11.3 A Terra, acreção e diferenciação

15.853 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.853
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
824
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

11.3 A Terra, acreção e diferenciação

  1. 1. Tema II – A Terra um planeta muito especial<br />A Terra – Acreção e Diferenciação<br />1<br />11.3<br />
  2. 2. A Terra – Acreção e diferenciação<br />2<br />
  3. 3. A Terra – acreção e diferenciação<br />3<br />A Terra, tal como os outros corpos do Sistema Solar, teve origem a partir da acreção de materiais da nébula solar por acção da força gravítica, seguido de um processo de diferenciação.<br />
  4. 4. 4<br />
  5. 5. 5<br />
  6. 6. 6<br />Embora se tenha começado a formar há cerca de 4600 M.a., continuou a crescer durante cerca de 120 a 150 M.a., até atingir as dimensões actuais.<br />As rochas magmáticas mais antigas encontram-se na Bacia de Hudson, Canadá<br />
  7. 7. 7<br />Ancient rocks in the Nuvvuagittuq region of Hudson Bay, Canada, may be the oldest rocks known on Earth, scientists said in September 2008.( in National Geographic)<br />
  8. 8. Diferenciação <br />Inicialmente a Terra teria uma estrutura homogénea, com uma distribuição regular do ferro, dos silicatos e da água.<br />8<br />
  9. 9. 9<br />
  10. 10. A estrutura da Terra em camadas concêntricas, com um núcleo central muito denso rodeado por um manto, e este pela crosta, menos densos, a existência de uma atmosfera e de uma hidrosfera levaram a procurar uma explicação para essa diferenciação estrutural e química.<br />10<br />
  11. 11. 11<br />
  12. 12. 12<br />
  13. 13. Que fontes de energia estariam envolvidas no processo de diferenciação?<br />Impacto dos planetesimais<br />Compressão<br />Desintegração radioactiva<br />13<br />
  14. 14. Impacto dos planetesimais<br />Energia cinética era convertida em calor<br />Impacto dos planetesimais<br />14<br />
  15. 15. Compressão <br />As zonas internas do planeta eram comprimidas sob o peso crescente da acumulação de novos materiais. Como resultado o calor acumulava-se e a temperatura aumentava no interior da Terra<br />Compressão do planeta resultante do seu próprio peso<br />15<br />
  16. 16. Desintegração radiactiva<br />Os átomos dos elementos pesados, urânio, tório e potássio (por ex.) desintegram-se espontaneamente, emitindo energia e transformando-se noutros elementos mais estáveis.<br />Esse calor flui com dificuldade devido à fraca condutividade térmica das rochas, ficando armazenado no interior da Terra.<br />16<br />
  17. 17. 17<br />
  18. 18. Diferenciação <br />Os materiais sofreram fusão.<br />Sendo o ferro mais denso deslocou-se na direcção do centro do planeta e os materiais menos densos para a periferia, que ao arrefecerem originaram a crosta primitiva.<br />Na crosta recém formada os fenómenos de vulcanismo seriam generalizados.<br />18<br />
  19. 19. A superfície da Terra foi arrefecendo, de modo que os materiais que se encontravam à superfície solidificaram, formando uma capa muito fina e quebradiça -a crusta primitiva.<br />19<br />
  20. 20. Esta crusta primitiva, ao ser bombardeada por meteoritos, era quebrada e perfurada, permitindo que o material que se encontrava por baixo, ainda em estado fluido -um magma primitivo -, subisse até à superfície, espalhando-se em vastos lençóis.<br />20<br />
  21. 21. forma-se a primeira verdadeira crusta continental, que se movia e flutuava sobre o material mais denso que se encontrava por baixo.<br />21<br />eps.berkeley.edu/.../Early_Earth.jpg<br />
  22. 22. Juntamente com o derrame de lava seriam libertadas grandes quantidades de gases que permitiram o aparecimento da atmosfera.<br />22<br />
  23. 23. 23<br />
  24. 24. O vapor de água libertado ter-se-ia condensado por arrefecimento, originando chuvas abundantes, que caindo sobre o planeta já arrefecido se acumularam constituindo os oceanos primitivos.<br />24<br />
  25. 25. Numa fase posterior, devido aos gases libertados pelas rochas em arrefecimento e à intensa actividade vulcânica, a atmosfera seria basicamente composta por dióxido de carbono (CO2), azoto(N2), água(H2O), metano(CH4), amoníaco(NH3), mas sem oxigénio (O2).<br />25<br />

×