SlideShare uma empresa Scribd logo
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
• Conceito:
Todo dispositivo de uso individual de fabricação nacional ou
estrangeira, destinado a proteger a saúde e a integridade fisi-
ca do trabalhador.
Segurança do Trabalho – Green Brasil.
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
• CLT - Artigo 166
A Empresa é obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente,
Equipamento de Proteção Individual adequado ao risco e em per-
feito estado de conservação e funcionamento, sempre que as me-
didas de ordem geral não oferecerem completa proteção contra
os riscos de acidentes e danos a saúde dos empregados.
• CLT - Artigo 167
O equipamento de proteção só será posto à venda ou utilizado com
a indicação de Certificado de Aprovação ( CA ) do MTE.
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
• Tipos de E.P.I
• BASICO
• Uniformes (não é EPI)
• Capacete de Segurança
• Bota de Segurança
• Óculos de Segurança *
• Protetor Auricular *
• Luvas *
EPI exclusivos para funções ou atividades especificas:
Cinto de Segurança
Vestimenta p/ Arco Voltaico
Vestimenta Química, Máscara autônomas, Luva de malha de aço;
Protetor facial, Vestimenta de aproximação ao fogo
• ESPECIFICO
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
• Circunstâncias para uso do EPI
A) Sempre que as medidas de proteção coletiva forem
tecnicamente inviáveis ou não oferecerem completa proteção
contra os riscos de acidente do trabalho e/ou doenças profissionais
e do trabalho.
B) Enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo im-
plantadas.
C) Para atender as situações de emergência.
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
• Responsabilidades
A) Adquirir o tipo adequado à atividade do empregado
B) Fornecer somente EPI aprovado pelo MTE e de Empresas
cadastrada no DNSST/MTE
C) Treinar o trabalhador sobre o seu uso adequado
D) Tornar obrigatório o seu uso
E) Substituí-lo, imediatamente quando danificado ou extraviado
F) Responsabiliza-se pela sua higienização e manutenção periódica
G) Comunicar ao MTE qualquer irregularidade no EPI
Empregador
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
• Responsabilidades
A) Usa-lo apenas para a finalidade a que se destina
B) Responsabilizar-se por sua guarda e conservação
C) Comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio
para uso
Empregado
• Responsabilidades
A) Comercializar somente o EPI portador do CA
B) Renovar o CA, CRF e CRI quando vencido o prazo de validade.
C)Requerer novo CA quando houver alteração das especificações do EPI
aprovado
D) Responsabilizar-se por manter a mesma qualidade do EPI padrão que
deu origem ao CA.
E) Cadastrar-se junto ao MTE através do DNSST
Fabricante e Importador
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Quem falhar nestas obrigações
poderá ser responsabilizado
 O empregador poderá responder na área criminal ou cível, além de ser
multado pelo Ministério do Trabalho.
 O funcionário está sujeito a sanções trabalhistas podendo até ser
demitido por justa causa.
• Tipo de EPI
A) Proteção para a cabeça
• Proteção facial
• Óculos de segurança
• Máscara para soldadores
• Capacete de segurança
• Capuz ou boné árabe
De acordo com a atividade:
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
 Confeccionado
em tecido de
algodão tratado
para tornar-se
hidro-repelente.
 Protege o couro
cabeludo e o
pescoço de
respingos e do
sol.
Capuz ou Boné Árabe
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Viseira facial
 Protege os olhos e o rosto
contra respingos durante o
manuseio e a aplicação.
 A viseira deve ter a maior
transparência possível e não
distorcer as imagens.
 A substituição do óculos pela
viseira protege não somente
os olhos do aplicador mas
também o rosto.
• Tipo de EPI
B) Proteção para os membros superiores
• Luvas
• Mangas de proteção
• Creme protetor
De acordo com a atividade:
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
treinamneto de epi-nr-06.ppt
Recordando
Solvente aromático – tem propriedade de dissolver outro
produto, ex. xileno, tolueno, benzeno.
Solvente halogenado – são aqueles que em sua estrutura
contém átomos de Cl, F, Br, e I.
Solventes orgânicos – são substâncias químicas orgânicas
que apresentam certa volatilidade e solubilidade, sendo
