A história das aboboras

459 visualizações

Publicada em

Adelaide Barbosa, Agrupamento de Escolas de Alpendorada

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
459
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
151
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A história das aboboras

  1. 1. Seis abóboras pequeninas, juntinhas em cima da cerca estavam. Sorrindo e cantando, a noite das bruxas festejavam. Prometeram a si mesmas que com nada se assustavam! Mas nisso elas se enganavam!
  2. 2. Seis abóboras pequeninas, juntinhas em cima da cerca estavam. Sorrindo e cantando, a noite das bruxas festejavam. Passou um morcego e pôs-se a farfalhar: Nhinco..nhinco…nhinco! Caiu uma e ficaram cinco!
  3. 3. Cinco abóboras pequeninas, juntinhas em cima da cerca estavam. Sorrindo e cantando, a noite das bruxas festejavam. Passou um fantasma e pôs-se a gritar: carrapato…carrapato! Uma caiu e ficaram só quatro.
  4. 4. Quatro abóboras pequeninas, juntinhas em cima da cerca estavam. Sorrindo e cantando, a noite das bruxas festejavam. Passou uma bruxa a gritar: carrapatez…carrapatez! Uma caiu e ficaram só três.
  5. 5. Três abóboras pequeninas, juntinhas em cima da cerca estavam. Sorrindo e cantando, a noite das bruxas festejavam. Chegou o Drácula e pôs-se a gritar: Úhas…Úhas…Úhas! Uma caiu e ficaram duas.
  6. 6. Duas abóboras pequeninas, juntinhas em cima da cerca estavam. Sorrindo e cantando, a noite das bruxas festejavam. Chegou uma Múmia a mumiar e uma abóbora fugiu a saltar… Só uma conseguiu ficar.
  7. 7. Uma abóbora pequenina em cima da cerca estava. A sorrir e a cantar, a noite das bruxas estava a festejar. Chegaram as crianças a correr e a saltar, a última abóbora caiu... E não restou mais nenhuma para contar.

×