Crocs 2

763 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
763
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
72
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crocs 2

  1. 1. A história A idéia surgiu em 1999 quando a empresa canadense Foam Creations desenvolveu o CROSLITE™, um material exclusivo composto de uma resina de célula fechada que representava uma expressiva inovação no âmbito do conforto e funcionalidade do calçado: antimicrobiano, resistente ao odor (bactérias e fungos), leve, resistente e antiderrapante. O novo material ainda proporcionava amortecimento e reduzia o impacto recebido pelos pés e pernas ao andar. Foi então que Lyndon “Duke” Hanson, Scott Seamans e George Boedecker, três jovens executivos americanos e velejadores da cidade de Boulder no Colorado, resolveram criar um calçado feito dessa resina. O nome CROCS, uma abreviatura em inglês para crocodilo, surgiu em alusão a esses animais fortes e resistentes e que não contam com nenhum predador natural. Os crocodilos adaptam-se bem tanto na água, quanto na terra e tem vida longa. Todas estas qualidades eram e ainda são inerentes aos produtos da marca: não escorregam, não produzem cheiro e são impermeáveis. Originalmente o intuito era vender o calçado para velejadores, devido ao seu solado antiderrapante que não marcava o deck dos barcos.
  2. 2. LOGOMARCA Obs: O crocodilo é o forte da marca, o símbolo está presente em todos os produtos.
  3. 3. Produtos A CROCS marcou sua estréia no mercado americano em novembro de 2002 com o modelo Beach, um calçado extremamente leve (pesava apenas 170g), macio, antiderrapante e livre de odores e bactérias, ideal para o lazer e para atividades recreativas ao ar livre, como pesca, vela e ciclismo. O modelo foi oficialmente colocado a venda em uma feira náutica na cidade de Ft. Lauderdale, na ensolarada Flórida. Em apenas três dias, ao preço de US$ 30, vendeu mil pares rapidamente. Com formato que remetia ao dos tradicionais tamancos holandeses de madeira, o modelo se diferenciava, além da modelagem que privilegia o conforto e a total ergonomia, por uma inovadora alça intercambiável que envolvia o calcanhar e, principalmente, por seu material exclusivo e ultraleve. Não demorou muito para os médicos, grandes praticantes de vela, descobrirem que os calçados eram ótimos para substituir os tradicionais calçados que usavam nos hospitais. Em 2003 CROCS se tornou um fenômeno global aceito como um calçado confortável e fashion para todas as ocasiões. Nos dois anos seguintes voltou seu foco para adaptar-se ao rápido crescimento: expandiu as linhas de produtos, construiu novas fábricas, criou um programa de logística para a crescente capacidade de demanda e produção, contratou uma competente diretoria executiva e adquiriu, em 2004, a Foam Criations, empresa que produzia o material básico do calçado, o Croslite™, assegurando assim sua patente. Em 2005, utilizando bom-humor e ironia a marca lançou uma campanha publicitária com o slogan "Ugly Can Be Beautiful" (O feio pode ser bonito). Em 2006 a empresa adquiriu por US$ 20 milhões a Jbbitz, marca de acessórios especiais que produzia pequenos broches coloridos (cristais, flores e personagens licenciados) especialmente desenvolvidos para os sapatos CROCS. Hoje em dia são mais de 700 itens disponíveis para o consumidor personalizar seus calçados, além de acessórios como porta- celulares. Demonstrando a força de sua marca, neste mesmo ano passou a ser patrocinadora oficial da Associação Profissional de Vôlei.
  4. 4. Em 2006, a CROCS escolheu o Brasil para instalar a primeira fábrica na América Latina, localizada em Sorocaba, no interior de São Paulo. Recentemente, em 2010, após amargar um enorme tropeço de vendas de sua moda peculiar, resolveu também apostar em produtos diferentes, com o lançamento de sandálias de salto alto de tiras vermelhas; sapatilhas femininas (chamadas CROCS MARNIE); uma moderna linha de tênis, confeccionados com o mesmo material revolucionário dos calçados originais da marca; CROCBAND FLIP, uma espécie de sandália havaianas da marca; e até sapatos de couro. Além disso, a nova campanha publicitária “Sinta o amor” (“Feel The Love”, em inglês) divulga mais de 20 novos estilos com as novas mascotes da marca, batizadas de “Croslite”, uma turminha colorida de CROCS animados, que brincam com o conforto do calçado. Em 2011, a marca ingressou no mercado de calçados tonificantes de músculos, feitos de um material que permite a tonificação das pernas enquanto você anda. Os calçados CROCS possuem uma ampla variedade de cores (mais de 20), incluindo tamanhos que variam do número 21, para crianças, até 44, para adultos, além de 30 modelos (básicos) de calçados diferentes, incluindo as linhas infantis e licenciadas como a Disney Kids Cayman, calçados com os buracos de ventilação cortados no formato das orelhas do Mickey Mouse.
  5. 5. PUBLICO ALVO Todos usam: jovens, adultos e crianças, provavelmente seu maior público. Alguns acham brega. Outros usam sem nenhuma vergonha. Eles são coloridos, transados, confortáveis, higiênicos, fáceis de usar e digamos um pouco esquisitos. Os produtos CROCS se transformaram em um fenômeno global, a ponto de ser fotografado nos pés do ex-presidente americano George W. Busch, um fã declarado dos confortáveis calçados, assim como Sergey Brin, um dos fundadores do Google, ostentou um par vermelho em uma conferência. Uma verdadeira epidemia fashion. , voltado para crianças a partir de 2 anos; , uma versão esportiva do modelo original, com solado que remete ao das rodas de um jipe e alça turbo original, intercambiável e ajustável, através de um vélcro; , primeira sandália de dedo da marca; , primeira bota da marca; , uma linha criada para auxiliar os atletas profissionais e amadores antes e após as atividades físicas com a certificação do US Ergonomics (Instituto Americano de Ergonomia), que comprova os altos benefícios ergonômicos e o destacado nível de conforto e adaptabilidade que o produto proporciona ao consumidor, minimizando os fatores de risco que podem acarretar no desenvolvimento de lesões musculares; , linha desenvolvida especialmente para pessoas com problemas relacionados à saúde dos pés; , que une a leveza e o conforto do material exclusivo Croslite™, com a proteção necessária aos pés de profissionais de cozinha e trabalhadores de outros segmentos, como por exemplo, do setor hospitalar e hoteleiro. CROCS KIDS CAYMAN CROCS OF ROAD CROCS ATHENS CROCS GEORGIE CROCS PREPAIR CROCS RX CROCS WORK SHOES
  6. 6. LOJAS OBS: O verde limão, preto, branco e a madeira são as cores que estão presentes na fachada das lojas. 3 nichos compõem a vitrine quando a loja está fechada
  7. 7. LOJAS os calçados são expostos em ganhos que ficam em suportes nas paredes. Nichos no meio da loja expõem os demais acessorios.
  8. 8. LOJAS Nota-se uma mudança no conceito,não a madeira na fachada e possui uma vitrine maior com formato diferente.
  9. 9. LOJAS
  10. 10. LOJAS
  11. 11. LOJAS Lojas em New York, nota-se pequena mu dança de cores na fachada. Na foto da esquerda fachada toda em vidro, na direita painel de LED na fachada. O conceito muda de acordo com o contexto.

×