CATACLISMOS  COMO ENFRENTARCATÁSTROFES NATURAIS
CATACLISMOS  COMO ENFRENTARCATÁSTROFES NATURAIS
Título:     The One-Stop Survival Preparedness GuideAlguns trechos desse livreto foram extraídos da obra:                 ...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASQueridos amigos,       Alguns membros da nossa organização nos alertaram ...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS       Ao ler esta história parece que ninguém foge ao seu destino, mas q...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASIntrodução       Certamente todos têm observado que a incidência de catac...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASInstruções    TERREMOTOS    Se estiver dentro de uma casa:    • Proteja-s...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASCICLONESSe estiver numa área suscetível a ciclones:• Escute o rádio ou a ...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS      • Retire e sele produtos perigosos, como inseticidas e herbicidas. ...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS     • Os tremores duram mais do que 20 segundos e/ou a água recua da    ...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS      ACIDENTE NUCLEAR      Explosão de Usina Nuclear ou ‘Bomba Suja’    ...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS      • Alimentos ricos em potássio, cálcio e minerais: vegetais, frutas,...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Isqueiro ou fósforos em caixa à prova de água• Pequeno estojo de primei...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS      • Velas, fósforos.      • Os remédios que costuma tomar, analgésico...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS       • Que Deus seja magnificado       • Que o fiat do Senhor esteja co...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASENDEREÇOS DA DEFESA CIVIL NOS ESTADOSACRETelefone: (68) 3224-8984 ramal 2...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASBairro: PetrópolisManaus/AM69065-130• Expediente:07:30h às 15:30h. Fuso h...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Contatos:Telefones: (96) 2101-2150 / 2188Fax: (96) 2101-2181E-mail: def...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Expediente:08:00h às 17:00h. Horário de almoço de 12:00h às 13:00h• Coo...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Gerente de Minimização de Desastres:TEN. CEL. BM REGINALDO DE JESUS SOU...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASGOIÁSCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/GOQuartel do Comando Geral do Corpo d...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Secretário Executivo:Cel. BM Carlos Roberio dos Santos• Contatos:Telefo...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASMATO GROSSO DO SULCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/MSParque dos Poderes – B...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Coordenador de Resposta aos Desastres:MAJ. BM ELTON GUILHERME CRISOSTOM...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASPARAÍBACOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/PBCentro Administrativo Estadual – ...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Coordenador:CEL. PM MÁRIO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUEChefe da Casa Milita...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASPARANÁCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/PRRua Jacy Loureiro, Palácio das Ara...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Superintendente Operacional de Defesa Civil:CEL. BM LUÍS GUILHERME FERR...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASRONDÔNIACOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/ROAvenida Campos Sales, nº 3.254Ba...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Coordenador:CEL BM PAULO SÉRGIO SANTOS RIBEIROComandante-Geral do Corpo...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASSANTA CATARINADEPARTAMENTO ESTADUAL DE DEFESA CIVIL – DEDC/SCAvenida Ivo ...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Secretário executivo:Maj. BM Gilfran Marceliocopete Santos Mateus• Cont...
CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASTOCANTINSCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/TOCoordenadoria Estadual de Defes...
ORDEM DO BOM SAMARITANO    Temos uma Ordem Sagrada, a Ordem do Bom Samaritano, cujosmembros podem ter uma atuação muito im...
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais

1.015 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.015
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cataclismos - Como enfrentar catástrofes naturais

