O aquecimento global e a influência na qualidade dos vinhos

113 visualizações

Publicada em

Desde a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, realizada em Estocolmo, na Suécia em 1972, aquecimento global e as mudanças climáticas têm sido pautas mundiais. A discussão sobre as questões ambientais afetam todos os processos de produção e, de acordo com estudos recentes, as mudanças de temperatura e dos níveis climáticos ao redor do mundo podem fazer com que os vinhos percam a qualidade tradicional. É o que aponta um artigo publicado no site australiano The Conversation, de autoria de Douglas Bardsley, professor sênior de geografia, meio-ambiente e populações, da Universidade de Adelaide. Segundo o autor, o Vale McLaren, na Austrália, já sofre com as temperaturas extremas e a queda no nível de pluviosidade (quantidade de chuvas).

“As ondas de calor estão queimando as uvas do Vale McLaren, isso deve piorar e os verões serão menos confortáveis para todos. Verões secos aumentam as chances de incêndios na periferia de nossas cidades na mesma medida que limitam a complexidade dos sabores dos nossos vinhos”, afirmou o docente, sendo complementado por Lee Hannaj, pes­quisador sênior na área de mudanças climáticas em biologia na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. Segundo Lee, 80% das terras francesas, italianas e espanholas, atualmente utilizadas para a produção da bebida, serão consideradas impróprias até meados deste século, dando lugar a locais mais próximos aos pólos.

“As regiões que têm as condições mais adequadas para determinadas variedades de uvas, como a pinot noir e a chardonnay, devem mudar. Esperávamos ver mudanças significativas com as pesquisas, só não imaginamos que seriam tão significativas assim”, concluiu.

Publicada em: Alimentos
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
113
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O aquecimento global e a influência na qualidade dos vinhos

  1. 1. Ettore Reginaldo Tedeschi O aquecimento global e a influência na qualidade dos vinhos
  2. 2. Desde a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, realizada em Estocolmo, na Suécia em 1972, aquecimento global e as mudanças climáticas têm sido pautas mundiais. A discussão sobre as questões ambientais afetam todos os processos de produção e, de acordo com estudos recentes, as mudanças de temperatura e dos níveis climáticos ao redor do mundo podem fazer com que os vinhos percam a qualidade tradicional.
  3. 3. É o que aponta um artigo publicado no site australiano The Conversation, de autoria de Douglas Bardsley, professor sênior de geografia, meio-ambiente e populações, da Universidade de Adelaide. Segundo o autor, o Vale McLaren, na Austrália, já sofre com as temperaturas extremas e a queda no nível de pluviosidade (quantidade de chuvas).
  4. 4. “As ondas de calor estão queimando as uvas do Vale McLaren, isso deve piorar e os verões serão menos confortáveis para todos. Verões secos aumentam as chances de incêndios na periferia de nossas cidades na mesma medida que limitam a complexidade dos sabores dos nossos vinhos”, afirmou o docente, sendo complementado por Lee Hannaj, pesquisador sênior na área de mudanças climáticas em biologia na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.
  5. 5. Segundo Lee, 80% das terras francesas, italianas e espanholas, atualmente utilizadas para a produção da bebida, serão consideradas impróprias até meados deste século, dando lugar a locais mais próximos aos pólos.
  6. 6. “As regiões que têm as condições mais adequadas para determinadas variedades de uvas, como a pinot noir e a chardonnay, devem mudar. Esperávamos ver mudanças significativas com as pesquisas, só não imaginamos que seriam tão significativas assim”, concluiu.

×