SlideShare uma empresa Scribd logo

DECISAO ALEXANDRE DE MORAES - MAURO CID

V
Vetor Mil

O Ministro Alexandre de Moraes concedeu liberdade provisória a Mauro Cesar Barbosa Cid mediante o uso de tornozeleira eletrônica e outras medidas cautelares, como proibição de sair do país e se comunicar com outros investigados, além de afastamento de suas funções no Exército. A prisão preventiva foi revogada pois as investigações já foram concluídas e não há mais riscos à investigação.

1 de 6
Baixar para ler offline
PETIÇÃO 10.405 DISTRITO FEDERAL
RELATOR : MIN. ALEXANDRE DE MORAES
REQTE.(S) :SOB SIGILO
ADV.(A/S) :SOB SIGILO
DECISÃO
Trata-se de requerimento formulado pela Defesa de MAURO CESAR
BARBOSA CID (CPF nº 927.781.860-34), por meio do qual pleiteia, em
síntese, a revogação da sua prisão preventiva ou, subsidiariamente, a
substituição da prisão preventiva por medidas cautelares diversas da
prisão (fls. 4.874-4.879).
Sustenta que “o requerente é primário, de antecedentes in albis, tem
endereço fixo e profissão militar. E, mesmo em liberdade, poderá continuar
contribuindo com a investigação sem ser monitorado e com muito menor
complexidade, já que, preso, é necessário requisitá-lo ao Comando do Exército,
acionar todo o aparato estatal para deslocá-lo, desencadeando uma série de
especulações que lhe colocam em risco, o que também é estendido a sua família”.
Afirma que “afastado todo e qualquer risco de comprometimento da
investigação ou de um eventual e futuro processo, os fundamentos de sua prisão
preventiva estão esgotados. Soma-se, a isso, quatro meses de reclusão e ausência
de fundamento para sua manutenção.”
Ao final, pede: a) a revogação da prisão preventiva de MAURO
CESAR BARBOSA CID, sem qualquer restrição; b) alternativamente, na
hipótese, de Vossa Excelência entender de modo diverso, o que realmente
não se espera, seja revogada a prisão preventiva mediante cautelares
diversas, observadas as condições do requerente; (c) sucessivamente, seja
revogada a ordem que impôs ao requerente restrições de convívio entre
sua esposa e seu pai, uma vez que todos já deram suas versões à
autoridade policial, não subsistindo qualquer fundamento legal para sua
vigência.
É o relatório.
DECIDO.
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
PET 10405 / DF
O investigado foi preso em 3/5/2023 por decisão proferida em
28/4/2023, em virtude da necessidade da garantia da ordem pública e
conveniência da investigação criminal, sendo que a prisão preventiva foi
mantida por decisão de 25/6/2023.
O Relatório de Análise de Polícia Judiciária Parcial RAPJ nº
2272674/2023, encaminhado a estes autos por meio do Ofício nº
2272311/2023 CCINT/CGCINT/DIP/PF (petição STF nº 54.410/2023, fls.
3.736-3.806), após a realização da operação que resultou na prisão do
investigado, apontou a manutenção das razões ensejadoras da prisão
preventiva pela necessidade da investigação criminal.
Foram realizadas inúmeras outras diligências investigativas, sendo
que, em 21/6/2023, a Polícia Federal encaminhou aos autos, por meio do
ofício nº 2489476/2023 – CCINT/CGCINT/DIP/PF, os Relatórios de Análise
de Polícia Judiciária – RAPJ nº 2452084/2023 e 2452171/2023, que
contemplam a análise dos dados constantes nos telefones celulares
apreendidos na residência dos investigados MAURO CESAR BARBOSA
CID e GABRIELA SANTIAGO CID.
Posteriormente, em 25/8, 28/8 e 1/9, MAURO CESAR BARBOSA CID
prestou três depoimentos a Polícia Federal, necessários para esclarecer as
provas obtidas anteriormente pela Polícia Federal.
No atual momento procedimental, torna-se necessário analisar se os
requisitos ensejadores da manutenção da prisão preventiva permanecem
presentes e justificadores do cerceamento da liberdade de ir e vir.
O essencial em relação às liberdades individuais, em especial a
liberdade de ir e vir, não é somente sua proclamação formal nos textos
constitucionais ou nas declarações de direitos, mas a absoluta
necessidade de sua pronta e eficaz consagração no mundo real, de
maneira prática e eficiente, a partir de uma justa e razoável
compatibilização com os demais direitos fundamentais da sociedade, de
maneira a permitir a efetividade da Justiça Penal.
MAURICE HAURIOU ensinou a importância de compatibilização
entre a Justiça Penal e o direito de liberdade, ressaltando a consagração do
2
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
PET 10405 / DF
direito à segurança, ao salientar que, em todas as declarações de direitos e em
todas as Constituições revolucionárias, figura a segurança na primeira fila dos
direitos fundamentais, inclusive apontando que os publicistas ingleses
colocaram em primeiro plano a preocupação com a segurança, pois, conclui o
Catedrático da Faculdade de Direito de Toulouse, que, por meio do direito
de segurança, se pretende garantir a liberdade individual contra o arbítrio da
justiça penal, ou seja, contra as jurisdições excepcionais, contra as penas
arbitrárias, contra as detenções e prisões preventivas, contra as arbitrariedades
do processo criminal (Derecho Público y constitucional. 2. ed. Madri: Instituto
editorial Réus, 1927. p. 135-136).
Essa necessária compatibilização admite a relativização da liberdade
de ir e vir em hipóteses excepcionais e razoavelmente previstas nos textos
normativos, pois a consagração do Estado de Direito não admite a
existência de restrições abusivas ou arbitrárias à liberdade de locomoção,