  1. 1. CATACLISMOS COMO ENFRENTARCATÁSTROFES NATURAIS
  2. 2. CATACLISMOS COMO ENFRENTARCATÁSTROFES NATURAIS
  3. 3. Título: The One-Stop Survival Preparedness GuideAlguns trechos desse livreto foram extraídos da obra: Craig Nicholson Tradutora: Urbana Rutherford Revisão: Liana Castello 2012 Summit Lighthouse do Brasil Praça Manoel Moreira, 148 – Centro 37245-000 – Carrancas – MG E-mail: summit@summit.org.br Website: www.summit.org.br
  4. 4. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASQueridos amigos, Alguns membros da nossa organização nos alertaram para o fato de quealgumas pessoas insistem em dizer que nos mudamos para Carrancas parafugir a um possível cataclismo. Vimos mais uma vez reiterar que há muitos anos pensamos em mudara nossa sede da SLB para um local mais tranquilo do que São Paulo, de prefe-rência uma pequena cidade numa zona rural, que foi o que encontramos emCarrancas. Esse projeto existia há muito tempo e nada teve a ver com terremo-tos, com a chegada de 2012, etc. Gostaria de lembrar a todos, que não devemos colocar a nossa atençãoem cataclismos e coisas negativas. Esse é um ensinamento da nossa Mensa-geira. Devemos sim, nos preparar para qualquer eventualidade, mas de formatranquila e confiante, sem medos nem exageros. Um dia, todos chegaremos ao fim do nosso ciclo e, se olharmos à nossavolta, veremos que o “cataclismo” vem chegando para muitos, por meio deguerras, acidentes, banditismo, etc. Há uma história que li há muito tempo e que nunca esqueci. Ela ilustraum pouco o conceito de destino. É mais ou menos assim: “Houve em Samarkanda, um rei que viajava muito pelo seu país. Um dia em que ia apenas com um seu fiel escudeiro pediu-lhe que fosse ao mercado comprar umas frutas para se refrescar. O escudeiro obedeceu e foi ao mercado onde encontrou a Morte que, com um ar espantado e medonho o olhava fixamente. O es- cudeiro fugiu apavorado, correu para o seu senhor e pediu que o deixasse ir para Samarkanda, onde iria pedir à sua família que o escondesse da Morte. O rei consentiu, mas cheio de curiosidade re- solveu ir ao mercado para ver in loco o que poderia ter acontecido. Lá encontrou a Morte e perguntou-lhe por que tinha assustado o seu escudeiro. Ela respondeu: Eu não o assustei, apenas fiquei espantada por vê-lo aqui, pois tenho um encontro marcado com ele em Samarkanda”. 5
  5. 5. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS Ao ler esta história parece que ninguém foge ao seu destino, mas querolembrar que não há uma predeterminação divina na nossa vida. Essa predeter-minação somos nós mesmos quem criamos e é fruto do nosso carma, da nossaatitude perante a vida, dos nossos atos e até mesmo da nossa dieta. Temos, semdúvida, um ciclo de vida que é fruto de tudo isso, mas pode ser modificado seos Senhores do Carma assim decidirem. Que Deus nos ajude a estarmos sempre no lugar certo e no momento cer-to, de acordo com o ciclo da nossa vida. Devemos usar de bom senso em tudo eseguir os muitos conselhos que os Mestres nos têm dado sobre cataclismos, masnão vale a pena fugir, pensando que “em Samarkanda” estaremos a salvo. Junto enviamos um pequeno roteiro sobre alguns dos cataclismos ouacidentes graves que podem ocorrer no nosso planeta e esperamos que essasindicações nunca venham a ser necessárias, mas sabemos que é bom nos acau-telarmos, pois foi isso que os Mestres nos ensinaram e que a nossa Mensageirasempre exemplificou. 6
  6. 6. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASIntrodução Certamente todos têm observado que a incidência de cataclismos écada vez maior. Não podemos esquecer que a Terra é um planeta dinâmico eativo, um organismo vivo que está sempre buscando equilíbrio. Infelizmente,o nosso planeta não está muito saudável. A poluição desenfreada que se temverificado ao longo de muitos anos da era moderna em nada tem ajudadoesse equilíbrio. Entramos também numa nova era, a Era de Aquário, o que pode trazeralguns ajustamentos no planeta, como tem sido revelado em algumas profecias. Sabemos que são os elementais que, sob a orientação dos seus hierarcas,lidam com as condições climáticas da Terra. A sobrecarga que enfrentam nemsempre permite que resolvam as situações da forma mais agradável para nós. Há várias profecias em relação a cataclismos, muito especialmente o ca-lendário Maya, que muitos veem como um fim de mundo, quando é realmenteo fim de uma era. Há os “três dias de trevas”, uma profecia que circula há anospela internet, que diz que grandes cataclismos ocorrerão. Não podemos esquecer que as profecias, seja qual for a sua origem, nãoestão escritas em pedra e nada mais são que um aviso dado à humanidade. Sempre esperaremos que nada aconteça de mais grave a nós ou à nossafamília e amigos, mas em função dos acontecimentos dos últimos tempos ébom estarmos preparados e saber como enfrentar algumas dessas situações. Neste folheto abordaremos algumas normas para enfrentar terremotos,inundações, ciclones, incêndios e desastres nucleares. Daremos também uma lista de coisas a ter em casa. Mesmo quando hágrande destruição, muitas casas ainda ficam de pé. Também não podemosesquecer que, por vezes, pode haver uma área que não foi afetada, mas dei-xou de receber suprimentos por causa da destruição de estradas ou de pontesde acesso. 7
