SlideShare uma empresa Scribd logo
Terra no EspaçoTerra no EspaçoTerra no EspaçoTerra no Espaço
AstronomiaAstronomiaAstronomiaAstronomia
A Astronomia é a ciência
que estuda os astros, a
sua constituição, as suas
posições relativas e as
leis dos seus
movimentos.
O que existe no UniversoO que existe no UniversoO que existe no UniversoO que existe no Universo
GaláxiasGaláxiasGaláxiasGaláxias
O Universo é constituído por
galáxias (cerca de 100 mil
milhões). Entre as galáxias
não existe matéria, é o vácuo.
As galáxias são enormes
aglomerados de estrelas, gases
e poeiras.
Enxames de GaláxiasEnxames de GaláxiasEnxames de GaláxiasEnxames de Galáxias
As galáxias estão organizadas em
conjuntos de algumas dezenas a que
chamamos grupos de galáxias.
Quando o número se aproxima de
uma centena passa a usar-se a
designação de enxame de galáxias. A
nossa galáxia, Via Láctea, pertence a
um grupo chamado Grupo Local.
A Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das Galáxias
As galáxias podem ter diferentes
formas. As galáxias podem ser em
espiral, elípticas ou irregulares.
A Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das Galáxias
A Via Láctea é em
forma de espiral, tal
como Andrómeda
(ou M31).
A Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das Galáxias
A Pequena e Grande Nuvens de
Magalhães, observáveis no
Hemisfério Sul, são galáxias
irregulares.
As galáxias elípticas encontram-se
numa forma intermédia entre
as irregulares e em espiral.
QuasarsQuasarsQuasarsQuasars
Nos últimos anos, os astrónomos descobriram objectos
semelhantes a galáxias, mas muito mais pequenos e emitindo
muito mais energia: os quasares. São os objectos mais
distantes que se conhecem.
NebulosasNebulosasNebulosasNebulosas
As Nebulosas são grandes
nuvens de gases e poeiras
onde nascem as estrelas.
EstrelasEstrelasEstrelasEstrelas
As estrelas são astros que
irradiam energia devido à
ocorrência de reacções
nucleares entre os seus átomos.
As estrelas que observamos no
céu têm idades diferentes e
estão em fases diferentes da
sua vida.
Nascimento, Vida e Morte das EstrelasNascimento, Vida e Morte das EstrelasNascimento, Vida e Morte das EstrelasNascimento, Vida e Morte das Estrelas
Todas as estrelas têm um período de vida estável, em que brilham
normalmente. Depois expandem-se imenso (podem tornar-se milhões
de vezes maiores!) e acabam por contrair-se.
Se a estrela for maior de que o Sol, pode terminar a vida explodindo
(supernova) e formando estrelas de neutrões ou buracos negros.
O Sol é uma estrela pequena que, dentro de aproximadamente 5 000
000 000 de anos, tornar-se-á uma gigante vermelha e terá um raio
maior do que a actual distância da Terra ao Sol. Depois voltará a
comprimir-se, transformando-se numa estrela pequena e muito
densa, praticamente sem brilho – uma anã branca.
CometasCometasCometasCometas
Os cometas são blocos de
gelo e poeira com cerca
de 10 Km de diâmetro
que orbitam em torno do
Sol. Quando se
aproximam deste
originam uma enorme
cauda, que pode medir
mais de 100 000 Km.
Planetas e SatélitesPlanetas e SatélitesPlanetas e SatélitesPlanetas e Satélites
AsteróidesAsteróidesAsteróidesAsteróides
Os asteróides são pequenos
corpos rochosos que orbitam
em torno do Sol, entre Marte e
Júpiter.
O asteróide Ida mede 58 Km de
largura por 23 Km de
comprimento e tem por
companhia outro pequeno
asteróide de 1,5 Km.
Teoria do Big BangTeoria do Big BangTeoria do Big BangTeoria do Big Bang
Os cientistas desenvolveram a teoria de que o Universo
evoluiu a partir de uma gigantesca explosão inicial , há
cerca de 15 mil milhões de anos.
Teoria do Big BangTeoria do Big BangTeoria do Big BangTeoria do Big Bang
Big-Bang: estado primordial de
enorme densidade e temperatura a
partir do qual o Universo entra em
expansão explosiva.
Modelos do UniversoModelos do UniversoModelos do UniversoModelos do Universo
Modelo
Geocêntrico de
Ptolomeu: a
Terra era o centro
do Universo
Modelos do UniversoModelos do UniversoModelos do UniversoModelos do Universo
Modelo
Heliocêntrico de
Copérnico: o Sol
era o centro do
Universo
Como tem conseguido oComo tem conseguido oComo tem conseguido oComo tem conseguido o
Homem explorar oHomem explorar oHomem explorar oHomem explorar o
Universo?Universo?Universo?Universo?
TelescópiosTelescópiosTelescópiosTelescópios
Um telescópio óptico é
um instrumento com um
sistema de lentes e, ou
espelhos, que faz com
que os objectos distantes
pareçam mais perto.
TelescópiosTelescópiosTelescópiosTelescópios
O físico italiano
Galileu Galilei
(1564-1642)
construiu o
primeiro
telescópio
astronómico.
TelescópiosTelescópiosTelescópiosTelescópios
