Fontes Impressas (Visitações)ALVES, Cristina Paula Vinagre, 2004 – A propriedade da Ordem de Santiago emPalmela. As Visita...
CORREA, Fernando Calapez, 1996 – “Visitação da Ordem de Sant’Iago à Vila de Faroem 1534” in Anais do Município de Faro, Fa...
FIGUEIREDO, A. C. Borges de, 1888 – “Visitação do Arcebispo de Lisboa (séculoXV)”. Revista Archeologica. Lisboa, Adolpho, ...
PEREIRA, Isaías da Rosa, 1965 – “Os livros das visitas paroquiais”. Sep. Actas do VºColóquio Internacional de Estudos Luso...
Viagens, seus Companheiros”. Revista de Educação e Ensino, Lisboa, Vol. 13, p. 158-163 e p. 163-167.ROMÁN, Jerónimo (Fr.),...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bibliografia visitações

1.253 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Bibliografia visitações

  1. 1. Fontes Impressas (Visitações)ALVES, Cristina Paula Vinagre, 2004 – A propriedade da Ordem de Santiago emPalmela. As Visitações de 1510 e de 1534. Porto, Faculdade de Letras da Universidadedo Porto, dissertação de Mestrado (ed. policopiada).ALVES, Tarsício Fernandes, 1999 – Constituições Sinodais de D. Frei Amador Arrais,Bispo de Portalegre (1589). Portalegre, Cabido da Sé de Portalegre.ANTUNES, Luís Pequito, 1989 – “Visitações da Ordem de Santiago a Aljezur eOdeceixe, na primeira metade do século XVI” in Espaço Cultural. Aljezur, CâmaraMunicipal de Aljezur, Ano IV, nº 4, p. 65-85.BARBOSA, Isabel Maria de Carvalho Lago, 1998 – “A Ordem de Santiago em Portugalnos finais da Idade Média (Normativa e prática)” in Militarium Ordinum Analecta, Vol.2. Porto, Fundação Eng. António de Almeida, p. 93-288.BARREIRO, Poliana Monteiro, 2005 – Uma Visitação às Igrejas da Ordem deSantiago (A Vila de Setúbal nos alvores do século XVI). Porto, Faculdade de Letras daUniversidade do Porto, dissertação de Mestrado (ed. policopiada).BARROS, Maria de Fátima Rombouts de; BOIÇA, Joaquim Ferreira; GABRIEL,Celeste, 1996 – As Comendas de Mértola e Alcaria Ruiva. As Visitações e os Tombosda Ordem de Santiago (1482-1607), Col. “Estudos e Fontes para a História Local”.Mértola, ed. Campo Arqueológico de Mértola.BASTO, Ana Carolina de Domenico Avilez de, 2003 – A Vila do Torrão segundo asVisitações de 1510 e 1534 da Ordem de Santiago. Porto, Dissertação de Mestrado doCurso Integrado de Estudos Pós-Graduados em História Medieval e do Renascimento(ed. policopiada).CANTELAR RODRÍGUEZ, Francisco (co-autor), 1982 - Synodicon Hispanum.Portugal. Madrid, Biblioteca de Autores Cristianos, II Volume.CARMONA, Rosalina, 2004 – Lavradio. A Igreja de Santa Margarida. 1492-1569.Lavradio, Junta de Freguesia do Lavradio.CAVACO, Hugo, 1987 – “Visitações” da Ordem de Santiago no Sotavento Algarvio.(Subsídios para o estudo da História da Arte no Algarve). Vila Real de Santo António,Câmara Municipal de Vila Real de Santo António.CORRÊA, Fernando Calapez, 1995 – Livro das Visitações da Ordem de Sant‟Iago naIgreja Matriz de Aljezur (1605-1846). Faro, Delegação Regional do Sul da Secretaria deEstado da Cultura.CORREA, Fernando Calapez; VIEGAS, António, 1996 – “Visitação da Ordem deSantiago ao Algarve. 1517-1518”. Revista alulvã, Loulé, ed. Arquivo Histórico deLoulé, suplemento ao nº 5.
