Resultados ais da avaliação segundo os alunosger

471 visualizações

Publicada em

Relatório final da avaliação institucional, segundo a percepção dos alunos.

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
471
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resultados ais da avaliação segundo os alunosger

  1. 1. Relatório da AvaliaçãoInstitucional: Segundo os Discentes 2011
  2. 2. Faculdade de Tecnologia de São Bernardo do Campo – FATEC SBC Diretor da Fatec SBC: Prof. Dr. Leandro Zeidan Toquetti Coordenadores de curso: Informática para Negócios: Prof. Edmilson de Souza Carvalho Automação Industrial: Prof. Cláudio César José dos Santos Elaboração e coordenação da avaliação Claudemir Martins da Silva Colaboração e tabulação dos dados: Renato Cesar Parolin Edvânia Tavares Eliacy Freitas da Silva Vanessa Lupianhez Elaboração e diagramação do Relatório Final Claudemir Martins da Silva Junho 2011 2
  3. 3. 3. Resultados gerais Avaliação Alunos Grupo I: Perfil dos alunos FATEC SBC Respondente por Curso Gênero dos respondentes Feminino automação 23% 44% informática 56% Masculino 77%Faixa etária alunos FATEC SBC Respondente por Semestre 1% 1 sem 13% 19% 5% menos de 20 2 sem anos 3 sem 23% entre 20 a 28 21% 17% 4 sem entre 30 a 38 5 sem 71% entre 40 a 49 12% 6 sem 18% mais de 50 3
  4. 4. Formação escolar Região de origem 0% 0% Santo André Diadema 6% ensino médio 22% S. C. do Sul público ensino médio Mauá 47% privado 47% 35% São Paulo ensino médio 11% técnico Ribeirão Pires graduado 2% S. B. do Campo 14% 3% R. G. da Serra 12% pós-graduado 1% Outros Tempo de FATEC Período de estudo 3% 23%32% 36% manhã menos de 1 ano tarde 1 ano a 2 anos 56% noite 2 anos a 4 anos 21% 29% 4 anos a 6 anos 4
  5. 5. Grupo II: Avaliação dos Cursos Articulação das disciplinas no curso Conhece a proposta pedagógica do curso 4% 1% 4% 1-péssimo não 11% 2-ruim 17% 3-regular 31% 4-bom 5-ótimo sim 49% 83% ?-sem opinião Matriz curricular do curso Projeto Pedagógico do Curso 2% 1% 3% 5% 1% 3% 1-péssimo 1-péssimo 15% 2-ruim 2-ruim 16% 29% 30% 3-regular 3-regular 4-bom 4-bom 5-ótimo 5-ótimo 50% 45% ?-sem opinião ?-sem opiniãoRelação curso mercado de trabalho Satisfação com o curso escolhido 2% 2% 3% 1% 1% 4% 1-péssimo 1-péssimo 2-ruim 2-ruim 19% 29% 27% 3-regular 3-regular 21% 4-bom 4-bom 5-ótimo 5-ótimo ?-sem opinião 45% ?-sem opinião 46% 5
  6. 6. Avaliação Geral dos Professores, segundo os alunos 4% 6% 16% 39% 1-péssimo 2-ruim 3-regular 4-bom 5-ótimo 35%Cada professor recebeu sua avaliação individual com os conceitos e comentários registrados pelos alunos na pesquisa. 6
  7. 7. Prezado (a) Professor (a), O senhor (a) está recebendo o resultado da Avaliação Docente realizada na FATEC SBC, no dia 05/05/2011. Como informado durante o semestre, a participação do alunado nesse processo foi totalmente espontânea, e consideramos representativas as turmas cuja participação foi superior a 30%.Modelo de relatório entregue para os professores Sendo assim, no ato da pesquisa, foi solicitado ao aluno que atribuísse uma nota, numa escala de 1 a 5, a doze aspectos que a Faculdade considera fundamentais na prática docente. Para cada item da escala, atribuímos os seguintes conceitos: 1 Péssimo, 2 Ruim, 3 Regular, 4 Bom e 5 Ótimo e, caso o aluno não quisesse se manifestar, ele poderia responder Sem Opinião. Para gerar o relatório