como historicamente salientado pelo grande magistrado inglês COKE, em
seus comentários à CARTA MAGNA, de 1642, por ordem da Câmara dos
Comuns, nos estratos do Segundo Instituto, ao afirmar: que nenhum homem
seja detido ou preso senão pela lei da terra, isto é, pela lei comum, lei estatutária
ou costume da Inglaterra (capítulo 29). Com a consagração das ideias
libertárias francesas do século XVIII, como lembrado pelo ilustre
professor russo de nascimento e francês por opção, MIRKINE
GUETZÉVITCH, essas limitações se tornaram exclusivamente trabalho das
Câmaras legislativas, para se evitar o abuso da força estatal (As novas
tendências do direito constitucional. Companhia Editora Nacional, 1933. p.
77 e ss.).
No atual momento procedimental, o encerramento de inúmeras
diligências pela Polícia Federal e a oitiva do investigado, por três vezes e
após ser decretada sua incomunicabilidade com os demais investigados,
apontam a desnecessidade da manutenção da prisão preventiva, pois não
mais se mantém presente qualquer das hipóteses excepcionais e
razoavelmente previstas na legislação que admitem a relativização da
liberdade de ir e vir para fins de investigação criminal.
A manutenção da prisão não se revela, portanto, adequada e
3
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
PET 10405 / DF
proporcional, podendo ser eficazmente substituída por medidas
alternativas (CPP, art. 319), conforme já afirmou esta CORTE em diversos
julgados: HC 115.786, Rel. Min. GILMAR MENDES, 2ª Turma, DJe de
20/8/2013; HC 175.775/PR, Rel. Min. ALEXANDRE DE MORAES, DJe de
24/9/2019; HC 123.226, Rel. Min. DIAS TOFFOLI, 1ª Turma, unânime, DJe
de 17/11/2014; HC 130.773, Rel. Min. ROSA WEBER, 1ª Turma, DJe de
23/11/2015; HC 136.397, Rel. Min. TEORI ZAVASCKI, 2ª Turma, DJe de
13/2/2017.
Diante do exposto, CONCEDO A LIBERDADE PROVISÓRIA a
MAURO CESAR BARBOSA CID (CPF nº 927.781.860-34), mediante a
imposição cumulativa das seguintes medidas cautelares:
(i) Proibição de ausentar-se da Comarca e recolhimento
domiciliar no período noturno e nos finais de semana mediante
USO DE TORNOZELEIRA ELETRÔNICA, a ser instalada pela
Polícia Federal em Brasília/DF, NOS TERMOS DO INCISO IX
DO ART. 319 DO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL, com zona
de inclusão restrita ao endereço fixo indicado na audiência de
custódia;
(ii) Obrigação de apresentar-se perante ao Juízo da
Execução da Comarca de origem, no prazo de 48 horas e
comparecimento semanal, todas as segundas-feiras;
(iii) Proibição de ausentar-se do país, com obrigação de
realizar a entrega de seus passaportes no Juízo da Execução da
Comarca de origem, no prazo de 05 dias;
(iv) CANCELAMENTO de todos os passaportes emitidos
pela República Federativa do Brasil em nome do investigado,
tornando-os sem efeito;
(v) SUSPENSÃO IMEDIATA de quaisquer documentos de
porte de arma de fogo em nome do investigado, bem como de
quaisquer Certificados de Registro para realizar atividades de
colecionamento de armas de fogo, tiro desportivo e caça;
(vi) Proibição de utilização de redes sociais;
(vii) Proibição de comunicar-se com os demais
4
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
PET 10405 / DF
investigados da presente PET, do Inq. 4874/DF e PETs conexas,
por qualquer meio, inclusive, por intermédio de seus
advogados. Estão exceptuados dessa proibição: GABRIELA
SANTIAGO RIBEIRO CID (mulher do investigado),
BEATRIZ RIBEIRO CID (filha do investigado) e MAURO
CESAR LORENA CID (pai do investigado).
DETERMINO, ainda, nos termos do artigo 319, VI do Código de
Processo Penal, o AFASTAMENTO de MAURO CÉSAR BARBOSA CID
do exercício das funções de seu cargo de oficial no Exército, devendo ser
comunicado, imediatamente, o Comandante do Exército.
O descumprimento de qualquer uma das medidas alternativas
implicará na revogação e decretação da prisão, nos termos do art. 312, §
1º, do CPP.
A presente decisão servirá de alvará de soltura clausulado em favor
de MAURO CÉSAR BARBOSA CID (CPF Nº 927.781.860-34).
Servirá também de ofício de apresentação ao Juízo da Execução da
respectiva Comarca de Brasília/DF, no prazo de 48 horas.
Encaminhe-se cópia desta decisão:
a) ao Diretor-Geral da Polícia Federal para cumprimento
dos itens (iv) e (v), INCLUSIVE PARA ADOÇÃO DE TODAS
AS PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA OBSTAR A
EMISSÃO DE QUAISQUER OUTROS PASSAPORTES EM
NOME DO INVESTIGADO;
b) ao GENERAL COMANDANTE DO EXÉRCITO para
cumprimento do item (v) referente ao certificado de registro
para atividades de colecionamento de armas de fogo, tiro
desportivo e caça e do item (viii) com relação ao afastamento de
suas funções no Exército.
O não comparecimento semanal determinado no item (ii) desta
5
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
PET 10405 / DF
decisão deverá ser imediatamente informado pelo Juízo da Execução da
Comarca, via malote digital, nos autos desta PET 10.405.
Ciência à Procuradoria-Geral da República e à Defesa, inclusive
pelos meios eletrônicos.
Encaminhem-se cópia desta decisão, pelo malote digital, ao Juízo da
Execução da Comarca de Brasília/DF, para conhecimento e
acompanhamento.
Publique-se.
Brasília, 9 de setembro de 2023.
Ministro ALEXANDRE DE MORAES
Relator
Documento assinado digitalmente
6
Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço
http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A