  2. 2. CORREA, Fernando Calapez, 1996 – “Visitação da Ordem de Sant’Iago à Vila de Faroem 1534” in Anais do Município de Faro, Faro, p. 101-129.COSTA, Francisco Barbosa da; SOUSA, João, 1986 – Visitações de Gulpilhares. VilaNova de Gaia, Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.DIAS, Mário Balseiro, 2005 – Visitações e Provimentos da Ordem de Sant‟Iago emAldeia Galega do Ribatejo (1486-1537). Montijo, ed. do autor, Vol. I.DIAS, Mário Balseiro, 2006 – Visitações e Provimentos da Ordem de Sant‟Iago emAldeia Galega do Ribatejo (1553-1571). Montijo, ed. do autor, Vol. II.DIAS, Pedro, 1979 - Visitações da Ordem de Cristo de 1507 a 1510. Aspectosartísticos. Coimbra, Instituto de História da Arte / Faculdade de Letras da Universidadede Coimbra.ENCARNAÇÃO, Pedro Henrique Ferreira, 1993 – As Visitações da Ordem deSant‟Iago às Igrejas do Concelho de Loulé no ano de 1534. Faro, Secretaria de Estadoda Cultura.ESPANCA, Túlio, 1970-71 – “Visita da Sé pelo Cardeal Infante D. Afonso de 1537” inA Cidade de Évora. Évora, Vol. XXVII-XXVIII, nº 53-54, p. 151-184.FARIA, João Lopes de, 1926 – “Santa Maria de Guimarães. A jurisdição da sua igreja”.Revista de Guimarães, Guimarães, Vol. XXXVI, nº 3, p. 133-136.FARIA, João Lopes de, 1927 – “Santa Maria de Guimarães. A jurisdição da sua igreja”.Revista de Guimarães, Guimarães, Vol. XXXVII, nº 4, p. 219-222.FERREIRA, Maria Isabel Rodrigues, 2004 – A Normativa das Ordens MilitaresPortuguesas (séculos XII-XVI). Poderes, Sociedade, Espiritualidade. Porto, Dissertaçãode Doutoramento no ramo de conhecimento em História apresentada à Faculdade deLetras do Porto (ed. policopiada), 2 vols.FERRO, Maria José Pimenta, 1971 – “As doações de D. Manuel, Duque de Beja, aalgumas igrejas da Ordem de Cristo”. Sep. Do Tempo e da História, Lisboa, Vol. IV, p.151-172.FIGUEIREDO, A. C. Borges de, 1887 – “Constituições do Arcebispo de Lisboadecretadas por D. João Esteves d’Azambuja (1402-1414)”. Revista Archeologica eHistórica. Lisboa, Typographia de Adolpho, Modesto & Cª, Vol. I, p. 10-15; 28-31; 61;77-78; 94-96;108.FIGUEIREDO, A. C. Borges de, 1887 – “Visitação à egreja de S. João do Mocharrod’Obidos por D. Jorge da Costa, em 14 de Fevereiro de 1467”. Revista Archeologica eHistórica. Lisboa, Typographia de Adolpho, Modesto & Cª, Vol. I, p. 119-127; 137-144; 152-156.