que segue, consideramos apenas as notas numéricas distribuídas nos conceitos, descartando o item Sem Opinião para que não interferisse em sua média final. Para calcular as médias, utilizamos a aritmética simples, pois consideramos a Avaliação Docente como exploratória, dedutiva e indicial, cabendo aos docentes e coordenadores promoverem as inferências cabíveis. Todos os dados foram tratados em Acess e Excel. Veja a fórmula utilizada: =((1*F7)+(2*G7)+(3*H7)+(4*I7)+(5*J7))/K7. No entanto, para não tornar a avaliação inteiramente tecnicista e pragmática, disponibilizamos uma questão aberta para que o aluno pudesse manifestar suas percepções sobre os procedimentos, posturas, critérios e metodologias desenvolvidos em sala de aula pelos professores do curso. Após finalizar a fase de coleta de dados, todos os comentários registrados pelos alunos foram compilados e encontram-se no final desse relatório. Destarte, sugerimos que todos os resultados, quantitativo e qualitativo, sejam cuidadosamente analisados e, se possível, discutidos posteriormente com o coordenador do curso, a fim de, juntos, definirem estratégias de socialização de práticas exitosas ou estratégias de melhorias. Agradecemos sua atenção e, honestamente, esperamos ter contribuído para seu crescimento profissional. 7
  8. 8. Grupo III: Avaliação da infraestrutura da FATEC SBC Área de convivência Audiovisual 1% 0% 1% 4% 1-péssimo 9% 5% 20% 1-péssimo 2-ruim 2-ruim 31% 3-regular 3-regular 31% 4-bom 30% 4-bom 5-ótimo 36% 5-ótimo ?-sem opinião ?-sem opinião 32% Banheiros Corredores 1% 2% 0% 1% 3% 7% 1-péssimo 15% 1-péssimo28% 2-ruim 31% 2-ruim 23% 3-regular 3-regular 4-bom 4-bom 5-ótimo 5-ótimo 50% 39% ?-sem opinião ?-sem opinião Estacionamento Infraestrutura tecnológica 1% 1% 1-péssimo 5% 4% 1-péssimo 14% 8% 2-ruim 2-ruim 24%24% 3-regular 3-regular 23% 4-bom 4-bom 5-ótimo 5-ótimo 36% 24% ?-sem opinião ?-sem opinião 36% 8
  9. 9. Salas de aulas - Portarias iluminação, conforto, ventilação 1% 1% 1% 6% 8% 15% 9% 1-péssimo 1-péssimo 19% 2-ruim 2-ruim 26% 3-regular 3-regular 4-bom 4-bom33% 36% 5-ótimo 5-ótimo 45% ?-sem opinião ?-sem opinião Grupo IV: Avaliação do Atendimento aos Alunos Salas dos professores FATEC Junior 2% 3% 1-péssimo 1-péssimo 14% 24% 2-ruim 2-ruim 30% 27% 14% 3-regular 3-regular 4-bom 14% 4-bom 3% 5-ótimo 11% 5-ótimo 40% 18% ?-sem opinião ?-sem opinião 9
  10. 10. Coordenação de curso Secretaria Geral 3% 2% 4% 2% 1% 2% 1-péssimo 1-péssimo 2-ruim 18% 20% 31% 2-ruim32% 3-regular 3-regular 4-bom 4-bom 5-ótimo 46% 5-ótimo 39% ?-sem opinião ?-sem opinião Diretoria 3% 4% 14% 1-péssimo 22% 2-ruim 18% 3-regular 4-bom 5-ótimo ?-sem opinião 39% 10
  11. 11. Grupo V: Formas de ComunicaçãoSite da FATEC SBC Blog da FATEC SBC 4% 1-péssimo 1-péssimo 7% 11% 2-ruim 2-ruim 24% 32% 10% 13% 3-regular 3-regular 4-bom 4-bom 24% 23% 31% 5-ótimo 5-ótimo 4% 17% ?-sem opinião ?-sem opinião Mural corredores Mural sala de aula 0% 1% 1% 1-péssimo 6% 8% 1-péssimo 16% 2-ruim 2-ruim 38% 29% 3-regular 3-regular 28% 4-bom 4-bom 5-ótimo 5-ótimo 48% 6% 19% ?-sem opinião ?-sem opinião Serviços de Internet Comunicação Visual da FATEC SBC 7% 12% 1-péssimo 1 7% 1-péssimo 9% 12% 2-ruim 2 9% 2-ruim 12% 3-regular 3 12% 3-regular 4-bom 4 4-bom28% 28% 5-ótimo 5-ótimo 5 32% ?-sem opinião ?-sem opinião ? 32% 11
