Biologia 11 (origem e evolução colónias)

304 visualizações

Publicada em

importância das colónias na evolução dos multicelulares

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Biologia 11 (origem e evolução colónias)

  1. 1. Série de géneros que mostram um gradual progresso em organização terminando num estado colonial com alguma elaboração.
  2. 2. Aumento do número e tamanho das células da colónia. Aumento da especialização do ponto de vista morfológico e funcional. Desenvolvimento de estruturas sexuais.
  3. 3. Aceita-se hoje, como provável, a hipótese de que foi o aprofundamento progressivo da especialização morfológica e funcional que levou à constituição de seres multicelulares, tanto plantas como animais. Existência de polaridade, especialização e coordenação. Existência de uma certa divisão do trabalho. Células da camada exterior têm características somáticas. Reprodução assexuada e sexuada.
  4. 4. Multicelularidade
  5. 5. Vantagens da multicelularidade  Utilização da energia mais eficaz. A diferenciação celular e consequente especialização de funções permitiu a redução do metabolismo celular.  Aumento de tamanho – favorável para a competição pelo território e pelo alimento.  Maior diversidade de formas como resultado da especialização e diversificação celular, o que permite uma melhor adaptação a diferentes ambientes.  Maior complexidade e interação entre os sistemas de órgão permite uma maior independência do organismo face ao meio externo, pois a interação facilita a regulação do meio interno.
  6. 6. A organização das células em colónias e o aparecimento da multicelularidade, permitiu às células suportar o aumento da complexidade, uma vez que não pode aumentar indefinidamente o seu tamanho.

×