utilizadas como diluentes, dispersantes e solubilizantes
diodegradáveis.
Ésteres – são compostos orgânicos que reagem com a água
para produzir álcoois e ácidos orgânicos.
treinamneto de epi-nr-06.ppt
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Creme protetor
Creme protetor de segurança para
proteção dos membros superiores
contra agentes químicos, também é
EPI e deve ter CA.
• Tipo de EPI
C) Proteção para os membros inferiores
• Calçado de segurança
• Perneira
De acordo com a atividade:
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
D) Proteção contra queda com diferencia de nível
• Cintos de segurança ( altura superior 2m )
• Cadeira suspensa
• Trava quedas
• Tripé para espaços confinados
De acordo com a atividade:
• Tipo de EPI
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
• Tipo de EPI
E) Proteção auditiva
• Protetor auricular ( inserção ou concha )
De acordo com a atividade:
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
• Tipo de EPI
De acordo com a atividade:
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
F) Proteção respiratória
• Respiradores contra poeiras
• Respiradores semifaciais e faciais inteira
para agentes químicos
• Mascara para jateamento
• Mascara autônoma e painel filtrante
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Respirador
Deve ser colocado de forma que os dois elásticos fiquem
fixados corretamente e sem dobras, um fixado na parte superior
da cabeça e outro na parte inferior, na altura do pescoço, sem
apertar as orelhas.
O respirador deve encaixar perfeitamente na face do
trabalhador, não permitindo que haja abertura para a entrada
de partículas, névoas ou vapores. Para usar o respirador, o
trabalhador deve estar sempre bem barbeado.
treinamneto de epi-nr-06.ppt
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Respirador
 Deve ser o último EPI a
ser retirado, sendo
guardado separado dos
demais equipamentos
para evitar
contaminações das
partes internas e dos
filtros.
• Tipo de EPI
G) Proteção para tronco
• Aventais
• Jaquetas
• Capas
De acordo com a atividade:
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Tipo de EPI
H) Proteção para o corpo inteiro
• Macacões especiais
De acordo com a atividade:
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Higienização
Alguns EPI devem ser higienizados
antes de serem usados ( capacete,
protetor auricular, óculos, luva de pvc ),
com água e sabão, álcool, para prevenir
irritações, infecções etc.
treinamneto de epi-nr-06.ppt
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Mitos
EPI são desconfortáveis?
Realmente o EPI era muito
desconfortável no passado, mas,
atualmente, existem EPI
confeccionados com materiais leves e
confortáveis. A sensação de
desconforto está associada a fatores
como a falta de treinamento e ao uso
incorreto.
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
EPI são caros?
 Estudos comprovam que os gastos com EPI
representam, em média, menos de 0,05% dos
investimentos necessários para uma atividade
produtiva, por exemplo numa agroindústria.
 Insumos, fertilizantes, sementes, produtos
fitossanitários, mão-de-obra, custos administrativos e
outros materiais somam mais de 99,95%. O uso dos
EPI é obrigatório e não cumprimento da legislação
poderá acarretar em multas e ações trabalhistas.
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
 O empregado deve trabalhar calçado ficando proibido
o uso de tamancos, sandálias e chinelos;
 O Ministério do Trabalho poderá determinar o uso de
outros EPI, quando julgar necessário;
 A recomendação ao empregador, quanto ao EPI
adequado compete:
a). SESMT
b). CIPA
 O EPI de fabricação nacional ou importado, só
poderá ser colocado à venda quando apresentar o CA
– Certificado de Aprovação expedido pelo MTE
NR-6 Equipamento de Proteção
Individual
Considerações Finais
 O simples fornecimento dos
equipamentos de proteção individual
não garante a proteção da saúde do
trabalhador e nem evita contaminações.
 Incorretamente utilizado, o EPI pode
comprometer ainda mais a segurança
do trabalhador.
A GREEN BRASIL, AGRADECE A SUA PARTICIPAÇÃO NO
TREINAMENTO DE EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO
INDIVIDUAL. NR-06
Nilson Lemos Machado – Técnicos
em Segurança do Trabalho.
RG/MTE/DRT/PR: 00027402

