantidos a aplicativos e cargas de trabalho essenciais Garanta disponibilidade ideal de recursos para aplicativos e cargas de trabalho essenciais Tire proveito de inovações de hardware, enquanto ainda usa hardware pré-existente para sua vantagem máxima
  4. 4. Escalabilidade maciça para as cargas de trabalho mais exigentes Hosts • Suporte para até 320 processadores lógicos e 4TB de memória física por host • Suporte para até 1.024 VMs por host Clusters • Suporte para até 64 nós físicos e 8.000 VMs por cluster Máquinas Virtuais • Suporte para até 64 processadores virtuais e 1 TB de memória por VM
  5. 5. Acesso Não Uniforme a Memória no convidado • Projeta a topologia do NUMA em uma máquina virtual • Permite que sistemas operacionais e aplicativos convidados tomem decisões de NUMA inteligentes • Alinha nós convidados do NUMA com recursos do host • Cargas de trabalho como do SQL Server 2012 ou do IIS 8.0 podem tirar proveito do NUMA Convidado
  6. 6. Altos níveis de desempenho para cargas de trabalho Microsoft essenciais SQL Server 2012 • Suporte a 64 vCPUs gerou aumento de 6x no desempenho sobre a versão anterior do Hyper-V • 6.3% de sobrecarga em comparação com físico Exchange 2013 • Virtualizou 48.000 usuários simulados em um único host do Hyper-V em 12 VMs, com tempos de resposta baixos SharePoint 2013 • Escalonou para mais de 2 milhões de usuários pesados a 1% de simultaneidade, em 5 VMs em um único host do Hyper-V Escalabilidade de carga de trabalho do SharePoint no Windows Server 2012 com Escalabilidade de CPU virtual do Hyper-V com cargas de trabalho de OLTP Hyper-V
  7. 7. VHDX e suporte a unidades de disco de formato avançado Capacidades • Desempenho melhorado de discos rígidos em discos 512e • Capacidade de hospedar discos rígidos virtuais em discos nativos de 4 KB Benefícios • Reduz o impacto de discos 512e na pilha de discos rígidos virtuais • Cargas de trabalho completadas mais rapidamente
  8. 8. O VHDX proporciona escala, proteção e alinhamento maiores Recursos • Capacidade de armazenamento de até 64 TB • Proteção contra corrupção durante falhas de energia • Alinhamento ideal de estrutura para discos de setores grandes Benefícios • Aumenta a capacidade de armazenamento • Protege os dados • Ajuda a garantir desempenho de qualidade em discos de setores grandes Tabela de Alocação de Blocos (BAT) Tabela de metadados Blocos de dados de usuário Blocos de bitmap do setor Metadados de usuário Metadados do arquivo
  9. 9. O Redimensionamento de VHDX Online proporciona flexibilidade no armazenamento de VMs Expanda discos virtuais SCSI 1. Amplie arquivos VHD e VHDX enquanto estiverem anexados a uma máquina virtual em execução 2. Depois expanda o volume dentro do convidado Diminua discos virtuais SCSI 1. Reduza o tamanho do volume dentro do convidado 2. Diminua o tamanho do arquivo VHD ou VHDX enquanto a VM estiver em execução
  10. 10. Transferência de dados baseada em token dentro da matriz de armazenamento Benefícios • Provisionamento e migração de máquina virtual rápidos • Transferências mais rápidas de arquivos grandes • Latência minimizada • Taxa de transferência de matriz maximizada • Uso menor de CPU e de rede • Desempenho não limitado pela taxa de transferência da rede ou uso do servidor • Capacidade e escala do datacenter melhorados
  11. 11. Acesse dados de SAN no Fibre Channel a partir de uma máquina virtual • Acesso não mediado a uma rede de área de armazenamento (SAN) • Caminho de E/S baseado em hardware para pilha de discos rígidos virtuais • Suporte a virtualização de ID de Porta_N (NPIV) • Host único do Hyper-V conectado a diferentes SANs • Até quatro adaptadores virtuais de Fibre Channel em uma máquina virtual • Funcionalidade Multipath I/O (MPIO) • Suporta live migration
  12. 12. Fornece índice próximo de linha em uma VM em hardware pré-existente • O vRSS possibilita virtualizar cargas de trabalho físicas que tradicionalmente exigem muito da rede • Estende a funcionalidade RSS integrada ao Windows Server 2012 • Maximiza a utilização de recursos ao espalhar o tráfego de VMs por vários processadores virtuais • Ajuda sistemas virtualizados a alcançar velocidades mais altas com NICs de 40 Gbps e 100 Gbps • Não exige nenhuma atualização de hardware e funciona com qualquer NIC que suporte RSS Nó 0 Nó 1 Nó 2 Nó 3 2 2 3 3 1 1 0 0 Entrada de pacotes vNIC