  7. 7. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASInstruções TERREMOTOS Se estiver dentro de uma casa: • Proteja-se debaixo de uma mesa ou de outro móvel semelhante e agarre-se a ela. Isso evitará que objetos caiam sobre você, assim como estilhaços de vidros. Durante um tremor de terra deve proteger-se nos primeiros três segundos. • Se não tiver uma mesa ou móvel semelhante por perto estenda-se no chão contra uma parede interior e cubra a cabeça e o pescoço com os braços. • Evite ficar por perto de janelas, objetos pendurados, como quadros, espelhos, móveis altos, armários contendo objetos pesados que pos- sam cair sobre você. • Se estiver numa casa de onde possa sair facilmente, saia para a rua, mas fique longe dos prédios e de tudo que possa desmoronar. Se estiver fora de casa: • Vá para um lugar aberto, o mais longe possível de edifícios, postes elétricos, chaminés e qualquer outra coisa que possa cair em cima de você. • Se estiver dirigindo, pare, mas com cuidado. Mova o carro para lon- ge do tráfego, se possível. Não pare numa ponte ou debaixo dela, debaixo de uma passarela, de uma árvore, de candeeiros ou postes elétricos. Fique dentro do carro até que os tremores passem. Quando voltar a conduzir preste atenção a rachaduras no pavimento, pedras caídas e elevações de asfalto. • Se estiver numa área montanhosa preste atenção a pedras caídas ou prestes a cair, deslizamento de terras, árvores e escombros. • Se estiver numa praia vá imediatamente para um lugar alto, pois tre- mores de terra podem causar tsunamis. 8
  8. 8. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASCICLONESSe estiver numa área suscetível a ciclones:• Escute o rádio ou a TV para obter informações.• Feche as janelas de madeira e prenda móveis de terraço ou leve-os para dentro de casa.• Desligue eletrodomésticos se houver instruções para fazê-lo.• Feche os botijões de gás propano.• Evite usar o telefone exceto para emergências graves.• Encha a banheira e os lavatórios de água, assim como outros reci- pientes para o caso de faltar água.Deve sair de casa se:• Receber instruções das autoridades para fazê-lo.• Se viver numa casa móvel ou de estrutura muito frágil.• Se viver num prédio muito alto – os ventos ciclônicos são mais fortes na altitude• Se viver próximo da costa, num lugar sujeito a inundações, próximo de um rio, ou de um curso de água.• Se sentir que está em perigo.INUNDAÇÕESSe uma inundação estiver iminente, faça o seguinte:• Escute as notícias pela rádio e pela TV pra obter informações.• Se possível proteja a sua propriedade com sacos de areia.• Mantenha suprimentos de água, alimentos e medicamentos.• Se a água entrou numa garagem ou porão não caminhe nela, pois pode estar contaminada e esconder objetos perigosos. 9
  9. 9. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS • Retire e sele produtos perigosos, como inseticidas e herbicidas. • Não ande em água em movimento. Alguns centímetros de água em movimento podem fazê-lo cair. Se precisar caminhar na água, cami- nhe onde ela não estiver em movimento. Use um pedaço de pau para verificar a firmeza do solo à sua frente. • Não se aproxime de água que esteja em contato com postes elétricos caídos. • Não permita que as crianças brinquem na água da enchente, tubos de drenagem ou áreas inundadas. • Se puder, leve as mobílias e os eletrodomésticos para planos mais altos da casa. • Se tiver de deixar a sua propriedade, feche os circuitos elétricos e o gás. • Se estiver num carro lembre-se que 30 cm de água farão flutuar mui- tos veículos. Em 60 cm de água com grande correnteza, veículos, incluindo picapes, serão arrastados. • Se for apanhado numa correnteza de água que sobe rapidamente e o carro parar, deixe-o e salve a si mesmo e aos seus passageiros. • É preferível largar o seu carro do que se aventurar numa estrada ou rua já muito inundada. TSUNAMI Se estiver na praia ou em outras áreas perto do oceano ou de uma baía,um terremoto pode gerar um maremoto ou tsunami, que são ondas gigantesque podem alcançar a costa em minutos. Se ocorrer algum dos sinais seguin-tes, vá imediatamente para um lugar alto: • As autoridades avisaram sobre a possibilidade de um tsunami e or- denam a evacuação da área. • Escuta um sistema de aviso. • A terra sacode tanto que você perde o equilíbrio. 10
