Ettore Reginaldo Tedeschi
Conheça o projeto "Wine to eat" que leva
o sabor do vinho a iguarias como caviar
A Sapientia Romanade, empresa com sede em Chaves, distrito de
Vila Real, em Portugal, acaba de revolucionar o universo
gas...
“Reduzimos o álcool do vinho, fazemos uma pequena adição de
açúcar, adicionamos ingredientes, neste caso enriquecemos com
...
"O objetivo do projeto é gerar novas experiências aos
consumidores que procuram novas sensações gustativas”,
concluiu, com...
Conheça o projeto "Wine to eat" que leva o sabor do vinho a iguarias como caviar
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conheça o projeto "Wine to eat" que leva o sabor do vinho a iguarias como caviar

179 visualizações

Publicada em

A Sapientia Romanade, empresa com sede em Chaves, distrito de Vila Real, em Portugal, acaba de revolucionar o universo gastronômico enológico ao desenvolver comidas de sucesso à base de vinho. Trata-se do projeto Wine to Eat, ou vinho para comer, em livre tradução, todos eles produzidos pelo Chef Antonio Maurittti, sob técnicas avançadas da cozinha molecular. A lista de alimentos que se misturaram à bebida conta com caviar, passando por geleias e até trufas de chocolate, produzidos com vinho do Porto em seus ingredientes, além de moscatel e vinhos de castas, por exemplo, pinot noir e chadornnay.


“Reduzimos o álcool do vinho, fazemos uma pequena adição de açúcar, adicionamos ingredientes, neste caso enriquecemos com cálcio e fazemos submergir num banho com gelificante. Quando as gotas caem dentro desse banho faz uma membrana de uma geleia muito fina que encapsula lá dentro o vinho. Ficamos com uma bolinha com vinho lá dentro para degustarmos", contou o coordenador do projeto e representante da empresa, Ricardo Correia, complementando a ambição para seus consumidores.

"O objetivo do projeto é gerar novas experiências aos consumidores que procuram novas sensações gustativas”, concluiu, complementando a descrição do site oficial do projeto Wine To Eat, que aponta que "o vinho é uma das coisas mais civilizadas do mundo, e oferece uma gama maior de fruição e apreciação do que, possivelmente, qualquer outra coisa puramente sensorial". Sem ainda previsão de chegada ao grande mercado brasileiro, o Wine to Eat vem fazendo sucesso na Europa.

Publicada em: Alimentos
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conheça o projeto "Wine to eat" que leva o sabor do vinho a iguarias como caviar

  1. 1. Ettore Reginaldo Tedeschi Conheça o projeto "Wine to eat" que leva o sabor do vinho a iguarias como caviar
  2. 2. A Sapientia Romanade, empresa com sede em Chaves, distrito de Vila Real, em Portugal, acaba de revolucionar o universo gastronômico enológico ao desenvolver comidas de sucesso à base de vinho. Trata-se do projeto Wine to Eat, ou vinho para comer, em livre tradução, todos eles produzidos pelo Chef Antonio Maurittti, sob técnicas avançadas da cozinha molecular. A lista de alimentos que se misturaram à bebida conta com caviar, passando por geleias e até trufas de chocolate, produzidos com vinho do Porto em seus ingredientes, além de moscatel e vinhos de castas, por exemplo, pinot noir e chadornnay.
  3. 3. “Reduzimos o álcool do vinho, fazemos uma pequena adição de açúcar, adicionamos ingredientes, neste caso enriquecemos com cálcio e fazemos submergir num banho com gelificante. Quando as gotas caem dentro desse banho faz uma membrana de uma geleia muito fina que encapsula lá dentro o vinho. Ficamos com uma bolinha com vinho lá dentro para degustarmos", contou o coordenador do projeto e representante da empresa, Ricardo Correia, complementando a ambição para seus consumidores.
  4. 4. "O objetivo do projeto é gerar novas experiências aos consumidores que procuram novas sensações gustativas”, concluiu, complementando a descrição do site oficial do projeto Wine To Eat, que aponta que "o vinho é uma das coisas mais civilizadas do mundo, e oferece uma gama maior de fruição e apreciação do que, possivelmente, qualquer outra coisa puramente sensorial". Sem ainda previsão de chegada ao grande mercado brasileiro, o Wine to Eat vem fazendo sucesso na Europa.

×