Silêncio: izildinha
Eu ainda sou uma criança que ao dormir acorda assustada E no amanhecer dos dias, todos os sonhos me viram verdade Porém nã...
Tantas noites, tantos dias e assim eu me vejo estampada Uma encantada melodia, um sonho a mais, e é bom Ao cansaço dos dia...
O silêncio de quem precisa dizer os muitos que valham  Coração entrelaçado de amargurado, mas ainda feliz Sem asas é certo...
Se me entendo com a vida, já uma solução forte Posso suportar os ventos, sem cair por onde eu vou Preciso do tempo que tan...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SilêNcio

244 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SilêNcio

  1. 1. Silêncio: izildinha
  2. 2. Eu ainda sou uma criança que ao dormir acorda assustada E no amanhecer dos dias, todos os sonhos me viram verdade Porém não do jeito tão sonhado, também nem muita realidade E um aviso ao nascer do dia.Um bilhete na porta da entrada.
  3. 3. Tantas noites, tantos dias e assim eu me vejo estampada Uma encantada melodia, um sonho a mais, e é bom Ao cansaço dos dias, ás novas euforias.Uma nota, um tom Descobrindo uma verdade nova, numa lágrima encorajada.
  4. 4. O silêncio de quem precisa dizer os muitos que valham Coração entrelaçado de amargurado, mas ainda feliz Sem asas é certo, mas vive por perto, e onde sempre quis Num soluço mais forte, que os ventos rasantes espalham
  5. 5. Se me entendo com a vida, já uma solução forte Posso suportar os ventos, sem cair por onde eu vou Preciso do tempo que tantas verdades consagrou Preciso da vida mais um pouco, e dessa precisão suporte. [email_address]

×