  13. 13. Maior eficiência de processamento de rede em hosts do Hyper-V Sem VMQ • O Comutador Virtual do Hyper-V é responsável por rotear e classificar pacotes para VMs • Isso leva a um maior processamento da CPU, todo focado na CPU0 Com VMQ • O NIC físico cria filas de rede virtual para cada VM para reduzir a CPU host Com VMQ Dinâmica • Núcleos do processador alocados dinamicamente para uma dispersão melhor do processamento do tráfego da rede
  14. 14. Integrada com o hardware da NIC para desempenho melhorado • Padrão que permite que dispositivos PCI Express sejam compartilhados por múltiplas VMs • Caminho de hardware mais direto para E/S • Reduz a latência da rede, a utilização da CPU para processar o tráfego e aumenta a taxa de transferência • NICs físicas compatíveis com SR-IOV contêm funções virtuais que são mapeadas com segurança para VMs • Isso contorna o Comutador Extensível Hyper-V • Suporte completo para live migration Máquina Virtual Pilha da rede de VMs NIC sintética Comutador Extensível Hyper-V Função Virtual
  15. 15. Atinja níveis mais altos de densidade para seus hosts do Hyper-V Memória Windows Server 2008 R2 SP1 • Introduziu a Memória Dinâmica para permitir a realocação de memória automaticamente entre máquinas virtuais em execução Aperfeiçoado no Windows Server 2012 e R2 • Memória mínima e de inicialização • Paginação Inteligente • Memória em balão • Configuração do tempo de execução máxima Memória máxima Hyper-V Pool de memória física Memória mínima
  16. 16. Utilize disco como memória adicional, temporária Paginação Inteligente do Hyper-V • Maneira confiável de manter uma VM em funcionamento quando não há memória física disponível • O desempenho degradará, já que o disco é muito mais lento que a memória Usada nas seguintes situações: • Reinicialização de VM • Sem memória física disponível • Sem memória que possa ser aproveitada de outras máquinas virtuais naquele host Memória máxima Memória mínima Hyper-V Memória máxima Memória mínima Memória máxima Memória mínima Pool de memória física a
  17. 17. Recursos • Usa pools de recursos • Compatível com todas as operações do Hyper-V • Não afetada pelo movimento de máquinas virtuais • Usa ACLs de Porta de Medição de Rede Benefícios da Medição de Recursos • Mais fácil de rastrear o uso de máquinas virtuais • Pode ser usada para agregar dados para várias máquinas virtuais • Pode ser usada para se criarem soluções de lookback e chargeback • Mais fácil de obter dados de uso de recursos 0
  18. 18. Atingiu os níveis desejados de desempenho da rede Gerenciamento de largura de banda • Estabelece um piso de largura de banda • Atribui largura de banda especificada para cada tipo de tráfego • Ajuda a garantir compartilhamento justo durante congestionamento • Pode exceder a quota sem congestionamento 2 Mecanismos • Agendador de pacotes avançado (software) • Placa de rede com suporte a DCB (hardware) Prioridade normal Prioridade alta Crítico Comutador Extensível Hyper-V Locatário bronze Locatário prata Locatário ouro Comutador Extensível Hyper-V Locatário ouro Locatário ouro Locatário ouro Comutador Extensível Hyper-V Agrupamento NIC
  19. 19. Controle a alocação de IOPS de Armazenamento entre discos de VM • Permite que um administrador especifique um teto máximo de IOPS • Leva em consideração a IOPS de entrada e de saída • Configurável na base de um VHDS por VHDX para controle granular enquanto a VM estiver em execução • Impede que VMs consumam toda a largura de banda de E/S disponível para o recurso físico subjacente • Suporta Dinâmico, Fixo e Diferencial
  20. 20. Assegura que cargas de trabalho tenham os níveis mais altos de segurança e isolamento com capacidades de controle granular Satisfaça requisitos de conformidade com criptografia completa Integre com investimentos pré-existentes em software e hardware Fornece ganchos integrados para extensibilidade e personalização internos