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a treinamneto de epi-nr-06.ppt

1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
AntonioSouzs
 
EPI.ppt
EPI.pptEPI.ppt
EPI.ppt
jhonatantst
 
Epi
EpiEpi
Epi
Secure4
 
Epi
EpiEpi
Nr 06 treinamentoepi e epc
Nr 06 treinamentoepi e epcNr 06 treinamentoepi e epc
Nr 06 treinamentoepi e epc
ThaisCoimbra2
 
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Nov 20.pptx
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Nov 20.pptxNR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Nov 20.pptx
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Nov 20.pptx
DaniloSilva859605
 
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epiTreinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
Andressa Campani
 
Apresentação de SIPAT - Tema EPI, cuidado e reponsabilidades
Apresentação de SIPAT  - Tema EPI, cuidado e reponsabilidadesApresentação de SIPAT  - Tema EPI, cuidado e reponsabilidades
Apresentação de SIPAT - Tema EPI, cuidado e reponsabilidades
RonaldoBarbosa64
 
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Abr 21.pptx
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Abr 21.pptxNR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Abr 21.pptx
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Abr 21.pptx
Luís Gustavo de Souza Santos
 
Aula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.pptAula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.ppt
Cristian Briet
 
Aula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.pptAula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.ppt
Cristian Briet
 
E.P.I para a cabeça
E.P.I para a cabeçaE.P.I para a cabeça
E.P.I para a cabeça
Melissa Porto
 
EPI.pdf
EPI.pdfEPI.pdf
EPI.pdf
RuteFeres
 
Aula 5 epi
Aula 5   epiAula 5   epi
Aula 5 epi
Daniel Moura
 
Treinamento nr 06 epi
Treinamento nr  06   epiTreinamento nr  06   epi
Treinamento nr 06 epi
Lorraine Ingrid
 
*Equipamento de Proteção Individual-NR 6
*Equipamento de Proteção Individual-NR 6*Equipamento de Proteção Individual-NR 6
*Equipamento de Proteção Individual-NR 6
AmarildoSanttos
 
Segurança Industrial
Segurança IndustrialSegurança Industrial
Segurança Industrial
César Serradas
 
NR06 Treinamento EPI Visao Geral (1).pptx
NR06 Treinamento EPI Visao Geral (1).pptxNR06 Treinamento EPI Visao Geral (1).pptx
NR06 Treinamento EPI Visao Geral (1).pptx
JosielCarmo2
 
CENTEC - Fundamentos SST - 12.pdf
CENTEC - Fundamentos SST - 12.pdfCENTEC - Fundamentos SST - 12.pdf
CENTEC - Fundamentos SST - 12.pdf
RobertaRibeiro89
 
Equipamento de Proteção Individual - EPI - UNIAL.pptx
Equipamento de Proteção Individual - EPI - UNIAL.pptxEquipamento de Proteção Individual - EPI - UNIAL.pptx
Equipamento de Proteção Individual - EPI - UNIAL.pptx
AdsonGuimares1
 

Semelhante a treinamneto de epi-nr-06.ppt (20)

1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
1 - NR 6 – EPI - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - R5 (1).pdf
 
EPI.ppt
EPI.pptEPI.ppt
EPI.ppt
 
Epi
EpiEpi
Epi
 
Epi
EpiEpi
Epi
 
Nr 06 treinamentoepi e epc
Nr 06 treinamentoepi e epcNr 06 treinamentoepi e epc
Nr 06 treinamentoepi e epc
 
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Nov 20.pptx
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Nov 20.pptxNR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Nov 20.pptx
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Nov 20.pptx
 
Treinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epiTreinamento para uso de epi
Treinamento para uso de epi
 
Apresentação de SIPAT - Tema EPI, cuidado e reponsabilidades
Apresentação de SIPAT  - Tema EPI, cuidado e reponsabilidadesApresentação de SIPAT  - Tema EPI, cuidado e reponsabilidades
Apresentação de SIPAT - Tema EPI, cuidado e reponsabilidades
 
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Abr 21.pptx
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Abr 21.pptxNR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Abr 21.pptx
NR06 - Treinamento - EPI Visao Geral - P21 - Abr 21.pptx
 
Aula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.pptAula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.ppt
 
Aula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.pptAula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.ppt
 
E.P.I para a cabeça
E.P.I para a cabeçaE.P.I para a cabeça
E.P.I para a cabeça
 
EPI.pdf
EPI.pdfEPI.pdf
EPI.pdf
 
Aula 5 epi
Aula 5   epiAula 5   epi
Aula 5 epi
 
Treinamento nr 06 epi
Treinamento nr  06   epiTreinamento nr  06   epi
Treinamento nr 06 epi
 
*Equipamento de Proteção Individual-NR 6
*Equipamento de Proteção Individual-NR 6*Equipamento de Proteção Individual-NR 6
*Equipamento de Proteção Individual-NR 6
 