  12. 12. Críticas, sugestões ou observações sobre os grupo II, III e IV.Diretoria: 11 alunos sugeriram uma maior interação entre o corpo discente e a diretoria.Muitos alegam sequer conhecer o diretor.FATEC Júnior: 15 alunos criticaram a situação de inatividade da empresa júnior.Grade Curricular: 13 alunos julgam necessário alteração na grade curricular do curso.Ênfase em Informática: 9 alunos consideram que o curso deveria ter mais ênfase na área deInformática.Incentivo em Projetos: 3 alunos sugeriram maior incentivo para realização de projetos.Biblioteca: 3 alunos destacaram a falta de uma biblioteca própria da Fatec.Secretaria: 3 alunos criticaram o atendimento da secretaria e sugeriram melhorias.Abrangência do curso: 2 alunos consideram o curso muito abrangente.Aulas práticas: 2 alunos acreditam que há necessidade de mais aulas práticas.Eventos: 2 alunos julgam necessário mais eventos realizados pela FaculdadeCoordenador: 2 alunos consideram que o coordenador do curso de Informática é ótimo.Cursos extracurriculares: 2 alunos sugeriram o oferecimento de cursos extracurriculares.Problemas com Infraestrutura (goteiras) 2 alunos criticaram a infraestrutura de salas como a (goteiras):presença de goteiras, por exemplo exemplo.Projeto Pedagógico: 1 aluno acredita existir um desvio na execução do projeto pedagógico docurso.Área de convivência: 1 aluno sugeriu a criação de uma área destinada para convivência.Uso dos Laboratórios: 1 aluno destacou a necessidade da liberação do uso dos laboratóriosem horários determinados.Recursos Tecnológicos: 1 aluno sugeriu um melhor aproveitamento dos recursos tecnológicospara excelência da Faculdade. 12
  13. 13. Potencialidades Fragilidades Sugestões de melhorias 13
  14. 14. Considerações finaisEmbora a pesquisa seja indicial e não conclusiva, com a leitura dos gráficos épossível desenvolver uma visão panorâmica acerca dos mecanismosavaliativos que norteiam o ensino superior brasileiro, bem como ter uma visãoclara dos índices de satisfação dos alunos em relação a:cursos, serviços, professores, infraestrutura e atendimento.Permite também observar que a FATEC SBC é um terreno fértil para instituirum processo de avaliação institucional permanente, pois sua comunidadeacadêmica demonstrou um alto grau de envolvimento nas questõespertinentes a realidade da faculdade.A função desse relatório é subsidiar os avaliados e os avaliadores, cominformações pertinentes e fidedignas, para provocar a mobilização dacomunidade acadêmica na busca da melhoria contínua e convergir com ospressupostos dos sistemas avaliativos que a FATEC SBC é submetidaregularmente, seja para credenciamento ou recredenciamento de cursos oupelo Centro Paula Souza (SAI) (SAI).Notadamente imprimir a cultura avaliativa em uma instituição de ensino não éuma tarefa fácil, porém não devemos medir esforços para suaimplantação, uma vez que a Avaliação Institucional tem a prerrogativa máximade ser TRANSFORMADORA TRANSFORMADORA.Sabemos que fazer essa transposição não é uma tarefa simples, é mais do queisto, é uma transformação de mentalidade e postura profissional de todos osenvolvidos, pois significa assumir publicamente suas intenções, reafirmarvalores e fazer eco dos anseios da comunidade acadêmica. 14