  3. 3. FIGUEIREDO, A. C. Borges de, 1888 – “Visitação do Arcebispo de Lisboa (séculoXV)”. Revista Archeologica. Lisboa, Adolpho, Modesto & C.ª - Impressores, Vol. II, p.8-16; 22-32.GOMES, Saul António, 1998 – Visitações a Mosteiros Cistercienses em Portugal,Séculos XV e XVI. Lisboa, Ministério da Cultura / IPPAR.HORMIGO, José Joaquim M, 1981- Visitações da Ordem de Cristo em 1505 e 1537.S/l, Edição do Autor.LAMEIRA, Francisco I. C.; SANTOS, Maria Helena Rodrigues dos, 1988 – Visitaçãode Igrejas Algarvias. Faro, ADEIPA.LEAL, Ana de Sousa; PIRES, Fernando, 1994 – Alhos Vedros nas Visitações da Ordemde Santiago (Visitação de 1523). Alhos Vedros, Comissão Organizadora dasComemorações do 480º Aniversário do Foral de Alhos Vedros.LUCAS, Isabel Maria G. G. Mendes Oleiro, 2004 – As Ermidas da Ordem de Santiagonas Visitações de Palmela do século XVI. Porto, Dissertação de Mestrado do CursoIntegrado de Estudos Pós-Graduados em História Medieval e do Renascimento (textopolicopiado).MACHADO, João Liberato, 1998 - Visitações e Pastorais de São Pedro da Ericeira.1609-1855. Ericeira, Mar de Letras.MACHADO, Maria Teresa Pinto, 1984 - Manuscritos Inéditos da Biblioteca PúblicaMunicipal do Porto. Inventairo do ouro, prata, ornamentos, tapeçaria e de todas asmais cousas que ao presente foraom achadas nesta see do Porto conforme aoinventario que dantes fez o senhor bispo Aires da Sylva e cousas que de novoacresçeram. Porto, Biblioteca Pública Municipal do Porto.MARTINS, Luísa Fernanda Guerreiro; CABANITA, Padre João Coelho, 2001-2002 –“Visitação das igrejas dos concelhos de Faro, Loulé e Aljezur pertencentes à Ordem deSantiago, 1565”. al‟-ulyã. Revista do Arquivo Histórico de Loulé, Loulé, nº 8, p. 183-282.MATA, Joel Silva Ferreira, 2002 – “As visitações como fontes para o estudo dasInstituições políticas, administrativas, judiciais, militares e religiosas”. Sep. Lusíada,Série de Direito, Porto, Universidade Lusíada-Porto / Coimbra Editora, nºs 1 e 2, p.127-167.MATA, Joel Silva Ferreira, 2003 – “A visitação ao Concelho de Coina em 1565”. Sep.Lusíada, Porto, Universidade Lusíada-Porto, I Série, nºs 1 e 2, p. 103-117.MENDONÇA, João Manuel de Moraes Lamas da Silveira de, 2007 – A Ordem de Avisrevisitada (1515-1538). Um entardecer alheado. Lisboa, Dissertação de Doutoramentoapresentada à Universidade Lusíada de Lisboa (ed. policopiada), 2 vol.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1973 – “As visitas paroquiais como fonte histórica”. Sep.Revista da Faculdade de Letras de Lisboa, Lisboa, Faculdade de Letras.
  4. 4. PEREIRA, Isaías da Rosa, 1965 – “Os livros das visitas paroquiais”. Sep. Actas do VºColóquio Internacional de Estudos Luso-Brasileiros”, Coimbra.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1995 – “Visitações da igreja de São Miguel de TorresVedras (1462-1524)”. Lusitânia Sacra, Lisboa, 2ª Série, nº 7, p. 181-252.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1997 – “Visitações de Mértola de 1482” in As OrdensMilitares em Portugal e no Sul da Europa. Actas do II Encontro sobre OrdensMilitares. Lisboa, Ed. Colibri / Câmara Municipal de Palmela, p. 345-371.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1992 – “Visitas paroquiais dos séculos XIV, XV e XVI”.Lusitânia Sacra, Lisboa, 2ª Série, nº 4, p. 311-344.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1992 – Visitas paroquiais na região de Torres Novas (séculoXVII-XVIII). Torres Novas: Serviços Culturais da Câmara Municipal.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1989 – Visitações de Santo Estêvão de Alfama (1528-1539).Lisboa, Sep. “Anais da Academia Portuguesa de História”.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1978 – “Visitações de São Miguel de Sintra e de SantoAndré de Mafra (1466-1523)”. Lusitânia Sacra, Lisboa, Tomo X, p. 135-257.