Recomendados

Moraes liberta Anderson Torres
Moraes liberta Anderson TorresMoraes liberta Anderson Torres
Moraes liberta Anderson TorresAquiles Lins
 
Moraes solta Anderson Torres após quatro meses
Moraes solta Anderson Torres após quatro mesesMoraes solta Anderson Torres após quatro meses
Moraes solta Anderson Torres após quatro mesesEditora 247
 
Vicente candido da silva
Vicente candido da silvaVicente candido da silva
Vicente candido da silvaMiguel Rosario
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a DECISAO ALEXANDRE DE MORAES - MAURO CID

Barroso determina que Senado instale CPI da COVID-19
Barroso determina que Senado instale CPI da COVID-19Barroso determina que Senado instale CPI da COVID-19
Barroso determina que Senado instale CPI da COVID-19Luís Carlos Nunes
 
Decisão a favor de Tacla Duran
Decisão a favor de Tacla Duran Decisão a favor de Tacla Duran
Decisão a favor de Tacla Duran Aquiles Lins
 
Paulo pereira da silva 2
Paulo pereira da silva 2Paulo pereira da silva 2
Paulo pereira da silva 2Miguel Rosario
 
Sentença-aula de Direito Constitucional de Teori Zavascki
Sentença-aula de Direito Constitucional de Teori ZavasckiSentença-aula de Direito Constitucional de Teori Zavascki
Sentença-aula de Direito Constitucional de Teori ZavasckiLeila Jinkings
 
A decisão de Teori -- Rcl23457
A decisão de Teori -- Rcl23457A decisão de Teori -- Rcl23457
A decisão de Teori -- Rcl23457Luiz Carlos Azenha
 
2016 03-22 Decisão judicial que determina centralização no STF de investigaçõ...
2016 03-22 Decisão judicial que determina centralização no STF de investigaçõ...2016 03-22 Decisão judicial que determina centralização no STF de investigaçõ...
2016 03-22 Decisão judicial que determina centralização no STF de investigaçõ...Francisco Luz
 
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no BlogDecisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no BlogMarcelo Auler
 
Luiz Fux censura a Folha e impede entrevista a Lula
Luiz Fux censura a Folha e impede entrevista a LulaLuiz Fux censura a Folha e impede entrevista a Lula
Luiz Fux censura a Folha e impede entrevista a LulaMarcelo Auler
 
Decio lima e ana paula lima
Decio lima e ana paula limaDecio lima e ana paula lima
Decio lima e ana paula limaMiguel Rosario
 
Sociólogo pede haebas corpus por comparar Bolsonaro a "pequi roído"
Sociólogo pede haebas corpus por comparar Bolsonaro a "pequi roído"Sociólogo pede haebas corpus por comparar Bolsonaro a "pequi roído"
Sociólogo pede haebas corpus por comparar Bolsonaro a "pequi roído"Aquiles Lins
 
Inquérito de Betinho, Vado e Cianinho
Inquérito de Betinho, Vado e CianinhoInquérito de Betinho, Vado e Cianinho
Inquérito de Betinho, Vado e CianinhoGiovanni Sandes
 
Jutahy magalhaes junior
Jutahy magalhaes juniorJutahy magalhaes junior
Jutahy magalhaes juniorMiguel Rosario
 

Semelhante a DECISAO ALEXANDRE DE MORAES - MAURO CID (20)

Barroso determina que Senado instale CPI da COVID-19
Barroso determina que Senado instale CPI da COVID-19Barroso determina que Senado instale CPI da COVID-19
Barroso determina que Senado instale CPI da COVID-19
 
Decisão a favor de Tacla Duran
Decisão a favor de Tacla Duran Decisão a favor de Tacla Duran
Decisão a favor de Tacla Duran
 
