LIGUE O SOM !Clique para passar
Uma “LIÇÃO” para nós brasileiros     O que vocês vão ver, é uma transcrição deuma entrevista que o marginal“MARCOLA’’, con...
Gostaria de chamar a atenção de vocês, parao fato desta entrevista ter sido publicada em umdos maiores jornais desse país,...
ESTAM0S TODOS     NO INFERNO !
O repórter pergunta: - Você é do P.C.C.?MARCOLA responde:     Eu sou mais do que isso. Sou o sinal dos“NOVOS TEMPOS” . Eu ...
Agora te pergunto: O governo federal algumavez alocou uma verba para nós?     Não, só aparecíamos nos desabamentosdos morr...
O repórter contra-argumenta: - Mas, a              solução seria...     O MARCOLA contra ataca:      Solução? Não há mais ...
E tudo isso teria que ser SOB A BATUTA quase deuma “TIRANIA ESCLARECIDA”, que pulasse por cima daparalisia burocrática sec...
O repórter faz outra pergunta: - Você não          tem medo de morrer?E mais uma vez o “MARCOLA” nos surpreende.Vocês é qu...
A morte para vocês é um drama cristão numacama, no ataque do coração... A morte para nós éo presunto diário, desovado numa...
Não há mais proletários, ou infelizes ouexplorados. Há uma terceira coisa CRESCENDO AÍFORA, CULTIVADO NA LAMA, se educando...
O repórter volta a perguntar: - O que          mudou nas periferias?MARCOLA RESPONDE: GRANA. A gente hoje tem.Você acha qu...
“NÓS LUTAMOS EM TERRENO PRÓPRIO”.Vocês, em terra estranha.     “NÓS NÃO TEMEMOS A MORTE”. “VOCÊSMORREM DE MEDO”.     NÓS S...
Nós somos ajudados pela população dasfavelas, por medo ou por amor. Vocês são odiados.     Vocês são regionais provinciano...
Com aquele ar de SUPERIORIDADE veja aresposta irônica, que o MARCOLA dá.     Vou dar um toque, mesmo contra mim.Peguem os ...
Você acha que o Exército vai lutar contra oP.C.C. e o C.V.?     Estou lendo o “KLAUSEWITZ”, “sobre a guerra”.     Não há p...
E o MARCOLA responde: - Vocês só podem chegar aalgum sucesso se desistirem de defender a“NORMALIDADE”.      Não há mais no...
Como escreveu o divino Dante:“Lasciate ogna speranza voi che entrate!”                OU SEJA: PERCAM TODAS AS ESPERANÇAS!...
E A PERGUNTA QUE NÃO    QUER SE CALAR!E AGORA ?
Imagens : InternetTexto: Extraído do Jornal “O GLOBO”Música: Vou Vivendo - Chorinho
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estamos no inferno

499 visualizações

Publicada em

No mundo inteiro há uma voracidade de ódios, religiões, ditadores e outros sob camuflagens que não conseguem mais controlar populações. E nem se precisar mostrar os efeitos do narcotráfico.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
499
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
91
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estamos no inferno