  10. 10. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS • Os tremores duram mais do que 20 segundos e/ou a água recua da praia. Este é um sinal típico da formação de um tsunami INCÊNDIOS O fogo espalha-se muito rapidamente; não há tempo para pegar di-nheiro, documentos, ou fazer uma chamada telefônica. Em apenas dois mi-nutos uma residência pode ser envolvida pelas chamas. O que fazer durante um incêndio: • Fique calmo e saia imediatamente de casa. • Se vir fogo por baixo da porta, tente outra saída. • Encoste a mão na porta antes de abri-la. Se estiver quente tente outra saída. • Agache-se no chão para evitar a fumaça. Arraste-se para fora. • Se as suas roupas pegarem fogo. PARE onde estiver, CAIA no chão e ROLE de um lado para o outro para apagar as chamas. • Telefone para 199 de um lugar seguro. Mantenha-se na linha até a operadora desligar. • Se estiver preso num edifício em chamas, fique perto de uma janela e perto do chão. Coloque uma toalha enrolada por baixo da porta. Se possível, peça ajuda acenando com uma peça de roupa colorida ou acendendo e apagando uma lanterna. • Não volte para dentro do edifício a menos que seja instruído para fazê-lo. 11
  11. 11. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS ACIDENTE NUCLEAR Explosão de Usina Nuclear ou ‘Bomba Suja’ Se estiver suficientemente perto para ver ou escutar uma explosão numausina nuclear ou a explosão de uma bomba, parta do princípio que haverásubstâncias químicas ou radioativas se espalhando. Se não tiver meio de trans-porte para sair da área, resguarde-se em casa e tente obter meio de transportepara levá-lo para longe de qualquer radiação. Se tiver transporte, pegue o seukit de sobrevivência (ver na página ?????) e saia da zona de perigo. Se puder,cubra o rosto com um pano. Depois de alcançar um lugar seguro, remova asroupas e tome um banho de chuveiro o mais rapidamente possível. Mantenha-se em contato com as notícias sobre abrigos e evacuação. Alimentação em caso de radiação: As sugestões que apresentamos nos foram enviadas pela nossa Matrizem Montana. Uma dieta anti-radiação deve basear-se em alimentos que tenham umaboa percentagem das enzimas e minerais que ajudam a normalizar a quími-ca do sangue mantendo-o mais alcalino do que ácido. Podem encontrar umaboa lista desses alimentos se procurarem na Internet em “alimentos ácidos ealcalinos”. Alguns itens da dieta a seguir: • Sopa de missô. • Algas marinhas. • Couve, repolho, brócolis, couve flor, etc. • Vegetais com alto teor de betacaroteno como cenouras, abóbora, ba- tata doce. • Feijões e lentilhas. 12
  12. 12. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS • Alimentos ricos em potássio, cálcio e minerais: vegetais, frutas, no- zes e sementes, peixe. • Alimentos que ajudam à reparação celular: spirulina, chlorella, algas, sardinhas, fígado, anchovas e cavala. • Óleo de fígado de bacalhau, azeite . • Sal marinho. • Suplemento de multi-vitaminas/minerais de alta qualidade . • Evitar açúcar e doces, pão branco, arroz branco, produtos feitos com farinha branca, alimentos processados, comida rápida, especiarias pesadas. • Chá verde e chá preto ajudam a desintoxicar. Há vários suplementos que podem ajudar nesta desintoxicação, maspara isso deve consultar o seu médico. Quando a bomba atômica caiu em Nagasaki, no Japão, o diretor clínicode um dos hospitais alimentou os seus pacientes e o seu staff com uma dieta dearroz integral, sopa de missô ou tamari, algas wakame, kombu e outras, abóbo-ra hokaido (a mais parecida que temos é a cabotian ou a japonesa) e sal mari-nho. Ele também proibiu o consumo de açúcar e doces, pois eles enfraquecemo sistema imunológico. Ele foi muito bem sucedido, pois muitas dessas pessoastiveram poucos efeitos da radiação. Sugestão para um kit de sobrevivência: O mais prático será sempre uma mochila, mas pode ser qualquer tipo demala que prefira. Nela coloque: • Garrafa de plástico com água • Canivete múltiplas funções • Lanterna e pilhas 13