Lindberg
LindbergLindberg
Lindberg
 
Paulo pereira da silva 2
Paulo pereira da silva 2Paulo pereira da silva 2
Paulo pereira da silva 2
 
Heraclito fortes
Heraclito fortesHeraclito fortes
Heraclito fortes
 
Sentença-aula de Direito Constitucional de Teori Zavascki
Sentença-aula de Direito Constitucional de Teori ZavasckiSentença-aula de Direito Constitucional de Teori Zavascki
Sentença-aula de Direito Constitucional de Teori Zavascki
 
A decisão de Teori -- Rcl23457
A decisão de Teori -- Rcl23457A decisão de Teori -- Rcl23457
A decisão de Teori -- Rcl23457
 
2016 03-22 Decisão judicial que determina centralização no STF de investigaçõ...
2016 03-22 Decisão judicial que determina centralização no STF de investigaçõ...2016 03-22 Decisão judicial que determina centralização no STF de investigaçõ...
2016 03-22 Decisão judicial que determina centralização no STF de investigaçõ...
 
Fernando bezerra
Fernando bezerraFernando bezerra
Fernando bezerra
 
Edison lobão
Edison lobãoEdison lobão
Edison lobão
 
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no BlogDecisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
Decisão do ministro Alexandre de Moraes mantendo a censura no Blog
 
Katia abreu
Katia abreuKatia abreu
Katia abreu
 
Bruno de araújo
Bruno de araújoBruno de araújo
Bruno de araújo
 
Luiz Fux censura a Folha e impede entrevista a Lula
Luiz Fux censura a Folha e impede entrevista a LulaLuiz Fux censura a Folha e impede entrevista a Lula
Luiz Fux censura a Folha e impede entrevista a Lula
 
Decio lima e ana paula lima
Decio lima e ana paula limaDecio lima e ana paula lima
Decio lima e ana paula lima
 
Sociólogo pede haebas corpus por comparar Bolsonaro a "pequi roído"
Sociólogo pede haebas corpus por comparar Bolsonaro a "pequi roído"Sociólogo pede haebas corpus por comparar Bolsonaro a "pequi roído"
Sociólogo pede haebas corpus por comparar Bolsonaro a "pequi roído"
 
Inquérito de Betinho, Vado e Cianinho
Inquérito de Betinho, Vado e CianinhoInquérito de Betinho, Vado e Cianinho
Inquérito de Betinho, Vado e Cianinho
 
Aecio
AecioAecio
Aecio
 
Jose dirceu
Jose dirceuJose dirceu
Jose dirceu
 
Jutahy magalhaes junior
Jutahy magalhaes juniorJutahy magalhaes junior
Jutahy magalhaes junior
 

Mais de Vetor Mil

REQUERIMENTO KAJURU COAF
REQUERIMENTO KAJURU COAFREQUERIMENTO KAJURU COAF
REQUERIMENTO KAJURU COAFVetor Mil
 
PGR004545172022.pdf
PGR004545172022.pdfPGR004545172022.pdf
PGR004545172022.pdfVetor Mil
 
622310123relatoriofinal_270120230448.pdf
622310123relatoriofinal_270120230448.pdf622310123relatoriofinal_270120230448.pdf
622310123relatoriofinal_270120230448.pdfVetor Mil
 
PT carlos.pdf
PT carlos.pdfPT carlos.pdf
PT carlos.pdfVetor Mil
 
BOLETIM DE OCORRENCIA TROCA DE TIROS BOLSONARISTA E PETISTA - BO BOU - BOU_20...
BOLETIM DE OCORRENCIA TROCA DE TIROS BOLSONARISTA E PETISTA - BO BOU - BOU_20...BOLETIM DE OCORRENCIA TROCA DE TIROS BOLSONARISTA E PETISTA - BO BOU - BOU_20...
BOLETIM DE OCORRENCIA TROCA DE TIROS BOLSONARISTA E PETISTA - BO BOU - BOU_20...Vetor Mil
 
CASO ALLIANA E O HUNGARO - Denúncia1.pdf
CASO ALLIANA E O HUNGARO - Denúncia1.pdfCASO ALLIANA E O HUNGARO - Denúncia1.pdf
CASO ALLIANA E O HUNGARO - Denúncia1.pdfVetor Mil
 
Estatuto RCBU
Estatuto RCBUEstatuto RCBU
Estatuto RCBUVetor Mil
 
POLICIA FEDERAL COBRA CARF SOBRE JONAS SUASSUNA DO LULA
POLICIA FEDERAL COBRA CARF SOBRE JONAS SUASSUNA DO LULA POLICIA FEDERAL COBRA CARF SOBRE JONAS SUASSUNA DO LULA
POLICIA FEDERAL COBRA CARF SOBRE JONAS SUASSUNA DO LULA Vetor Mil
 
Trump 2018 internet research-agency_indictment
Trump 2018   internet research-agency_indictmentTrump 2018   internet research-agency_indictment
Trump 2018 internet research-agency_indictmentVetor Mil
 
Empresas sanciondas pela uniao europeia no caso russia ucrania
Empresas sanciondas pela uniao europeia no caso russia ucrania  Empresas sanciondas pela uniao europeia no caso russia ucrania
Empresas sanciondas pela uniao europeia no caso russia ucrania Vetor Mil
 
