AULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADO

535 visualizações

Publicada em

Aula de atualidades ministrada pelos professores Rodrigo Martelli (História) e Leonardo Miranda (Geografia).

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
535
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
281
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

AULA DE ATUALIDADES 2015 - SÁBADO

  1. 1. O que vamos falar hoje?
  2. 2. O Fim da Guerra FriaO Fim da Guerra Fria
  3. 3. O Governo Gorbatchev • Crise Sucessória na URSS: morte de Bréjnev (1982) , assumem Iúri Andropov (1982-1984) e logo após Kostantin Tchernenko (1984- 1985) • Mikhail Gorbatchev: Responsável por profundas mudanças na URSS. • Propõe a reforma da política e economia soviética.
  4. 4. Glasnost Glasnost = Transparência POLÍTICA Medidas • Estimulo ao multipartidarismo : fim do monopólio do poder do PCUS; • Combate ao poder de decisão exclusivamente da cúpula do PCUS. • Democratização das medidas políticas adotadas pelo PCUS ao povo Russo.
  5. 5. Perestroika • Perestroika = Abertura/Reforma ECONÔMICA Objetivo: Dinamizar a produção e o desenvolvimento Medidas • Estimulo a produção de bens de consumo (carros, eletrodomésticos, informática...) • Restabelecimento da propriedade privada no campo • Abertura às empresas estrangeiras
  6. 6. Criação da CEI • Dezembro de 1991: Rússia, Ucrânia e Bielorússia assinam o acordo que coloca fim a URSS. • É criada a Comunidade dos Estados Independentes (CEI) • 25 de Dezembro de 1991: Gorbachev renuncia ao cargo de presidente da falecida URSS.
  7. 7. Reflexos da Glasnost e Perestroika A)Tchecoslováquia – Revolução do Veludo desmembrando o país em duas repúblicas, a República Tcheca e a Eslováquia.
  8. 8. B) Iugoslávia – processo de desintegração por meio de uma sangrenta guerra civil.
  9. 9. C) Alemanha – Queda do Muro de Berlim(1989) e reunificação do país.
  10. 10. “Meu Deus, me ajude a sobreviver a esse amor fatal.”
  11. 11. Queda do Muro de Berlim Pós II Guerra Mundial • 1949: Divisão da Alemanha: • República Federal da Alemanha: Capitalista • República Democrática Alemã ( RDA )
  12. 12. Queda do Muro • 1989: ápice da contestação ao governo soviético. • Em novembro de 89 as autoridades da Alemanha Oriental desistem de proteger o muro. • 1990: Alemanha se reunifica.
  13. 13. UcrâniaUcrânia
  14. 14. Tensão entre ucranianos e russos • EUROMAIDAN – PROTESTOS ULTRANACIONALISTAS CONTRA O GOVERNO DE VIKTOR YANUKOVYCH; • FEVEREIRO DE 2014- QUEDA DE VIKTOR YANUKOVYCH – REFERENDO APROVA A INTEGRAÇÃO DA CRIMÉIA À FEDERAÇÃO RUSSA
  15. 15. Tensão entre ucranianos e russos • BASE MILITAR RUSSA DE SEVASTOPOL NO MAR NEGRO (CRIMÉIA) • PETRO POROSHENKO ASSUME O GOVERNO UCRANIANO POR MEIO DE ELEIÇÕES REALIZADAS EM MAIO DE 2014;
  16. 16. Fim da história?
  17. 17. A Nova Ordem MundialA Nova Ordem Mundial
  18. 18. O Mundo Redividido
  19. 19. A GlobalizaçãoA Globalização
  20. 20. Como definir a Globalização? Fenômeno ECONÔMICO marcado pela forte integração de MERCADOS em escala GLOBAL.
  21. 21. Aldeia Global ?
  22. 22. MigraçõesMigrações
  23. 23. MUNDO (FLUXOS TRADICIONAIS) 1) AMÉRICA LATINA  ESTADOS UNIDOS Imigrantes
  24. 24. 2) ÁFRICA  EUROPA OCIDENTAL Imigrantes
  25. 25. Principais Rotas - Europa
  26. 26. Refugiados "Depois que eu tirei eu olhei (para a foto) e percebi que ela (a criança) estava assustada, porque ela mordeu os lábios e levantou as mãos. Normalmente, crianças correm, escondem os rostos ou sorriem quando veem uma câmera.” Fotográfo Osman Sağırlı
  27. 27. VOLUNTÁRIAIMIGRANTEIMIGRANTE REFUGIADOREFUGIADO DESLOCADODESLOCADO INTERNOINTERNO FORÇADA FORÇADA
  28. 28. N Deslocados Internos CURDOS
  29. 29. As imigraçõesAs imigrações