  13. 13. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Isqueiro ou fósforos em caixa à prova de água• Pequeno estojo de primeiros socorros• Os seus medicamentos + analgésico (vá substituindo)• Barbante (cordel)• Corda de nylon• Barras de cereais, chocolate, snacks de que goste (vá substituindo)• Em climas frios: luvas, gorro, agasalho• Saco de plástico grande e colorido (serve de abrigo, de capa de chuva e de sinalizador)• Papel higiênico• Apito• Mapa da área• Pequeno rádio e pilhas• Uma chave extra do seu carro• Uma carteira com algum dinheiroPara ter em casa:Devemos ter em casa uma boa reserva de:• Água.• Alimentos enlatados.• Frutas secas, oleaginosas, barras de cereais, granola, chocolate, bola- chas, compotas, leite em pó, achocolatado.• Todos os tipos de alimentos secos que costuma usar, arroz, feijão, massas, etc.• Papel higiênico, absorventes, detergentes. 14
  14. 14. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS • Velas, fósforos. • Os remédios que costuma tomar, analgésicos, kit primeiros socorros, álcool, água oxigenada. • Se tiver bichos de estimação, comida para eles . • Rádio de pilhas, pilhas. • Fogareiro para acampamento. Vá sempre substituindo os alimentos e os medicamentos. Guarde no mesmo lugar todos os seus documentos importantes. Prote-ja-os da forma mais segura possível. Combine com a família e amigos onde se encontrariam no caso de umcataclismo Consulte ainda hoje o site da defesa civil para saber como proceder nocaso de um cataclismo. Veja os endereços a seguir. Ações espirituais: Em momentos de pânico e de confusão mantenha a calma. Coloque asua atenção em Deus e na sua Presença do EU SOU. Faça afirmações e chama-dos rápidos: • Arcanjo Miguel, ajuda-me, ajuda-me, ajuda-me • Arcanjo Miguel toma conta desta situação • No Coração Imaculado de Maria eu confio • Paz aquieta-te e sabe que EU SOU Deus • Sempre Vitória • EU SOU a Ressurreição e a Vida 15
  15. 15. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS • Que Deus seja magnificado • Que o fiat do Senhor esteja comigo • Vem, Espírito Santo, ilumina-me Aprenda estes fiats de cor. Eles são úteis em todos os dias da nossa vida. Assim que puder faça chamados mais específicos de proteção. Porexemplo: Em nome do EU SOU O QUE EU SOU invoco a espada do ArcanjoMiguel e o círculo e espada de Astrea para que envolvam e protejam todas asvítimas deste (terremoto, ciclone, cheia, etc.). Que elas sejam salvas de acordocom a vontade de Deus. Em nome da luz de Deus que nunca falha invoco a amada Nossa Senho-ra, o Arcanjo Rafael e os anjos da cura para que ajudem os feridos e os doentes.Peço iluminação e discernimento para os médicos, enfermeiros e todos os quecolaboram no salvamento das vítimas. Que assim seja de acordo com a vonta-de de Deus. São chamados curtos que se fazem em segundos, mas são bem espe-cíficos. Habitue-se a fazê-los sempre que testemunhar um acidente.Quandopossível invoque a chama violeta e visualize-a envolvendo todo o ambiente. No meio das dificuldades, mantenha a harmonia para que Deus possa atu-ar por seu intermédio. Aceite a situação, seja ela qual for, e tente ajudar a si mesmoprimeiro para depois poder ajudar os outros. Incite as pessoas que contatar a faze-rem esses fiats, a orarem a Deus e a se entregarem à misericórdia divina. Não se deixe arrastar pela consciência de massa e pelo pânico. Mante-nha-se ligado á sua Presença. Esperamos que este folheto lhe seja útil e lembramos que depois de nos or-ganizarmos e de nos precavermos em relação a cataclismos não devemos mantera nossa atenção nessas situações. A Mensageira sempre recomendava isso, pois aforça de pensamento de muita gente pode causar mais perturbações. 16
  16. 16. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASENDEREÇOS DA DEFESA CIVIL NOS ESTADOSACRETelefone: (68) 3224-8984 ramal 27Fax: (68) 3212-7815 / 7818E- mail: bombeiros@ac.gov.brALAGOASCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/ALCoordenadoria Estadual de Defesa Civil de AlagoasRua Lavenere Machado, nº 80Bairro: Trapiche da BarraMaceió/AL57010-383• Expediente:07:00h às 17:00h. Plantão Defesa Civil de 24h• Coordenador:CEL. BM JADIR FERREIRA CUNHA• Secretário Executivo:Coronel Denildison Cruz de Queiroz• Contatos:Telefones: (82) 3315-4991 / 2829Fax: (82) 3315-2812E-mail: defesacivil@cbm.al.gov.brAMAZONASCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/AMQuartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do AmazonasAv. Codajás, nº 1.503 17
  17. 17. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASBairro: PetrópolisManaus/AM69065-130• Expediente:07:30h às 15:30h. Fuso horário: (-1h) em relação à Brasília e em horário deverão (-2h)• Subsecretário:TEN CEL BM ROBERTO ROCHA GUIMARÃES DA SILVA• Coordenador de Articulação de Adaptações Climáticas:Hemogenes Rabelo• Contatos:Telefones: (92) 3216-9375 / 3216-9382Fax: (92) 3216-9375E-mail: comadec@comadec.am.gov.brAMAPÁCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/APAvenida Mãe Luzia, nº 449Bairro: LaguinhoMacapá/AP68908-160• Expediente:07:30h às 17:00h• Coordenador:Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do AmapáCEL QOBM GIOVANNI TAVARES MACIEL FILHO• Secretário Executivo:Maj. BM Clésio do Nascimento Rodrigues 18