Segurança Industrial
Segurança IndustrialSegurança Industrial
Segurança Industrial
 
NR06 Treinamento EPI Visao Geral (1).pptx
NR06 Treinamento EPI Visao Geral (1).pptxNR06 Treinamento EPI Visao Geral (1).pptx
NR06 Treinamento EPI Visao Geral (1).pptx
 
CENTEC - Fundamentos SST - 12.pdf
CENTEC - Fundamentos SST - 12.pdfCENTEC - Fundamentos SST - 12.pdf
CENTEC - Fundamentos SST - 12.pdf
 
Equipamento de Proteção Individual - EPI - UNIAL.pptx
Equipamento de Proteção Individual - EPI - UNIAL.pptxEquipamento de Proteção Individual - EPI - UNIAL.pptx
Equipamento de Proteção Individual - EPI - UNIAL.pptx
 

Mais de NilsonLemosMachado1

PTSST-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-EM-SAÚDE-E-SEGURANÇA-DO-TRABALHO.pdf
PTSST-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-EM-SAÚDE-E-SEGURANÇA-DO-TRABALHO.pdfPTSST-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-EM-SAÚDE-E-SEGURANÇA-DO-TRABALHO.pdf
PTSST-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-EM-SAÚDE-E-SEGURANÇA-DO-TRABALHO.pdf
NilsonLemosMachado1
 
APOSTILA DE DDS.pdf
APOSTILA DE DDS.pdfAPOSTILA DE DDS.pdf
APOSTILA DE DDS.pdf
NilsonLemosMachado1
 
300 Temas de DDS.pdf
300 Temas de DDS.pdf300 Temas de DDS.pdf
300 Temas de DDS.pdf
NilsonLemosMachado1
 
TREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES....pptx
TREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES....pptxTREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES....pptx
TREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES....pptx
NilsonLemosMachado1
 
CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.pdf
CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.pdfCURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.pdf
CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.pdf
NilsonLemosMachado1
 
PONTO DE ENCONTRO DE EMERGÊNCIA.docx
PONTO DE ENCONTRO DE EMERGÊNCIA.docxPONTO DE ENCONTRO DE EMERGÊNCIA.docx
PONTO DE ENCONTRO DE EMERGÊNCIA.docx
NilsonLemosMachado1
 
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO AUDITIVA..ppt
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO AUDITIVA..pptTREINAMENTO DE PROTEÇÃO AUDITIVA..ppt
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO AUDITIVA..ppt
NilsonLemosMachado1
 

Mais de NilsonLemosMachado1 (7)

PTSST-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-EM-SAÚDE-E-SEGURANÇA-DO-TRABALHO.pdf
PTSST-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-EM-SAÚDE-E-SEGURANÇA-DO-TRABALHO.pdfPTSST-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-EM-SAÚDE-E-SEGURANÇA-DO-TRABALHO.pdf
PTSST-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-EM-SAÚDE-E-SEGURANÇA-DO-TRABALHO.pdf
 
APOSTILA DE DDS.pdf
APOSTILA DE DDS.pdfAPOSTILA DE DDS.pdf
APOSTILA DE DDS.pdf
 
300 Temas de DDS.pdf
300 Temas de DDS.pdf300 Temas de DDS.pdf
300 Temas de DDS.pdf
 
TREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES....pptx
TREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES....pptxTREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES....pptx
TREINAMENTO DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES....pptx
 
CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.pdf
CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.pdfCURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.pdf
CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS.pdf
 
PONTO DE ENCONTRO DE EMERGÊNCIA.docx
PONTO DE ENCONTRO DE EMERGÊNCIA.docxPONTO DE ENCONTRO DE EMERGÊNCIA.docx
PONTO DE ENCONTRO DE EMERGÊNCIA.docx
 
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO AUDITIVA..ppt
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO AUDITIVA..pptTREINAMENTO DE PROTEÇÃO AUDITIVA..ppt
TREINAMENTO DE PROTEÇÃO AUDITIVA..ppt
 

Último

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
reforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresssreforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresss
adequacaocontabil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdfCorreio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdfDesafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptxQualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
MariaJooSilva58
 

Último (20)

