POESIAS
MOEDINHA DA SORTE <ul><li>Quando eu brincava na praia a fazer castelos na areia achei uma moedinha que guardei na minha me...
O RELOGIO <ul><li>Passa, tempo, tic-tac Tic-tac, passa, hora Chega logo, tic-tac Tic-tac, e vai-te embora Passa, tempo Bem...
SOMBRAS DO PASSADO <ul><li>Hoje me lembrei do passado, Que pensara já estar sepultado Mas que retorna,permanece vivo, Cami...
O  RIO <ul><li>  </li></ul><ul><li>Uma gota de chuva  A mais, e o ventre grávido  Estremeceu, da terra.  Através de antigo...
PIADAS
PONTINHOS <ul><li>P: O que é um pontinho rosa na frigideira? R: Uma pinkeca </li></ul><ul><li>P: O que é 2 pontinhos preto...
PORTUGUÊS <ul><li>O português estava viajando quando derre- pente o ônibus parou em um enorme engarrafamento,então o portu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poesias ApresentaçãO

285 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poesias ApresentaçãO

  1. 1. POESIAS
  2. 2. MOEDINHA DA SORTE <ul><li>Quando eu brincava na praia a fazer castelos na areia achei uma moedinha que guardei na minha meia. Fiquei feliz, sai gritando, dei um mergulho no mar... segurei o dinheirinho e deitei para sonhar... Logo adormeci e sonhei com as mais lindas fadas espalhando pela praia mais moedinhas douradas Enquanto que eu dormia a onda veio mais forte e levou para outro menino a moedinha da sorte ... </li></ul>
  3. 3. O RELOGIO <ul><li>Passa, tempo, tic-tac Tic-tac, passa, hora Chega logo, tic-tac Tic-tac, e vai-te embora Passa, tempo Bem depressa Não atrasa Não demora Que já estou Muito cansado Já perdi Toda a alegria De fazer Meu tic-tac Dia e noite Noite e dia Tic-tac Tic-tac Tic-tac . . . </li></ul>
  4. 4. SOMBRAS DO PASSADO <ul><li>Hoje me lembrei do passado, Que pensara já estar sepultado Mas que retorna,permanece vivo, Caminhando passo a passo ao meu lado. </li></ul><ul><li>Por que insiste em me perseguir? Se já nem sei mais para onde ir? Já lhe paguei tim-tim por tim-tim, Nada lhe devo,não me torture assim!!! </li></ul><ul><li>Certas lembranças já não dizem nada, São como as cinzas de um amor que acaba, Que o vento espalha e a chuva lava Volto pro hoje... vida renovada </li></ul>
  5. 5. O RIO <ul><li>  </li></ul><ul><li>Uma gota de chuva A mais, e o ventre grávido Estremeceu, da terra. Através de antigos Sedimentos, rochas Ignoradas, ouro Carvão, ferro e mármore Um fio cristalino Distante milênios Partiu fragilmente Sequioso de espaço Em busca de luz.   </li></ul><ul><li>Um rio nasceu </li></ul>
  6. 6. PIADAS
  7. 7. PONTINHOS <ul><li>P: O que é um pontinho rosa na frigideira? R: Uma pinkeca </li></ul><ul><li>P: O que é 2 pontinhos pretos no microscópio? R: Uma blackteria e um pretozoario </li></ul><ul><li>P: O que é um pontinho amarelo e outro verde na estrada? R: Um UNOMILHO e um VOLKSVARGEM </li></ul><ul><li>P: O que é um pontinho amarelo numa limosine? R: Um milhonário </li></ul><ul><li>P: O que é um pontinho amarelo no topo de um prédio? R: Um fandangos suicida P: Por que ele quer se suicidar? R: Porque a vida dele é um saco P: Porque a vida dele é um saco? R: Porque as figurinhas brilhantes não deixam ele dormir </li></ul><ul><li>P: O que é um pontinho vermelho no topo de um castelo? R: Uma pimenta do reino </li></ul><ul><li>P: O que é um pontinho amarelo na praia? R: Um fandangos tentando virar baconzitos </li></ul>
  8. 8. PORTUGUÊS <ul><li>O português estava viajando quando derre- pente o ônibus parou em um enorme engarrafamento,então o português foi falar com o motorista: -Ora pois,o que estares acontecendo? o motorista respondeu: -Ha seu português,ouve um acidente. e o português: -Oba,adoro acidentes,abra a porta que eu vou l ver. E o motorista: -ok,mas a multidão não vai te deixar passar.Porque você não fala que é parente da vitima? e o português: -Boa idéia. Então o português saiu correndo gritando PARENTE DA VITIMA,PARENTE DA VITIMA. Quando a multidão abriu era um burro atropelado </li></ul>

×