SlideShare uma empresa Scribd logo
Testes baseados em modelos
Andreza Pollyana e Ana Karina
● aumento da complexidade dos sistemas.
● dificuldade da equipe de testes entender o sistema.
● Modelos ajudam a especificar e melhor entender as características e funcionamento do sistema.
● são econômicos.
Porque usar modelos?
Definição e características
● “Testes baseados em modelos é uma técnica de testes em que um modelo do sistema sendo
testado, ou de parte dele, é construído e a partir dele é derivado um conjunto de casos de
testes.”
● São considerados testes de caixa preta
● Em vez de escrevermos os testes manualmente baseados no documento de requisitos, criamos
um modelo do comportamento esperado do sistema que captura os requisitos a serem testados,
então ferramentas são utilizadas para gerar, automaticamente, testes a partir desse modelo
Vantagens
● A geração de testes começa mais cedo no ciclo do desenvolvimento
● Evita ambiguidade que pode estar presente na documentação dos requisitos
● Reduz o tempo dos testes
● Possibilita a construção de várias suites de testes a partir do mesmo modelo mudando apenas o
critério de testes.
● Reduz custos
● Não é necessário conhecimento em programação
O Processo
5 Etapas :
1.Modelagem do sistema
2.Geração de testes abstratos
3.Concretização dos testes
4.Execução dos testes
5.Análise de resultados
5.1 Modelagem do sistema
● Criação do modelo, que será chamado de modelo abstrato pois deve ser menor e mais simples
que o próprio sistema
● Omitir detalhes do sistema
● Conter as saídas esperadas
● Usar ferramentas para verificar a sua consistência
Tipos de modelos
UML - diagrama de atividades
Máquina de estados para máquina de vender
refrigerantes
5.2 Geração de testes abstratos
● Derivados do modelo
● escolher o critério de seleção de testes que determina que testes deverão ser gerados a partir
do modelo.
● Geração de um conjunto de testes abstratos que não são diretamente executáveis devido a
simplicidade do modelo
● A maioria das ferramentas também gera uma matriz de rastreamento de requisitos e outros
relatórios de cobertura.
o A matriz de rastreamento rastreia a ligação entre os requisitos funcionais e os testes
gerados
o Os relatórios de cobertura indicam o quanto do modelo os testes gerados estão, de fato,
testando e podem ser utilizados.
5.3 Concretização dos testes
● Transformar os testes abstratos em testes executáveis,
● Feito por uma ferramenta de transformação que utiliza vários templates e mapeamentos que
traduzem cada caso de testes abstratos em um script de testes executáveis ou escrevendo-se
um código adaptador que realiza esta função.
● O objetivo desta fase é construir uma ligação entre os testes abstratos criados na fase anterior e
o sistema sendo testado.
5.4 Execução dos testes
Os testes podem ser realizados, basicamente de duas maneiras:
● Online
○ As ferramentas de testes se conectam diretamente ao sistema e
○ Testes são feitos dinamicamente, isto é, os testes são executados a medida em que são produzidos
○ A ferramenta de testes gerencia a execução e a gravação dos resultados
● Offline
○ As ferramentas geram casos de testes que podem ser lidos pelo computador e executados automaticamente depois,
o que permite que eles sejam realizados por uma outra plataforma de testes.
5.5 Análise de resultados
● Analisar e realizar as correções se necessárias.
● Para cada falha relatada deve-se determinar a sua causa, que pode se encontrar no sistema,
nos casos de testes aplicados, no modelo ou no adaptado
Exemplo de ferramenta - MaTeLo
● Realiza testes offlines e só funciona no windows
● Adicionar bibliotecas de entrada (resultados das transações) e definir distribuições para essas entradas.
● Adicionar bibliotecas de saída (verificação)
● Simular ações de usuários (transições de estados)
● Verificar se o resultado obtido é igual ao esperado. (pode-se usar funções para sistemas mais complexos)
● Gerenciar requisitos (criando ou exportando) e
liga-los aos casos de testes gerados.
● Criar perfies de Testes
● Checar modelos
● Verificar o caminho de um caso de teste
● Escolher que tipo de algortimo será usado para
a geração de testes
● Gerar os casos de testes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecnicas Para Planejamento E Execucao De Testes De Software
Tecnicas Para Planejamento E Execucao De Testes De SoftwareTecnicas Para Planejamento E Execucao De Testes De Software
Tecnicas Para Planejamento E Execucao De Testes De Software
marthahuback
 
