Fibras vegetais da amazônia

466 visualizações

Publicada em

Comportamento á compressão de argamassa

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
466
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fibras vegetais da amazônia

  1. 1. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I Comportamento à compressão de argamassas reforçadas com fibras vegetais da Amazônia ANA PAULA BARROS BÁRBARA BRAGA JONES ARAÚJO LUCICLEIDE SILVA RAFAEL PEIXOTO RAYLSON SEBASTIAN MARÇO, 2015
  2. 2. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I A utilização de materiais compósitos na construção civil, como concretos e argamassas reforçados com fibras naturais tem crescido nos últimos anos. A adição de fibras naturais minimiza o comportamento frágil característico do concreto, o qual passa a apresentar residual a esforços mesmo após sua fissuração. INTRODUÇÃO
  3. 3. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I - Fibras naturais: Curauá Juta Sisal MATERIAIS
  4. 4. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I - Argamassa (Cimento Portland CPII-F-32), marca Maua; - Areia natural; - Água. MATERIAIS
  5. 5. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I - Foram abordados 6 corpos-de-corpo com argamassa e frações volumétricas de 2% e 3%. MÉTODO EXPERIMENTAL
  6. 6. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I Foram colocados extensômetros elétricos nas metades dos corpo-de-prova, nas direções longitudinal e transversal, para medida das deformações nessas duas medidas. ENSAIOS DE COMPRESSÃO
  7. 7. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I Esquema ENSAIOS DE COMPRESSÃO
  8. 8. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I • Com os resultados de ensaios à compressão através dos valores de carga e deformação obtidos experimentalmente, traçaram-se os gráficos de tensão – deformação possibilitando a relação construtiva à compressão dos compósitos com as fibras de curauá, juta e sisal. RESULTADOS
  9. 9. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I • Com a mistura o composto obteve um ganho notável na capacidade de deformação da argamassa, tendo sua resistência alcançado 92,4% com a fibra de curauá e já com as fibras de sisal e juta sua resistência caiu significadamente para 22% , logo a fibra de curauá apresentou melhor performance nos ensaios. RESULTADOS
  10. 10. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I • Comparado com o que Petrucei (1978) forneceu, que é de 73,5Mpa como valor característico da resistência a compressão do cimento – amianto a argamassa e fibra vegetal são muito aquém em relação ao cimento – amianto. RESULTADOS
  11. 11. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I Conforme os resultados obtidos na presente pesquisa é possível concluir que a fibra vegetal Curauá apresentou todas as propriedades físicas e mecânicas dentro da faixa relatada na literatura, mostrando-se adequada para ser utilizada em materiais compósitos poliméricos, assim como em outras aplicações. CONCLUSÃO
  12. 12. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I • NORMAS TÉCNICAS - ABNT 1982 - NBR 7251- Agregado em estado solto - Determinação da massa unitária. • NORMAS TÉCNICAS - ABNT 1987 - NBR 9776 - Agregados – Determinação da massa específica de agregados miúdos por meio do frasco de Chapman. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  13. 13. SEMINÁRIO DE TÓPICOS ESPECIAIS INTEGRADORES I • NORMAS TÉCNICAS - ABNT 1987 - NBR 7217 - Agregados – Determinação da composição granulométrica. • FERRI, M. G. Plantas produtoras de fibras. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária Ltda, 1976. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

×