  30. 30. Fatores de AtraçãoFatores de Atração CONTEXTO ATUAL: O QUE ATRAI OS IMIGRANTES? A) CONDIÇÕES ECONÔMICAS FAVORÁVEIS; B) BAIXO RIGOR MIGRATÓRIO; C) OBTENÇÃO DE VISTO HUMANITÁRIO (HAITIANOS) D) FÁCIL INSERÇÃO CULTURAL;
  31. 31. Outras faces da Globalização • Desigualdade Social
  32. 32. Outras faces da Globalização • Perda da AUTONOMIA política
  33. 33. Outras faces da Globalização • PADRONIZAÇÃO Cultural
  34. 34. NeoliberalismoNeoliberalismo
  35. 35. O Capitalismo liberal
  36. 36. • Fim da 2ª Guerra Mundial • Oposição ao Estado intervencionista Outras faces da Globalização
  37. 37. • 1979: Inglaterra, Gov. Margaret Thatcher • 1981: Estados Unidos, Gov. Ronald Reagan Neoliberalismo na prática
  38. 38. Princípios I- Não intervencionismo estatal (Estado Mínimo) II- Privatizações, III- Abertura Econômica V- Redução de direitos trabalhistas VI- Controle de sindicatos VII- Aumento da taxa de juros VIII – Controle de gastos (austeridade fiscal)
  39. 39. Revolução Técnico-Científica
  40. 40. Modernização dos Transportes
  41. 41. Modernização dos meios de comunicação
  42. 42. Robótica/Informática
  43. 43. Blocos EconômicosBlocos Econômicos
  44. 44. União Europeia • 1951: Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA) (Alemanha Ocidental, Bélgica, França, Holanda, Itália e Luxemburgo). • 1957: Comunidade Econômica Europeia (CEE) (livre circulação de mercadorias, capitais, serviços e pessoas) • 1992: União Europeia (UE) (12 países) • 1995: Ingressam Áustria, Finlândia e Suécia • 2002: Euro entra em circulação • 2004: nações do leste (Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Hungria, Letônia, Lituânia, Malta, Polônia, e República Tcheca) (Bulgária/Romênia, 2007) e Croácia (2013)
  45. 45. A Crise EuropeiaA Crise Europeia
  46. 46. Contexto • CRISE FINANCEIRA MUNDIAL (EUA, 2008) Temor !! • “Efeito dominó” no mundo! • Juros (empréstimos internacionais)
  47. 47. Como a crise europeia começou? • Concessão de empréstimos aos países mais afetados pela crise americana!! ORIGEM: União Europeia + BC Europeu + FMI = TROIKA • Consequência: aumento do endividamento!
  48. 48. Centros da Crise Europeia PIIGS Portugal Itália Irlanda Grécia Espanha
  49. 49. GréciaGrécia
  50. 50. Crise Econômica INÍCIO: 2008 •Baixo desenvolvimento econômico; •Contração de empréstimos; •Baixa arrecadação de impostos; •Elevados gastos públicos;
  51. 51. Crise Econômica SOCORRO (2010) 2010  1º) 110 BI/EUROS ; 2011  2º) 158 BI/EUROS; 2012  3º) 130 BI/EUROS TOTAL: 398 BI/EUROS  PIB GREGO (2014): 218 BI/EUROS (- 180 BI/EUROS)
  52. 52. Exportação Baixa arrecadação de impostos Gastos Públicos Desemprego Endividamento
  53. 53. Soluções para a crise? Pré-requisito  AUSTERIDADADE •Corte de gastos públicos; •Aumento de impostos; •Corte de empregos públicos; •Privatizações;
  54. 54. MercosulMercosul
  55. 55. Estados Membros Estados Associados Argentina (1991) Brasil (1991) Paraguai (1991) Uruguai (1991) Venezuela (2006) Bolívia (1996) Chile (1996) Peru (2003) Colômbia (2004) Equador (2004) Mercosul Acordos de Complementacão Econômica
  56. 56. Desafios • Diferenças econômicas regionais; • Precária integração territorial; • Restrições a adoção da Tarifa Externa Comum (TEC); (UNIÃO ADUANEIRA)
  57. 57. NaftaNafta Tratado Norte-Americano de Livre ComércioTratado Norte-Americano de Livre Comércio
  58. 58. As diferenças País PIB (em bilhões de dólares) População (em mlhões de hab.) PIB per capita (em dólar) Estados Unidos 16.800.000 320 51.748,56 Canadá 1.800.000 35 51.206,16 México 1.300.000 122 11.224,00
  59. 59. BRICSBRICS
  60. 60. • 2001: termo cunhado por Jim O'Neill, do Banco Goldman Sachs. • Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul (2011) • Grandes exportadores de COMMODITIES! • Força econômica: 3 BILHÕES DE HABITANTES, o equivalente a 40% DA HUMANIDADE.