O cume de Mauna Kea, no Havai, a 4200
metros de altitude, é um dos melhores
locais na Terra para observações
astronómicas devido ao ar límpido e
parado.
Entre os 9 telescópios aí construídos desde
1960, estão incluídos os dois maiores do
mundo: o KecK 1 e o KecK 2.
O Observatório Europeu do Sul (ESO), organização a que Portugal pertence,
vai construir o maior telescópio do mundo (E-ELT) no deserto do Atacama
(Chile), na montanha de Cerro Amazones, a mais de 3000 metros de altitude.
Ele terá imagens 15 vezes mais nítidas que as obtidas pelo Telescópio Espacial
Hubble.
Telescópios em OrbitaTelescópios em OrbitaTelescópios em OrbitaTelescópios em Orbita
O melhor local para colocar um telescópio é no Espaço, pois aí
não existe atmosfera que distorça a imagem das estrelas. Os
telescópios espaciais enviam as imagens e dados recolhidos
para a Terra via rádio.
Telescópio Espacial HubbleTelescópio Espacial HubbleTelescópio Espacial HubbleTelescópio Espacial Hubble
RadioastronomiaRadioastronomiaRadioastronomiaRadioastronomia
A radioastronomia é um ramo da ciência que usa
enormes antenas parabólicas, em forma de prato, para
captar ondas rádio vindas do Espaço e produzir
imagens e mapas dos objectos que as enviam.
RadiotelescópiosRadiotelescópiosRadiotelescópiosRadiotelescópios
ALMA (Atacama Large
Milimeter Array) – O maior
radiotelescópio do mundo foi
inaugurado e está pronto para
desvendar os mistérios do
Universo
Construído no alto deserto de
Atacama, no norte do Chile, a
mais de 4,8 km acima do nível
do mar, o ALMA dispõem agora
de uma matriz de 66 pratos,
prontos a trabalhar a toda a
potência.
RadiotelescópiosRadiotelescópiosRadiotelescópiosRadiotelescópios
Imagens rádio de três vulcões existentes no hemisfério sul
do planeta Vénus.
EspectroscópiosEspectroscópiosEspectroscópiosEspectroscópios
A luz ou radiação pode ser visível ou não visível. Os raios X, a
radiação ultra-violeta, a radiação infravermelha, as ondas de
rádio, etc, são exemplos de luz não visível.
A maior parte da luz que os astros emitem não é visível. Essa luz
pode ser analisada com instrumentos científicos especiais – os
espectroscópios.
EspectroscópiosEspectroscópiosEspectroscópiosEspectroscópios
Num espectroscópio, a luz é separada nas diferentes radiações
que a constituem.
Cada radiação é caracterizada por uma grandeza física
chamada frequência.
A partir das imagens dos astros, astrónomos e astrofísicos
estudam a composição química dos astros, a sua evolução, a
rapidez com que se movem, etc.
Imagens obtidas pelas NASA, da mesma galáxia, mas
com diferentes tipos de radiação.
A Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao Espaço
O primeiro homem no
Espaço foi um piloto da
Força Aérea Soviética
chamado Yuri Gagarin.
Este realizou uma orbita
em volta da terra na
cápsula espacial Vostok 1,
a 12 de Abril de 1961.
A Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao Espaço
Em Julho de 1969, a Apollo 11 realizou a
primeira alunagem da história da
Humanidade.
A Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao Espaço
Neil Armstrong foi o
primeiro homem a pisar
a Lua, tendo ficado
célebre a sua frase: “Um
pequeno passo para o
homem, mas um grande
passo para a
Humanidade”.
FoguetõesFoguetõesFoguetõesFoguetões
Uma nave espacial tem
de atingir uma
velocidade de 8 Km/s
para vencer a força de
atracção gravítica e
entrar em orbita em
torno da Terra. O único
engenho capaz de atingir
tal velocidade são os
foguetões.
O Vaivém EspacialO Vaivém EspacialO Vaivém EspacialO Vaivém Espacial
Enquanto que a maioria
dos foguetões só pode ser
enviada para o espaço
uma vez, o Vaivém
Espacial pode ser
lançado várias vezes. É
usado como
transportador de
astronautas e carga
entre a Terra e o Espaço.
Estação Espacial MIREstação Espacial MIREstação Espacial MIREstação Espacial MIR
Estação Espacial InternacionalEstação Espacial InternacionalEstação Espacial InternacionalEstação Espacial Internacional
International Space Station, (ISS) é um laboratório espacial
completamente concluído, cuja montagem em órbita começou em
1998 e acabou oficialmente em 8 de Junho de 2011. A estação
encontra-se em órbita baixa (entre 340 km e 353 km), que
possibilita ser vista da Terra a olho nu, e viaja a uma velocidade
média de 27.700 km/h, completando 15,77 órbitas por dia (orbita a
Terra a cada 90 minutos).
A estação é o resultado do esforço de 15 nações – EUA, Rússia,
Japão, Canadá e 11 países da Agência Espacial Europeia – que
trabalharam juntas durante 13 anos, de 1998 até 2011, para o
desenvolvimento da estação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
catiacsantos
 
