SlideShare uma empresa Scribd logo
Introdução
Ondas cerebrais podem ser definidas como a
atividade elétrica gerada pelo cérebro.

Essas ondas podem ser medidas de duas
maneiras:
• por sua frequência ou a velocidade dos
  impulsos elétricos.
• por sua amplitude ou quão forte ela é.
Neural Headset e sua aplicação
    Depois do kinect, capaz de fazer a
leitura de movimentos físicos e mudar
a forma de nos expressarmos em um
mundo virtual, o Headset de ondas
cerebrais promete ser o próximo
passo para uma plataforma muito
promissora.
    Ele tem a aparência de um fone
de ouvido, mas usa sensores para
fazer captação e leitura de ondas
cerebrais, transmitindo informações
para o computador, facilitando a
comunicação entre humano/máquina
e dando margem para futuras
aplicações.
Uma de suas possíveis aplicações:
       Controle de ambientes
•   Como funciona: computadores com interface
    capaz de ler sinais elétrico cerebrais captura
    esses sinais   e os traduz para comandos
    específicos.

•   Vantagem: As pessoas precisarão usar menos
    comandos físicos para controlar seu ambiente e
    tudo poderá se ajustar de acordo com as
    emoções, decisões ou estado do usuário.
Uma de suas possíveis aplicações:
     Controle de ambientes

• + conforto
• + velocidade (processos)
• + interatividade
• - espaço físico ocupado
• - tempo de resposta
• - custo
Uma de suas possíveis aplicações:
     Controle de ambientes

Um sistema neural de controle de
ambientes é a solução ideal para quem
procura    não   perder    tempo    com
regulagens e configurações manuais,
fazendo a máquina tomar decisões de
acordo com as estatísticas enviadas pelo
usuário através do headset se tornando
assim um sistema híbrido entre humano
e máquina.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Comunicación grafica
Comunicación graficaComunicación grafica
Comunicación grafica
alee-rodriguez93
 
Las mariposas
Las mariposasLas mariposas
Las mariposas
mgarcia19
 
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Carine Blatt
 
borges_durso_presentacionfinal
borges_durso_presentacionfinalborges_durso_presentacionfinal
borges_durso_presentacionfinal
yaizaborges
 
Slides para postar blog
Slides para postar blogSlides para postar blog
Slides para postar blog
Valportugues
 
Tx(AmaliaRodriguez)FODA
Tx(AmaliaRodriguez)FODATx(AmaliaRodriguez)FODA
Tx(AmaliaRodriguez)FODA
RodriguezAmalia
 
Läsförståelsematerial-monster och myt
Läsförståelsematerial-monster och mytLäsförståelsematerial-monster och myt
Läsförståelsematerial-monster och myt
Tina Forsberg
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargaswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
Manuela Mendes
 
A03 plano ing sanitaria
A03 plano ing sanitariaA03 plano ing sanitaria
A03 plano ing sanitaria
Josmell Alonzo Crespo
 
ruido
ruido ruido
Presentación resultados 4º div
Presentación resultados 4º divPresentación resultados 4º div
Presentación resultados 4º div
nazaretmedina
 
Casados
CasadosCasados
Revista Serva - 1984 - 1
Revista Serva - 1984 - 1Revista Serva - 1984 - 1
Revista Serva - 1984 - 1
luciasim
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Marilio Siqueira
 
Kapitel 1 lägesbegrepp
Kapitel 1  lägesbegreppKapitel 1  lägesbegrepp
Kapitel 1 lägesbegrepp
Tina Forsberg
 
Patrones de medicion
Patrones de medicionPatrones de medicion
Patrones de medicion
jose bravo
 
Autoavaliação do Sistema de Avaliação de Desempenho dos Servidores técnico-ad...
Autoavaliação do Sistema de Avaliação de Desempenho dos Servidores técnico-ad...Autoavaliação do Sistema de Avaliação de Desempenho dos Servidores técnico-ad...
Autoavaliação do Sistema de Avaliação de Desempenho dos Servidores técnico-ad...
proplan
 
Transformando apresentação em imagem
Transformando apresentação em imagemTransformando apresentação em imagem
Transformando apresentação em imagem
zepauloufpa
 

Destaque (20)

Comunicación grafica
Comunicación graficaComunicación grafica
Comunicación grafica
 
Bonecas de pano
Bonecas de panoBonecas de pano
Bonecas de pano
 
Las mariposas
Las mariposasLas mariposas
Las mariposas
 
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
Contracepocasopriscila 130723153111-phpapp02
 
borges_durso_presentacionfinal
borges_durso_presentacionfinalborges_durso_presentacionfinal
borges_durso_presentacionfinal
 