  18. 18. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Contatos:Telefones: (96) 2101-2150 / 2188Fax: (96) 2101-2181E-mail: defesa_civil_ap@yahoo.com.brBAHIACOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/BACentro Administrativo da BahiaAv. Professor Magalhães Neto, nº 1856, Ed. TK Power 15º Andar, Sl. 1504/1505Bairro: PitubaSalvador/BA41810-012• Expediente:08:30h às 18:00h. Horário de almoço de 12:00h às 13:30h• Coordenador:ANTONIO RODRIGUES DOS SANTOS• Coordenador Adjunto:Paulo Sérgio Menezes Luz• Contatos:Telefones: (71) 3371-6691 / 9874Fax: (71) 3371-6655E-mail: antonio.rodrigues@cordec.ba.gov.brSítio: www.setras.ba.gov.br/cordecCEARÁCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/CERua Oto de Alencar, nº 215Bairro: JacarecangaFortaleza/CE60010-270 19
  19. 19. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Expediente:08:00h às 17:00h. Horário de almoço de 12:00h às 13:00h• Coordenador:CEL BM JOÃO VASCONCELOS SOUSA• Secretário-Executivo:Ten Cel BM Francisco William Lopes Rodrigues• Secretário Adjunto:Mj BM Wagner Maia• Assessora Técnica:Maria Ioneide Araújo• Contatos:Telefone: (85) 3101-4619 / 4571Fax: (85) 3101-2215E-mail: defesa.civil@sas.ce.gov.brDISTRITO FEDERALSISTEMA DE DEFESA CIVIL DO DISTRITO FEDERAL – SIDEC/DFSUBSECRETARIA DO SISTEMA DE DEFESA CIVIL DO DISTRITO FEDE-RAL – SUSDECQNM 18 Área Especial s/nº – Ceilândia CentroBrasília/DF72210-180• Expediente:08:00 às 18:00 h• Subsecretário do Sistema de Defesa Civil:TEN.CEL. BM LUIZ CARLOS RIBEIRO DA SILVA• Diretor Executivo:TEN. CEL. BM ALEXANDRE COSTA OLIVEIRA 20
  20. 20. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Gerente de Minimização de Desastres:TEN. CEL. BM REGINALDO DE JESUS SOUZA• Contatos:Telefone: (61) 3901-5816 / 5818 / 5819Fax: (61) 3901-5815E-mail: defesacivil@defesacivil.df.gov.brSítio: www.defesacivil.df.gov.brESPÍRITO SANTOCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/ESCorpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito SantoAvenida Tenente Mário Francisco de Brito, nº 100Bairro: Enseada do SuáVitória/ES29050-420• Expediente:09:00h às 18:00h• Coordenador:CEL. BM ALVARO COELHO DUARTE• Coordenador Adjunto:MAJ BM ANDRÉ CÓ SILVA• Contatos:Telefone: (27) 3137-4432 / 4440Fax: (27) 3137-4441E-mail: defesacivil@bombeiros.es.gov.brSítio: www.defesacivil.es.gov.br 21
  21. 21. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASGOIÁSCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/GOQuartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar de GoiásAvenida Anhanguera, nº 7.364 – Antigo DER/GOSetor: AEROVIÁRIOGoiânia/GO74543-010• Expediente:08:00h às 18:00 h• Coordenador:Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar de GoiásCEL BM UILSOM ALCÂNTARA MANZAN• Diretor de Defesa Civil:CEL PAULO ROCHA ARANTES• Contatos:Telefone: (62) 3201-2001 / 2002Fax: (62) 3201-2005 / 2020E-mail: gabinete@bombeiros.go.gov.brMARANHÃOCOORDENADORIA ESTADUAL – CODECIMAQuartel Geral do Corpo de Bombeiros Militar do MaranhãoAvenida dos Portugueses, s/nºBairro: BacangaSão Luís/MA65085-580• Expediente:07:30h às 18:00 h• Coordenador:Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do MaranhãoCEL BM MARCOS SOUZA PAIVA 22
  22. 22. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Secretário Executivo:Cel. BM Carlos Roberio dos Santos• Contatos:Telefone: (98) 3212-1501 / 1502Fax: (98) 3212-1515E-mail: cedecma@gmail.comMINAS GERAISCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/MGRua Manaus, nº 467 – 6° andarBairro: São LucasBelo Horizonte/MG30150-350• Expediente:08:30h às 18:00 h• Coordenador:Chefe do Gabinete Militar do GovernadorCEL PM EDUARDO MENDES DE SOUSA• Secretário Executivo:TEN CEL PM ALEXANDRE LUCAS ALVES• Contatos:Telefone: (31) 3290-6000 / 6004Fax: (31) 3236-2110E-mail: defesacivil@gabinetemilitar.mg.gov.brSítio: www.defesacivil.mg.gov.br 23
  23. 23. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASMATO GROSSO DO SULCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/MSParque dos Poderes – Bloco VIII – Av. do Poeta, s/nºCampo Grande/MS79031-350• Expediente:07:30h às 16:30h. Fuso horário: (-1h) em relação à Brasília.• Coordenador:Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Mato Grossodo SulCEL. BM OCIEL ORTIZ ELIAS• Assessores:Cap. QAOBM Nivaldo Gonçalves RodriguesCap. QAOBM Sebastião Galdence Omena• Contatos:Telefones: (67) 3318-1104 / 1102 / 1002Fax: (67) 3318-1104E-mail: defesa.civil_ms@hotmail.comSítio: www.defesacivil.ms.gov.brMATO GROSSOSUPERINTENDÊNCIA DE DEFESA CIVIL ESTADUAL – SUDEC/MTAvenida Historiador Rubens de Mendonça, nº 655 – BaúCuiabá/MT78008-000• Expediente:08:00h às 18:00h. Fuso horário: (-1h) em relação à Brasília.• Superintendente de Defesa Civil:MAJ BM AGNALDO PEREIRA DE SOUZA 24