  21. 21. Comutador de Rede de Camada 2 para conectividade de máquina virtual Comutador Extensível • Comutador Ethernet virtual que é executado no SO de gerenciamento do host • Existe no Windows Server Hyper-V e no Windows Hyper-V • Gerenciado programaticamente • Extensível por parceiros e clientes • Máquinas virtuais conectam-se ao comutador extensível com seu adaptador de rede virtual • Pode se vincular a uma NIC física ou equipe • Contornado por SR-IOV
  22. 22. Comutador de Rede de Camada 2 para conectividade de máquina virtual Capacidades Granulares Integradas • Proteção contra Envenenamento ARP/ND (falsificação) • Proteção DHCP • ACLs de Porta Virtual • Modo de Tronco para VMs • Monitoramento de Tráfego de Rede • VLAN (privada) Isolada (PVLANs) • PowerShell e Interfaces da WMI para extensibilidade
  23. 23. Tráfego segregado dentro de VLANs Permite • Isolamento de máquinas virtuais de outras VMs mesmo dentro da mesma VLAN • Criação de grupos de comunidade de máquinas virtuais que podem trocar pacotes de dados 3 Tipos de Porta • Isolada • Comunidade • Promíscua
  24. 24. Crie Extensões para Capturar, Filtrar e Encaminhar 2 Plataformas para Extensões • Drivers de filtro de Network Device Interface Specification (NDIS) • Drivers de balão da Plataforma para Filtros do Windows (WFP) Extensões • Drivers de filtro de NDIS • Drivers de balão de WFP • Filtragem de ingresso • Pesquisa e encaminhamento de destino • Filtragem de egressos
  25. 25. Crie Extensões para Capturar, Filtrar e Encaminhar Muitos Recursos-Chaves • Monitoramento e singularidade de extensão • Extensões que aprendem o ciclo de vida da VML • Extensões que podem vetar mudanças de estado • Múltiplas extensões no mesmo comutador Várias soluções de parceiros disponíveis • Cisco – Nexus 1000V e UCS-VMFEX • NEC – ProgrammableFlow PF1000 • 5nine – Security Manager • InMon - SFlow
  26. 26. Criptografia de disco integrada para proteger dados sigilosos Proteção de dados, embutida • Suporta Criptografia de Espaço em Disco Usado Apenas • Integra-se com chip de TPM • Desbloqueio de rede e Integração com o AD Suporte a Múltiplos Tipos de Disco • Armazenamento Anexado Direto (DAS) • LUN de SAN tradicional • Volumes Compartilhados Clusterizados • Compartilhamento de servidor de arquivos do Windows Server 2012 R2
  27. 27. Flexibilidade completa para migrar cargas de trabalho virtualizadas sem interrupções ou tempo de inatividade Duplique máquinas virtuais para testes e solução de problemas Possibilite uma infraestrutura multilocatário, escalonável e isolada sem VLANs Suporte a sistemas operacionais convidados não Microsoft Atualize para a última versão do Hyper-V sem tempo de inatividade para cargas de trabalho essenciais
  28. 28. Suporte abrangente a recursos para Linux virtualizado Melhorias significativas em interoperabilidade • Várias distribuições e versões do Linux suportadas no Hyper-V • Inclui Red Hat, SUSE, OpenSUSE, CentOS e Ubuntu Suporte abrangente a recursos • SMP de 64 vCPUs • SCSI virtual, Inclusão a Quente e Redimensionamento Online • Suporte Completo a Memória Dinâmica • Backup dinâmico • Suporte mais Profundo ao Integration Services
  29. 29. Duplicação de uma máquina virtual enquanto ela está em execução Exporte um clone de uma VM em execução • Imagem pontual de VM em execução exportada para um local alternativo • Útil para solução de problemas de VM sem tempo de inatividade para a VM primária Exporte a partir de um ponto de verificação pré-existente • Exporte uma máquina virtual totalmente clonada a partir de um ponto de verificação pontual de uma máquina virtual • Pontos de verificação automaticamente mesclados com o único disco virtual VM1 VM2
  30. 30. ManPipáuglaindaosr PCáogninfiagsu rdaaç m doe ãmoe dairfimcaadzaesn dmeó Lrivae atrmanesnfetori t rManigsfreartidoans. dmaosvido VM VM MEMÓRIA Migração mais rápida, simultânea de VMs sem tempo de inatividade • Migrações ao vivo mais rápidas, tirando proveito completo da rede disponível • Migrações ao Vivo Simultâneas • Suportam opções de armazenamento flexíveis – iSCSI, Fibre Channel ou para arquivos de VMs • Requer Clustering de Failover caso use armazenamento iSCSI/Fibre Channel • Sem necessidade de Clustering de Failover se a máquina virtual residir em Compartilhamento de Arquivos SMB 3.0 • Pode ser disparada via PowerShell
