André LocateliGerente Executivoandre@nelore.org.br
REDE NACIONAL DO NELORE
ACNB – Associação dos Criadores de Nelore do BrasilMissão         Promover a união dos criadores, preservar e fomentar a r...
Julgamentos     de Carcaças
Set. 99    Lins – SP    19 lotes758 cab. inscritas
-  O Programa de Qualidade Nelore Natural iniciou suas   operações no estado de Rondônia em agosto de 2001;-  Grupo de 19 ...
Circuito Boi Verde   Em treze anos de   realização dos abates   técnicos, já foram   avaliados 78.428 animais   em 128 eta...
Programa de Qualidade Nelore Natural                            PQNN-  O PQNN é um conjunto de ações que visa estabelecer ...
Sistema de Produção-  Sistema de produção a base de forrageiras.-  Os animais podem ser terminados em confinamento ou   se...
Padrão Animal  Nelore, com até 25% de sangue de outros zebuínos  Idade:   -  Machos castrados: até 6 dentes incisivos pe...
2001 - 2003Incentivo ao Produtor:-  Remuneração de acordo com o índice de classificação NN no lote:            Índice de C...
Fase 1: 2002 - 2010Incentivo ao Produtor:-  Remuneração de acordo com o tipo da carcaça e o índice de   classificação no l...
2003 - 2009Incentivo ao Produtor:-  Pagamento ao produtor de 50% da primeira anuidade da ACNB;-  Remuneração de acordo com...
2004 - 2006                         2008 - 2009Incentivo ao Produtor:-  Nenhum tipo de incentivo oferecido.
Evolução do desempenho de associados                                   (exemplos)         PECUARISTA         A           B...
4 estados(GO, MS, MT e RO)07 unidadesBataguassu/MS   Rolim de Moura/ROParanaíba/MS    Paranatinga/MTMineiros/GO     Tangar...
Veículo Equipe de Campo
Operação out/10 a jan/12-    361 fazendas visitadas;-    50.202 animais premiados;-    205 pecuaristas premiados;-    R$ 3...
Algumas Considerações-  A lei da oferta e da procura, na maioria das vezes, ainda é   determinante da exigência por qualid...
Algumas Considerações-  É fundamental que exista uma sinalização clara, da indústria para   o produtor, dos perfis de carc...
André LocateliGerente Executivoandre@nelore.org.br
[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore
[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore
[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore
[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore
[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore
[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore
[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore

348 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[Palestra] André Locatelli: Tipificação de carcaças e pagamento diferenciado: lições aprendidas pela Nelore