Técnicas de modelagem de teste (parte 1)
Técnicas de modelagem de teste (parte 1)Técnicas de modelagem de teste (parte 1)
Técnicas de modelagem de teste (parte 1)
Fabrício Campos
 
Gestão de defeitos e testes com Jira
Gestão de defeitos e testes com JiraGestão de defeitos e testes com Jira
Gestão de defeitos e testes com Jira
Qualister
 
Exemplo de Plano de testes
Exemplo de Plano de testes Exemplo de Plano de testes
Exemplo de Plano de testes
Leandro Rodrigues
 
Programação orientada a objectos
Programação orientada a objectosProgramação orientada a objectos
Programação orientada a objectos
Valdinho Pereira
 
Teste de software
Teste de softwareTeste de software
Teste de software
COTIC-PROEG (UFPA)
 
UML
UMLUML
Aula 2 - POO: Fundamentos da linguagem Java
Aula 2 - POO: Fundamentos da linguagem JavaAula 2 - POO: Fundamentos da linguagem Java
Aula 2 - POO: Fundamentos da linguagem Java
Daniel Brandão
 
Conceitos de básicos de qualidade de software
Conceitos de básicos de qualidade de softwareConceitos de básicos de qualidade de software
Conceitos de básicos de qualidade de software
Ronney Moreira de Castro
 
Verificação, Validação e Teste de Software
Verificação, Validação e Teste de SoftwareVerificação, Validação e Teste de Software
Verificação, Validação e Teste de Software
Camilo Almendra
 
Desenvolvimento Mobile
Desenvolvimento MobileDesenvolvimento Mobile
Desenvolvimento Mobile
Elton Minetto
 
Teste de Software Introdução à Qualidade
Teste de Software Introdução à Qualidade Teste de Software Introdução à Qualidade
Teste de Software Introdução à Qualidade
Camilo Ribeiro
 
Uml Diagramas Estruturais
Uml   Diagramas EstruturaisUml   Diagramas Estruturais
Uml Diagramas Estruturais
thaisedd
 
Testes de Software
Testes de SoftwareTestes de Software
Testes de Software
Capgemini
 
Questionario CTFL - Foundation Level
Questionario CTFL - Foundation LevelQuestionario CTFL - Foundation Level
Questionario CTFL - Foundation Level
Lucas Bonanno Casanova
 
Planejamento de Testes
Planejamento de TestesPlanejamento de Testes
Planejamento de Testes
elliando dias
 
Validação e Testes de software
Validação e Testes de softwareValidação e Testes de software
Validação e Testes de software
Rondinelli Mesquita
 
Implantação de um Processo de Teste de Software - Randerson Melville
Implantação de um Processo de Teste de Software - Randerson Melville Implantação de um Processo de Teste de Software - Randerson Melville
Implantação de um Processo de Teste de Software - Randerson Melville
minastestingconference
 
Mpsbr
MpsbrMpsbr
Métricas de Software
Métricas de SoftwareMétricas de Software
Métricas de Software
elliando dias
 

Mais procurados (20)

Tecnicas Para Planejamento E Execucao De Testes De Software
Tecnicas Para Planejamento E Execucao De Testes De SoftwareTecnicas Para Planejamento E Execucao De Testes De Software
Tecnicas Para Planejamento E Execucao De Testes De Software
 
Técnicas de modelagem de teste (parte 1)
Técnicas de modelagem de teste (parte 1)Técnicas de modelagem de teste (parte 1)
Técnicas de modelagem de teste (parte 1)
 
Gestão de defeitos e testes com Jira
Gestão de defeitos e testes com JiraGestão de defeitos e testes com Jira
Gestão de defeitos e testes com Jira
 
Exemplo de Plano de testes
Exemplo de Plano de testes Exemplo de Plano de testes
Exemplo de Plano de testes
 
Programação orientada a objectos
Programação orientada a objectosProgramação orientada a objectos
Programação orientada a objectos
 
Teste de software
Teste de softwareTeste de software
Teste de software
 
UML
UMLUML
UML
 
Aula 2 - POO: Fundamentos da linguagem Java
Aula 2 - POO: Fundamentos da linguagem JavaAula 2 - POO: Fundamentos da linguagem Java
Aula 2 - POO: Fundamentos da linguagem Java
 
Conceitos de básicos de qualidade de software
Conceitos de básicos de qualidade de softwareConceitos de básicos de qualidade de software
Conceitos de básicos de qualidade de software
 
Verificação, Validação e Teste de Software
Verificação, Validação e Teste de SoftwareVerificação, Validação e Teste de Software
Verificação, Validação e Teste de Software
 