  31. 31. Acelera a Velocidade de Transferência da Live Migration de Maneira Inteligente • Utiliza recursos de CPU disponíveis no host para realizar a compactação • Memória compactada enviada através da rede mais rápido e descompactada no host de destino • Opera em redes com largura de banda de menos de 10 gigabits disponível • Permite uma melhoria de 2X no desempenho da Live Migration • Habilitada por padrão, mas opera apenas se houver CPU disponível para compactar a memória da VM Páginas da modificadas memória compactadas, depois Manipulador Configuração de armazenamento de Live Migration movido transferidas MEMÓRIA
  32. 32. Domine o RDMA para acelerar o desempenho da Live Migration Páginas dCeo mnfeigmuórraiçaã tora dnes fLeirvidea Ms iag raalttaio vnelocidade • O SMB Multichannel usa várias NICs para taxa de transferência e resiliência maiores • O Acesso Remoto Direto à Memória proporciona latência de rede e uso da CPU baixas e largura de banda mais alta • Suporta velocidade de até 56 Gb/s • O Windows Server 2012 R2 suporta soluções de RDMA RoCE, iWARP e Infiniband. • Proporciona o desempenho mais alto para Migrações ao Vivo • Não pode ser usada com compactação PáginMaasn mipoudlaifdicoard daes tarramnsafzeernidaams ean atolta m voevloidcoidade MEMÓRIA
  33. 33. Maior flexibilidade através da Live Migration de Armazenamento de VM • Mova discos rígidos virtuais anexados a uma máquina virtual em execução • Gerencie o armazenamento em um ambiente de nuvem com flexibilidade e controle maiores • Nova armazenamento sem tempo de inatividade • Atualize o armazenamento físico disponível a uma máquina virtual (como armazenamento baseado em SMB) • Cmdlets do Windows PowerShell Leituras O Leituras conteúdo e e gravações gravações do disco vão vão é copiado para para o o novo para VHD VHD um de As gravações no disco são espelhadas; alterações novo destacadas de VHD origem destino de destino são replicadas
  34. 34. Flexibilidade completa para migrações de máquinas virtuais • Aumente a flexibilidade da disposição de máquinas virtuais e a eficiência do administrador • Migre VMs e discos virtuais entre hosts ao vivo e simultaneamente • Nada compartilhado exceto um cabo Ethernet • Sem requisitos de clustering ou de armazenamento compartilhado • Reduza o tempo de inatividade para migrações entre limites de cluster
  35. 35. Processo de atualização simplificado do 2012 para o 2012 R2 • Atualize do Windows Server 2012 Hyper- V para o Windows Server 2012 R2 Hyper- V sem tempo de inatividade de VM • Suporta Live Migration sem Compartilhamento quando se alteram os locais de armazenamento • Caso use compartilhamento SMB, a migração transfere apenas o estado de execução da VM para conclusão mais rápida • Automatizada com o PowerShell • Sincronização unidirecional apenas Atualização de Cluster do Hyper-V sem tempo de inatividade Nós de cluster do 2012 Nós de cluster do 2012 R2
  36. 36. Isolamento e flexibilidade da rede sem a complexidade de VLAN • Isolamento seguro para segregação de tráfego, sem VLANs • Flexibilidade de migração de VMs • Integração direta Conceitos principais • Acesso do provedor – Endereços IP exclusivos roteáveis na rede física • Redes de VM – Limite de isolamento entre diferentes conjuntos de VMs • Endereço do cliente – Endereços IP do SO convidado de VMs dentro das redes de VMs • Tabela de politica – mantém a relação entre diferentes endereços e redes Rede/VSID Endereço do provedor Endereço do cliente Vermelha (6001) 192.168.2.13 10.10.10.10 Vermelha (6001) 192.168.2.14 10.10.10.11 Vermelha (6001) 192.168.2.12 10.10.10.12
  37. 37. Isolamento e flexibilidade da rede sem a complexidade de VLAN • A Virtualização de Rede com Generic Route Encapsulation usa encapsulamento e tunelamento • Padrão proposto pela Microsoft, Intel, Arista Networks, HP, Dell e Emulex • Tráfego de VMs dentro da mesma VSID roteável via diferentes sub-redes físicas • Pacote da VM encapsulado para transmissão via rede física • A Virtualização de Rede faz parte do Comutador Extensível Hyper-V
