Introdução ao Linux - aula 02

198 visualizações

Publicada em

Aula 02 do minicursos de Introdução ao Linux, realizado pela Casa da Ciência de Campo Grande.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
198
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Na maioria dos S.O. existe um modo texto e um modo gráfico. No modo texto, os comandos são digitados em um terminal. Como o "prompt de comando" - no MS-DOS. Já no modo gráfico, não existe prompt de comando. Existem ícones e áreas na tela que, ao serem acionadas com o mouse, executam determinado comando.
  • Introdução ao Linux - aula 02

    1. 1. Introdução aoIntrodução ao LinuxLinux
    2. 2. Renan Aryel Fernandes da SilvaRenan Aryel Fernandes da Silva Graduando em Engenharia Elétrica pela UFMS e monitorGraduando em Engenharia Elétrica pela UFMS e monitor nos projetos de extensão Telecentro da Casa da Ciência enos projetos de extensão Telecentro da Casa da Ciência e Clube de Astronomia Carl Sagan.Clube de Astronomia Carl Sagan. Sempre atuando na área de divulgação cientifica.Sempre atuando na área de divulgação cientifica. Usuário de sistemas operacionais baseados emUsuário de sistemas operacionais baseados em GNU/Linux.GNU/Linux. ● E-mail:E-mail: renan.aryel@gmail.comrenan.aryel@gmail.com ● (67) 9211-5340 Claro(67) 9211-5340 Claro ● (67) 9943-5010 Vivo(67) 9943-5010 Vivo
    3. 3. ● Ambientes gráficos e personalização;Ambientes gráficos e personalização; ● Instalação de programas.Instalação de programas.
    4. 4. Interface do SistemaInterface do Sistema Modo gráfico Modo texto
    5. 5. Interface GráficaInterface Gráfica KDEKDE GnomeGnome KDEKDE CinammonCinammon XFCEXFCE LXDELXDE OpenBoxOpenBox UnityUnity
    6. 6. Interface KDEInterface KDE Criado em 1996 pelo alemão Matthias Ettrich.Criado em 1996 pelo alemão Matthias Ettrich. Similar à interface do Windows..Similar à interface do Windows..
    7. 7. Interface KDEInterface KDE Vantagens:Vantagens: ● Personalizável;Personalizável; ● Esteticamente agradável;Esteticamente agradável; ● Multiplas áreas de trabalho.Multiplas áreas de trabalho. Desvantagens:Desvantagens: ● Pesada, recomenda-se um PC com no mínimoPesada, recomenda-se um PC com no mínimo 1 GB de RAM para rodá-lo razoavelmente, já1 GB de RAM para rodá-lo razoavelmente, já que ele pode iniciar consumindo pelo menosque ele pode iniciar consumindo pelo menos 300 MB de RAM.300 MB de RAM.
    8. 8. Interface GNOMEInterface GNOME Foi criado em 1997 pelos mexicanos Miguel deFoi criado em 1997 pelos mexicanos Miguel de Icaza e Federico Mena Quinteiro.Icaza e Federico Mena Quinteiro. Foi padrão em muitas distribuições GNU/Linux,Foi padrão em muitas distribuições GNU/Linux, como no Ubuntu, Fedora, Debian, Red Hat,como no Ubuntu, Fedora, Debian, Red Hat, CentOS, entre outras.CentOS, entre outras. GNOME 3 Tentativa de ganhar ares de→GNOME 3 Tentativa de ganhar ares de→ modernidade. O Ubuntu passou a adotar amodernidade. O Ubuntu passou a adotar a interface Unity, que era uma derivação dointerface Unity, que era uma derivação do GNOME.GNOME.
    9. 9. GNOME antigoGNOME antigo
    10. 10. Interface GNOMEInterface GNOME Vantagens:Vantagens: ● Esteticamente agradável;Esteticamente agradável; ● Multiplas áreas de trabalho.Multiplas áreas de trabalho. Desvantagens:Desvantagens: ● Não é personalizável;Não é personalizável; ● Pesada, recomendável 1 GB de RAM paraPesada, recomendável 1 GB de RAM para rodá-lo bem, já que ele chega a consumirrodá-lo bem, já que ele chega a consumir cerca de 250 a 300 MB de RAM ao iniciar.cerca de 250 a 300 MB de RAM ao iniciar.