Slides para postar blog
Slides para postar blogSlides para postar blog
Slides para postar blog
 
Tx(AmaliaRodriguez)FODA
Tx(AmaliaRodriguez)FODATx(AmaliaRodriguez)FODA
Tx(AmaliaRodriguez)FODA
 
Läsförståelsematerial-monster och myt
Läsförståelsematerial-monster och mytLäsförståelsematerial-monster och myt
Läsförståelsematerial-monster och myt
 
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargaswww.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
www.TutoresReforcoEscolar.Com.Br - História – Era Vargas
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
 
A03 plano ing sanitaria
A03 plano ing sanitariaA03 plano ing sanitaria
A03 plano ing sanitaria
 
ruido
ruido ruido
ruido
 
Presentación resultados 4º div
Presentación resultados 4º divPresentación resultados 4º div
Presentación resultados 4º div
 
Casados
CasadosCasados
Casados
 
Revista Serva - 1984 - 1
Revista Serva - 1984 - 1Revista Serva - 1984 - 1
Revista Serva - 1984 - 1
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Kapitel 1 lägesbegrepp
Kapitel 1  lägesbegreppKapitel 1  lägesbegrepp
Kapitel 1 lägesbegrepp
 
Patrones de medicion
Patrones de medicionPatrones de medicion
Patrones de medicion
 
Autoavaliação do Sistema de Avaliação de Desempenho dos Servidores técnico-ad...
Autoavaliação do Sistema de Avaliação de Desempenho dos Servidores técnico-ad...Autoavaliação do Sistema de Avaliação de Desempenho dos Servidores técnico-ad...
Autoavaliação do Sistema de Avaliação de Desempenho dos Servidores técnico-ad...
 
Transformando apresentação em imagem
Transformando apresentação em imagemTransformando apresentação em imagem
Transformando apresentação em imagem
 

Semelhante a Tp everton

Interação Homem-Máquina.pptx
Interação Homem-Máquina.pptxInteração Homem-Máquina.pptx
Interação Homem-Máquina.pptx
RenanDeRossoUnruh1
 
Neurogress WP Português (Portuguese)
Neurogress WP Português (Portuguese)Neurogress WP Português (Portuguese)
Neurogress WP Português (Portuguese)
Neurogress
 
Informática instrumental
Informática instrumentalInformática instrumental
Informática instrumental
brunnocoelho
 
Interface Homem Computador
Interface Homem ComputadorInterface Homem Computador
Interface Homem Computador
Duílio Andrade
 
Tp everton
Tp evertonTp everton
Tp everton
Felipe Barbosa
 
Tp everton
Tp evertonTp everton
Tp everton
Felipe Barbosa
 
Tp everton
Tp evertonTp everton
Tp everton
Felipe Barbosa
 
Instalações ited domótica - projeto integrado de comunicações
Instalações ited   domótica - projeto integrado de comunicaçõesInstalações ited   domótica - projeto integrado de comunicações
Instalações ited domótica - projeto integrado de comunicações
Francisco Costa
 
Computacao - Interagindo com o mundo fisico
Computacao - Interagindo com o mundo fisicoComputacao - Interagindo com o mundo fisico
Computacao - Interagindo com o mundo fisico
Andre Junqueira
 
Redes sensores sem_fio
Redes sensores sem_fioRedes sensores sem_fio
Redes sensores sem_fio
Claudio Sergio
 
Aula 10 microcomputadores
Aula 10   microcomputadoresAula 10   microcomputadores
Aula 10 microcomputadores
Renaldo Adriano
 
Aula 4 processadores Notebooks
Aula 4 processadores NotebooksAula 4 processadores Notebooks
Aula 4 processadores Notebooks
Abnel Junior
 
Interface cérebro computador
Interface cérebro computadorInterface cérebro computador
Interface cérebro computador
EMBRAPA
 
Interface CéRebro Computador
Interface  CéRebro  ComputadorInterface  CéRebro  Computador
Interface CéRebro Computador
EMBRAPA
 
DISCIPLINA REDES 1 TRABALHO A1
 DISCIPLINA REDES 1 TRABALHO A1 DISCIPLINA REDES 1 TRABALHO A1
DISCIPLINA REDES 1 TRABALHO A1
Marcus Java
 
Automação ind 1_2014
Automação ind 1_2014Automação ind 1_2014
Automação ind 1_2014
Marcio Oliani
 
