Revoução Francesa (ESM)

1.702 visualizações

Publicada em

Ideias Básicas da Revolução Francesa de 1789

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.702
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revoução Francesa (ESM)

  1. 1. Revolução Francesa <br />…<br />(1789 – 1804)<br />A Caminhada para a Liberdade<br />História A<br />Fábio Ferreira<br />José Brás<br />Rui Fernandes<br />11º C<br />1<br />16-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos <br />
  2. 2. 16-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos<br />2<br />… “Liberdade, Fraternidade, Igualdade”<br />Jean-Jacques Rousseau<br />A Revolução Francesa marcou…<br />… O início da Idade Contemporânea, aquela em que vivemos actualmente. <br />A Revolução Francesa acabou…<br />… Com a servidão e os direitos feudais<br />A Revolução Francesa fez com que…<br />Todos os estados europeus e mundiais vivessem em igualdade, liberdade, fraternidade…<br />(Em TEORIA)<br />
  3. 3. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />3<br />A sociedade francesa antes da revolução de…<br /> 1789<br />A sociedade francesa do século XVIII era estratificada e hierarquizada. <br />No topo da pirâmide social, estava o clero que tinha o privilégio de não pagar impostos e correspondia a 1% da população total da França. <br />Abaixo do clero, estava a nobreza que viviam de banquetes e muito luxo na corte (2% da população).<br />A base da sociedade era formada pelo terceiro estado (97% da população) que sustentava toda a sociedade com seu trabalho e com o pagamento de altos impostos. <br />Pior era a condição de vida dos desempregados que aumentavam em larga escala nas cidades francesas.<br />
  4. 4. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />4<br />Desenvolvimento Económico<br />Antes da crise a França…<br />… era vista pela Europa como?<br />Medidas mercantilistas de Colbert<br />Burguesia instruída e empreendedora<br />
  5. 5. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />5<br />Os principais factores de descontentamento…<br />A Revolução está prestes a começar…<br />
  6. 6. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />6<br />Luís XVI começa a intervir…<br />… Início de uma Agitação Social<br />
  7. 7. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />7<br />Estados Gerais…<br />…O CAOS ADMINISTRATIVO<br />
  8. 8. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />8<br />Os Estados Gerais abrem caminho…<br />… PARA A REVOLUÇÃO<br />
  9. 9. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />9<br />Paris caiu…<br />…Burguesia e Povo tomam a Bastilha<br />Os revoltosos continuam a sua marcha e tomam de assalto as instituições administrativas. Criam a Guarda Nacional. A Revolta espalha-se a toda a França. <br />
  10. 10. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />10<br />Assembleia Nacional Constituinte<br />e o LIBERALISMO…<br />Enquanto que a Revolução se espalhava, a ANC ia propondo, discutindo e aprovando um novo corpo de leis. O Antigo Regime tinha chegado ao fim. O Liberalismo estava a ser implementado na França.<br />
  11. 11. 11<br />Quatro “medidas” tomadas após a revolução<br />A Monarquia Constitucional instala-se…<br />=<br />Uma Sociedade mais justa, igualitária e sem descriminação.<br />Artigo 1º - Os homem nascem e permanecem livres e iguais em direitos (…)<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />15-12-2010<br />
  12. 12. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />12<br />A Monarquia Constitucional instala-se…<br />Enorme Agitação Social… e as soluções<br />
  13. 13. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />13<br />Soluções…<br />A Alta Nobreza e Alto Clero que fugiram de França durante a revolução, manchavam a imagem dos revolucionários franceses no estrangeiro, alegando a brutalidade com que foi encarada a Revolução Francesa. Apoiando condicionalmente o Rei Luís XVI<br />Que fazer para defender os ideias iluministas implementados?<br />
  14. 14. 14<br />Monarquia cai… <br />…Instala-se a República.<br />Luís XVI<br />Demite os Girondinos (revolta popular)<br />Demite o primeiro Governo<br />Forma um novo ministério “Girondino”<br />Aliado das tropas “inimigas”<br />Revolucionários invadem a Assembleia legislativa e apoderam-se do Governo.<br />Declaram guerra à Boémia e Hungria… (Tentativa falhada de implementar o regime liberal.)<br />É preso, bem como a sua família. Guilhotinados, mais tarde.<br />
  15. 15. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />15<br />A República Francesa…<br />
  16. 16. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />16<br />A vez dos Jacobinos…<br />Os girondinos foram incapazes de controlar a instabilidade que se encontrava em França. Foram perdendo o controlo da Convenção para os montanheses. 29 deputados girondinos, por pressão dos sans-cullots são decapitados.<br />
  17. 17. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />17<br />A Estabilidade chega, finalmente com…<br />
  18. 18. 15-12-2010<br />Escola Secundária de Molelos // 16/12/2010<br />18<br />Existiu alguém que uma vez disse: Um dia estás acordado, noutro podes já não mais acordar, mas entre estas duas etapas da vida faz jus à tua passagem e luta pelos teus direitos e liberdades.<br />LIBERDADE, FRATERNIDADE, IGUALIDADE…<br />

×