  1. 1. André LocateliGerente Executivoandre@nelore.org.br
  2. 2. REDE NACIONAL DO NELORE
  3. 3. ACNB – Associação dos Criadores de Nelore do BrasilMissão Promover a união dos criadores, preservar e fomentar a raça Nelore através da valorização de sua carne e do melhoramento genético; auxiliar o desenvolvimento da atividade pecuária nacional e; contribuir para o fornecimento de produtos saudáveis para a alimentação humana.Visão de Futuro Posicionar o sistema de produção de carne a base de forrageiras, a partir de animais Nelore e Anelorados, como um modelo de produção de carne de qualidade – saudável, seguro e sustentável.
  4. 4. Julgamentos de Carcaças
  5. 5. Set. 99 Lins – SP 19 lotes758 cab. inscritas
  6. 6. -  O Programa de Qualidade Nelore Natural iniciou suas operações no estado de Rondônia em agosto de 2001;-  Grupo de 19 pioneiros pecuaristas;-  Parceria com o Grupo Frigovira e Supermercado Andorinha.
  7. 7. Circuito Boi Verde Em treze anos de realização dos abates técnicos, já foram avaliados 78.428 animais em 128 etapas realizadas em 10 estados do país (AC, ES, GO, MG, MS, MT, PR, RO, SP, TO) e no Paraguai.
  8. 8. Programa de Qualidade Nelore Natural PQNN-  O PQNN é um conjunto de ações que visa estabelecer um padrão para a carne bovina, os sistemas de cria, sistemas de engorda e reprodutores da raça Nelore.-  Sua proposta é oferecer ao mercado um produto com origem conhecida e qualidade controlada.-  O PQNN está alicerçado sobre Manuais de Qualidade, M a n u a i s d e P r o c e d i m e n t o s e Te r m o s d e Responsabilidade de todos os agentes da cadeia envolvidos no processo de produção.
  9. 9. Sistema de Produção-  Sistema de produção a base de forrageiras.-  Os animais podem ser terminados em confinamento ou semi-confinamento, desde que com produtos de origem vegetal e por períodos limitados.
  10. 10. Padrão Animal  Nelore, com até 25% de sangue de outros zebuínos  Idade: -  Machos castrados: até 6 dentes incisivos permanentes -  Tourinhos: somente na primeira dentição -  Fêmeas: até 4 dentes incisivos permanentes  Acabamento: de 3 a 8mm distribuídos uniformemente  Peso: -  Machos: entre 255Kg (17@) e 328,5Kg (21,9@) -  Fêmeas: entre 195Kg (13@) e 285Kg (19@)
  11. 11. 2001 - 2003Incentivo ao Produtor:-  Remuneração de acordo com o índice de classificação NN no lote: Índice de Classificação do Incentivo Lote (%) 0 – 40 - 41 – 50 R$ 0,40/@ 51 – 60 R$ 0,50/@ 61 - 70 R$ 0,60/@ 71 - 80 R$ 0,70/@ 80 acima R$ 0,80/@
  12. 12. Fase 1: 2002 - 2010Incentivo ao Produtor:-  Remuneração de acordo com o tipo da carcaça e o índice de classificação no lote: Índice de Novilho Nelore Natural Novilha Nelore Vaca Classificação do e Nelore Natural Grill (1) Baby (2) Nelore (2) Lote (%) 17 – 21,9@ 13@ acima 15@ acima 0 – 50 - - - 50 – 70 + 1,0 % + 2,0 % + 2,0 % 70 – 80 + 1,5 % + 3,0 % + 3,0 % 80 acima + 2,0% + 4,0 % + 4,0 % (1) premiação com base no preço médio da arroba do boi à prazo (coluna 4) do Boletim CEPEA/ESALQ para a praça da fazenda (3). (2) premiação com base no preço médio da arroba da vaca à prazo (coluna 4) no Boletim CEPEA/ESALQ para a praça da fazenda (3). (3) entende-se como praça da fazenda a cidade constante do referido Boletim que fique num raio de 200km da fazenda. (4) tabela válida para animais provenientes de fazendas localizadas num raio de 300km das plantas de abate citadas acima. Para maiores distâncias o pagamento da premiação está sujeito a confirmação por parte do Frigorífico Marfrig.
  13. 13. 2003 - 2009Incentivo ao Produtor:-  Pagamento ao produtor de 50% da primeira anuidade da ACNB;-  Remuneração de acordo com as normas do PQBI.
  14. 14. 2004 - 2006 2008 - 2009Incentivo ao Produtor:-  Nenhum tipo de incentivo oferecido.
  15. 15. Evolução do desempenho de associados (exemplos) PECUARISTA A B C D N° CAB. ABAT. 629 808 323 3972008 N° CAB. CLASS. 273 278 54 162 ÍNDICE CLASS. 43,40% 34,41% 16,72% 40,81% N° CAB. ABAT. 1430 2340 540 6202009 N° CAB. CLASS. 742 1194 200 292 ÍNDICE CLASS. 51,89% 51,03% 37,04% 47,10% N° CAB. ABAT. 646 2898 684 4082010 N° CAB. CLASS. 499 1815 425 284 ÍNDICE CLASS. 77,24% 62,63% 62,13% 69,61%
  16. 16. 4 estados(GO, MS, MT e RO)07 unidadesBataguassu/MS Rolim de Moura/ROParanaíba/MS Paranatinga/MTMineiros/GO Tangará da Serra/MTRio Verde/GO
  17. 17. Veículo Equipe de Campo
  18. 18. Operação out/10 a jan/12-  361 fazendas visitadas;-  50.202 animais premiados;-  205 pecuaristas premiados;-  R$ 33,89 de premiação média por animal;-  R$ 1,96 de premiação média por arroba; Máx. alcançado: R$ 3,81/arroba fêmeas-  R$ 8.299,23 de premiação média por pecuarista. Um pecuarista com R$ 140.028,23 de premiação, em 3.717 animais
  19. 19. Algumas Considerações-  A lei da oferta e da procura, na maioria das vezes, ainda é determinante da exigência por qualidade;-  Os sistemas de classificação e tipificação de carcaças, bem como, as políticas de valorização pela qualidade só funcionam se estiverem inseridas no DNA das indústrias;-  Tanto produtores como indústrias precisam aprender a trabalhar com sistemas de classificação/tipificação de carcaças;-  As políticas de remuneração pela qualidade devem ser a conseqüência, e não a causa, da implantação dos sistemas de classificação/tipificação de carcaças;
  20. 20. Algumas Considerações-  É fundamental que exista uma sinalização clara, da indústria para o produtor, dos perfis de carcaça demandados, com suas respectivas remunerações;-  Uma marca / selo de origem / selo de qualidade, pode tornar mais duradoura uma condição comercial diferenciada;-  A participação de uma instituição “mediadora” entre as partes, disciplina e facilita todo o processo.
  21. 21. André LocateliGerente Executivoandre@nelore.org.br

×