Ci revista178 - COPEL 1993
Ci revista178 - COPEL 1993Ci revista178 - COPEL 1993
Ci revista178 - COPEL 1993Vetor Mil
 
PASSIVO AGU COM FUNDEF 2022 - PEC DOS PRECATORIOS - PEC 23 - PEC DO PECADO
PASSIVO AGU COM FUNDEF 2022 - PEC DOS PRECATORIOS - PEC 23 - PEC DO PECADOPASSIVO AGU COM FUNDEF 2022 - PEC DOS PRECATORIOS - PEC 23 - PEC DO PECADO
PASSIVO AGU COM FUNDEF 2022 - PEC DOS PRECATORIOS - PEC 23 - PEC DO PECADOVetor Mil
 
Sei 11383.100217 2021_11
Sei 11383.100217 2021_11Sei 11383.100217 2021_11
Sei 11383.100217 2021_11Vetor Mil
 
Sei 12100.105152 2021_91
Sei 12100.105152 2021_91Sei 12100.105152 2021_91
Sei 12100.105152 2021_91Vetor Mil
 
Oficio 2236 2021 mpf pgr sobre a pec 23 pec dos precatorios
Oficio 2236 2021 mpf pgr sobre a pec 23 pec dos precatoriosOficio 2236 2021 mpf pgr sobre a pec 23 pec dos precatorios
Oficio 2236 2021 mpf pgr sobre a pec 23 pec dos precatoriosVetor Mil
 
1009749 43.2020.4.01.3400 __parte_final
1009749 43.2020.4.01.3400 __parte_final1009749 43.2020.4.01.3400 __parte_final
1009749 43.2020.4.01.3400 __parte_finalVetor Mil
 
Sei 1635450796312 (1)
Sei 1635450796312 (1)Sei 1635450796312 (1)
Sei 1635450796312 (1)Vetor Mil
 
Bilhoes sei 17944.103516-2021_91
Bilhoes   sei 17944.103516-2021_91Bilhoes   sei 17944.103516-2021_91
Bilhoes sei 17944.103516-2021_91Vetor Mil
 
BENETTI ACIDENTE FIB BANK 00065.058170.2012 71
BENETTI ACIDENTE FIB BANK 00065.058170.2012 71 BENETTI ACIDENTE FIB BANK 00065.058170.2012 71
BENETTI ACIDENTE FIB BANK 00065.058170.2012 71 Vetor Mil
 

Mais de Vetor Mil (20)

REQUERIMENTO KAJURU COAF
REQUERIMENTO KAJURU COAFREQUERIMENTO KAJURU COAF
REQUERIMENTO KAJURU COAF
 
ANXO_3.pdf
ANXO_3.pdfANXO_3.pdf
ANXO_3.pdf
 
PGR004545172022.pdf
PGR004545172022.pdfPGR004545172022.pdf
PGR004545172022.pdf
 
622310123relatoriofinal_270120230448.pdf
622310123relatoriofinal_270120230448.pdf622310123relatoriofinal_270120230448.pdf
622310123relatoriofinal_270120230448.pdf
 
PT carlos.pdf
PT carlos.pdfPT carlos.pdf
PT carlos.pdf
 
BOLETIM DE OCORRENCIA TROCA DE TIROS BOLSONARISTA E PETISTA - BO BOU - BOU_20...
BOLETIM DE OCORRENCIA TROCA DE TIROS BOLSONARISTA E PETISTA - BO BOU - BOU_20...BOLETIM DE OCORRENCIA TROCA DE TIROS BOLSONARISTA E PETISTA - BO BOU - BOU_20...
BOLETIM DE OCORRENCIA TROCA DE TIROS BOLSONARISTA E PETISTA - BO BOU - BOU_20...
 
CASO ALLIANA E O HUNGARO - Denúncia1.pdf
CASO ALLIANA E O HUNGARO - Denúncia1.pdfCASO ALLIANA E O HUNGARO - Denúncia1.pdf
CASO ALLIANA E O HUNGARO - Denúncia1.pdf
 
Estatuto RCBU
Estatuto RCBUEstatuto RCBU
Estatuto RCBU
 
POLICIA FEDERAL COBRA CARF SOBRE JONAS SUASSUNA DO LULA
POLICIA FEDERAL COBRA CARF SOBRE JONAS SUASSUNA DO LULA POLICIA FEDERAL COBRA CARF SOBRE JONAS SUASSUNA DO LULA
POLICIA FEDERAL COBRA CARF SOBRE JONAS SUASSUNA DO LULA
 
Trump 2018 internet research-agency_indictment
Trump 2018   internet research-agency_indictmentTrump 2018   internet research-agency_indictment
Trump 2018 internet research-agency_indictment
 
Empresas sanciondas pela uniao europeia no caso russia ucrania
Empresas sanciondas pela uniao europeia no caso russia ucrania  Empresas sanciondas pela uniao europeia no caso russia ucrania
Empresas sanciondas pela uniao europeia no caso russia ucrania
 
Ci revista178 - COPEL 1993
Ci revista178 - COPEL 1993Ci revista178 - COPEL 1993
Ci revista178 - COPEL 1993
 