    11. 11. GNOME 3GNOME 3
    12. 12. Interface UnityInterface Unity Originada nas versões Netbook do Ubuntu,Originada nas versões Netbook do Ubuntu, desenvolvida pela Canonical, a Unity acabou sedesenvolvida pela Canonical, a Unity acabou se tornando uma interface muito importante. Feztornando uma interface muito importante. Fez sua estreia na versão 11.04, como umasua estreia na versão 11.04, como uma interface alternativa ao GNOME Clássico, einterface alternativa ao GNOME Clássico, e quando estreou como interface padrão, naquando estreou como interface padrão, na versão 11.10, teve uma recepção mista, o queversão 11.10, teve uma recepção mista, o que levou muitas pessoas a usarem as versões dolevou muitas pessoas a usarem as versões do Ubuntu com outras interfaces (os Kubuntu eUbuntu com outras interfaces (os Kubuntu e Xubuntu, por exemplo, que possuem KDE eXubuntu, por exemplo, que possuem KDE e XFCE).XFCE).
    13. 13. Interface UnityInterface Unity
    14. 14. Interface UnityInterface Unity A Unity conquistou muitos adeptos com o tempo,A Unity conquistou muitos adeptos com o tempo, tornando-se uma boa opção ao GNOME 3, e ganhoutornando-se uma boa opção ao GNOME 3, e ganhou diversas funcionalidades desde então.diversas funcionalidades desde então. Vantagens:Vantagens: ● Interface elegante e possui efeitosInterface elegante e possui efeitos interessantes;interessantes; ● Multiplas áreas de trabalho.Multiplas áreas de trabalho. Desvantagens:Desvantagens: ● Não é totalmente personalizável;Não é totalmente personalizável; ● Pesada, recomendado cerca de 512 MB a 1 GBPesada, recomendado cerca de 512 MB a 1 GB de RAM para utilizá-la bem.de RAM para utilizá-la bem.
    15. 15. Interface CinammonInterface Cinammon Dos criadores do Linux Mint em oposição aoDos criadores do Linux Mint em oposição ao GNOME 3 e Unity.GNOME 3 e Unity. Preservar a elegância de seu sistema e o modoPreservar a elegância de seu sistema e o modo familiar com que ele funcionava. Então elesfamiliar com que ele funcionava. Então eles deram início ao Projeto Cinammon, que pegavaderam início ao Projeto Cinammon, que pegava o código do GNOME 3 e alterava-o para tornaro código do GNOME 3 e alterava-o para tornar algo mais similar ao GNOME 2.algo mais similar ao GNOME 2.
    16. 16. Interface CinammonInterface Cinammon
    17. 17. Interface CinammonInterface Cinammon Hoje o Cinammon é uma belíssima alternativaHoje o Cinammon é uma belíssima alternativa ao GNOME 3, sendo um pouco mais leve.ao GNOME 3, sendo um pouco mais leve. Recomenda-se um mínimo de 512 MB de RAMRecomenda-se um mínimo de 512 MB de RAM para rodar bem.para rodar bem. Vantagens:Vantagens: ● Altamente customizável, com os ”desklets”Altamente customizável, com os ”desklets” similares aos widgets da KDE, e efeitossimilares aos widgets da KDE, e efeitos bonitos;bonitos; ● Multiplas áreas de trabalho.Multiplas áreas de trabalho.
    18. 18. Interface XFCEInterface XFCE Desenvolvida por Olivier Fourdan, visando rodarDesenvolvida por Olivier Fourdan, visando rodar em computadores com menos recursos.em computadores com menos recursos. Similar ao GNOME 2, e por vezes utilizada emSimilar ao GNOME 2, e por vezes utilizada em seu lugar, como nas distribuições Xubuntu eseu lugar, como nas distribuições Xubuntu e Ubuntu Studio.Ubuntu Studio. As distribuições que adotam a XFCE geralmenteAs distribuições que adotam a XFCE geralmente vêm com programas que consomem poucavêm com programas que consomem pouca memória RAM.memória RAM. O XFCE em si pode rodar em processadoresO XFCE em si pode rodar em processadores antigos de pelo menos 500 MHz e com cerca deantigos de pelo menos 500 MHz e com cerca de 256 MB de RAM.256 MB de RAM.
