Transf mundocontemp

823 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
823
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
86
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Transf mundocontemp

  1. 1.  O DINAMISMO ECONÓMICO DOS PAÍSES CAPITALISTASO poderio americanoPós-guerra –crescimentoeconómicoFactores da prosperidade dos EUA Extensão do território Grande produção agrícola Subsolo rico Investimento no estrangeiro Aumento do poder de compra dos trabalhadores Dinamização do consumo (american way of life) Aumento do comércio interno e externo Desenvolvimento da indústria Novo modelo de capitalismo industrial Avanço científico e tecnológico Intervenção moderada do estado na Economia Corrida espacial Aumento demográficoDificuldades Desenvolvimento económico não evitou o racismo e a pobreza John Kennedy (programa Nova Fronteira) e Lyndon Johnsonpuseram em prática um programa de assistência social Martin Luther King luta pela defesa dos direitos dos negros Meados dos anos 60 – crise económica e financeira. Década de 70 – concorrência do Japão e da CEE, gastosenormes com a guerra do Vietname e o programa espacial,diminuição dos investimentos, recessão mundial devido aopreço do petróleo (choque petrolífero). Década de 80 – melhoria da situação económicaO «milagre» japonêsFinal da 2ª Guerra Mundial:ocupação americanaDemocratização e modernização implementadas porum conjunto de reformasDécada de50: «milagreeconómico»Factores do desenvolvimento: Mão-de-obra abundante e qualificada Espírito de disciplina, obediência e sacrifício dos trabalhadores Coexistência de pequenas e grandes empresas Tecnologia avançada1AS TRANSFORMAÇÕES DO MUNDO CONTEMPORÂNEO
  2. 2. A Europa em busca da unidadeFinal da 2ª Guerra Mundial: Plano Marshall auxilia a reconstrução europeiaA partir dosanos 50↓crescimentoeconómicoproporcionadopor:• Surtodemográfico• Intervençãodo estado-providência• Mão-de-obra barataEtapas da construção da União Europeia:1951 – Constituição da Comunidade Europeia do Carvão e do Aço(CECA)1957 – Tratado de Roma: fundação da Comunidade EconómicaEuropeia; objectivo: criação de um mercado comum entre a França, aRFA, a Itália e os países do Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo)1973 – Aderiram à CEE a Inglaterra, a Irlanda e a Dinamarca1981 – Adesão da Grécia1986 – Adesão de Portugal e Espanha1992 – Tratado de Maastricht; objectivo: união económica, monetária epolítica. Passa a chamar-se União Europeia1995 – A Áustria, a Finlândia e a Suécia passam a integrar a EU2002– Entada em vigor da moeda única – o euro2004 – Mais dez países integraram a EU2005 – Aprovação pelos diferentes países da Constituição da UniãoEuropeia.2007 – Assinatura do Tratado de Lisboa. Adesão de mais 2 países.↓Anos 70 – choques petrolíferos → adopção de medidas neoliberais (acompetição individualista é estimulada, baixa de impostos, redução das despesas doEstado)Anos 80 – expansão económica proporcionada pelo desenvolvimento tecnológico AS SOCIEDADES DO BEM-ESTARA partir da década de 50, os países industrializados sofreram transformações sociais:• Redução do n.º de trabalhadores nos sectores primário e secundário• Aumento do sector terciário• Alargamento da classe média• Melhoria das condições de vida do operariado (segurança social, ensino básicogratuito, assistência médica)• Aumenta o consumo estimulado pela publicidade e pelo sistema de venda a créditoou prestações.Mas resistiam profundas desigualdades que provocavam contestação:• Condições de vida precárias de imigrantes2
  3. 3. • Discriminação racial: Martin Luther King (1929-1968) e Malcom X (1925-1965) nosEUA• Anos 60 - Movimento hippy (movimento de contestação juvenil contra os valorestradicionais), que se iniciou nos EUA.• Na Europa a contestação juvenil, embora sofresse a influência hippy, assumiu umcarácter mais político (Exs. Maio de 68, em Paris; 1969 Luto Académico emPortugal)A partir da década de 50 surgem novas tendências culturais:• Explosão da cultura de massas• Cultura da juventude ↔ surto da música pop e rock (Beattles, Rolling Stones,etc)• Criatividade na arte e na literatura (ex.: Pop Art) O MUNDO COMUNISTA: DESENVOLVIMENTO, BLOQUEIOS E RUPTURASCuba1959 – Fidel Castro tomou o poder → inspirou-se no modelo soviético: nacionalizou asempresas, colectivizou as terras, planificou a economia.↓Bloqueio económico dos EUAChina1949 – Nascimento da República popular da China liderada por Mao Tsé-Tung1966 – Revolução Cultural1976 – Morte de Mao Tsé-Tung e fim da Revolução cultural. A partir de então a economiachinesa tem vindo a abrir-se à influência ocidental, mas o Partido Comunista continua amanter o domínio do país.1989 – Violenta repressão de uma manifestação de estudantes na Praça Tienanmen.URSSApós a 2ª Guerra Mundial Estaline fez ascender a URSS a 2ª potência económica domundo.1953 – Morte de Estaline, subida ao poder de Krutchev:• Denuncia o culto da personalidade e os erros de Estaline• Descentraliza a economia• Iniciou o diálogo com o Ocidente• Incrementa uma política espacial1964 – Brejnev sucede a Krutchev e retoma o culto da personalidade e o rígido controloexercido pelo PCUS1985 – Gorbachev põe em prática um conjunto de reformas (perestroika) e uma políticade transparência e abertura (glasnost)↓Crise do leninismo3
  4. 4. 1980 – Abertura política da Polónia por ação do sindicato Solidariedade e da IgrejaCatólica1989 – Queda do Muro de Berlim, reunificação das duas Alemanhas1991 – Desmembramento da URSS O TERCEIRO MUNDO: INDEPENDÊNCIA POLÍTICA E DEPENDÊNCIAECONÓMICA1954-1970: independência, pela luta armada ou nalguns casos de forma pacífica, degrande número de povos colonizados1980 - na Rodésia o poder transitaria para a maioria negra, passando o país a chamar-seZimbabwe1994 - Fim do apartheid e implantação de um regime democrático na África do Sul,eleição de Nelson Mandela como presidente da República da África do Sul.↓A maioria destes países encontravam-se dependentes economicamente dos paísesindustrializados, não tinham conseguido resolver os problemas básicos (alimentação,saúde, educação) da maioria dos seus habitantes; tinham um elevado crescimentodemográfico; mantinham estruturas sociais tradicionais, marcadas por uma fortedesigualdade social; não tinham uma cultura do investimento; praticavam uma economiade subsistência ═ Países subdesenvolvidos (países da América latina, África e Ásia)↓Neocolonialismo AS NOVAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS: O DIÁLOGO NORTE/SUL; ADEFESA DA PAZAnos 70 – Divisão entre o Norte (países ricos) e Sul (países em vias de desenvolvimento)Alguns países em vias de desenvolvimento começam a nacionalizar os seus recursos e adefinir atividades económicas a desenvolver.1975 – Convenção de Laomé (assinada entre a Comunidade Europeia e alguns estados deáfrica, do Pacífico e das Caraíbas previa um plano de ajuda)1972 – 1979: assinatura dos acordos de SALT (Conversações sobre a limitação de armasEstratégicas)Mas guerra fria continuaria até 1987 com a corrida aos armamentos e o envolvimentodas 2 superpotências em conflitos locais.A partir daí, a ONU não conseguiu evitar o surgir de conflitos em África, ou no MédioOriente.4

×