Vírus

2.716 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.716
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
90
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vírus

  1. 1. VÍRUS BIO – TUBÃO
  2. 2. <ul><li>VÍRUS : </li></ul><ul><li>Não possuem metabolismo próprio </li></ul><ul><li>Não possuem Organização celular. </li></ul><ul><li>Só se reproduzem parasitando uma célula (parasitas intracelulares obrigatórios). </li></ul><ul><li>Possuem DNA ou RNA </li></ul><ul><li>São altamente específicos para a células hospedeiras </li></ul><ul><li>Podem ser envelopados ou encapsulados. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>VÍRUS ENCAPSULADOS: Capsídeo protéico + material genético. Ex. bacteriófago </li></ul>
  4. 5. <ul><li>Ciclo do bacteriófago (replicação viral) : </li></ul><ul><li>1- adsorçã o: fixação do vírus na células (sistema “chave fechadura”) </li></ul><ul><li>2- penetração: material genético do vírus penetra na célula. Capsídeo fica de fora </li></ul><ul><li>3 e 4 - eclipse : o DNA viral se mistura ao DNA da célula. A genética da célula passa a produzir novos vírus. </li></ul><ul><li>5- Liberação: Os novos vírus lisam a célula </li></ul>
  5. 7. <ul><li>Vírus envelopados : capsídeo + material genético + envelopa viral + enzimas virais. Ex. HIV </li></ul>
  6. 8. <ul><li>HIV é um retrovírus (vírus de RNA que precisa ser transformado em DNA). </li></ul><ul><li>Esse tipo de vírus é altamente mutante, fato que dificulta a criação de vacinas e de tratamentos. </li></ul><ul><li>Ataca células de defesa, incapacitando imunologicamente a pessoa que morre de doenças oportunistas. </li></ul><ul><li>Não há cura nem vacina. O coctel só prolonga a vida, a doença (AIDS) ainda é fatal. </li></ul>
  7. 9. <ul><li>Ciclo do HIV: </li></ul><ul><li>1 e 2- Adsorção do vírus ao linfócito T helper (CD4). </li></ul><ul><li>3- O caprídeo inteiro entra e libera a enzima transcriptase reversa transforma o RNA viral em DNA. </li></ul><ul><li>4- O DNA viral se mistura ao DNA celular. A célula passa a produzir novos vírus. </li></ul><ul><li>5- Os novos vírus saem para infectar outras células. No início não há lise celular. </li></ul>
  8. 11. Vírus de DNA – imunização mais eficiente
  9. 12. Vírus de RNA – imunização mais difícil

×