Gestão de Sistemas
 Operacionais II


    Prof. Ricardo
Linux refere-se a qualquer sistema operacional do
tipo Unix que utiliza o núcleo Linux.
GNU/Linux refere-se a qualquer sis...
O Projeto GNU e o Linux
•Um sistema operacional é compreendido por vários aplicativos e
utilitários, além de um kernel.
•N...
• 1991 – Linus Torvalds - começou a desenvolver um sistema
operacional que se assemelhasse ao Unix, em Helsinque.
• Linus,...
Linux - Definições                              Tux – o mascote


O objetivo do sistema operacional é prover um ambiente
d...
Código Aberto
O software chamado de
código aberto, ou open
source em inglês, é um tipo
de software cujo código
fonte      ...
Software Livre
O conceito de software livre e
software grátis são muito facilmente
confundidos na sua versão em
inglês. No...
Software Livre – Liberdades Básicas
GNU General Public License (Licença Pública
 Geral) ou GPL, é a designação da licença
...
A liberdade para executar o programa, para
 qualquer propósito (liberdade nº 0);
A liberdade de estudar como o programa funciona, e
adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade nº
1). Acesso ao código-...
A liberdade de redistribuir cópias de modo
que você possa ajudar ao seu próximo
(liberdade nº 2);
A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os
seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a
comunidade se beneficie (lib...
Pra que Mudar?
Por que eu mudei

               “Já mudei de
               mulher...
               Já mudei de clube...
               ...
“Eu ? Não mudei pro Linux não, mas o
Shumacher me disse que é muito rápido...”
Ah tá, você prefere Microsoft!
•Multitarefa real ( Dois programas executando ao mesmo
tempo ) .
• Multiusuário ( Mais de um usuário
usando recursos do sistema ao mesmo
tempo ) .
• Modularização - O Linux somente
carrega para a memória o que é usado
durante o processamento, liberando
totalmente a mem...
• LINUX NÃO É VULNERÁVEL A VÍRUS! Devido a
separação de privilégios entre processos e
respeitadas as recomendações padrão ...
• Kernel é o núcleo do Sistema Operacional.
• Ele representa a camada mais baixa de interface
com o Hardware, sendo respon...
Existem grupos de pessoas, empresas
e      organizações    que    decidem
"distribuir" o Linux junto com outros
programas ...
Este é o significado básico de distribuição. Cada
distribuição tem sua característica própria, como o
sistema de instalaçã...
Ubuntu é o "padrão" e usa gnome com interface
gráfica
Kubuntu a única diferença entre ele e o ubuntu é
que ele usa o KDE c...
Requisitos       Ubuntu Linux     Vista Home Basic         Vista Ultimate
                 300 MHz 32-bit                 ...
• Passos para inicialização do Linux:

  Gerenciadores de Inicialização do Linux

  Sua principal função é gerenciar as vá...
• Passos para inicialização do Linux:

Gerenciadores de Inicialização do Linux

            Mais Usado,
            mais n...
• Quando o linux é inicializado , é chamado um programa
chamado getty, que espera que o usuário entre com o
nome do usuári...
• Super usuário: Usuário que tem acesso a todo o
computador. Sua senha pode ser definida no
momento da instalação.

   • N...
Prompt / Shell: É um interpretador de comandos que analisa
o texto digitado na linha de comandos e executa esses
comandos ...
man - Manual dos Comandos
• O Linux possui muitos comandos.
• Difícil memorizar os parâmetros.
• O man ( manual de comando...
• Comando:
    • exit - sai do linux
    • logout - sai do linux
    • shutdown <opção> <tempo>

• Exercício:
   • Sair do...
Exercícios de fixação
1.    Que é sistema operacional?
2.    Que é Linux?
3.    Defina o Kernel. Qual a sua função?
4.    ...
Sobre o nome

A palavra vem das línguas Zulu e Xhosa.
Ubuntu (pronunciado "u-BUN-tu") é visto
como um conceito tradicional...
ESPERO QUE VOCÊ TENHA FICADO FELIZ
        COM ESSA AULA... 
Introdução ao Linux
Introdução ao Linux
Introdução ao Linux
Introdução ao Linux
Introdução ao Linux
Introdução ao Linux
Introdução ao Linux
Introdução ao Linux
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introdução ao Linux

8.292 visualizações

Publicada em

Aula de Introdução aos Sistemas Linux do Prof. Ricardo de Moraes

Publicada em: Educação, Tecnologia
2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Essa é uma area que estou inserido, inclusive eu faço um curso muito bom sobre linux, o curso é online, ótimo pra quem trabalha na area, eu recomendo porque gostei demais vou deixar
    o link: http://bit.ly/formacaolinux
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Boa tarde, gostaria de saber se você tem interesse em publicar treinamentos em ppt/pptx,
    estipular o valor do seu trabalho e receber comissão de 40% por cada matrícula paga.