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Thommas Kevin
 
A terra no espaço
A terra no espaçoA terra no espaço
A terra no espaço
Daiany Barbosa
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
icleide souza
 
O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
beatrizsa123
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Arlete Capitao
 
Evolução tecnológica
Evolução tecnológicaEvolução tecnológica
Evolução tecnológica
PEDRO CALVARIO
 
Geografia 1 ANO EM - universo
Geografia 1 ANO EM -   universoGeografia 1 ANO EM -   universo
Geografia 1 ANO EM - universo
Isabela Gaspar
 
A Terra No EspaçO
A Terra No EspaçOA Terra No EspaçO
A Terra No EspaçO
Tânia Reis
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
kaliandra Lisboa
 
Quimica E Astronomia
Quimica E AstronomiaQuimica E Astronomia
Quimica E Astronomia
luisbrudna
 
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestialOs desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Rita Costa
 
Noite Astronômica - Universo Criado
Noite Astronômica - Universo CriadoNoite Astronômica - Universo Criado
Noite Astronômica - Universo Criado
André Luiz Marques
 
Muitos Mundos
Muitos MundosMuitos Mundos
Muitos Mundos
Edison Moreira
 
O que é Astronomia?
O que é Astronomia?O que é Astronomia?
O que é Astronomia?
INAPE
 
Instrumentos de Exploração Espacial
Instrumentos de Exploração EspacialInstrumentos de Exploração Espacial
Instrumentos de Exploração Espacial
Tânia Reis
 
Como evoluiu o conhecimento do universo
Como evoluiu o conhecimento do universoComo evoluiu o conhecimento do universo
Como evoluiu o conhecimento do universo
Articula_a_ciencia
 

Mais procurados (18)

Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
 
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
Astronomia e astrof´+¢sica parte 001
 