  24. 24. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Coordenador de Resposta aos Desastres:MAJ. BM ELTON GUILHERME CRISOSTOMO• Contatos:Telefones: (65) 3314-5800 / 5807 / 5804 / 5803Fax: (65) 3624-2416E-mail: defesacivilmt@sema.mt.gov.brPARÁCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/PAAvenida Júlio César, nº 3.000 com Avenida Pedro Álvares CabralBairro: Val-de-CansBelém/PA66615-055• Expediente:08:00 às 18:00• Coordenador:Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do ParáCEL BM PAULO GERSON NOVAES DE ALMEIDA• Coordenador Adjunto:Maj BM Marcos Victor Lima Norats• Contatos:Telefone: (91) 4006-8352 / 8396Fax: (91) 3257-7001 / 3980E-mail: defesacivilpara@yahoo.com 25
  25. 25. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASPARAÍBACOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/PBCentro Administrativo Estadual – Bloco III – 1º AndarAvenida João da Mata, s/nºBairro: JaguaribeJoão Pessoa/PB58015-020• Expediente:12:00 às 18:00• Coordenador:CEL. PM SINVAL PINHEIRO BORGES• Gerente Operacional de Defesa Civil:Antônio Cavalcanti de Brito• Gerente Operacional de Apoio Logístico:George Sabóia Marinho Lúcio• Contatos:Telefones: (83) 3218-4679 / 4678 / 4677Fax: (83) 3218-4652 / 4678E-mail: sinvalpinheiro.defesacivil.pb@gmail.comSítio: www.seie.pb.gov.brPERNAMBUCOCOORDENADORIA ESTADUAL – CODECIPE/PEPalácio do Campo das Princesas, Praça da República, s/nºBairro: Santo AntônioRecife/PE50010-928• Expediente:08:00h às 18:00 h – horário de almoço de 12:00h às 14:00 h 26
  26. 26. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Coordenador:CEL. PM MÁRIO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUEChefe da Casa Militar• Contatos:Telefone: (81) 3181-2138 / 2483 / 2486 / 2481Fax: (81) 3181-2300E-mail: codecipe@camil.pe.gov.brSítio: www.fisepe.pe.gov.br/codecipePIAUÍSECRETARIA ESTADUAL DE DEFESA CIVIL – SEDEC/PISecretaria Estadual de Defesa Civil do PiauíAv. Antonine Freire, nº 1.773, Ed. Antonieta Araújo – 5º andarBairro: CentroTeresina/PI64001-040• Expediente:07:30h às 14:00h• Secretário:FERNANDO ALBERTO DE BRITO MONTEIRO• Chefe de Gabinete:JORGENEI DE ALVES DE MORAES• Diretor Financeiro:VALTENOR SANTANA DE MACEDO• Diretor Técnico:JAMES ALVES• Contatos:Telefones: (86) 3218-0477 / 3857 / 3211-0477Fax: (86) 3218-2022 / 5118E-mail: dcivil@bol.com.br 27
  27. 27. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASPARANÁCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/PRRua Jacy Loureiro, Palácio das Araucárias – 1º andarBairro: Centro CívicoCuritiba/PR80530-915• Expediente:07:00h às 19:00h• Coordenador:Secretário Chefe da Casa Militar da GovernadoriaCEL PM WASHINGTON ALVES DA ROSA• Contatos:Telefones: (41) 3350-2574 / 2707 / 2609 / 2608 / 2607Fax: (41) 3254-7744E-mail: def@casamilitar.pr.gov.br – cedecpr@yahoo.com.brSítio: www.defesacivil.pr.gov.brRIO DE JANEIROSECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE E DEFESA CIVIL – SESDEC/RJSecretaria de Estado de Saúde e Defesa CivilRua México, nº 128 – 5º andar – Sala 528Bairro: CentroRio de Janeiro/RJ20031-142• Expediente:Plantão 24:00 h• Secretário Estadual de Saúde e Defesa Civil – RJ:SÉRGIO LUIZ CÔRTES DA SILVEIRA• Subsecretário de Estado de Defesa Civil e Comandante Geral do CBMERJ:CEL. BM PEDRO MARCO CRUZ MACHADO 28
  28. 28. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Superintendente Operacional de Defesa Civil:CEL. BM LUÍS GUILHERME FERREIRA DOS SANTOS• Diretor do Departamento Geral de Defesa Civil:CEL. BM Marcos Vinícius Monteiro Rossi• Contatos:Telefones: (21) 2332-6123 / 3399-4000 / 4178Fax: (21) 2333-7777E-mail: comandante@cbmerj.rj.gov.brSítio: www.defesacivil.rj.gov.brRIO GRANDE DO NORTECOORDENADORIA ESTADUAL – CODEC/RNSecretaria de Estado do Trabalho, da Justiça e da Cidadania – SEJUCCentro Administrativo do Estado BR 101 – km 84Bairro: Lagoa NovaNatal/RN59064-901• Expediente:08:00h às 18:00h – horário de almoço de 13:00h às 15:00h• Coordenadora:MARTA GEISA DA SILVA• Assessor:CARLOS ALBERTO ABDON DE MIRANDA• Contatos:Telefones: (84) 3232-1769 / 1762Fax: (84) 3232-1769E-mail: carlosalberto-defesacivil@rn.gov.br 29