    Mais detalhes aqui
    http://doxi.com.br/home/perguntas

    Se tiver interesse entre em contato.

    Obrigado.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.292
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
355
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução ao Linux

  1. 1. Gestão de Sistemas Operacionais II Prof. Ricardo
  2. 2. Linux refere-se a qualquer sistema operacional do tipo Unix que utiliza o núcleo Linux. GNU/Linux refere-se a qualquer sistema operacional do tipo Unix que utiliza o núcleo Linux e também os programas de sistema GNU.
  3. 3. O Projeto GNU e o Linux •Um sistema operacional é compreendido por vários aplicativos e utilitários, além de um kernel. •No início do projeto não havia nenhum kernel Unix-compatível livre foi decidido que se deveria desenvolver um: o Hurd •Pouco depois do início do desenvolvimento do Hurd, surgiu o Linux, um kernel Unix-compatível livre •Com algumas modificações na biblioteca GNU C e em outros pontos do sistema, foi possível utilizar o kernel do linux no sistema GNU •Finalmente passou a existir um sistema operacional Unix - compatível completamente livre, com editores de texto, compiladores e outras ferramentas do Projeto GNU
  4. 4. • 1991 – Linus Torvalds - começou a desenvolver um sistema operacional que se assemelhasse ao Unix, em Helsinque. • Linus, então, escreveu uma mensagem em uma lista de discussões na internet, encorajando programadores e usuários Unix, a ajudá-lo na tarefa de criar um sistema operacional semelhante ao Unix, para micros domésticos. • Para isso ele disponibilizou o código fonte do Linux (kernel) a outros programadores, para que todos pudessem desenvolvê- lo. • Código original, escrito em C, uma linguagem poderosa e versátil, além de ser a linguagem preferida pelos desenvolvedores da época.
  5. 5. Linux - Definições Tux – o mascote O objetivo do sistema operacional é prover um ambiente de execução para os programas, promovendo a interação entre usuário e o computador, ou seja, é responsável pelo gerenciamento de recursos e periféricos (como memória, discos, arquivos, impressoras, CD-ROMs, etc.), interpretação de mensagens e a execução de programas. Para o caso do Linux, o Kernel (núcleo principal de um sistema operacional) mais um conjunto de ferramentas compõem o Sistema Operacional. A função do kernel é isolar os programas executados do hardware sobre o qual ele roda. É também o responsável por gerenciar os recursos disponíveis no computador
  6. 6. Código Aberto O software chamado de código aberto, ou open source em inglês, é um tipo de software cujo código fonte é visível publicamente. O software de código aberto respeita as quatro liberdades definidas pela Free Software Foundation.
  7. 7. Software Livre O conceito de software livre e software grátis são muito facilmente confundidos na sua versão em inglês. No entanto quando falamos de “free software” é no sentido de “freedom” que quer dizer software livre no sentido de liberdade e não de software grátis. Isso se refere a qualquer programa de computador que pode ser usado, Símbolo do movimento GNU copiado, estudado, modificado e redistribuído com algumas restrições.
  8. 8. Software Livre – Liberdades Básicas GNU General Public License (Licença Pública Geral) ou GPL, é a designação da licença para software livre idealizada por Richard Stallman no final da década de 1980, no âmbito do projecto GNU da Free Software Foundation (FSF). 4 Premissas Básicas:
  9. 9. A liberdade para executar o programa, para qualquer propósito (liberdade nº 0);
  10. 10. A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade nº 1). Acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade;
  11. 11. A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo (liberdade nº 2);
  12. 12. A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie (liberdade nº 3). Acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade;
  13. 13. Pra que Mudar?
  14. 14. Por que eu mudei “Já mudei de mulher... Já mudei de clube... Pro Linux foi bem mais fácil... e olha que nem paguei nada!“
  15. 15. “Eu ? Não mudei pro Linux não, mas o Shumacher me disse que é muito rápido...”
  16. 16. Ah tá, você prefere Microsoft!
  17. 17. •Multitarefa real ( Dois programas executando ao mesmo tempo ) .
  18. 18. • Multiusuário ( Mais de um usuário usando recursos do sistema ao mesmo tempo ) .
  19. 19. • Modularização - O Linux somente carrega para a memória o que é usado durante o processamento, liberando totalmente a memória assim que o programa/dispositivo é finalizado. • Não precisa de um processador potente para funcionar. O sistema roda bem em computadores 386Sx 25 com 4MB de memória RAM.