A terra no espaço
A terra no espaçoA terra no espaço
A terra no espaço
 
Astronomia
AstronomiaAstronomia
Astronomia
 
O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)O Universo - 6º Ano (2017)
O Universo - 6º Ano (2017)
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
Evolução tecnológica
Evolução tecnológicaEvolução tecnológica
Evolução tecnológica
 
Geografia 1 ANO EM - universo
Geografia 1 ANO EM -   universoGeografia 1 ANO EM -   universo
Geografia 1 ANO EM - universo
 
A Terra No EspaçO
A Terra No EspaçOA Terra No EspaçO
A Terra No EspaçO
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
 
Quimica E Astronomia
Quimica E AstronomiaQuimica E Astronomia
Quimica E Astronomia
 
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestialOs desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
Os desafios da ciência à descoberta de um novo espaço celestial
 
Noite Astronômica - Universo Criado
Noite Astronômica - Universo CriadoNoite Astronômica - Universo Criado
Noite Astronômica - Universo Criado
 
Muitos Mundos
Muitos MundosMuitos Mundos
Muitos Mundos
 
O que é Astronomia?
O que é Astronomia?O que é Astronomia?
O que é Astronomia?
 
Instrumentos de Exploração Espacial
Instrumentos de Exploração EspacialInstrumentos de Exploração Espacial
Instrumentos de Exploração Espacial
 
Como evoluiu o conhecimento do universo
Como evoluiu o conhecimento do universoComo evoluiu o conhecimento do universo
Como evoluiu o conhecimento do universo
 

Destaque

Rim blackberry
Rim blackberryRim blackberry
Rim blackberry
Alejandro214
 
Platinum Protection BodyCare
Platinum Protection BodyCare Platinum Protection BodyCare
Platinum Protection BodyCare
Dealer Option Ltd
 
Juegos del ordenador lectura4
Juegos del ordenador lectura4Juegos del ordenador lectura4
Juegos del ordenador lectura4
escuelita1
 
Citaciones Pruebas Saber 11 2015
Citaciones Pruebas Saber 11 2015Citaciones Pruebas Saber 11 2015
Citaciones Pruebas Saber 11 2015
Ing Harold Silva
 
Rajesh Manjunath
Rajesh ManjunathRajesh Manjunath
Rajesh Manjunath
Rajesh Manjunath
 
Familia Real española
Familia Real españolaFamilia Real española
Familia Real española
Larajose4
 
REALISASI KANOREJO 2016
REALISASI KANOREJO 2016REALISASI KANOREJO 2016
REALISASI KANOREJO 2016
bulurejo rengel
 
Trabajos ofimaticos
Trabajos ofimaticosTrabajos ofimaticos
Trabajos ofimaticos
Lucia Gil Garrido
 
Metodologías de la historia sesion 2 blanco
Metodologías de la historia sesion 2 blancoMetodologías de la historia sesion 2 blanco
Metodologías de la historia sesion 2 blanco
escuelita1
 
Hilary cooper lc5
Hilary cooper lc5Hilary cooper lc5
Hilary cooper lc5
escuelita1
 
начало работы с Dropbox
начало работы с Dropboxначало работы с Dropbox
начало работы с Dropbox
Nataliya Katrych
 
Presentacin1
Presentacin1Presentacin1
Presentacin1
MacarenaMontanez
 
Sesion 3
Sesion 3Sesion 3
Sesion 3
escuelita1
 
Narracion ficticia
Narracion ficticiaNarracion ficticia
Narracion ficticia
escuelita1
 
Seguridad informatica
Seguridad informaticaSeguridad informatica
Seguridad informatica
Andrea Garcia
 
Teoría de matrices
Teoría de matricesTeoría de matrices
Teoría de matrices
Ruben Dario Lara Escobar
 
Resume dharmendra
Resume dharmendraResume dharmendra
Table ronde : exercice de la psychiatrie publique au futur
Table ronde : exercice de la psychiatrie publique au futur Table ronde : exercice de la psychiatrie publique au futur
Table ronde : exercice de la psychiatrie publique au futur
Réseau Pro Santé
 
Senior Crypto Analyst Mission Mnager
Senior Crypto Analyst Mission MnagerSenior Crypto Analyst Mission Mnager
Senior Crypto Analyst Mission Mnager
Abdellaziz Batiss
 