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
reforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresssreforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresss
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdfCorreio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdfDesafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptxQualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
 

treinamneto de epi-nr-06.ppt

  • 1. NR-6 Equipamento de Proteção Individual • Conceito: Todo dispositivo de uso individual de fabricação nacional ou estrangeira, destinado a proteger a saúde e a integridade fisi- ca do trabalhador. Segurança do Trabalho – Green Brasil.
  • 2. NR-6 Equipamento de Proteção Individual • CLT - Artigo 166 A Empresa é obrigada a fornecer aos empregados, gratuitamente, Equipamento de Proteção Individual adequado ao risco e em per- feito estado de conservação e funcionamento, sempre que as me- didas de ordem geral não oferecerem completa proteção contra os riscos de acidentes e danos a saúde dos empregados. • CLT - Artigo 167 O equipamento de proteção só será posto à venda ou utilizado com a indicação de Certificado de Aprovação ( CA ) do MTE.
  • 3. NR-6 Equipamento de Proteção Individual • Tipos de E.P.I • BASICO • Uniformes (não é EPI) • Capacete de Segurança • Bota de Segurança • Óculos de Segurança * • Protetor Auricular * • Luvas * EPI exclusivos para funções ou atividades especificas: Cinto de Segurança Vestimenta p/ Arco Voltaico Vestimenta Química, Máscara autônomas, Luva de malha de aço; Protetor facial, Vestimenta de aproximação ao fogo • ESPECIFICO
  • 4. NR-6 Equipamento de Proteção Individual • Circunstâncias para uso do EPI A) Sempre que as medidas de proteção coletiva forem tecnicamente inviáveis ou não oferecerem completa proteção contra os riscos de acidente do trabalho e/ou doenças profissionais e do trabalho. B) Enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo im- plantadas. C) Para atender as situações de emergência.
  • 5. NR-6 Equipamento de Proteção Individual • Responsabilidades A) Adquirir o tipo adequado à atividade do empregado B) Fornecer somente EPI aprovado pelo MTE e de Empresas cadastrada no DNSST/MTE C) Treinar o trabalhador sobre o seu uso adequado D) Tornar obrigatório o seu uso E) Substituí-lo, imediatamente quando danificado ou extraviado F) Responsabiliza-se pela sua higienização e manutenção periódica G) Comunicar ao MTE qualquer irregularidade no EPI Empregador
  • 6. NR-6 Equipamento de Proteção Individual • Responsabilidades A) Usa-lo apenas para a finalidade a que se destina B) Responsabilizar-se por sua guarda e conservação C) Comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para uso Empregado
  • 7. • Responsabilidades A) Comercializar somente o EPI portador do CA B) Renovar o CA, CRF e CRI quando vencido o prazo de validade. C)Requerer novo CA quando houver alteração das especificações do EPI aprovado D) Responsabilizar-se por manter a mesma qualidade do EPI padrão que deu origem ao CA. E) Cadastrar-se junto ao MTE através do DNSST Fabricante e Importador NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 8. NR-6 Equipamento de Proteção Individual Quem falhar nestas obrigações poderá ser responsabilizado  O empregador poderá responder na área criminal ou cível, além de ser multado pelo Ministério do Trabalho.  O funcionário está sujeito a sanções trabalhistas podendo até ser demitido por justa causa.
  • 9. • Tipo de EPI A) Proteção para a cabeça • Proteção facial • Óculos de segurança • Máscara para soldadores • Capacete de segurança • Capuz ou boné árabe De acordo com a atividade: NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 10. NR-6 Equipamento de Proteção Individual  Confeccionado em tecido de algodão tratado para tornar-se hidro-repelente.  Protege o couro cabeludo e o pescoço de respingos e do sol. Capuz ou Boné Árabe
  • 18. NR-6 Equipamento de Proteção Individual Viseira facial  Protege os olhos e o rosto contra respingos durante o manuseio e a aplicação.  A viseira deve ter a maior transparência possível e não distorcer as imagens.  A substituição do óculos pela viseira protege não somente os olhos do aplicador mas também o rosto.
