'illuwiu_iluillügluilugiinllíprzlàll'

gr); 
,Jy
. T7,

'Iiil: a-tlr'v: ti1ix

Ílniu-isfÊPtiÍ-uilaIhlzlímiísãtill 01015*
0 contexto  v

 

i .  a . ____ __. ._
i 0'“ . 
zg~ _ l_
¡
V” 're-“Qt
i . i9 = 
i *-
|  i
 *l
i i
, l . 
:E Vw i
l ' i
l t...
@hiato de Aprendizagem

=  l
d.  '4 ~

” . _ 'É' n' 4 , 

n_ -.  _¡  › L

- i  . .t .   'âgqkgçrffmmüy

_› “ ÍoF_____;  ;F...
73331915513?
ííüâyaíaujjgtági

*r 73'# wma-ã.  ,, 
"w, ;

   

, gwsax  -

v”

 

A Hqtrônica

como Objeto de Aprendizagem...
o equipe do ph ®

Por que um Objeto de Aprendizagem? 

Bnmo carvalho



Para o professor o processo é semelhante ao do alu...
4'¡

vz¡

: * 3:15
l,  i_
. F 
'. .
lr r""
L l . . A
  

. .Util

: zz a
_f .  
§. › *J . f

Paloma Bittencourt

 

A Hqtr...
A história continua. .. ,  *a

í . 
- ,  _ t  - """7:'_
; mi N *EJ* h  k
m* ' ' Iva_
' f» _í_ V* .  -r PW_  V* , ,,,  “WM ...
AQNMÍ-vua-_gplom
a- ~
va_a. ¡.uu. _w. -nn onnlwmÍ

(
(

     

,  ' l I f
¡ II n¡ ¡ »Qwurwwnçn an» 1 l¡ “a9
. ... _ n vu. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

HQtrônica "A equipe do PH" como objeto de aprendizagem

252 visualizações

Publicada em

Slides de apresentação do artigo científico "HQtrônica 'a equipe do PH' como objeto de aprendizagem" apresentado no Intercom Nacional em setembro de 2010 na cidade de Caxias do Sul-RS.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

HQtrônica "A equipe do PH" como objeto de aprendizagem

  1. 1. 'illuwiu_iluillügluilugiinllíprzlàll' gr); ,Jy . T7, 'Iiil: a-tlr'v: ti1ix Ílniu-isfÊPtiÍ-uilaIhlzlímiísãtill 01015*
  2. 2. 0 contexto v i . a . ____ __. ._ i 0'“ . zg~ _ l_ ¡ V” 're-“Qt i . i9 = i *- | i *l i i , l . :E Vw i l ' i l t i i i @mi » “a › / lf - . , Ii ““ V '. .l " I u¡ p. . i vvviviã. ¡ . ' t_ HJ; .«s , í_r _ 51_ mm l-l! l.Í]! I-| tl| l§lIi miar. .v1 7 Í]investiuBInIuuIHMlLiELmIIP-'tllr'ÍIÍÚ'
  3. 3. @hiato de Aprendizagem = l d. '4 ~ ” . _ 'É' n' 4 , n_ -. _¡ › L - i . .t . 'âgqkgçrffmmüy _› “ ÍoF_____; ;FQDQÍJ *a* i › x DA l . a . .r ~ , , v* , . if E v i2_ ~: o 'i Ts? sã' sstãtegmxgeiitsgelãíêâtotemun : :i 2* “e _ç x Í ' í , V . e o_ g . _ -. v _I * _ l _ . - d. 'É A' - < e - v l I . . e uç i l l › 7m'. - - , ,. ›. e er v IA' n 1 llllll. .' ' . Í “ i“'~ 't3 w 21:'. rl›-1. lAiAin-. l-Jillflgl-ll -nnnu , u-. ..ui 'e lima: sirimiruiruommsstnan-22:16
  4. 4. 73331915513? ííüâyaíaujjgtági *r 73'# wma-ã. ,, "w, ; , gwsax - v” A Hqtrônica como Objeto de Aprendizagem z/ k' , «"' Sérgio Gonçalves wwnn¡. uuqilligruiialplinllíinniia* rss? ) lj iuaaiv : iam a TJmuasitaiania¡tuomxiniuciwzaui11:16:
  5. 5. o equipe do ph ® Por que um Objeto de Aprendizagem? Bnmo carvalho Para o professor o processo é semelhante ao do aluno. Se o professor tem ã sua disposição uma grande quantidade de objetos, dos mais diferentes tipos, ele pode planejar suas aulas fazendo uso deles, conseguindo maior flexibilidade para se adaptar ao ritmo e ao interesse dos alunos, mantendo seus objetivos de ensino. ..Quando os objetos são interativos, consegue-se que o aluno tenha um papel bastante ativo. Permite-se ainda que o aluno se aproprie do objeto e o utilize inserindo em seus próprios trabalhos para comentários, ilustrações, críticas etc, e assim consegue-se uma aprendizagem ainda mais significativa. (NUNES, 2004). intercom WWW-aeQUÍPGdOPh-ufpa-br Universidade de Caxias do Sul -2010
  6. 6. 4'¡ vz¡ : * 3:15 l, i_ . F '. . lr r"" L l . . A . .Util : zz a _f . §. › *J . f Paloma Bittencourt A Hqtrônica A Equipe do PH 'vivian. uniullgluáinlplihllísmàla* . j j . / u _ . _ __ Íkj: fala» : i 7 Í¡: tivasimetriaituli= ›;lliiailn: aill 010101
  7. 7. A história continua. .. , *a í . - , _ t - """7:'_ ; mi N *EJ* h k m* ' ' Iva_ ' f» _í_ V* . -r PW_ V* , ,,, “WM l : sgfíeü-, Eqmwmam , g5 v , a à$~~»--›*Ív'a"k . Ask m” ; meu JWÍK4ÍÂ N V Y' O ñ* l -, Í“ l * r ' , . . _. _~ . ;4› iv l” i "t : 'iu¡'. "' z " 7 a . v l . w- u* ll l . › . ¡lIll'l'-iielIIl: lIÍ= Iil= I0l= ›Kl: i-1iÍlàIIl* 010101 9'/ 'vivian¡mu! llgluáinlplihllísmàla*
  8. 8. AQNMÍ-vua-_gplom a- ~ va_a. ¡.uu. _w. -nn onnlwmÍ ( ( , ' l I f ¡ II n¡ ¡ »Qwurwwnçn an» 1 l¡ “a9 . ... _ n vu. , ¡r-vuwlgu u I ? iv : JJ 'w ml u_ numa. : l. cc: :1 Universidade de Caxias do Sul -2010

×