Desenvolvimento Mobile
Desenvolvimento MobileDesenvolvimento Mobile
Desenvolvimento Mobile
 
Teste de Software Introdução à Qualidade
Teste de Software Introdução à Qualidade Teste de Software Introdução à Qualidade
Teste de Software Introdução à Qualidade
 
Uml Diagramas Estruturais
Uml   Diagramas EstruturaisUml   Diagramas Estruturais
Uml Diagramas Estruturais
 
Testes de Software
Testes de SoftwareTestes de Software
Testes de Software
 
Questionario CTFL - Foundation Level
Questionario CTFL - Foundation LevelQuestionario CTFL - Foundation Level
Questionario CTFL - Foundation Level
 
Planejamento de Testes
Planejamento de TestesPlanejamento de Testes
Planejamento de Testes
 
Validação e Testes de software
Validação e Testes de softwareValidação e Testes de software
Validação e Testes de software
 
Implantação de um Processo de Teste de Software - Randerson Melville
Implantação de um Processo de Teste de Software - Randerson Melville Implantação de um Processo de Teste de Software - Randerson Melville
Implantação de um Processo de Teste de Software - Randerson Melville
 
Mpsbr
MpsbrMpsbr
Mpsbr
 
Métricas de Software
Métricas de SoftwareMétricas de Software
Métricas de Software
 

Destaque

Auto Desenvolvimento Em Empreendedorismo
Auto Desenvolvimento Em EmpreendedorismoAuto Desenvolvimento Em Empreendedorismo
Auto Desenvolvimento Em Empreendedorismo
Your Life do Brasil
 
Teste Dirigido por Modelos
Teste Dirigido por ModelosTeste Dirigido por Modelos
Teste Dirigido por Modelos
Natã Melo
 
Auto Hipnose Aula02
Auto Hipnose Aula02Auto Hipnose Aula02
Auto Hipnose Aula02
Jeferson Ridao
 
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
Anissis Ramos
 
Hipnose dicas, métodos e técnicas
Hipnose   dicas, métodos e técnicas Hipnose   dicas, métodos e técnicas
Hipnose dicas, métodos e técnicas
Esdras Cardoso
 
Teste a sua mente
Teste a sua menteTeste a sua mente
Teste a sua mente
Pedro Miguel
 
Como despertar Atração
Como despertar AtraçãoComo despertar Atração
Como despertar Atração
Alexander Voger
 
Teste emocional, sentimental e psicológico
Teste emocional, sentimental e psicológicoTeste emocional, sentimental e psicológico
Teste emocional, sentimental e psicológico
Diiannaa
 
Gatilhos Mentais: o que são e como aplicar
Gatilhos Mentais: o que são e como aplicarGatilhos Mentais: o que são e como aplicar
Gatilhos Mentais: o que são e como aplicar
Mateada
 
25 maneiras de influenciar pessoas
25 maneiras de influenciar pessoas25 maneiras de influenciar pessoas
25 maneiras de influenciar pessoas
Consultor de Marketing
 
Teste da mente
Teste da menteTeste da mente
Teste da mente
bilibiowebsite
 
10 Estratégias de Manipulação
10 Estratégias de Manipulação10 Estratégias de Manipulação
10 Estratégias de Manipulação
Universidade Estácio de Sá
 
Manual hipnose completo fabio puentes
Manual hipnose completo fabio puentes Manual hipnose completo fabio puentes
Manual hipnose completo fabio puentes
Esdras Cardoso
 
A relação emoção corpo
A relação emoção corpoA relação emoção corpo
A relação emoção corpo
Dalila Melo
 
Como grandes negociadores usam a linguagem corporal nas negociações
Como grandes negociadores usam a linguagem corporal nas negociaçõesComo grandes negociadores usam a linguagem corporal nas negociações
Como grandes negociadores usam a linguagem corporal nas negociações
Agendor
 

Destaque (15)

Auto Desenvolvimento Em Empreendedorismo
Auto Desenvolvimento Em EmpreendedorismoAuto Desenvolvimento Em Empreendedorismo
Auto Desenvolvimento Em Empreendedorismo
 
Teste Dirigido por Modelos
Teste Dirigido por ModelosTeste Dirigido por Modelos
Teste Dirigido por Modelos
 
Auto Hipnose Aula02
Auto Hipnose Aula02Auto Hipnose Aula02
Auto Hipnose Aula02
 
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
O quanto as nossas emoções influenciam o nosso corpo
 