  38. 38. Comutador do Hyper-V Fluxo de pacotes de virtualização de rede Azul1 enviando para Azul2 Virtualização de Rede Tabela de ARP 10.10.10.11 34::29::aff::cc7::d9::12 Comutador do Hyper-V Virtualização de Rede
  39. 39. Comutador do Hyper-V Aplicação de ACL de VSID Roteamento de aplicação de política de virtualização de IP Roteamento de aplicação de política de virtualização de IP Fluxo de pacotes de virtualização de rede Azul1 enviando para Azul2 VSID VSID VSID VSID
  40. 40. Ponte entre redes de VMs e físicas • Gateway de VPN multilocatário embutido no Windows Server 2012 R2 • Gateway de borda multilocatário integral para conectividade direta • Clustering de convidados para alta disponibilidade • BGP para atualização dinâmica de rotas • Encapsula e desencapsula pacotes NVGRE • NAT com suporte para multilocatário para acesso à Internet
  41. 41. Fundação de infraestrutura robusta, confiável e resiliente para execução de serviços contínuos Simplifique a manutenção de infraestrutura Forneça flexibilidade para resiliência no nível de aplicativos Forneça soluções granulares para habilitar recuperação de desastres Integração com serviços de nuvem
  42. 42. Solução integrada para resiliência de placa de rede • Independente do fornecedor e enviado na caixa. • Fornece gerenciamento local ou remoto através do Windows PowerShell ou da interface de usuário • Permite grupos de até 32 adaptadores de rede • Agrega largura de banda de vários adaptadores de rede ao mesmo tempo em que fornece failover de tráfego no caso de uma parada de NIC • Inclui vários nós: dependentes e independentes de comutador. • Múltiplos algoritmos de distribuição de tráfego: Porta do Comutador do Hyper-V, Hashing e Balanceamento Dinâmico de Cargas Adaptadores virtuais
  43. 43. Solução integrada para máquinas virtuais resilientes Configuração de Quórum Dinâmico de Cluster • Escalabilidade maciça com suporte para 64 nós físicos e 8.000 VMs • VMs fazem failover e se reiniciam automaticamente em uma parada do host • Volumes Compartilhados Clusterizados aperfeiçoados • VMs do cluster em armazenamento SMB 3.0 • Quórum dinâmico e testemunha • Dependência do AD reduzidas • Funções de Dreno – Modo de Manutenção • Dreno de VM no Desligamento • Detecção da Integridade da Rede de VMs • Painel de Cluster Aprimorado MaiorMiaa dioorsia dos
  44. 44. Flexibilidade completa para implantar HA no nível de aplicativos • Suporte completo para execução de cargas de trabalho no cluster do host do Hyper-V • Clusters convidados que exijam armazenamento compartilhado podem utilizar software iSCSI, FC Virtual ou SMB • Suporte completo para Live Migration de Nós de Cluster de Convidado • Suporte completo para Memória Dinâmica de Nós de Cluster de Convidado • Prioridade de reinicialização, Propriedade possível e preferida e AntiAffinityClassNames ajudam a garantir operação ideal Cluster convidado executado em um Cluster do O nó de cluster convidado se reinicia numa falha do Nós de clusters convidados suportados com Live Hyper-V host físico Migration
  45. 45. Clustering Convidado não mais preso à topologia do armazenamento • Arquivos VHDX podem ser apresentados a várias VMs simultaneamente, como armazenamento compartilhado • A VM vê o disco SAS virtual compartilhado • Número irrestrito de VMs pode se conectar com um arquivo VHDX compartilhado • Utiliza reservas SCSI persistentes • O VHDX pode residir em um Volume Compartilhado Clusterizado em armazenamento em blocos ou em armazenamento baseado em arquivo • Suporta VHDX dinâmico e fixo Opções flexíveis para disposição de VHDX compartilhado
  46. 46. Monitore a integridade de aplicativos dentro de VMs clusterizadas • Em uma falha do serviço, o Gerenciador de Controle de Serviço dentro do convidado tentará reiniciar o serviço • Após 3 falhas, o Serviço de cluster dispara uma entrada 1250 no log de eventos • Estado da VM = Aplicativo crítico na VM • A VM pode ser reiniciada automaticamente no mesmo nó • Com uma falha subsequente, pode ocorrer o failover e a reinicialização da VM em um nó alternativo • Extensível por parceiros