  15. 15. ReferênciasBRASIL, Comissão Especial de Avaliação (CEA). Sistema nacional de avaliação daeducação superior: Bases para uma nova proposta de avaliação da educaçãosuperior. 2003. Disponível em:<http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/sinaes br/arquivos/pdf/sinaes.pdf.> acesso em 20 Agosto 2009.______, MEC / Inep. Lei nº. 10.861, de 14/04/2004, DOU Nº 72, 15/4/2004,SEÇÃO 1, P.3 -4. Disponível em:<http://www.planalto.gov gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006 /2004/Lei/L10.861.html.>. acesso em: 20 Março 2009. .CAVALIERI, Adriane; MACEDO MACEDO-SOARES, T. Diana L. V. A; THIOLLENT, Michel.Avaliando o Desempenho da Universidade. São Paulo: Loyola, 2004.CONAES. Diretrizes para a Avaliação das Instituições de Educação Superior.2004. Disponível em: <http www.portal.mec.gov.br/arquivos/>. acesso em: 20 http//:maio 2010.CHAUÍ, Marilena. Escritos sobre a universidade. São Paulo: Ed. Unesp, 2001.DEMO, Pedro. Universidade, Aprendizagem e Avaliação: HorizontesReconstrutivos. Porto Alegre Ed. Mediação, 2005. Alegre:DIAS SOBRINHO; José; BALZAN, Newton Cesar (orgs.). Avaliação Institucional:teoria e experiências. - 4ª ed. - São Paulo: Cortez, 2008. ªDIAS SOBRINHO, José; RISTOFF, Dilvo. (org.). Universidade Desconstruída:Avaliação Institucional e Resistência. Florianópolis: Insular, 2000.________________________________________ Avaliação Democrática: Para________________________________________.uma Universidade Cidadã Florianópolis: Insular, 2002. Cidadã.DIAS SOBRINHO, José. Avaliação da Educação Superior. Petropólis: Vozes, 2000.____________________. Universidade e Avaliação: entre a ética e o mercado. .Florianópolis: Insular, 2002 2002. 15
  16. 16. ____________________. Avaliação: Políticas Educacionais e Reformas daEducação Superior. São Paulo Cortez, 2003. Paulo:____________________. Avaliação ética e política em função da educação comodireito público ou como mercadoria? Educação & Sociedade. Campinas, v. 25, n. mercadoria?.88, p. 703-725, 703 2004. disponível em:<www.scielo.br/pdf/es/v2525n88/a04v2588.pdf>. acesso: 23 maio 2010.FERNANDES, Cleoni Maria Barboza; GRILLO, Marlene. Educação Superior:Travessias e Atravessamentos Canoas: Ulbra, 2001. Atravessamentos.GADOTTI, Moacir. Avaliação institucional: Necessidade e condições para a suarealização. São Paulo, 2009: Disponível em:<http://www.paulofreire.org/pub/Institu/SubInstitucional org/pub/Institu/SubInstitucional1203023491It003Ps002/Avali_Institucional.pdf>. Acesso em: 10 outubro 2010.ROUCHY, Jean Claude; DESROCHE, Monique Soula: Instituição e Mudança:Processo Psíquico e organização São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005. organização.SANCHES. Raquel Cristina Ferraroni Avaliação Institucional. Curitiba: IESDE Brasil Ferraroni.S.A., 2009.SILVA, Claudemir Martins. Panorama Comunicacional da Avaliação Institucional .nas IES do ABC Paulista. São Caetano do Sul: Universidade Municipal de SãoCaetano do Sul – USCS, 2010 131p. 2010.SOUSA, Clarilza Prado de ; MARCONDES, Anamérica Prado ; ACOSTA, SandraFerreira. Auto-avaliação Institucional : Uma Discussão em Processo. Estudos emAvaliação Educacional, São Paulo: v. 19, n. 39, p. 29-48, jan./abr., 2008.Disponível em: <http:// www www.inep.gov.br/pesquisa>. acesso em: 01 Abril 2010.UNIVERSIDADE DO GRANDE ABC. Relatório final da Avaliação InstitucionalUNIABC 2009. Santo André, SP, 2010. Disponível em: <http://www.IES.br/sítio/downloads/cpa/relat_cpa_ /relat_cpa_2008_3.pdf.pdf> . acesso em: 20 março 2010. 16

×