  29. 29. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASRONDÔNIACOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/ROAvenida Campos Sales, nº 3.254Bairro: OlariaPorto Velho/RO78902-080• Expediente:07:30h às 18h – fuso horário: (-1h) em relação à Brasília• Coordenador:CEL. BM RONALDO NUNES PEREIRAComandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia• Coordenador Adjunto:CEL. BM VILSON VLADIMIR WOTTRICH• Diretor da Divisão de Planejamento e Operações de Defesa Civil:MAJ. BM GENIVAL DOS SANTOS SILVA• Contatos:Telefones: (69) 3216-8952Fax: (69) 3216-8956E-mail: gabcbmro@hotmail.comSítio: www.cbm.ro.gov.brRORAIMACOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/RRRua Cerejo Cruz, nº 831Bairro: CentroBoa Vista/RR69301-060• Expediente:07:30h às 13:30h – fuso horário: (-1h) em relação à Brasília 30
  30. 30. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Coordenador:CEL BM PAULO SÉRGIO SANTOS RIBEIROComandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima• Contatos:Telefone: (95) 2121-7600 / 7609Fax: (95) 2121-7630E-mail: defesa_civil@bombeiros.rr.gov.brRIO GRANDE DO SULCOORDENADORIA ESTADUAL DE DEFESA CIVIL – CEDEC/RSPalácio Piratini – Casa MilitarPraça Marechal Deodoro, s/n°Bairro: CentroPorto Alegre/RS90010-282• Expediente:08:00h às 19:00h – Plantão 24:00 h• Coordenador:CEL. QOEM JOÃO BATISTA GILChefe da Casa Militar do Governador• Sub-Chefe de Defesa Civil:CEL QOEM JOEL PRATES PEDROSO• Contatos:Telefones: (51) 3210-4141 / 4164Fax: (51) 3210-4268E-mail: defesa-civil@casamilitar.rs.gov.brSítio: www.defesacivil.rs.gov.br 31
  31. 31. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASSANTA CATARINADEPARTAMENTO ESTADUAL DE DEFESA CIVIL – DEDC/SCAvenida Ivo Silveira, nº 2.320Bairro CapoeirasFlorianópolis/SC88085-001• Expediente:13:00h às 19:00 h• Diretor:MAJ. PM MARCIO LUIZ ALVES• Gerente de Prevenção:Mj. PM EDIR DE SOUZA• Contatos:Telefones: (48) 4009-9816 / 9868Fax: (48) 4009-9877E-mail: defesacivilsc@ssp.sc.gov.brSítio: www.defesacivil.sc.gov.brSERGIPECOORDENADORIA ESPECIAL DE DEFESA CIVIL – CEDEC/SERua Santa Luzia, nº 680Bairro: São JoséAracaju/SE49015-190• Expediente:07:00h às 18:00h• Coordenador:Maj. BM José Erivaldo Mendes 32
  32. 32. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LAS• Secretário executivo:Maj. BM Gilfran Marceliocopete Santos Mateus• Contatos:Telefones: (79) 3179-3768 / 3761 / 3769 / 3760Fax: (79) 3179-3768 / 3760E-mail: defesacivil@defesacivil.se.gov.brSítio: www.defesacivil.se.gov.brSÃO PAULOCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/SPAvenida Morumbi, nº 4.500 – 2º andarPalácio dos BandeirantesSão Paulo/SP05650-905• Expediente:09:00h às 18:00h• Coordenador:CEL. PM LUIZ MASSAO KITASecretário Chefe da Casa Militar do Governador• Diretor:Ten. Cel. PM José Félix DrigoSecretário Executivo e Diretor do Departamento de Defesa Civil• Contatos:Telefones: (11) 2193-8303 / 8305Fax: (11) 2193-8701E-mail: casamilitar@casamilitar.sp.gov.brSítio: www.defesacivil.sp.gov.brCENTRO DE GERENCIAMENTO DE EMERGÊNCIAS – 24hTelefone: (11) 2193-8335 / 8666 / 8888Fax: (11) 2193-8666 (24 horas) 33
  33. 33. CATÁSTROFES NATURAIS E OUTRAS E COMO ENFRENTÁ-LASTOCANTINSCOORDENADORIA ESTADUAL – CEDEC/TOCoordenadoria Estadual de Defesa Civil de Tocantins403 Sul – Av. NS03 – s/nº – antigo aeroporto de PalmasPalmas/TO77176-070• Expediente:08:00h às 18:00h – horário de almoço de 12:00h às 14:00h• Coordenador:CEL BM ADMIVAIR SILVA BORGESComandante Geral do Corpo de Bombeiros do Estado de Tocantins• Coordenador Adjunto:TEN. CEL. DODSLEY YURI TENÓRIO VARGAS• Contatos:Telefone: (63) 3218-4732 / 4733Fax: (63) 3218-4732E-mail: defesacivil.to@bol.com.brSítio: www.bombeiros.to.gov.brFonte: www.defesacivil.gov.br/sindec/estados/index.asp 34
  34. 34. ORDEM DO BOM SAMARITANO Temos uma Ordem Sagrada, a Ordem do Bom Samaritano, cujosmembros podem ter uma atuação muito importante durante catástrofes. • A Ordem do Bom Samaritano, é uma Ordem patrocinada pelo Mes- tre Ascenso El Morya. Os seus membros além de se dedicarem à Vontade de Deus, estão sempre prontos para providenciar cuidados, consolo e compaixão às pessoas que sofrem acidentes e às almas que se encontram psicologicamente sobrecarregadas. • A postura do Bom Samaritano deve estar presente na vida de todos que seguem uma senda espiritual e não somente na vida dos que pertencem à Ordem. Esta postura requer que estejamos sempre pre- parados para enfrentar emergências de todo o tipo. • Devemos, portanto, estar preparados para a prevenção individual e coletiva dos riscos de cataclismos naturais e acidentes graves. Deve- mos aprender a atenuar os riscos individuais e coletivos, cuidar dos sobreviventes de catástrofes ou acidentes, socorrer e assistir as pes- soas e outros seres vivos em perigo e apoiar a volta à normalidade das pessoas em áreas afetadas por cataclismos ou grandes desastres. Se desejarem saber mais sobre a Ordem do Bom Samaritano podemacessar o nosso site www.summit.org.br e buscar por Ordens Sagradas.

×