  47. 47. Solução integrada de aplicação de patches para clusters do Hyper-V • Reduz o tempo de inatividade do servidor e a interrupção de usuários com a orquestração de atualizações de nós do cluster • Mantém a disponibilidade do serviço sem afetar o quórum do cluster • Detecta atualizações necessárias e move cargas de trabalho para fora de nós para atualizações. • 2 modos de atualização: Autoatualização e atualização remota • Usa o Windows Update Agent ou plug-in extensível U Plug-in de terceiros para atualizações
  48. 48. Garanta disposição e operações de No failover, as VMs se reiniciam na ordem de reinicialização de VMs ideais A antiafinidade Cluster do mantém Hyper-V VMs com relacionadas VMs em cada separadas nós prioridade • A Prioridade de Failover garante que certas VMs inicializem antes que outras do cluster • Regras de afinidade permitem que VMs residam em certos hosts do cluster • AntiAffinityClassNames ajuda a manter máquinas virtuais separadas em nós de cluster físico à parte • AntiAffinityClassNames exposta através do VMM como Conjunto de Disponibilidade
  49. 49. Capacidades de backup de máquinas virtuais integrado • Permite o backup incremental de discos rígidos virtuais • Com suporte ao Serviço de Cópias de Sombra de Volume (VSS) • Faz o backup do ambiente do Hyper-V • Não exige agente de backup dentro de máquinas virtuais • Economiza largura de banda da rede • Reduz o tamanho dos backups • Economiza espaço em disco • Reduz o custo de backup
  50. 50. Backup do Windows Server integrado com serviços de nuvem • Instalação e configuração simples • Capacidade de potencializar os serviços de nuvem do Windows Azure Backup para fazer o backup de dados • Use o Windows Azure Backup Service Agent ou comdlets do Windows Azure Backup PowerShell • Custos de armazenamento e gerenciamento de backup reduzidos • Opções para serviços de nuvem de terceiros • Ideal para as necessidades de negócios de pequenas empresas, escritórios remotos e departamentos
  51. 51. Replique VMs do Hyper-V de um local primário para um local de réplica • Continuidade de negócios e recuperação de desastres integrados de preço acessível • Frequências de replicação configuráveis de 30 segundos, 5 e 15 minutos • Replicação segura na rede • Independente do hardware em qualquer dos lados • Sem a necessidade de outras tecnologias de replicação de máquina virtual • Manipulação automática da Live Migration • Configuração e gerenciamento simples Local primário Local secundário Alterações replicadas CSV em armazenamento em blocos Armazenamento baseado em arquivo de compartilha mento SMB
  52. 52. A replicação pode ser habilitada na primeira réplica para Replicação configurada do primário para o secundário um local de terceiros Replique para local de terceiros para nível extra de resiliência • Uma vez que uma VM tenha sido replicada com sucesso no local de réplica, a operação pode ser repetida em um local de terceiros • Replicação em cadeia • O conteúdo da Réplica Estendida corresponde ao da replicação original • As frequências de replicação de Réplicas Estendidas podem diferir daquelas da réplica original • Útil para cenários como SMB -> Provedor de serviços -> Local de DR do provedor de serviços
  53. 53. Orquestre proteção e recuperação de nuvens privadas • Proteja serviços importantes coordenando a replicação e a recuperação de nuvens privadas gerenciadas pelo VMM • Automatiza a replicação de VMs dentro de nuvens entre sites • A Réplica do Hyper-V fornece replicação, orquestrada pelo Hyper-V Recovery Manager • Pode ser usado para failover planejado, não planejado e de teste entre locais • Integre com scripts para personalização de planos de recuperação
  54. 54. VMs criadas em dispositivos baseados em software e otimizados Facilidade de gerenciamento e de operações • Inicialização PXE a partir de nNIC otimizada • Inclusão de unidade de CD/DVD a quente Armazenamento Dinâmico • VMs tem firmware UEFI com suporte a discos de inicialização de SO com partição GPT >2 TB • Inicialização mais rápida a partir de SCSI virtual com redimensionamento online e desempenho melhorado Segurança • A remoção de dispositivos emulados reduz a superfície de ataque • Firmware UEFI de VM suporta inicialização segura
