Vívian Felício Salema
Vassouras, 2014
Efeito da Crochetagem intercostal na mecânica ventilatória de
crianças respiradoras ...
RespiraçãoRespiração Condução do ar pelo
organismo até os pulmões
Condução do ar pelo
organismo até os pulmões
Aquecimento...
Respiração OralRespiração Oral
Estudos epidomiológicos
apontam: 56,8% e 55,2%
(Felcar et al, 2010; Menezes et al, 2007)
an...
Respiração oralRespiração oral Curta e fácilCurta e fácil
Ritmo respiratórioRitmo respiratório
Atrofia
funcional
respirató...
CrochetagemCrochetagem
Kurt Ekman
Fibrose Aderências
Traumatismo
Posturas viciosas
Doenças
(REMEDY, et al., 2008;
NASCIMEN...
Investigar os efeitos da Crochetagem aplicada nos músculos
intercostais sobre a mecânica ventilatória de respiradores orai...
Antes
Aprovado pelo CEP-USS
704.008
11 de Junho de 2014.
Crianças
(n=5; 6 à 13 anos)
3 sexo
masculino
2 sexo
feminino
Mate...
Materiais e métodos
A
DC
B
Análise estatísticaAnálise estatística
Equipamentos (A) necessários para realização do estudo. (B) Peak Flow (Respironics ...
Resultados
Test t de Student *p<0.05
Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre o Volume Corrente (VC) em crianças ...
Resultados
Test t de Student *p<0.05
Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre o Volume Minuto (VM) em crianças
re...
Resultados
Test t de Student *p<0.05
Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre a Pressão inspiratória máxima (Pima...
Resultados
Test t de Student *p<0.05
Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre a Pressão expiratória máxima (Pemax...
Resultados
Test t de Student *p<0.05
Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre a Pico de Fluxo Expiratório (PFE) e...
VM = VC x FR
(AZEREDO, 2000)
Discussão
Volume corrente
Ciclo respiratório
Frequência
respiratória
Volumes
correntes
pequen...
VM = VC x FR
(AZEREDO, 2000)
Discussão
VC
Volume Minuto
FR
Crochetagem
Induziu ao VM
Músculo Alongado
Tensão
(Emmerich, 20...
Discussão
PeMax
Força muscular
expiratória
Crochetagem
PFE
Estudos Ø Fisioterapia
respiratória
Não mostram
melhora no PFE
...
Discussão
Pimax
Crochetagem
PeMax
PeMax
Musculos
expiratórios
As pressões máximas geradas por um
músculo refletem sua forç...
Nossos achados mostraram que depois da crochetagem intercostal houve um
aumento do volume corrente, do pico de fluxo expir...
Obrigada!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Efeito da Crochetagem intercostal na mecânica ventilatória de crianças respiradoras orais

341 visualizações

Publicada em

Efeito da Crochetagem intercostal na mecânica ventilatória de crianças respiradoras orais

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
341
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Efeito da Crochetagem intercostal na mecânica ventilatória de crianças respiradoras orais