PASSIVO AGU COM FUNDEF 2022 - PEC DOS PRECATORIOS - PEC 23 - PEC DO PECADO
PASSIVO AGU COM FUNDEF 2022 - PEC DOS PRECATORIOS - PEC 23 - PEC DO PECADOPASSIVO AGU COM FUNDEF 2022 - PEC DOS PRECATORIOS - PEC 23 - PEC DO PECADO
PASSIVO AGU COM FUNDEF 2022 - PEC DOS PRECATORIOS - PEC 23 - PEC DO PECADO
 
Sei 11383.100217 2021_11
Sei 11383.100217 2021_11Sei 11383.100217 2021_11
Sei 11383.100217 2021_11
 
Sei 12100.105152 2021_91
Sei 12100.105152 2021_91Sei 12100.105152 2021_91
Sei 12100.105152 2021_91
 
Oficio 2236 2021 mpf pgr sobre a pec 23 pec dos precatorios
Oficio 2236 2021 mpf pgr sobre a pec 23 pec dos precatoriosOficio 2236 2021 mpf pgr sobre a pec 23 pec dos precatorios
Oficio 2236 2021 mpf pgr sobre a pec 23 pec dos precatorios
 
1009749 43.2020.4.01.3400 __parte_final
1009749 43.2020.4.01.3400 __parte_final1009749 43.2020.4.01.3400 __parte_final
1009749 43.2020.4.01.3400 __parte_final
 
Sei 1635450796312 (1)
Sei 1635450796312 (1)Sei 1635450796312 (1)
Sei 1635450796312 (1)
 
Bilhoes sei 17944.103516-2021_91
Bilhoes   sei 17944.103516-2021_91Bilhoes   sei 17944.103516-2021_91
Bilhoes sei 17944.103516-2021_91
 
BENETTI ACIDENTE FIB BANK 00065.058170.2012 71
BENETTI ACIDENTE FIB BANK 00065.058170.2012 71 BENETTI ACIDENTE FIB BANK 00065.058170.2012 71
BENETTI ACIDENTE FIB BANK 00065.058170.2012 71
 

Último

O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdfO-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdfrnetosilvaharsenal96
 
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024DL assessoria 30
 
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...DL assessoria 31
 
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User GroupTableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User GroupLigia Galvão
 
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024Dl assessoria S3
 
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...DL assessoria 31
 
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...lapcdl12
 
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...dl assessoria 8
 
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...DL assessoria 29
 
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...DL assessoria 31
 
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...Dl assessoria 20
 
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024DL assessoria 27
 
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...assessoria dl 10
 
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...dl assessoria 8
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...dl assessoria9
 
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...AssessoriaDl1
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...dl assessoria9
 
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024dlalicia08
 

Último (18)

O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdfO-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
O-leite-bovino-que-produzimos-e-consumimos.pdf
 
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
MAPA - DIDÁTICA - 51/2024MAPA - DIDÁTICA - 51/2024
 
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
Entender e compreender as teorias que embasaram e ainda embasam as tendências...
 
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User GroupTableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
Tableau Conference 2024 - Brazil Tableau User Group
 
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
ATIVIDADE 1 - PED - TEORIA E PRÁTICA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - 51/2024
 
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
Todos já devem ter estudado e percebido a necessidade e a importância de se p...
 
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
As práticas de governanç O Estado tem a responsabilidade de oferecer serviços...
 
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
A identificação e classificação das orações são ações que se constituem apena...
 
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
Em 26 de janeiro de 2024, a Agência Petrobras fez o seguinte comunicado: Petr...
 
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
Etapa 1: leitura do texto de apoio Segundo o geógrafo David Harvey, a recessã...
 
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
Leia com atenção o trecho a seguir: “Ora, a espiritualidade é um tema essenci...
 
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
MAPA - MENTALIDADE CRIATIVA E EMPREENDEDORA - 51/2024
 
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
Avaliar, muito mais do que aplicar instrumentos de verificação de aprendizage...
 
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
O gestor ambiental é um profissional de suma importância. Ele atua atento ao ...
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
 
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
Teoria Burocrática e sua Aplicação nas Empresas Modernas A teoria burocrática...
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
 
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
ATIVIDADE 1 - LET - LÍNGUA PORTUGUESA III- 51/2024
 