  61. 61. A Crise FinanceiraA Crise Financeira Mundial (2008)Mundial (2008)
  62. 62. JUROS BAIXOS MUITOS FINANCIAMENTOS DE IMÓVEIS SOBE O VALOR DOS IMÓVEIS HIPOTECA: REFINANCIAMENTO BANCOS: TRANSFERÊNCIA DE HIPOTECAS SOBEM OS JUROS QUEDA NA VENDA DE IMÓVEIS ENDIVIDAMENTO DOS MUTUÁRIOS INADIMPLÊNCIA QUEDA DO VALOR DAS HIPOTECAS
  63. 63. Os efeitos da crise: desemprego
  64. 64. África: o continenteÁfrica: o continente de contrastesde contrastes
  65. 65. As Duas Áfricas • SetentrionalSetentrional:Predominâ:Predominâ ncia dencia de povos árabespovos árabes (África Branca)(África Branca).. • SubsaarianaSubsaariana:Predomin:Predomin ância deância de povos Bantus,povos Bantus, Tutsi, Hutus, etc...Tutsi, Hutus, etc... (África Negra).(África Negra).
  66. 66. O Domínio Colonial Europeu 1a fase: séulo XVI até XIX (1850) •Objetivo: obter ouro, marfim e escravos •Domínio: restrito ao litoral
  67. 67. O Domínio Colonial Europeu 2a fase: segunda metade do século XIX •Objetivo: obter matéria-prima; escoar produção; •Imperialismo/Neocolonialismo: princípio ideológico (civilizações/raças inferiores) •Conferência de Berlim: partilha do continente/ fronteiras linerares. (1884)
  68. 68. O Domínio Colonial Europeu 3a fase: séc XX: pós 2a Guerra Mundial (1960) •Surto de independências: •Causas: (i) enfraquecimento econômico/político das potências/nacionalismos;
  69. 69. O Domínio Colonial Europeu 3a fase: séc XX: pós 2a Guerra Mundial (1960) •Poder transferido para as elites locais (GOV. AUTORITÁRIOS); •Ausência de democracia; •Consequências: rivalidade étnica, tribal, golpes de estado, corrupção.
  70. 70. SomáliaSomália
  71. 71. Região do “Chifre da África” •Norte (Somalilândia): ex-colônia/ Britânica; •Sul: ex-colônia italiana. •Independência: 1960! Problemas: •Ausência de grandes riquezas minerais; •País dominado por milícias; •Abriga células da Al Qaeda; •Saques e sequestros de navios cargueiros;
  72. 72. AngolaAngola
  73. 73. 1975 : independência via guerrilhas MPLA- Movimento Popular pela Libertação de Angola -guerrilha com apoio da União Soviética e de Cuba. FNLA- Frente Nacional pela Libertação de Angola – guerrilha com apoio dos Estados Unidos. UNITA - União Nacional pela Libertação Total de Angola – guerrilha com apoio da África do Sul e dos Estados Unidos.
  74. 74. MPLAMPLA ( Movimento para libertação de Angola)( Movimento para libertação de Angola) XX UNITAUNITA (União Nacional para a Independência Total de Angola)(União Nacional para a Independência Total de Angola) Jonas Savimbi
  75. 75. NIGÉRIA e o BOKO HARAMNIGÉRIA e o BOKO HARAM
  76. 76. NIGÉRIA e o BOKO HARAMNIGÉRIA e o BOKO HARAM • 2002: Surge o BOKO HARAM (Norte da Nigéria) • “A educação ocidental é pecaminosa”; • 2009: RADICALIZAÇÃO associação com AL QAEDA; • 2014 (abril): SEQUESTRO de 276 MENINAS (16 e 18 anos);
  77. 77. ISLÂMICOS CRISTÃOS EI RIQUEZA (PETRÓLEO) POBREZA
  78. 78. África do SulÁfrica do Sul
  79. 79. Colonização • Bôeres: colonizadores holandeses (Séc XV até Séc XIX) • Final do séc XIX/início do sec XX: colonização britânica; • 1948: independência sulafricana e oficialização do APARTHEID
  80. 80. Segregação Racial • CNA: partido de oposição ao APARTHEID; • Líder: Nelson Mandela; • 1960: Massacre de Sharpeville, cresce insastisfação negra contra o regime; • 1962: Mandela é preso/ CNA torna-se ilegal;
  81. 81. O Fim do Apartheid • Gov. De Klerk (eleito em 1989) • 1990: libertação de Nelson Mandela; • CNA volta a legalidade • 1992: plebiscito pelo fim do Apartheid; • 1994: Mandela é eleito presidente;
  82. 82. Problemas!! • Grande desigualdade social; • Elevado desemprego; • Elevada concentração de renda;

×