  20. 20. • LINUX NÃO É VULNERÁVEL A VÍRUS! Devido a separação de privilégios entre processos e respeitadas as recomendações padrão de política de segurança e uso de contas privilegiadas (como a de root, como veremos adiante), programas como vírus tornam-se inúteis pois tem sua ação limitada pelas restrições de acesso do sistema de arquivos e execução.
  21. 21. • Kernel é o núcleo do Sistema Operacional. • Ele representa a camada mais baixa de interface com o Hardware, sendo responsável por gerenciar os recursos do sistema computacional como um todo.
  22. 22. Existem grupos de pessoas, empresas e organizações que decidem "distribuir" o Linux junto com outros programas essenciais (como por exemplo editores gráficos, planilhas, bancos de dados, ambientes de programação, formatação de documentos, firewalls, etc).
  23. 23. Este é o significado básico de distribuição. Cada distribuição tem sua característica própria, como o sistema de instalação, o objetivo, a localização de programas, nomes de arquivos de configuração, etc. A escolha de uma distribuição é pessoal e depende das necessidades de cada um.
  24. 24. Ubuntu é o "padrão" e usa gnome com interface gráfica Kubuntu a única diferença entre ele e o ubuntu é que ele usa o KDE como interface gráfica (ela é mais próxima ao Windows, o Gnome lembra um pouco o Mac)‫‏‬ Edubuntu igual ao ubuntu mas voltado para a educação xubuntu, outro derivado do ubuntu e da familia do ubuntu , é o mais leve ele usa o fantastico e maravilhoso XFCE.....
  25. 25. Requisitos Ubuntu Linux Vista Home Basic Vista Ultimate 300 MHz 32-bit 1 GHz 32-bit ou 64- Processador 1 GHz 32-bit ou 64-bit bit Memória RAM 64 MB 512 MB 1 GB Espaço ocupado 2 GB 15 GB (HD de 20GB)‫‏‬ 15 GB (HD de 40GB)‫‏‬ Placa de vídeo VGA 32 MB 128 MB Internet Não necessário Necessário Necessário Drive CD DVD DVD necessário
  26. 26. • Passos para inicialização do Linux: Gerenciadores de Inicialização do Linux Sua principal função é gerenciar as várias partições do disco rígido, permitindo que o usuário possa escolher entre as opções disponíveis. O gerenciador de inicialização é geralmente utilizado quando existe mais de um sistema operacional na máquina.
  27. 27. • Passos para inicialização do Linux: Gerenciadores de Inicialização do Linux Mais Usado, mais novo Tipos: • Grub • Lilo
  28. 28. • Quando o linux é inicializado , é chamado um programa chamado getty, que espera que o usuário entre com o nome do usuário e a senha. LOGIN: Processo de entrada para o sistema operacional. No Linux deve-se usar o nome do usuário e a senha propriamente dita. TERMINAL: é o teclado e tela conectados em seu computador. No linux, pode-se usar vários terminais virtuais, ou seja, várias pessoas podem estar logado no mesmo linux.
  29. 29. • Super usuário: Usuário que tem acesso a todo o computador. Sua senha pode ser definida no momento da instalação. • Nome do Super Usuário: root • É o “MESTRE” dos usuários. • Usuário: São usuários comuns, ou seja, usuários. • Usuário de Sistema: São logins/contas que rodam programas. • Ex: apache tem usuário chamado: www-data
  30. 30. Prompt / Shell: É um interpretador de comandos que analisa o texto digitado na linha de comandos e executa esses comandos produzindo algum resultado. [root@NomeDaMaquina root]# Programas Linux Kernel
  31. 31. man - Manual dos Comandos • O Linux possui muitos comandos. • Difícil memorizar os parâmetros. • O man ( manual de comandos, ajuda muito nessa tarefa de help para os comandos ). Sintaxe: [root@NomeDaMaquina root]#‫‏‬man‫“‏‬comando”
  32. 32. • Comando: • exit - sai do linux • logout - sai do linux • shutdown <opção> <tempo> • Exercício: • Sair do Linux e logar novamente exit ou logout • Desligar o Computador Shutdown –h now
  33. 33. Exercícios de fixação 1. Que é sistema operacional? 2. Que é Linux? 3. Defina o Kernel. Qual a sua função? 4. Quem foi o criador do Linux? 5. Cite pelo menos três pessoas que contribuem ou contribuíram ativamente para o Linux e o Software Livre 6. Sob qual licença o Linux é distribuído, e quais são suas premissas básicas? 7. Qual a performance mínima e hardware para instalação? Justifique. 8. Como identificar o usuário do super usuário? 9. O que é um gerenciador de boot? Qual a diferença entre eles? 10. O comando shutdown pode ser executado pelo usuário? Justifique. 11. Quais as formas de ligar e desligar o Linux?
  34. 34. Sobre o nome A palavra vem das línguas Zulu e Xhosa. Ubuntu (pronunciado "u-BUN-tu") é visto como um conceito tradicional Africano, é tratado como um dos princípios fundamentais da nova república Sul Africana e é conectado à idéia de um Renascimento Africano.
  35. 35. ESPERO QUE VOCÊ TENHA FICADO FELIZ COM ESSA AULA... 

×