DECISAO ALEXANDRE DE MORAES - MAURO CID

  • 1. PETIÇÃO 10.405 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. ALEXANDRE DE MORAES REQTE.(S) :SOB SIGILO ADV.(A/S) :SOB SIGILO DECISÃO Trata-se de requerimento formulado pela Defesa de MAURO CESAR BARBOSA CID (CPF nº 927.781.860-34), por meio do qual pleiteia, em síntese, a revogação da sua prisão preventiva ou, subsidiariamente, a substituição da prisão preventiva por medidas cautelares diversas da prisão (fls. 4.874-4.879). Sustenta que “o requerente é primário, de antecedentes in albis, tem endereço fixo e profissão militar. E, mesmo em liberdade, poderá continuar contribuindo com a investigação sem ser monitorado e com muito menor complexidade, já que, preso, é necessário requisitá-lo ao Comando do Exército, acionar todo o aparato estatal para deslocá-lo, desencadeando uma série de especulações que lhe colocam em risco, o que também é estendido a sua família”. Afirma que “afastado todo e qualquer risco de comprometimento da investigação ou de um eventual e futuro processo, os fundamentos de sua prisão preventiva estão esgotados. Soma-se, a isso, quatro meses de reclusão e ausência de fundamento para sua manutenção.” Ao final, pede: a) a revogação da prisão preventiva de MAURO CESAR BARBOSA CID, sem qualquer restrição; b) alternativamente, na hipótese, de Vossa Excelência entender de modo diverso, o que realmente não se espera, seja revogada a prisão preventiva mediante cautelares diversas, observadas as condições do requerente; (c) sucessivamente, seja revogada a ordem que impôs ao requerente restrições de convívio entre sua esposa e seu pai, uma vez que todos já deram suas versões à autoridade policial, não subsistindo qualquer fundamento legal para sua vigência. É o relatório. DECIDO. Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
  • 2. PET 10405 / DF O investigado foi preso em 3/5/2023 por decisão proferida em 28/4/2023, em virtude da necessidade da garantia da ordem pública e conveniência da investigação criminal, sendo que a prisão preventiva foi mantida por decisão de 25/6/2023. O Relatório de Análise de Polícia Judiciária Parcial RAPJ nº 2272674/2023, encaminhado a estes autos por meio do Ofício nº 2272311/2023 CCINT/CGCINT/DIP/PF (petição STF nº 54.410/2023, fls. 3.736-3.806), após a realização da operação que resultou na prisão do investigado, apontou a manutenção das razões ensejadoras da prisão preventiva pela necessidade da investigação criminal. Foram realizadas inúmeras outras diligências investigativas, sendo que, em 21/6/2023, a Polícia Federal encaminhou aos autos, por meio do ofício nº 2489476/2023 – CCINT/CGCINT/DIP/PF, os Relatórios de Análise de Polícia Judiciária – RAPJ nº 2452084/2023 e 2452171/2023, que contemplam a análise dos dados constantes nos telefones celulares apreendidos na residência dos investigados MAURO CESAR BARBOSA CID e GABRIELA SANTIAGO CID. Posteriormente, em 25/8, 28/8 e 1/9, MAURO CESAR BARBOSA CID prestou três depoimentos a Polícia Federal, necessários para esclarecer as provas obtidas anteriormente pela Polícia Federal. No atual momento procedimental, torna-se necessário analisar se os requisitos ensejadores da manutenção da prisão preventiva permanecem presentes e justificadores do cerceamento da liberdade de ir e vir. O essencial em relação às liberdades individuais, em especial a liberdade de ir e vir, não é somente sua proclamação formal nos textos constitucionais ou nas declarações de direitos, mas a absoluta necessidade de sua pronta e eficaz consagração no mundo real, de maneira prática e eficiente, a partir de uma justa e razoável compatibilização com os demais direitos fundamentais da sociedade, de maneira a permitir a efetividade da Justiça Penal. MAURICE HAURIOU ensinou a importância de compatibilização entre a Justiça Penal e o direito de liberdade, ressaltando a consagração do 2 Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
  • 3. PET 10405 / DF direito à segurança, ao salientar que, em todas as declarações de direitos e em todas as Constituições revolucionárias, figura a segurança na primeira fila dos direitos fundamentais, inclusive apontando que os publicistas ingleses colocaram em primeiro plano a preocupação com a segurança, pois, conclui o Catedrático da Faculdade de Direito de Toulouse, que, por meio do direito de segurança, se pretende garantir a liberdade individual contra o arbítrio da justiça penal, ou seja, contra as jurisdições excepcionais, contra as penas arbitrárias, contra as detenções e prisões preventivas, contra as arbitrariedades do processo criminal (Derecho Público y constitucional. 