  1. 1. Vívian Felício Salema Vassouras, 2014 Efeito da Crochetagem intercostal na mecânica ventilatória de crianças respiradoras orais UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA LABORATÓRIO DE BIOMORFOLOGIA E PATOLOGIA EXPERIMENTAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CROCHETAGEM Orientação Prof. MSc. Marco Aurélio dos Santos Silva
  2. 2. RespiraçãoRespiração Condução do ar pelo organismo até os pulmões Condução do ar pelo organismo até os pulmões Aquecimento, filtração, umidificação Aquecimento, filtração, umidificação (Menezes et al., 2009) (Stokes, 1996; Krakauer, 2000) / Oliveira, 2001; Felcar et al, 2010; Emerson, 1993; Saffer, 1995) ObstáculoObstáculo Vias aéreas superioresVias aéreas superiores (Stokes, 1996; Krakauer, 2000) / Oliveira, 2001; Felcar et al, 2010; Emerson, 1993; Saffer, 1995) Respiração oralRespiração oral (Cunha et al, 2011; Stokes, 1996; Vig, 1985) Introdução
  3. 3. Respiração OralRespiração Oral Estudos epidomiológicos apontam: 56,8% e 55,2% (Felcar et al, 2010; Menezes et al, 2007) anatômicasanatômicas funcionaisfuncionaiscorporaiscorporais intelectual e psicológica (Menezes et al, 2009) CaracterísticasCaracterísticas Introdução
  4. 4. Respiração oralRespiração oral Curta e fácilCurta e fácil Ritmo respiratórioRitmo respiratório Atrofia funcional respiratória Flacidez e protrusão abdominal Prejuízo da expansão torácica e da ventilação alvéolo pulmonar Diminuição da força muscular respiratória Redução da oxigenação (Cardozo, 2004; Barbiero, et al., 2002) Introdução
  5. 5. CrochetagemCrochetagem Kurt Ekman Fibrose Aderências Traumatismo Posturas viciosas Doenças (REMEDY, et al., 2008; NASCIMENTO, et al., 2007) Fisioterapia Respiratória Reexpansão pulmonar Realinhamento das fibras musculares Aumento do volume de ar Estabelecer mecânica cinesiofuncional Prevenção e tratamento de doenças respiratórias Introdução (Felcar, et al., 2010)
  6. 6. Investigar os efeitos da Crochetagem aplicada nos músculos intercostais sobre a mecânica ventilatória de respiradores orais. Objetivo
  7. 7. Antes Aprovado pelo CEP-USS 704.008 11 de Junho de 2014. Crianças (n=5; 6 à 13 anos) 3 sexo masculino 2 sexo feminino Materiais e métodos Avaliação da mecânica ventilatória Crochetagem Depois
  8. 8. Materiais e métodos A DC B
  9. 9. Análise estatísticaAnálise estatística Equipamentos (A) necessários para realização do estudo. (B) Peak Flow (Respironics Healthscan Products INC. 60 a 880l/min) ; (C) Ventilômetro (Wright Mark 8® Analogical ventilometer) e (D) Manovacuômetro (Bourdon® manometer scale ® Maximum +150 cmH2O positive, negative scale up to -150 cmH2O). Materiais e métodos A normalidade de todos os dados foi testada por meio do teste de Kolmogorv-Smirnov. Os dados foram expressos em média ± erro-padrão da média. As análises dos dados foram realizadas pelo teste de teste t de student, em que foram considerados estatisticamente significativos valores de p<0.05. O software GraphPad InStat foi usado para análise da performance estatística (GraphPad InStat version 3.00 for Windows 95, GraphPad Software Inc.; San Diego, CA, USA).
  10. 10. Resultados Test t de Student *p<0.05 Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre o Volume Corrente (VC) em crianças respiradoras orais. Coluna vazia - Antes; Coluna preenchida - Depois. Os valores são expressos em média ± erro padrão da média e analisados pelo teste t de Student (p<0.05). O símbolo na figura significa *p<0,05.
  11. 11. Resultados Test t de Student *p<0.05 Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre o Volume Minuto (VM) em crianças respiradoras orais. Coluna vazia - Antes; Coluna preenchida - Depois. Os valores são expressos em média ± erro padrão da média e analisados pelo teste t de Student (p<0.05).
  12. 12. Resultados Test t de Student *p<0.05 Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre a Pressão inspiratória máxima (Pimax) em crianças respiradoras orais. Coluna vazia - Antes; Coluna preenchida - Depois. Os valores são expressos em média ± erro padrão da média e analisados pelo teste t de Student (p<0.05).
  13. 13. Resultados Test t de Student *p<0.05 Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre a Pressão expiratória máxima (Pemax) em crianças respiradoras orais. Coluna vazia - Antes; Coluna preenchida - Depois. Os valores são expressos em média ± erro padrão da média e analisados pelo teste t de Student (p<0.05). O símbolo na figura significa *p<0,05.
  14. 14. Resultados Test t de Student *p<0.05 Figura 1: Efeito da Crochetagem intercostal sobre a Pico de Fluxo Expiratório (PFE) em crianças respiradoras orais. Coluna vazia - Antes; Coluna preenchida - Depois. Os valores são expressos em média ± erro padrão da média e analisados pelo teste t de Student (p<0.05). O símbolo na figura significa *p<0,05.
  15. 15. VM = VC x FR (AZEREDO, 2000) Discussão Volume corrente Ciclo respiratório Frequência respiratória Volumes correntes pequenos Volume minuto adequado repouso (Piva; Garcia; Santana; Barreto, 1998) (FISHMAN, 1992) Crochetagem VC Esforço ventilatório
  16. 16. VM = VC x FR (AZEREDO, 2000) Discussão VC Volume Minuto FR Crochetagem Induziu ao VM Músculo Alongado Tensão (Emmerich, 2001) (Emmerich, 2001) Volume de ar Não aumento da FR
  17. 17. Discussão PeMax Força muscular expiratória Crochetagem PFE Estudos Ø Fisioterapia respiratória Não mostram melhora no PFE (Lima; Lima; Nobre; Santos; Brito; Costa, 2008)
  18. 18. Discussão Pimax Crochetagem PeMax PeMax Musculos expiratórios As pressões máximas geradas por um músculo refletem sua força (VASCONCELLOS, 2007; Derenne, 1978) (VASCONCELLOS, 2007; Derenne, 1978) VM VC Não houve aumento da Pimax Caixa torácica Mecânica respiratória Forças musculares da inspiração
  19. 19. Nossos achados mostraram que depois da crochetagem intercostal houve um aumento do volume corrente, do pico de fluxo expiratório e da pressão expiratória máxima associada manutenção da frequência respiratória, volume minuto e pressão inspiratória máxima. O que nos induz a sugerir que a Crochetagem proporcionou maior conforto respiratório para as crianças respiradoras orais. Conclusão
  20. 20. Obrigada!

×