Destaque (19)

Rim blackberry
Rim blackberryRim blackberry
Rim blackberry
 
Platinum Protection BodyCare
Platinum Protection BodyCare Platinum Protection BodyCare
Platinum Protection BodyCare
 
Juegos del ordenador lectura4
Juegos del ordenador lectura4Juegos del ordenador lectura4
Juegos del ordenador lectura4
 
Citaciones Pruebas Saber 11 2015
Citaciones Pruebas Saber 11 2015Citaciones Pruebas Saber 11 2015
Citaciones Pruebas Saber 11 2015
 
Rajesh Manjunath
Rajesh ManjunathRajesh Manjunath
Rajesh Manjunath
 
Familia Real española
Familia Real españolaFamilia Real española
Familia Real española
 
REALISASI KANOREJO 2016
REALISASI KANOREJO 2016REALISASI KANOREJO 2016
REALISASI KANOREJO 2016
 
Trabajos ofimaticos
Trabajos ofimaticosTrabajos ofimaticos
Trabajos ofimaticos
 
Metodologías de la historia sesion 2 blanco
Metodologías de la historia sesion 2 blancoMetodologías de la historia sesion 2 blanco
Metodologías de la historia sesion 2 blanco
 
Hilary cooper lc5
Hilary cooper lc5Hilary cooper lc5
Hilary cooper lc5
 
начало работы с Dropbox
начало работы с Dropboxначало работы с Dropbox
начало работы с Dropbox
 
Presentacin1
Presentacin1Presentacin1
Presentacin1
 
Sesion 3
Sesion 3Sesion 3
Sesion 3
 
Narracion ficticia
Narracion ficticiaNarracion ficticia
Narracion ficticia
 
Seguridad informatica
Seguridad informaticaSeguridad informatica
Seguridad informatica
 
Teoría de matrices
Teoría de matricesTeoría de matrices
Teoría de matrices
 
Resume dharmendra
Resume dharmendraResume dharmendra
Resume dharmendra
 
Table ronde : exercice de la psychiatrie publique au futur
Table ronde : exercice de la psychiatrie publique au futur Table ronde : exercice de la psychiatrie publique au futur
Table ronde : exercice de la psychiatrie publique au futur
 
Senior Crypto Analyst Mission Mnager
Senior Crypto Analyst Mission MnagerSenior Crypto Analyst Mission Mnager
Senior Crypto Analyst Mission Mnager
 

Semelhante a Universo1

O universo e o sistema solar slide power point
O universo e o sistema solar slide power pointO universo e o sistema solar slide power point
O universo e o sistema solar slide power point
JorgeDias104
 
Universo
UniversoUniverso
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
Alline Sa
 
Astronomia giu
Astronomia giuAstronomia giu
Astronomia giu
Giulia Braghetta
 
Novo F.Q. 7 - PPT Universo
Novo F.Q. 7 - PPT UniversoNovo F.Q. 7 - PPT Universo
Novo F.Q. 7 - PPT Universo
andygracolas
 
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
Faga1939
 
O k existe no universo
O k existe no universoO k existe no universo
O k existe no universo
Joana Costa
 
Universo 2
Universo 2Universo 2
Universo 2
PROROSELIMARIA
 
Universo 2
Universo 2Universo 2
Universo 2
PROROSELIMARIA
 
o universo.pptx
o  universo.pptxo  universo.pptx
o universo.pptx
MariaAuxiliadoraCamp3
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
Helena Amaral
 
o universo.pptx
o  universo.pptxo  universo.pptx
o universo.pptx
MariaAuxiliadoraCamp3
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Arone Marrão
 
Oba aula 1 2014
Oba aula 1 2014Oba aula 1 2014
Oba aula 1 2014
Instituto Iprodesc
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
scostaalbino
 
Introdução à Astronomia
Introdução à AstronomiaIntrodução à Astronomia
Introdução à Astronomia
Carlos Priante
 
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFIIIECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
profrodrigoribeiro
 
Universo e SS (resumo)
Universo e SS (resumo)Universo e SS (resumo)
Universo e SS (resumo)
António Gonçalves
 
Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
Cláudia Moura
 
O q existe no universo
O q existe no universoO q existe no universo
O q existe no universo
Antonio Almeida
 

Semelhante a Universo1 (20)

O universo e o sistema solar slide power point
O universo e o sistema solar slide power pointO universo e o sistema solar slide power point
O universo e o sistema solar slide power point
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
 
Astronomia giu
Astronomia giuAstronomia giu
Astronomia giu
 
Novo F.Q. 7 - PPT Universo
Novo F.Q. 7 - PPT UniversoNovo F.Q. 7 - PPT Universo
Novo F.Q. 7 - PPT Universo
 
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
AS GRANDES INVENÇÕES PARA O AVANÇO DO CONHECIMENTO SOBRE O UNIVERSO E O QUE N...
 
O k existe no universo
O k existe no universoO k existe no universo
O k existe no universo
 
Universo 2
Universo 2Universo 2
Universo 2
 
Universo 2
Universo 2Universo 2
Universo 2
 
o universo.pptx
o  universo.pptxo  universo.pptx
o universo.pptx
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
 
o universo.pptx
o  universo.pptxo  universo.pptx
o universo.pptx
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 
Oba aula 1 2014
Oba aula 1 2014Oba aula 1 2014
Oba aula 1 2014
 
O Universo
O UniversoO Universo
O Universo
 
Introdução à Astronomia
Introdução à AstronomiaIntrodução à Astronomia
Introdução à Astronomia
 
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFIIIECJ - Cap.   3 -  Universo e  sistema solar - 6º ano do EFII
IECJ - Cap. 3 - Universo e sistema solar - 6º ano do EFII
 
Universo e SS (resumo)
Universo e SS (resumo)Universo e SS (resumo)
Universo e SS (resumo)
 
Terra no espaço
Terra no espaçoTerra no espaço
Terra no espaço
 
O q existe no universo
O q existe no universoO q existe no universo
O q existe no universo
 