Body Area Networks
Body Area NetworksBody Area Networks
Body Area Networks
home
 
Aula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadoresAula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadores
Cristiano Pires Martins
 
Redes de Sensores
Redes de SensoresRedes de Sensores
Redes de Sensores
Ricardo Teixeira
 

Semelhante a Tp everton (19)

Interação Homem-Máquina.pptx
Interação Homem-Máquina.pptxInteração Homem-Máquina.pptx
Interação Homem-Máquina.pptx
 
Neurogress WP Português (Portuguese)
Neurogress WP Português (Portuguese)Neurogress WP Português (Portuguese)
Neurogress WP Português (Portuguese)
 
Informática instrumental
Informática instrumentalInformática instrumental
Informática instrumental
 
Interface Homem Computador
Interface Homem ComputadorInterface Homem Computador
Interface Homem Computador
 
Tp everton
Tp evertonTp everton
Tp everton
 
Tp everton
Tp evertonTp everton
Tp everton
 
Tp everton
Tp evertonTp everton
Tp everton
 
Instalações ited domótica - projeto integrado de comunicações
Instalações ited   domótica - projeto integrado de comunicaçõesInstalações ited   domótica - projeto integrado de comunicações
Instalações ited domótica - projeto integrado de comunicações
 
Computacao - Interagindo com o mundo fisico
Computacao - Interagindo com o mundo fisicoComputacao - Interagindo com o mundo fisico
Computacao - Interagindo com o mundo fisico
 
Redes sensores sem_fio
Redes sensores sem_fioRedes sensores sem_fio
Redes sensores sem_fio
 
Aula 10 microcomputadores
Aula 10   microcomputadoresAula 10   microcomputadores
Aula 10 microcomputadores
 
Aula 4 processadores Notebooks
Aula 4 processadores NotebooksAula 4 processadores Notebooks
Aula 4 processadores Notebooks
 
Interface cérebro computador
Interface cérebro computadorInterface cérebro computador
Interface cérebro computador
 
Interface CéRebro Computador
Interface  CéRebro  ComputadorInterface  CéRebro  Computador
Interface CéRebro Computador
 
DISCIPLINA REDES 1 TRABALHO A1
 DISCIPLINA REDES 1 TRABALHO A1 DISCIPLINA REDES 1 TRABALHO A1
DISCIPLINA REDES 1 TRABALHO A1
 
Automação ind 1_2014
Automação ind 1_2014Automação ind 1_2014
Automação ind 1_2014
 
Body Area Networks
Body Area NetworksBody Area Networks
Body Area Networks
 
Aula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadoresAula 07-oac-processadores
Aula 07-oac-processadores
 
Redes de Sensores
Redes de SensoresRedes de Sensores
Redes de Sensores
 

Tp everton

  • 1. Introdução Ondas cerebrais podem ser definidas como a atividade elétrica gerada pelo cérebro. Essas ondas podem ser medidas de duas maneiras: • por sua frequência ou a velocidade dos impulsos elétricos. • por sua amplitude ou quão forte ela é.
  • 2. Neural Headset e sua aplicação Depois do kinect, capaz de fazer a leitura de movimentos físicos e mudar a forma de nos expressarmos em um mundo virtual, o Headset de ondas cerebrais promete ser o próximo passo para uma plataforma muito promissora. Ele tem a aparência de um fone de ouvido, mas usa sensores para fazer captação e leitura de ondas cerebrais, transmitindo informações para o computador, facilitando a comunicação entre humano/máquina e dando margem para futuras aplicações.
  • 3. Uma de suas possíveis aplicações: Controle de ambientes • Como funciona: computadores com interface capaz de ler sinais elétrico cerebrais captura esses sinais e os traduz para comandos específicos. • Vantagem: As pessoas precisarão usar menos comandos físicos para controlar seu ambiente e tudo poderá se ajustar de acordo com as emoções, decisões ou estado do usuário.
  • 4. Uma de suas possíveis aplicações: Controle de ambientes • + conforto • + velocidade (processos) • + interatividade • - espaço físico ocupado • - tempo de resposta • - custo
  • 5. Uma de suas possíveis aplicações: Controle de ambientes Um sistema neural de controle de ambientes é a solução ideal para quem procura não perder tempo com regulagens e configurações manuais, fazendo a máquina tomar decisões de acordo com as estatísticas enviadas pelo usuário através do headset se tornando assim um sistema híbrido entre humano e máquina.