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1970 – “Visitações de Santiago de Óbidos (1434-1481)”.Lusitana Sacra, Lisboa, Tomo VIII (1967/69), p. 103-221.PEREIRA, Isaías da Rosa, 1972 – “Visitações de Santiago de Óbidos (1482-1500)”.Lusitana Sacra, Lisboa, Tomo IX (1970/71), p. 79-116.PEREIRA, Isaías da Rosa, – “Visitações de Santiago de Óbidos (1501-1540)”. LusitanaSacra, Lisboa, 2ª Série, 1 (1989), p. 245-336.PIMENTA, Maria Cristina Gomes, 2001 – “As Ordens de Avis e de Santiago na BaixaIdade Média. O Governo de D. Jorge” in Militarium Ordinum Analecta, Vol. 5. Porto:Fundação Eng. António de Almeida.PINTO, Rui, 2001 – “As Visitações da Ordem de Santiago em Almada no século XVI”.Boletim da Sociedade de Geografia de Lisboa, Lisboa, Série 119ª, p. 171-223.PINTO, Rui Miguel Costa, 2005 – “A Igreja de Santiago de Almada, alguns contributospara o seu estudo” in As Ordens Militares e as Ordens de Cavalaria na construção doMundo Ocidental. Actas do IV Encontro sobre ordens Militares. Lisboa, EdiçõesColibri / Câmara Municipal de Palmela, p. 951-979.RAMOS, Maria Regina Soares Bronze, 2004 – As Igrejas de Palmela nas Visitações doséculo XVI. Rituais e Manifestações de Culto. Porto, Faculdade de Letras do Porto,dissertação de Mestrado (ed. policopiada).REBELO, Jacinto Inácio Brito, 1898 – “Navegadores e Exploradores Portugueses até aoséculo XVI. Documentos para a sua História. Vasco da Gama, sua família, suas
  5. 5. Viagens, seus Companheiros”. Revista de Educação e Ensino, Lisboa, Vol. 13, p. 158-163 e p. 163-167.ROMÁN, Jerónimo (Fr.), 2008 – “História das Ínclitas Cavalarias de Cristo, Santiago eAvis” in Militarium Ordinum Anacleta, Vol. 10. Porto, Fundação Eng. António deAlmeida.SANTOS, Vítor Pavão dos, 1969 – “Visitações de Alvalade, Casevél, Aljustrel eSetúbal” in Documentos para a História da Arte em Portugal. Lisboa, FundaçãoCalouste Gulbenkian, nº 7.SANTOS, Vítor Pavão dos, 1972 – “Visitações de Palmela e Panóias” in Documentospara a História da Arte em Portugal. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, nº 11.SARAIVA, José Mendes da Cunha, 1941-43 – “Bens da Ordem de Cristo em Alenquer– 1505” in Damianus a Goes. S/l, Vol. I, p. 49-55 e 85-89.SARAIVA, José Mendes da Cunha, 1944 – Uma visitação da Ordem de Cristo no anode 1505. Lisboa, Publicações do Arquivo Histórico do Ministério das Finanças, p. 7-30.SEABRA, Maria Teresa da Silva Diaz de, 2004 – “Transcrição correcta da Visitação daVila do Barreiro, de 13 de Dezembro de 1570 (Sant’Iago 218, Ex B-50-228). Boletim daSociedade de Geografia de Lisboa. Lisboa, Série 122ª, p. 95-102.SILVA, Germesindo, 1991 – O Mestre de Sant‟Iago D. Jorge e as visitações ao lugarde Grandolla. Lisboa, Ramos, Afonso & Moita.SOARES, António Franquelim Sampaio Neiva, 1998 – “A Reforma Católica noConcelho de Vila Nova de Famalicão. Visitações Quinhentistas a S. Tiago de Antas”.Sep. Boletim Cultural, Vila Nova de Famalicão, Câmara Municipal de Vila Nova deFamalicão, nº 15.VASCONCELOS, António Maria Falcão Pestana, 1998 – “A Ordem Militar de Cristona Baixa Idade Média: espiritualidade, normativa e prática” in Militarium OrdinumAnalecta. Porto, Fundação Eng. António de Almeida, Vol. 2, p. 5-92.VIEGAS, António José Guerreiro, 1996 – “Visitação” da Ordem de Santiago nopadroado de Loulé em Janeiro de 1518.” Revista al-„ulyã, Loulé, ed. do ArquivoHistórico de Loulé, nº 5, p. 135-174.VITERBO, Joaquim de Santa Rosa de (Fr.), 1965-1966 – Elucidário das palavras,termos e frases que em Portugal antigamente se usaram e que hoje regularmente seignoram: obra indispensável para entender sem erro os documentos mais raros epreciosos que entre nós se conservam. 1ª ed. 1798-1799. Porto-Lisboa, LivrariaCivilização, 2 Vols.

×