Universo1

  • 1. Terra no EspaçoTerra no EspaçoTerra no EspaçoTerra no Espaço
  • 2. AstronomiaAstronomiaAstronomiaAstronomia A Astronomia é a ciência que estuda os astros, a sua constituição, as suas posições relativas e as leis dos seus movimentos.
  • 3. O que existe no UniversoO que existe no UniversoO que existe no UniversoO que existe no Universo
  • 4. GaláxiasGaláxiasGaláxiasGaláxias O Universo é constituído por galáxias (cerca de 100 mil milhões). Entre as galáxias não existe matéria, é o vácuo. As galáxias são enormes aglomerados de estrelas, gases e poeiras.
  • 5. Enxames de GaláxiasEnxames de GaláxiasEnxames de GaláxiasEnxames de Galáxias As galáxias estão organizadas em conjuntos de algumas dezenas a que chamamos grupos de galáxias. Quando o número se aproxima de uma centena passa a usar-se a designação de enxame de galáxias. A nossa galáxia, Via Láctea, pertence a um grupo chamado Grupo Local.
  • 6. A Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das Galáxias As galáxias podem ter diferentes formas. As galáxias podem ser em espiral, elípticas ou irregulares.
  • 7. A Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das Galáxias A Via Láctea é em forma de espiral, tal como Andrómeda (ou M31).
  • 8. A Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das GaláxiasA Forma das Galáxias A Pequena e Grande Nuvens de Magalhães, observáveis no Hemisfério Sul, são galáxias irregulares. As galáxias elípticas encontram-se numa forma intermédia entre as irregulares e em espiral.
  • 9. QuasarsQuasarsQuasarsQuasars Nos últimos anos, os astrónomos descobriram objectos semelhantes a galáxias, mas muito mais pequenos e emitindo muito mais energia: os quasares. São os objectos mais distantes que se conhecem.
  • 10. NebulosasNebulosasNebulosasNebulosas As Nebulosas são grandes nuvens de gases e poeiras onde nascem as estrelas.
  • 11. EstrelasEstrelasEstrelasEstrelas As estrelas são astros que irradiam energia devido à ocorrência de reacções nucleares entre os seus átomos. As estrelas que observamos no céu têm idades diferentes e estão em fases diferentes da sua vida.
  • 12.
  • 13. Nascimento, Vida e Morte das EstrelasNascimento, Vida e Morte das EstrelasNascimento, Vida e Morte das EstrelasNascimento, Vida e Morte das Estrelas Todas as estrelas têm um período de vida estável, em que brilham normalmente. Depois expandem-se imenso (podem tornar-se milhões de vezes maiores!) e acabam por contrair-se. Se a estrela for maior de que o Sol, pode terminar a vida explodindo (supernova) e formando estrelas de neutrões ou buracos negros. O Sol é uma estrela pequena que, dentro de aproximadamente 5 000 000 000 de anos, tornar-se-á uma gigante vermelha e terá um raio maior do que a actual distância da Terra ao Sol. Depois voltará a comprimir-se, transformando-se numa estrela pequena e muito densa, praticamente sem brilho – uma anã branca.
  • 14. CometasCometasCometasCometas Os cometas são blocos de gelo e poeira com cerca de 10 Km de diâmetro que orbitam em torno do Sol. Quando se aproximam deste originam uma enorme cauda, que pode medir mais de 100 000 Km.
  • 15. Planetas e SatélitesPlanetas e SatélitesPlanetas e SatélitesPlanetas e Satélites
  • 16. AsteróidesAsteróidesAsteróidesAsteróides Os asteróides são pequenos corpos rochosos que orbitam em torno do Sol, entre Marte e Júpiter. O asteróide Ida mede 58 Km de largura por 23 Km de comprimento e tem por companhia outro pequeno asteróide de 1,5 Km.
  • 17. Teoria do Big BangTeoria do Big BangTeoria do Big BangTeoria do Big Bang Os cientistas desenvolveram a teoria de que o Universo evoluiu a partir de uma gigantesca explosão inicial , há cerca de 15 mil milhões de anos.
  • 18. Teoria do Big BangTeoria do Big BangTeoria do Big BangTeoria do Big Bang Big-Bang: estado primordial de enorme densidade e temperatura a partir do qual o Universo entra em expansão explosiva.
  • 19. Modelos do UniversoModelos do UniversoModelos do UniversoModelos do Universo Modelo Geocêntrico de Ptolomeu: a Terra era o centro do Universo
  • 20. Modelos do UniversoModelos do UniversoModelos do UniversoModelos do Universo Modelo Heliocêntrico de Copérnico: o Sol era o centro do Universo
  • 21. Como tem conseguido oComo tem conseguido oComo tem conseguido oComo tem conseguido o Homem explorar oHomem explorar oHomem explorar oHomem explorar o Universo?Universo?Universo?Universo?
  • 22. TelescópiosTelescópiosTelescópiosTelescópios Um telescópio óptico é um instrumento com um sistema de lentes e, ou espelhos, que faz com que os objectos distantes pareçam mais perto.
  • 23. TelescópiosTelescópiosTelescópiosTelescópios O físico italiano Galileu Galilei (1564-1642) construiu o primeiro telescópio astronómico.
