Rose Marques Declaração
Hoje... em um dia de qualquer ano,  em um ano de qualquer século, em minhas faculdades mentais e físicas e assumindo tudo ...
Culpado de tudo que não fiz, de tudo que não vi e não ouvi, das palavras que não disse no tempo certo e de outras que nunc...
Me preocupei por coisas que jamais  aconteceram, e passei a maior parte da  minha vida em lugares errados,  em horas errad...
Declaro, que cheguei tarde a todas as cidades, que não estive nunca em nenhuma parte que a primavera estivesse florida, a ...
Que tudo que tenho é menos do que preciso, que o que acreditava, não era verdade  e que cometi o pior dos erros, sonhei em...
Declaro também... Que não há nada mais certo,  que a nossa passagem pela vida,  nem nada mais falso que nossa vida passar.
Que é feliz aquele que não quer nada, que não sabe nada,  que não se indaga por nada, e que não se dá conta de nada.
Que de uma mão carinhosa, pode cair o amor que há nela. Que tudo que não se doa,  não se acumula... Se perde.
Que todos somos no final, escravos de algum vício ou de alguma virtude,  que tenho sido fiel  somente às minhas dúvidas,
E que o homem mais livre que conheci, estava “ acorrentado ao coração de uma mulher”.
Créditos: Texto:  Declaração Desconheço o Autor Formatação: Prelúdio & Poesias Música: Celta www.mensagensvirtuais.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Declaracao

1.168 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.168
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
631
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Declaracao

  1. 1. Rose Marques Declaração
  2. 2. Hoje... em um dia de qualquer ano, em um ano de qualquer século, em minhas faculdades mentais e físicas e assumindo tudo que digo e escrevo declaro, que me considero “culpado”.
  3. 3. Culpado de tudo que não fiz, de tudo que não vi e não ouvi, das palavras que não disse no tempo certo e de outras que nunca aprendi.
  4. 4. Me preocupei por coisas que jamais aconteceram, e passei a maior parte da minha vida em lugares errados, em horas erradas, com pessoas erradas.
  5. 5. Declaro, que cheguei tarde a todas as cidades, que não estive nunca em nenhuma parte que a primavera estivesse florida, a terra assentada e o céu prometido.
  6. 6. Que tudo que tenho é menos do que preciso, que o que acreditava, não era verdade e que cometi o pior dos erros, sonhei em um mundo de pesadelos.
  7. 7. Declaro também... Que não há nada mais certo, que a nossa passagem pela vida, nem nada mais falso que nossa vida passar.
  8. 8. Que é feliz aquele que não quer nada, que não sabe nada, que não se indaga por nada, e que não se dá conta de nada.
  9. 9. Que de uma mão carinhosa, pode cair o amor que há nela. Que tudo que não se doa, não se acumula... Se perde.
  10. 10. Que todos somos no final, escravos de algum vício ou de alguma virtude, que tenho sido fiel somente às minhas dúvidas,
  11. 11. E que o homem mais livre que conheci, estava “ acorrentado ao coração de uma mulher”.
  12. 12. Créditos: Texto: Declaração Desconheço o Autor Formatação: Prelúdio & Poesias Música: Celta www.mensagensvirtuais.com.br

×