SENAC - FACULDADE DE TECNOLOGIA – PELOTAS Pós-Graduação em Gestão do Capital Intelectual Tecnologia Digital e Educação Org...
Software livre Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Software livre, segundo a definição criada pela  Free Software Fou...
Definição Um  software  é considerado como livre quando atende aos quatro tipos de liberdade para os usuários do software ...
Motivação     O logotipo da  Free Software Foundation .  Os desenvolvedores de software na  década de 70  frequentemente c...
Ideologia: as diferenças entre Software Livre e Código Aberto Muitos defensores do software livre argumentam que a liberda...
Softwares Livres notáveis Abaixo está uma lista com os softwares livres mais conhecidos e usados: Sistemas operacionais:  ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação sobre Software Livre

861 visualizações

Publicada em

Discussão da aula sobre Infra-estrutura de TI e Software Livre

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
861
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação sobre Software Livre

  1. 1. SENAC - FACULDADE DE TECNOLOGIA – PELOTAS Pós-Graduação em Gestão do Capital Intelectual Tecnologia Digital e Educação Organizacional Prof. Eduardo Maroñas Monks Discussão da aula sobre Infra-estrutura de TI e Software Livre Trabalho II Componentes: Éclea e Gino Frank
  2. 2. Software livre Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Software livre, segundo a definição criada pela Free Software Foundation é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado e redistribuído sem nenhuma restrição. A liberdade de tais diretrizes é central ao conceito, o qual se opõe ao conceito de software proprietário , mas não ao software que é vendido almejando lucro ( software comercial ). A maneira usual de distribuição de software livre é anexar a este uma licença de software livre , e tornar o código fonte do programa disponível.
  3. 3. Definição Um software é considerado como livre quando atende aos quatro tipos de liberdade para os usuários do software definidas pela Free Software Foundation : A liberdade para executar o programa, para qualquer propósito (liberdade nº 0); A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade nº 1). Acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade; A liberdade de redistribuir, inclusive vender, cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo (liberdade nº 2); A liberdade de modificar o programa, e liberar estas modificações, de modo que toda a comunidade se beneficie (liberdade nº 3). Acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade;
  4. 4. Motivação O logotipo da Free Software Foundation . Os desenvolvedores de software na década de 70 frequentemente compartilhavam seus programas de uma maneira similar aos princípios do software livre. No final da mesma década, as empresas começaram a impor restrições aos usuários com o uso de contratos de licença de software. Em 1983 , Richard Stallman iniciou o projeto GNU , e em outubro de 1985 fundou a Free Software Foundation (FSF). Stallman introduziu os conceitos de software livre e copyleft, os quais foram especificamente desenvolvidos para garantir que a liberdade dos usuários fosse preservada.
  5. 5. Ideologia: as diferenças entre Software Livre e Código Aberto Muitos defensores do software livre argumentam que a liberdade é valiosa não só do ponto de vista técnico, mas também sob a ótica da moral e ética. É neste aspecto que o movimento de software livre (encabeçado pela FSF ) se distingue do movimento de código aberto (encabeçado pela OSI ), que enfatiza a superioridade técnica em relação a software proprietário, ao menos em potencial. Os defensores do código aberto (também conhecido como Open source em inglês) argumentam a respeito das virtudes pragmáticas do software livre ao invés das questões morais. A discordância básica dos movimentos está no discurso. Enquanto o foco do movimento encabeçado pela FSF chama a atenção para valores morais, éticos, direitos e liberdade, o movimento encabeçado pela OSI defende um discurso mais agradável às empresas. Com isso, o movimento de software livre condena o uso e desenvolvimento de software proprietário, enquanto o movimento de código aberto é conivente com o desenvolvimento de software proprietário.
  6. 6. Softwares Livres notáveis Abaixo está uma lista com os softwares livres mais conhecidos e usados: Sistemas operacionais: GNU/Hurd , GNU/Linux , BSDs . Ferramentas de desenvolvimento GNU : Linguagens de programação: Python , Java , Perl , PHP , Lua , Ruby , Gambas e Tcl . Servidores: Servidor web: Apache . Bancos de dados relacionais: MySQL , Postgres . Navegadores Web: Firefox , Konqueror e Google Chrome . Pacote de escritório: OpenOffice.org . Processadores de texto: OpenOffice.org Writer e AbiWord . Editor de apresentação multimédia: OpenOffice.org Impress Planilha eletrônica: OpenOffice.org Calc e GNumeric Sistema de gerenciamento de banco de dados: OpenOffice.org Base Editoração eletrônica: Scribus e OpenOffice.org Draw .

×