Computação em nuvem

327 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
327
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A questão não é se…. A questão é quandoe como sua empresa vai usar o poder de cloud computing. Institutos como o Gartner e IDC são claros neste ponto: é algo definitivo. O que isto representa? Um momento único na história, um momento de transformação com infinitas possibilidades.
  • Imagine atender à umademanda da área de negóciospraticamente de modoinstântaneo. Imagine poder re-alocarrecursosapós o usoporumadeterminadaárea, para atenderoutranecessidade. Imagine medir a utilização do seu datacenter e poderfazer um rateiojusto de utilização, baseadonasdemandasflutuantes. Imagine poderpagarporrecursoscomputacionais de acordo com o quevocêusa (pay as you go). Tudoisto é cloud computing. Osbenefícios? São claros: economia, emtermos de recursoscomputacionais e processos; flexibilidade, uma TI que se adaptaàssituaçõesinesperadas e mantémsua boa imagem e agilidade, uma TI queentendeque o mundo é dinâmico e estápreparado para isto.* Acrescentarsituaçõesreais da conta, comoporexemplo: lembraaqueleprojetoqueatrasou 90 diasporfalta de hardware? Aquelacampanha de marketing quevocêquerialançar e nãosabiaexatamentequalinfraestruturadimensionar.
  • Computação em nuvem

    1. 1. Computação em Nuvem ou simplesmente Cloud Computing Anderson | Marcos | Jazon | Romildo Equipe:
    2. 2. Transformações na Indústria 5 Mainframe
    3. 3. Mainframe • Nos últimos 40 anos, a computação passou por uma série de transformações. • Nos anos 70 e 80, foi a introdução do mainframe. • Indivíduos não tinham o poder da computação; apenas as grandes corporações precisavam armazenar grandes quantidades de dados. 6 Durante essa época, não existia o conceito de colocar o poder da computação na mesa ou nas aplicações dos funcionários, ou mesmo a ideia de um funcionário usando a tecnologia em casa. "Ágil" não era uma palavra usada para descrever o departamento de TI nesse período.
    4. 4. Transformações na Indústria 7 Mainframe Cliente / Servidor
    5. 5. Cliente / Servidor • 1990 = a revolução dos computadores estava a todo vapor. • As pessoas começaram a ter computadores em casa. E à medida que usavam os computadores em casa, queriam ter a mesma experiência no ambiente de trabalho. • O departamento de TI usava computadores para melhorar o acesso dos funcionários aos dados e torná-los mais produtivos • Aplicativos com componente cliente são desenvolvidos • As empresas também começaram a sentir o aumento dos custos de compra, suporte e manutenção das máquinas grandes. 8 Embora fosse altamente ágil, esse novo método de computação levou a um acúmulo significativo de servidores (inclusive embaixo das mesas!).
    6. 6. Transformações na Indústria 9 Web Cliente / Servidor
    7. 7. Web • No final dos anos 90 e início dos 2000, aumentava a presença da Internet nas empresas e em casa. • Acesso discado à Internet através da AOL, empresas de telecomunicações locais, etc. • Acesso doméstico a ativos de trabalho, como: email, arquivos, ferramentas LOB internas • De 2003 a 2005 as empresas começaram a usar a internet cada vez mais para aumentar suas receitas • Os desenvolvedores deixaram de escrever aplicativos para cliente/servidor e passaram a escrever para a web. 10 Esse bom momento continuou com a mudança do modo como as aplicações eram consumidas. Conforme a linha entre a vida profissional e a pessoal vai ficando cada vez mais borrada, aumenta a pressão sobre o departamento de TI para fornecer acesso às aplicações fora dos limites normais da organização e, por outro lado, dar suporte a uma variedade maior de dispositivos que os usuários corporativos querem usar para se manter produtivos.
    8. 8. Transformações na Indústria 11 Web Virtualização
    9. 9. Virtualização Em seguida, veio a virtualização. Seu valor real para o departamento de TI não foi a transformação, mas a economia decorrente da execução de várias aplicações cliente / servidor / web em uma única caixa física. Ainda estamos entregando e consumindo as mesmas aplicações da época do cliente/servidor e da web, mas ela possibilitou ao departamento de TI um aumento gigantesco da eficiência. Na verdade, a virtualização tem impulsionado a eficiência do departamento de TI há quase dez anos, mudando a tecnologia e criando uma base forte para o que vem a seguir... 12
    10. 10. Transformações na Indústria 13 Virtualização Qual será a próxima transformação?
    11. 11. Transformações na Indústria 14 Qual será a próxima transformação? TI como Serviço
    12. 12. Transformações na Indústria 15 TI como Serviço TI como Serviço
    13. 13. 17 Opções: Controle x Padronização Nuvem Privada (On-Premises) Storage Servers Networking O/S Middleware Virtualization Data Applications Runtime Infraestrutura (as a Service) Storage Servers Networking O/S Middleware Virtualization Data Applications Runtime Outrosgerenciam Vocêgerencia Plataforma (as a Service) Outrosgerenciam Vocêgerencia Storage Servers Networking O/S Middleware Virtualization Applications Runtime Data Software (as a Service) Outrosgerenciam Storage Servers Networking O/S Middleware Virtualization Applications Runtime Data Vocêgerencia
    14. 14. A Próxima Transformação - Computação na Nuvem 18 Agilidade FocoEconomia Elástica Baseada no usoAutoatendimento Recursos em pool
    15. 15. Caminho para a Computação na Nuvem 19 TI como Serviço
    16. 16. Caminho para a Computação na Nuvem 20 Nuvem Pública TI como Serviço
    17. 17. Aprendizado da Nuvem Pública da Microsoft 21 Nuvem Pública
    18. 18. Aprendizado da Nuvem Pública da Microsoft 22 Nuvem Pública
    19. 19. Aprendizado da Nuvem Pública da Microsoft 23 Nuvem Pública Nuvem Privada
    20. 20. Definição da Nuvem Privada 24 É a nuvem dedicada a você. PersonalizávelControle Elástica Baseada no usoAutoatendimento Recursos em pool
    21. 21. E hoje, entrar na nuvem é um questão de tempo Segundo o Gartner, 96% das empresas consideram adotar uma estratégia de computação em nuvem até 2013.* Isso representa um momento de transformação com infinitas possibilidades * Pesquisa realizada na conferência Gartner-Planos de Computação na Nuvem privada – Thomas Bittman , 30/04/2010
    22. 22. Significa colocar seus serviços na nuvem e melhorar os processos de sua empresa  Economia  Flexibilidade  Agilidade
    23. 23. Serviços Microsoft em Nuvem

    ×