  55. 55. Aperfeiçoamento do VMConnect para uma experiência riquíssima As capacidades VMBus melhoradas permitem: • Áudio via VMConnect • Copiar e colar entre host e convidado • Redirecionamento de cartão inteligente • Área de Trabalho Remota via VMBus Habilitado para Hyper-V no servidor e no cliente Suporta totalmente a Live Migration de VMs
  56. 56. Simplificando a ativação de VMs do Windows Server 2012 R2 • Ative VMs sem gerenciar chaves de produto VM a VM • VMs ativadas na inicialização • Relatórios e rastreamento embutidos • Ative VMs em locais remotos, com ou sem conectividade com a Internet • Funciona com Migração de VMs • A chave AVMA genérica para VMs ativa em um host do Windows Server 2012 R2 Hyper-V válido e ativado
  57. 57. 78 Orçamentos de TI fixos ou reduzidos até mesmo enquanto as expectativas da empresa aumentam. Operações de datacenter eficientes em toda a base de clientes. Oportunidades: Nível corporativo Simples e eficaz em termos de custo Centrado no usuário A instrução de “manter as luzes acesas” reduz a agilidade para lidar com as necessidades dos proprietários dos aplicativos. Necessidade de oferecer serviços diferenciados aos clientes. Complexidades em virtude da infraestrutura diversificada do datacenter. Pressão do usuário final para permitir acesso a informações corporativas em uma variedade de dispositivos. Focado em aplicativos
  58. 58. Melhores desempenho e escala da categoria para cargas de trabalho Microsoft Suporte líder do setor para clusters de 64 nós e 8.000 VMs por cluster Disco virtual VHDX de 64 TB com redimensionamento online para aumento e redução dinâmicos do arquivo do VHDX Virtualização de Rede Hyper-V e gateway de VPN multilocatário para solução de rede definida por software (SDN) Descarregamento de tráfego de SMB para NICs compatíveis com RDMA para enormes melhorias de desempenho Opções flexíveis de clusterização de convidados para armazenamento de arquivos e blocos com arquivos de VHDX compartilhados que preservam a memória dinâmica, Live Migration e Live Migration de armazenamento para máquinas virtuais convidadas. Integração com o Windows Azure Backup para backup confiável e eficaz em termos de custo na nuvem Desduplicação de armazenamento da VDI Portabilidade completa de VM entre o Windows Server e o Windows Azure sem a necessidade de conversão Mesmo modelo de desenvolvimento entre o Windows Server e o Windows Azure Ferramentas de desenvolvimento comuns entre o Windows Server e o Windows Azure para um ambiente rico e completo para criação de aplicativos no local e para a nuvem Acesso remoto always-on a informações corporativas a partir de dispositivos confiáveis Experiência Windows integrada e uniforme para usuários remotos praticamente em qualquer lugar, em qualquer dispositivo Gerenciamento unificado de aplicativos e dispositivos com identidade comum no local e na nuvem Proteção a dados e conformidade a normas granulares e baseadas em política Nível corporativo. Simples e eficaz em termos de custo Focado em aplicativos Centrado no usuário
  59. 59. Próximas Etapas: Transforme seu datacenter Baixe e avalie o System Center 2012 R2 http://www.microsoft.com/en-us/server-cloud/evaluate/trial-software.aspx Consulte recursos adicionais do System Center 2012 R2. http://www.microsoft.com/systemcenter System Center Marketplace http://systemcenter.pinpoint.microsoft.com Consulte nossos blogs http://blogs.technet.com/server-cloud Confidencial da Microsoft 80
  60. 60. Apêndice
  61. 61. 1. Live Migration com RDMA 2. Réplica multinó do Hyper-V 3. Clustering de VHDX convidado compartilhado 4. Serviços de integração com Linux aperfeiçoados 5. Virtualização de rede Hyper-V 6. Gateway de VPN multilocatário 7. Armazenamento baseado em arquivos de baixo custo e altamente disponível 8. Espaços de Armazenamento com camadas automáticas 9. Desduplicação de armazenamento para VDI 10. Live Migration multiversão

×