    19. 19. Interface XFCEInterface XFCE
    20. 20. Interface XFCEInterface XFCE Vantagens:Vantagens: ● Altamente customizável, possível acrescentarAltamente customizável, possível acrescentar barras novas, itens nas barras e alterar abarras novas, itens nas barras e alterar a aparência do sistema e os ícones;aparência do sistema e os ícones; ● Multiplas áreas de trabalho.Multiplas áreas de trabalho. ””Desvantagens”:Desvantagens”: ● Pouca preocupação com efeitos visuais emPouca preocupação com efeitos visuais em algumas distros, com relação ao KDE, GNOME,algumas distros, com relação ao KDE, GNOME, Unity ou Cinammon.Unity ou Cinammon.
    21. 21. Interface LXDEInterface LXDE Criada pelo taiwanense Hong Jen Yee.Criada pelo taiwanense Hong Jen Yee. Lembra o GNOME 2.Lembra o GNOME 2. Não possui grandes efeitos de tela, justamenteNão possui grandes efeitos de tela, justamente para priorizar a velocidade, estabilidade epara priorizar a velocidade, estabilidade e leveza da interface.leveza da interface. Entretanto é altamente customizável.Entretanto é altamente customizável.
    22. 22. Interface OpenBoxInterface OpenBox Interface gráfica muito leve.Interface gráfica muito leve. Pode ser incorporada ao GNOME ou ao KDE.Pode ser incorporada ao GNOME ou ao KDE. Altamente customizável, porém um poucoAltamente customizável, porém um pouco complicada e fora do comum para algunscomplicada e fora do comum para alguns usuários iniciantes.usuários iniciantes. Sua maior vantagem é poder rodar emSua maior vantagem é poder rodar em computadores muito antigos como um 486DXcomputadores muito antigos como um 486DX com 16 MB de RAM.com 16 MB de RAM.
    23. 23. Interface OpenBoxInterface OpenBox
    24. 24. Telas de LoginTelas de Login
    25. 25. Telas de LoginTelas de Login
    26. 26. Telas de LoginTelas de Login
    27. 27. Telas de LoginTelas de Login
    28. 28. Telas de LoginTelas de Login
    29. 29. Telas de LoginTelas de Login
    30. 30. Interface UnityInterface Unity
    31. 31. Softwares EducativosSoftwares Educativos Gbrainy
    32. 32. Software LivreSoftware Livre Editor de imagens Gimp Cliente Bit Torrent
    33. 33. Messenger LinuxMessenger Linux Empathy
    34. 34. Audio VisuaisAudio Visuais Rhythmbox biblioteca de músicas VLC reprodudor de midias
    35. 35. Audio VisuaisAudio Visuais Editor de videos Brasero gravador de CD e DVD Editor de audio
    36. 36. WINEWINE Emulador de programas do WindowsEmulador de programas do Windows
    37. 37. Central de ProgramasCentral de Programas
    38. 38. Fontes:Fontes: ● http://www.vivaolinux.com.br/http://www.vivaolinux.com.br/ ● http://pt.wikipedia.org/http://pt.wikipedia.org/ ● http://www.linuxfoundation.org/http://www.linuxfoundation.org/ ● https://livrelinux.wordpress.com/category/interfaces-graficas/https://livrelinux.wordpress.com/category/interfaces-graficas/ ● Introdução ao Linux Educacional. Disponível em:Introdução ao Linux Educacional. Disponível em: http://pt.slideshare.net/morganalacerda/minicurso-introduo-ao-lihttp://pt.slideshare.net/morganalacerda/minicurso-introduo-ao-lin

    ×