  1. 1. LIGUE O SOM !Clique para passar
  2. 2. Uma “LIÇÃO” para nós brasileiros O que vocês vão ver, é uma transcrição deuma entrevista que o marginal“MARCOLA’’, concedeu a um jornalista de “OGLOBO”, onde uma análise estarrecedora dos“NOVOS TEMPOS”, se faz presente na vida detodos os brasileiros. Pelo depoimento do marginal“MARCOLA”, não há solução, pois NÃOconhecemos nem os problemas.
  3. 3. Gostaria de chamar a atenção de vocês, parao fato desta entrevista ter sido publicada em umdos maiores jornais desse país, e que “TODAS ASAUTORIDADES” tomaram conhecimento da“GRAVIDADE” do assunto. E o que estamos vendo... Exatamente o que omarginal “MARCOLA” profetizou... e o maisestarrecedor, que NADA de concreto esteja sendofeito... vide a atitude IRRESPONSÁVEL doGovernador de São Paulo, negando-se a receberajuda do Governo Federal. AGORA VEJAM A ENTREVISTA!
  4. 4. ESTAM0S TODOS NO INFERNO !
  5. 5. O repórter pergunta: - Você é do P.C.C.?MARCOLA responde: Eu sou mais do que isso. Sou o sinal dos“NOVOS TEMPOS” . Eu era pobre e “invisível”.Vocês nunca me olharam durante décadas. Olha, antigamente era “MOLE” resolver oproblema da miséria, o diagnóstico era óbvio:migração rural, desnível de renda, favelas, ralasperiferias, etc.,etc... E a solução nunca vinha. Eo que fizeram ? ABSOLUTAMENTE NADA!
  6. 6. Agora te pergunto: O governo federal algumavez alocou uma verba para nós? Não, só aparecíamos nos desabamentosdos morros ou nas músicas românticas, sobrea “BELEZA DOS MORROS AOAMANHECER”, essas coisas... Agora, estamos“RICOS” com a “MULTINACIONAL DO PÓ”. Evocês, estão morrendo de medo. ...“NÓS SOMOS O INÍCIO TARDIO DE VOSSA CONSCIÊNCIA SOCIAL”. Viu? Sou culto... Leio Dante na prisão...
  7. 7. O repórter contra-argumenta: - Mas, a solução seria... O MARCOLA contra ataca: Solução? Não há mais solução, cara... Aprópria idéia de solução já é um grande erro. Jáolhou o tamanho das 560 favelas do Rio deJaneiro? Já andou de helicóptero por cima daperiferia de São Paulo? SOLUÇÃO COMO? Só viriacom muitos bilhões de dólares gastosORGANIZADAMENTE, com um GOVERNO DE ALTONÍVEL, uma imensa vontade política, crescimentoeconômico, uma verdadeira revolução naeducação, urbanização geral, etc.,etc...
  8. 8. E tudo isso teria que ser SOB A BATUTA quase deuma “TIRANIA ESCLARECIDA”, que pulasse por cima daparalisia burocrática secular, que PASSASSE POR CIMADO LEGISLATIVO CÚMPLICE (ou você acha que os 287SANGUESSUGAS vão agir? Se bobear, vão até roubaro P.C.C.). E do JUDICIÁRIO que impede punições. Teria de haver uma “REFORMA RADICAL” doprocesso penal do País... Teria de haver comunicação einteligência entre policiais municipais, estaduais efederais... (veja bem, nós até fazemos “CONFERENCECALLS” entre PRESÍDIOS...). E tudo isso custariaBILHÕES DE DÓLARES e implicaria numa mudançaPSICOSSOCIAL profunda na estrutura política do país.Ou seja: É IMPOSSÍVEL ... NÃO HÁ SOLUÇÃO !
  9. 9. O repórter faz outra pergunta: - Você não tem medo de morrer?E mais uma vez o “MARCOLA” nos surpreende.Vocês é que tem medo de morrer, EU NÃO .Aliás, aqui na cadeia vocês não podem entrar e mematar...MAS EU POSSO MANDAR MATAR VOCÊS LÁ FORA...Nós somos HOMENS-BOMBAS.Na favela tem CEM MIL HOMENS-BOMBAS... Estamosno centro do insolúvel, mesmo!.. Vocês no bem e euno mal e, no meio “A FRONTEIRA DA MORTE” aúnica fronteira.Sabe, já somos uma outra espécie, já somos outros
  10. 10. A morte para vocês é um drama cristão numacama, no ataque do coração... A morte para nós éo presunto diário, desovado numa vala... Vocêsintelectuais não falavam em luta de classe, em“SEJA MARGINAL, SEJA HERÓI?” Pois é:chegamos, somos nós! Há,há...“VOCÊS NUNCA ESPERAVAM ESSES GUERREIROSDO PÓ, NÉ?” Eu sou inteligente. Eu leio, li 3000 livros eleio Dantes... Mas MEUS SOLDADOS todos sãoestranhas anomalias do desenvolvimento tortodesse país.
