15 março - Consumidor

224 visualizações

Publicada em

Dia Mundial dos Direitos do Consumidor

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
224
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

15 março - Consumidor

  1. 1. Como se define um consumidor? A Lei Portuguesa n.º 24/96, de 31 de Julho, considera que é consumidor"todo aquele a quem sejam fornecidos bens, prestados serviços ou transmitidos quaisquer direitos, destinados a uso não profissional, por pessoa que exerça com carácter profissional uma actividade económica que vise a obtenção de benefícios."
  2. 2. Em Portugal, existem várias instituições que informam os consumidores sobre os seus direitos.
  3. 3. Defesa dos Direitos dos Consumidores ACOP
  4. 4. Também já existem guias deorientação para os consumidores :
  5. 5. Quais são os direitos dos consumidores? A Constituição da República Portuguesa e a Lei de Defesa do Consumidor, Lei 24/96 de 31 de Julho, atribuem aos consumidores um conjunto de direitos.:• direito à protecção da saúde e segurança• direito à qualidade dos bens ou serviços• direito à protecção dos interesses económicos• direito à prevenção e à reparação de prejuízos• direito à formação e à educação para o consumo• direito à informação para o consumo• direito à representação e consulta• direito à protecção jurídica e a uma justiça acessível e pronta
  6. 6. • É no presente cenário de crise que nasce a ideia de responsabilidade dos consumidores.• Devemos empreender uma urgente mudança de comportamentos.• Porque mais do que sensibilizar e informar, é preciso aprendermos a mudar agora. Será que precisamos de tudo o que compramos?
  7. 7. • O Consumo Responsável inclui a ideia de sustentabilidade social e ambiental alicerçada em critérios éticos.• É preciso consumir de maneira diferente, ter mais e melhor informação sobre os produtos – os seus custos sociais e os seus impactos ambientais.
  8. 8. Qual a diferença entre o “querer” e o “precisar”? Nem sempre tudo o que queremos comprar é importante. Devemos pensar antes de gastar dinheiro.Nós, os consumidores, temos responsabilidades:• De resistência• De solidariedade• De boa utilização• De ecologiaConsumir sem destruir!
  9. 9. A maneira como gastamos o nosso dinheiro pode determinar o nosso sucesso na vida.Por isso, devemos pensar em guardar e poupar para o futuro.Vamos ler uma história e descobrir o que nos ensina sobre a poupança.
  10. 10. A Cigarra e a Formiga - Uma fábula -Tendo a cigarra cantadoTodo o Estio,Achou-se em mísero estadoAo vir o tempo do frio.Nem sequer um pedacitoDe moscardo ou mosquito!
  11. 11. Foi pedir uma esmolinhaÀ formiga sua vizinha:“Empreste-me uns grãos de trigo,Só alguns, muitos não digo,Até vir a Primavera.Eu pago, a vizinha espera…Palavrinha de animal:Pago o juro e o capital.”
  12. 12. A formiga, que é má rêsE não gosta de emprestar,Apressou-se a perguntar:“E durante o Verão que fez?”“Bom, no Verão … saiba a vizinha,Que eu cantava a toda a hora.”“Ai cantava? Que gracinha!Pois muito bem, dance agora.” In Fábulas de la Fontaine.
  13. 13. Durante o Verão, a cigarra gozou o sol e passou o tempo a divertir-se e a cantar… não se preocupando com o futuro.
  14. 14. Durante o Verão, a formiga trabalhou…A formiga carregou e guardou comida paracasa… pois ela sabia que durante o Inverno eramais difícil encontrar mantimentos.Devemos aprender a guardar e a poupar para ofuturo!
  15. 15. Video (8:12)
  16. 16. Bibliografia consultada:• http://www.consumidor.pt/•http://www.consumidor.pt/•http://www.deco.proteste.pt/•http://cec.consumidor.pt/•http://www.cidac.pt/CadernoConsumoResponsavel.pdf•http://www.greenpeace.org/portugal/•http://www.impactus.org/pdf/Revistas/impactus_n13PT.pdf Susana Cruz - Biblioteca E.B.2/3 Gomes Teixeira Agrupamento de Escolas Infante D. Henrique

×