Rubem  Alves “ BULAS”
Ao terminar a leitura, o doente deveria ficar sabendo mais sobre o medicamento. Acho que toda bula de remédio devia ser as...
Mas as bulas dos remédios, não sei para quem são escritas.  Para os doentes?  Com todas aquelas palavras complicadas escri...
Não, não são escritas para as pessoas  que compram remédios. Também não são escritas para os médicos, pois, se eles receit...
Os laboratórios imprimem aquelas bulas, eu acho, por razões legais.  Se um paciente toma um remédio errado e dá um reverté...
O laboratório se defende: a culpa é do paciente.  Estava tudo escrito na bula... Sendo inúteis as bulas, acho que a maiori...
Bulas boas eram as antigas, como a do miraculoso Elixir de Nogueira – o retrato do doutor Nogueira, bigodes retorcidos, im...
que é “eficaz no tratamento  de escrófulas, darthros, boubas, inflamações do útero, corrimento dos ouvidos, gonorréias, fí...
Que medicamento, hoje, científico, pode prometer curas para tantas doenças diferentes? Lendo a bula do Elixir de Nogueira,...
Música “ Brejeiro” Ernesto Nazareth Formatação Christina Meirelles Neves
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rubem alves bulas

1.508 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.508
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
208
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rubem alves bulas

  1. 1. Rubem Alves “ BULAS”
  2. 2. Ao terminar a leitura, o doente deveria ficar sabendo mais sobre o medicamento. Acho que toda bula de remédio devia ser assim: uma explicação fácil com letra grande.
  3. 3. Mas as bulas dos remédios, não sei para quem são escritas. Para os doentes? Com todas aquelas palavras complicadas escritas em letras tão pequenas que exigem uma lupa?
  4. 4. Não, não são escritas para as pessoas que compram remédios. Também não são escritas para os médicos, pois, se eles receitam o dito é porque já o conhecem, sabem o que faz e não faz.
  5. 5. Os laboratórios imprimem aquelas bulas, eu acho, por razões legais. Se um paciente toma um remédio errado e dá um revertério,ele não poderá apelar para a Justiça.
  6. 6. O laboratório se defende: a culpa é do paciente. Estava tudo escrito na bula... Sendo inúteis as bulas, acho que a maioria faz o que faço: jogo os bulas fora com dor de consciência, porque ela é escrita em papel que veio de uma árvore que teve de ser cortada...
  7. 7. Bulas boas eram as antigas, como a do miraculoso Elixir de Nogueira – o retrato do doutor Nogueira, bigodes retorcidos, impresso no rótulo, um “santo remédio”,
  8. 8. que é “eficaz no tratamento de escrófulas, darthros, boubas, inflamações do útero, corrimento dos ouvidos, gonorréias, fístulas, espinhas, cancros venéreos, rachitismo, flores brancas, úlceras, tumores, sarnas, rheumatismo nos em geral, manchas da pelle, affecções do fígado, dores no peito, tumores nos ossos, latejamento das artérias”...
  9. 9. Que medicamento, hoje, científico, pode prometer curas para tantas doenças diferentes? Lendo a bula do Elixir de Nogueira, dou-me conta de que a medicina regrediu. Rubem Alves
  10. 10. Música “ Brejeiro” Ernesto Nazareth Formatação Christina Meirelles Neves

×