  11. 11. Não há mais proletários, ou infelizes ouexplorados. Há uma terceira coisa CRESCENDO AÍFORA, CULTIVADO NA LAMA, se educando noabsoluto ANALFABETISMO, se DIPLOMANDO NASCADEIAS, como um “MONSTRO ALIEN” escondido nasbrechas da cidade. Já surgiu uma nova linguagem. Vocês nãoouvem as gravações feitas “COM AUTORIZAÇÃO DAJUSTICA”? Pois é. É outra língua. Estamos diante de uma espécie de “PÓS-MISÉRIA” . Isso. A “PÓS-MISÉRIA” gera uma NOVACULTURA ASSASSINA, ajudada pelatecnologia, satélites, celulares, internet, armasmodernas. É a merda com chips, com megabytes.Meus comandados são uma “MUTAÇÃO DA ESPÉCIESOCIAL”, são “FUNGOS DE UM GRANDE ERRO SUJO” .
  12. 12. O repórter volta a perguntar: - O que mudou nas periferias?MARCOLA RESPONDE: GRANA. A gente hoje tem.Você acha que quem tem U$ 400 MILHÕES dedólares como o BEIRA MAR não manda? Com 40MILHÕES a prisão é UM HOTEL, UM ESCRITÓRIO...Qual a POLÍCIA que vai queimar essa MINA DEOURO, tá ligado? Nós somos uma “EMPRESAMODERNA”, RICA. Se funcionário “VACILA” , édespedido e jogado no “MICROONDAS” ... Há... há...Vocês são um “ESTADO QUEBRADO”, dominado porincompetentes. Nós temos métodos ágeis degestão. Vocês são lentos e burocráticos.
  13. 13. “NÓS LUTAMOS EM TERRENO PRÓPRIO”.Vocês, em terra estranha. “NÓS NÃO TEMEMOS A MORTE”. “VOCÊSMORREM DE MEDO”. NÓS SOMOS BEM ARMADOS. “VOCÊS VÃO DETRÊS-OITÃO” NÓS ESTAMOS SEMPRE NO ATAQUE. “VOCÊSNA DEFESA”. VOCÊS TEM MANIA DE HUMANISMO. NÓSSOMOS CRUÉIS, SEM PIEDADE. VOCÊS NOS TRANSFORMAM EM SUPERSTARSDO CRIME. NÓS FAZEMOS VOCÊS DE PALHAÇOS!
  14. 14. Nós somos ajudados pela população dasfavelas, por medo ou por amor. Vocês são odiados. Vocês são regionais provincianos. Nossas armase produtos vêm de fora, somos globais. Nós não esquecemos vocês, são nossosfregueses. Vocês nos esquecem assim que passa osurto da violência. O repórter meio incrédulo pelo que ouve pergunta: - MAS O QUE DEVEMOS FAZER ?
  15. 15. Com aquele ar de SUPERIORIDADE veja aresposta irônica, que o MARCOLA dá. Vou dar um toque, mesmo contra mim.Peguem os “BARÕES DO PÓ”. TemDEPUTADO, SENADOR, tem GENERAIS, tem até EX-PRESIDENTES do Paraguai nas paradas de cocaínae armas. Mas quem vai fazer isso? O Exército ? Comque grana? Eles não tem dinheiro nem para o ranchodos recrutas... O PAÍS ESTÁ QUEBRADO ! Sustentando um Estado morto a juros de 20%ao ano, e o LULA ainda aumenta os gastospúblicos, “EMPREGANDO 40 MIL PICARETAS”.
  16. 16. Você acha que o Exército vai lutar contra oP.C.C. e o C.V.? Estou lendo o “KLAUSEWITZ”, “sobre a guerra”. Não há perspectiva de êxito... Nós somosformigas devoradoras, escondidas nas brechas... Agente já tem até “FOGUETES ANTITANQUES”... SE BOBEAR, VÃO ROLAR UNS “STINGERS” poraí... Para acabar com a gente só jogando “BOMBAATÔMICA” NAS FAVELAS... Aliás, a gente acabaarranjando “UMAZINHAS ” daquelas bombas sujasmesmo... Já pensou? “IPANEMA RADIOATIVA”? Mais uma vez o repórter intervém: - Mas ... Não haveria outra solução ?
  17. 17. E o MARCOLA responde: - Vocês só podem chegar aalgum sucesso se desistirem de defender a“NORMALIDADE”. Não há mais normalidade alguma. Vocêsprecisam fazer uma “AUTOCRÍTICA DA PRÓPRIAINCOMPETÊNCIA”. Mas vou ser franco...Na BOA... NaMORAL.. Estamos todos no “CENTRO DOINSOLÚVEL”, só que com uma diferença muitogrande, “NÓS VIVEMOS DELE”... e vocês... NÃO TEM SAÍDA. SÓ A MERDA ! E NÓS JÁ TRABALHAMOS DENTRO DELA. Olha aqui, mano, não há SOLUÇÃO. Sabemporque? PORQUE VOCÊS NÃO ENTENDEM AEXTENSÃO DO PROBLEMA.
  18. 18. Como escreveu o divino Dante:“Lasciate ogna speranza voi che entrate!” OU SEJA: PERCAM TODAS AS ESPERANÇAS! Estamos todos no INFERNO!
  19. 19. E A PERGUNTA QUE NÃO QUER SE CALAR!E AGORA ?
  20. 20. Imagens : InternetTexto: Extraído do Jornal “O GLOBO”Música: Vou Vivendo - Chorinho

×