2. ed. Madri: Instituto editorial Réus, 1927. p. 135-136). Essa necessária compatibilização admite a relativização da liberdade de ir e vir em hipóteses excepcionais e razoavelmente previstas nos textos normativos, pois a consagração do Estado de Direito não admite a existência de restrições abusivas ou arbitrárias à liberdade de locomoção, como historicamente salientado pelo grande magistrado inglês COKE, em seus comentários à CARTA MAGNA, de 1642, por ordem da Câmara dos Comuns, nos estratos do Segundo Instituto, ao afirmar: que nenhum homem seja detido ou preso senão pela lei da terra, isto é, pela lei comum, lei estatutária ou costume da Inglaterra (capítulo 29). Com a consagração das ideias libertárias francesas do século XVIII, como lembrado pelo ilustre professor russo de nascimento e francês por opção, MIRKINE GUETZÉVITCH, essas limitações se tornaram exclusivamente trabalho das Câmaras legislativas, para se evitar o abuso da força estatal (As novas tendências do direito constitucional. Companhia Editora Nacional, 1933. p. 77 e ss.). No atual momento procedimental, o encerramento de inúmeras diligências pela Polícia Federal e a oitiva do investigado, por três vezes e após ser decretada sua incomunicabilidade com os demais investigados, apontam a desnecessidade da manutenção da prisão preventiva, pois não mais se mantém presente qualquer das hipóteses excepcionais e razoavelmente previstas na legislação que admitem a relativização da liberdade de ir e vir para fins de investigação criminal. A manutenção da prisão não se revela, portanto, adequada e 3 Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
  • 4. PET 10405 / DF proporcional, podendo ser eficazmente substituída por medidas alternativas (CPP, art. 319), conforme já afirmou esta CORTE em diversos julgados: HC 115.786, Rel. Min. GILMAR MENDES, 2ª Turma, DJe de 20/8/2013; HC 175.775/PR, Rel. Min. ALEXANDRE DE MORAES, DJe de 24/9/2019; HC 123.226, Rel. Min. DIAS TOFFOLI, 1ª Turma, unânime, DJe de 17/11/2014; HC 130.773, Rel. Min. ROSA WEBER, 1ª Turma, DJe de 23/11/2015; HC 136.397, Rel. Min. TEORI ZAVASCKI, 2ª Turma, DJe de 13/2/2017. Diante do exposto, CONCEDO A LIBERDADE PROVISÓRIA a MAURO CESAR BARBOSA CID (CPF nº 927.781.860-34), mediante a imposição cumulativa das seguintes medidas cautelares: (i) Proibição de ausentar-se da Comarca e recolhimento domiciliar no período noturno e nos finais de semana mediante USO DE TORNOZELEIRA ELETRÔNICA, a ser instalada pela Polícia Federal em Brasília/DF, NOS TERMOS DO INCISO IX DO ART. 319 DO CÓDIGO DE PROCESSO PENAL, com zona de inclusão restrita ao endereço fixo indicado na audiência de custódia; (ii) Obrigação de apresentar-se perante ao Juízo da Execução da Comarca de origem, no prazo de 48 horas e comparecimento semanal, todas as segundas-feiras; (iii) Proibição de ausentar-se do país, com obrigação de realizar a entrega de seus passaportes no Juízo da Execução da Comarca de origem, no prazo de 05 dias; (iv) CANCELAMENTO de todos os passaportes emitidos pela República Federativa do Brasil em nome do investigado, tornando-os sem efeito; (v) SUSPENSÃO IMEDIATA de quaisquer documentos de porte de arma de fogo em nome do investigado, bem como de quaisquer Certificados de Registro para realizar atividades de colecionamento de armas de fogo, tiro desportivo e caça; (vi) Proibição de utilização de redes sociais; (vii) Proibição de comunicar-se com os demais 4 Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
  • 5. PET 10405 / DF investigados da presente PET, do Inq. 4874/DF e PETs conexas, por qualquer meio, inclusive, por intermédio de seus advogados. Estão exceptuados dessa proibição: GABRIELA SANTIAGO RIBEIRO CID (mulher do investigado), BEATRIZ RIBEIRO CID (filha do investigado) e MAURO CESAR LORENA CID (pai do investigado). DETERMINO, ainda, nos termos do artigo 319, VI do Código de Processo Penal, o AFASTAMENTO de MAURO CÉSAR BARBOSA CID do exercício das funções de seu cargo de oficial no Exército, devendo ser comunicado, imediatamente, o Comandante do Exército. O descumprimento de qualquer uma das medidas alternativas implicará na revogação e decretação da prisão, nos termos do art. 312, § 1º, do CPP. A presente decisão servirá de alvará de soltura clausulado em favor de MAURO CÉSAR BARBOSA CID (CPF Nº 927.781.860-34). Servirá também de ofício de apresentação ao Juízo da Execução da respectiva Comarca de Brasília/DF, no prazo de 48 horas. Encaminhe-se cópia desta decisão: a) ao Diretor-Geral da Polícia Federal para cumprimento dos itens (iv) e (v), INCLUSIVE PARA ADOÇÃO DE TODAS AS PROVIDÊNCIAS NECESSÁRIAS PARA OBSTAR A EMISSÃO DE QUAISQUER OUTROS PASSAPORTES EM NOME DO INVESTIGADO; b) ao GENERAL COMANDANTE DO EXÉRCITO para cumprimento do item (v) referente ao certificado de registro para atividades de colecionamento de armas de fogo, tiro desportivo e caça e do item (viii) com relação ao afastamento de suas funções no Exército. O não comparecimento semanal determinado no item (ii) desta 5 Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A
  • 6. PET 10405 / DF decisão deverá ser imediatamente informado pelo Juízo da Execução da Comarca, via malote digital, nos autos desta PET 10.405. Ciência à Procuradoria-Geral da República e à Defesa, inclusive pelos meios eletrônicos. Encaminhem-se cópia desta decisão, pelo malote digital, ao Juízo da Execução da Comarca de Brasília/DF, para conhecimento e acompanhamento. Publique-se. Brasília, 9 de setembro de 2023. Ministro ALEXANDRE DE MORAES Relator Documento assinado digitalmente 6 Documento assinado digitalmente conforme MP n° 2.200-2/2001 de 24/08/2001. O documento pode ser acessado pelo endereço http://www.stf.jus.br/portal/autenticacao/autenticarDocumento.asp sob o código 5322-A24A-8A52-F4D5 e senha F705-6A44-A34C-8D9A