  • 24. TelescópiosTelescópiosTelescópiosTelescópios O cume de Mauna Kea, no Havai, a 4200 metros de altitude, é um dos melhores locais na Terra para observações astronómicas devido ao ar límpido e parado. Entre os 9 telescópios aí construídos desde 1960, estão incluídos os dois maiores do mundo: o KecK 1 e o KecK 2. O Observatório Europeu do Sul (ESO), organização a que Portugal pertence, vai construir o maior telescópio do mundo (E-ELT) no deserto do Atacama (Chile), na montanha de Cerro Amazones, a mais de 3000 metros de altitude. Ele terá imagens 15 vezes mais nítidas que as obtidas pelo Telescópio Espacial Hubble.
  • 25. Telescópios em OrbitaTelescópios em OrbitaTelescópios em OrbitaTelescópios em Orbita O melhor local para colocar um telescópio é no Espaço, pois aí não existe atmosfera que distorça a imagem das estrelas. Os telescópios espaciais enviam as imagens e dados recolhidos para a Terra via rádio.
  • 26. Telescópio Espacial HubbleTelescópio Espacial HubbleTelescópio Espacial HubbleTelescópio Espacial Hubble
  • 27. RadioastronomiaRadioastronomiaRadioastronomiaRadioastronomia A radioastronomia é um ramo da ciência que usa enormes antenas parabólicas, em forma de prato, para captar ondas rádio vindas do Espaço e produzir imagens e mapas dos objectos que as enviam.
  • 28. RadiotelescópiosRadiotelescópiosRadiotelescópiosRadiotelescópios ALMA (Atacama Large Milimeter Array) – O maior radiotelescópio do mundo foi inaugurado e está pronto para desvendar os mistérios do Universo Construído no alto deserto de Atacama, no norte do Chile, a mais de 4,8 km acima do nível do mar, o ALMA dispõem agora de uma matriz de 66 pratos, prontos a trabalhar a toda a potência.
  • 29. RadiotelescópiosRadiotelescópiosRadiotelescópiosRadiotelescópios Imagens rádio de três vulcões existentes no hemisfério sul do planeta Vénus.
  • 30. EspectroscópiosEspectroscópiosEspectroscópiosEspectroscópios A luz ou radiação pode ser visível ou não visível. Os raios X, a radiação ultra-violeta, a radiação infravermelha, as ondas de rádio, etc, são exemplos de luz não visível. A maior parte da luz que os astros emitem não é visível. Essa luz pode ser analisada com instrumentos científicos especiais – os espectroscópios.
  • 31. EspectroscópiosEspectroscópiosEspectroscópiosEspectroscópios Num espectroscópio, a luz é separada nas diferentes radiações que a constituem. Cada radiação é caracterizada por uma grandeza física chamada frequência. A partir das imagens dos astros, astrónomos e astrofísicos estudam a composição química dos astros, a sua evolução, a rapidez com que se movem, etc.
  • 32. Imagens obtidas pelas NASA, da mesma galáxia, mas com diferentes tipos de radiação.
  • 33. A Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao Espaço O primeiro homem no Espaço foi um piloto da Força Aérea Soviética chamado Yuri Gagarin. Este realizou uma orbita em volta da terra na cápsula espacial Vostok 1, a 12 de Abril de 1961.
  • 34. A Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao Espaço Em Julho de 1969, a Apollo 11 realizou a primeira alunagem da história da Humanidade.
  • 35. A Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao EspaçoA Corrida ao Espaço Neil Armstrong foi o primeiro homem a pisar a Lua, tendo ficado célebre a sua frase: “Um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a Humanidade”.
  • 36. FoguetõesFoguetõesFoguetõesFoguetões Uma nave espacial tem de atingir uma velocidade de 8 Km/s para vencer a força de atracção gravítica e entrar em orbita em torno da Terra. O único engenho capaz de atingir tal velocidade são os foguetões.
  • 37. O Vaivém EspacialO Vaivém EspacialO Vaivém EspacialO Vaivém Espacial Enquanto que a maioria dos foguetões só pode ser enviada para o espaço uma vez, o Vaivém Espacial pode ser lançado várias vezes. É usado como transportador de astronautas e carga entre a Terra e o Espaço.
  • 38. Estação Espacial MIREstação Espacial MIREstação Espacial MIREstação Espacial MIR
  • 39. Estação Espacial InternacionalEstação Espacial InternacionalEstação Espacial InternacionalEstação Espacial Internacional International Space Station, (ISS) é um laboratório espacial completamente concluído, cuja montagem em órbita começou em 1998 e acabou oficialmente em 8 de Junho de 2011. A estação encontra-se em órbita baixa (entre 340 km e 353 km), que possibilita ser vista da Terra a olho nu, e viaja a uma velocidade média de 27.700 km/h, completando 15,77 órbitas por dia (orbita a Terra a cada 90 minutos). A estação é o resultado do esforço de 15 nações – EUA, Rússia, Japão, Canadá e 11 países da Agência Espacial Europeia – que trabalharam juntas durante 13 anos, de 1998 até 2011, para o desenvolvimento da estação.