  • 19. • Tipo de EPI B) Proteção para os membros superiores • Luvas • Mangas de proteção • Creme protetor De acordo com a atividade: NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 24. Recordando Solvente aromático – tem propriedade de dissolver outro produto, ex. xileno, tolueno, benzeno. Solvente halogenado – são aqueles que em sua estrutura contém átomos de Cl, F, Br, e I. Solventes orgânicos – são substâncias químicas orgânicas que apresentam certa volatilidade e solubilidade, sendo utilizadas como diluentes, dispersantes e solubilizantes diodegradáveis. Ésteres – são compostos orgânicos que reagem com a água para produzir álcoois e ácidos orgânicos.
  • 26. NR-6 Equipamento de Proteção Individual Creme protetor Creme protetor de segurança para proteção dos membros superiores contra agentes químicos, também é EPI e deve ter CA.
  • 27. • Tipo de EPI C) Proteção para os membros inferiores • Calçado de segurança • Perneira De acordo com a atividade: NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 28. D) Proteção contra queda com diferencia de nível • Cintos de segurança ( altura superior 2m ) • Cadeira suspensa • Trava quedas • Tripé para espaços confinados De acordo com a atividade: • Tipo de EPI NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 29. • Tipo de EPI E) Proteção auditiva • Protetor auricular ( inserção ou concha ) De acordo com a atividade: NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 30. • Tipo de EPI De acordo com a atividade: NR-6 Equipamento de Proteção Individual F) Proteção respiratória • Respiradores contra poeiras • Respiradores semifaciais e faciais inteira para agentes químicos • Mascara para jateamento • Mascara autônoma e painel filtrante
  • 31. NR-6 Equipamento de Proteção Individual Respirador Deve ser colocado de forma que os dois elásticos fiquem fixados corretamente e sem dobras, um fixado na parte superior da cabeça e outro na parte inferior, na altura do pescoço, sem apertar as orelhas. O respirador deve encaixar perfeitamente na face do trabalhador, não permitindo que haja abertura para a entrada de partículas, névoas ou vapores. Para usar o respirador, o trabalhador deve estar sempre bem barbeado.
  • 33. NR-6 Equipamento de Proteção Individual Respirador  Deve ser o último EPI a ser retirado, sendo guardado separado dos demais equipamentos para evitar contaminações das partes internas e dos filtros.
  • 34. • Tipo de EPI G) Proteção para tronco • Aventais • Jaquetas • Capas De acordo com a atividade: NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 35. Tipo de EPI H) Proteção para o corpo inteiro • Macacões especiais De acordo com a atividade: NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 36. NR-6 Equipamento de Proteção Individual Higienização Alguns EPI devem ser higienizados antes de serem usados ( capacete, protetor auricular, óculos, luva de pvc ), com água e sabão, álcool, para prevenir irritações, infecções etc.
  • 38. NR-6 Equipamento de Proteção Individual Mitos EPI são desconfortáveis? Realmente o EPI era muito desconfortável no passado, mas, atualmente, existem EPI confeccionados com materiais leves e confortáveis. A sensação de desconforto está associada a fatores como a falta de treinamento e ao uso incorreto.
  • 39. NR-6 Equipamento de Proteção Individual EPI são caros?  Estudos comprovam que os gastos com EPI representam, em média, menos de 0,05% dos investimentos necessários para uma atividade produtiva, por exemplo numa agroindústria.  Insumos, fertilizantes, sementes, produtos fitossanitários, mão-de-obra, custos administrativos e outros materiais somam mais de 99,95%. O uso dos EPI é obrigatório e não cumprimento da legislação poderá acarretar em multas e ações trabalhistas.
  • 40. NR-6 Equipamento de Proteção Individual
  • 41. NR-6 Equipamento de Proteção Individual  O empregado deve trabalhar calçado ficando proibido o uso de tamancos, sandálias e chinelos;  O Ministério do Trabalho poderá determinar o uso de outros EPI, quando julgar necessário;  A recomendação ao empregador, quanto ao EPI adequado compete: a). SESMT b). CIPA  O EPI de fabricação nacional ou importado, só poderá ser colocado à venda quando apresentar o CA – Certificado de Aprovação expedido pelo MTE
  • 42. NR-6 Equipamento de Proteção Individual Considerações Finais  O simples fornecimento dos equipamentos de proteção individual não garante a proteção da saúde do trabalhador e nem evita contaminações.  Incorretamente utilizado, o EPI pode comprometer ainda mais a segurança do trabalhador.
  • 43. A GREEN BRASIL, AGRADECE A SUA PARTICIPAÇÃO NO TREINAMENTO DE EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL. NR-06 Nilson Lemos Machado – Técnicos em Segurança do Trabalho. RG/MTE/DRT/PR: 00027402