Hipnose dicas, métodos e técnicas
Hipnose   dicas, métodos e técnicas Hipnose   dicas, métodos e técnicas
Hipnose dicas, métodos e técnicas
 
Teste a sua mente
Teste a sua menteTeste a sua mente
Teste a sua mente
 
Como despertar Atração
Como despertar AtraçãoComo despertar Atração
Como despertar Atração
 
Teste emocional, sentimental e psicológico
Teste emocional, sentimental e psicológicoTeste emocional, sentimental e psicológico
Teste emocional, sentimental e psicológico
 
Gatilhos Mentais: o que são e como aplicar
Gatilhos Mentais: o que são e como aplicarGatilhos Mentais: o que são e como aplicar
Gatilhos Mentais: o que são e como aplicar
 
25 maneiras de influenciar pessoas
25 maneiras de influenciar pessoas25 maneiras de influenciar pessoas
25 maneiras de influenciar pessoas
 
Teste da mente
Teste da menteTeste da mente
Teste da mente
 
10 Estratégias de Manipulação
10 Estratégias de Manipulação10 Estratégias de Manipulação
10 Estratégias de Manipulação
 
Manual hipnose completo fabio puentes
Manual hipnose completo fabio puentes Manual hipnose completo fabio puentes
Manual hipnose completo fabio puentes
 
A relação emoção corpo
A relação emoção corpoA relação emoção corpo
A relação emoção corpo
 
Como grandes negociadores usam a linguagem corporal nas negociações
Como grandes negociadores usam a linguagem corporal nas negociaçõesComo grandes negociadores usam a linguagem corporal nas negociações
Como grandes negociadores usam a linguagem corporal nas negociações
 

Semelhante a Teste baseado em modelos

GOTEST-Aula3-Automacao-Processo-Testes.pdf
GOTEST-Aula3-Automacao-Processo-Testes.pdfGOTEST-Aula3-Automacao-Processo-Testes.pdf
GOTEST-Aula3-Automacao-Processo-Testes.pdf
RodolphoCesar2
 
Mini aula de teste de software
Mini aula de teste de softwareMini aula de teste de software
Mini aula de teste de software
Wanderlei Silva do Carmo
 
Testes Funcionais - Unidade IV
Testes Funcionais - Unidade IVTestes Funcionais - Unidade IV
Testes Funcionais - Unidade IV
João Lourenço
 
Test-Driven Development (TDD) utilizando o framework xUnit.net
Test-Driven Development (TDD) utilizando o framework xUnit.netTest-Driven Development (TDD) utilizando o framework xUnit.net
Test-Driven Development (TDD) utilizando o framework xUnit.net
Renato Groff
 
Ciclo de vida de testes implementado v2
Ciclo de vida de testes implementado   v2Ciclo de vida de testes implementado   v2
Ciclo de vida de testes implementado v2
douglasdc7m
 
Testes de Unidade com Junit
Testes de Unidade com JunitTestes de Unidade com Junit
Testes de Unidade com Junit
cejug
 
Teste de software
Teste de softwareTeste de software
Teste de software
Rafael Sanches
 
Testes unitários x unit
Testes unitários   x unitTestes unitários   x unit
Testes unitários x unit
Lucas Marques
 
Testes: existe vida antes do TDD
Testes: existe vida antes do TDDTestes: existe vida antes do TDD
Testes: existe vida antes do TDD
Diana Ungaro Arnos
 
O que seus testes garantem, o funcionamento do código ou das funcionalidades ...
O que seus testes garantem, o funcionamento do código ou das funcionalidades ...O que seus testes garantem, o funcionamento do código ou das funcionalidades ...
O que seus testes garantem, o funcionamento do código ou das funcionalidades ...
Isaac de Souza
 
Introdução a Programação Orientada a testes
Introdução a Programação Orientada a testesIntrodução a Programação Orientada a testes
Introdução a Programação Orientada a testes
André Luiz Forchesatto
 
Eng.ª do Software - 10. Testes de software
Eng.ª do Software - 10. Testes de softwareEng.ª do Software - 10. Testes de software
Eng.ª do Software - 10. Testes de software
Manuel Menezes de Sequeira
 
Overview de QA
Overview de QA Overview de QA
Testes de Software.ppt
Testes de Software.pptTestes de Software.ppt
Testes de Software.ppt
Bruno Zolotareff dos Santos
 
Gerenciamento da Qualidade de Software 4.pptx
Gerenciamento da Qualidade de Software 4.pptxGerenciamento da Qualidade de Software 4.pptx
Gerenciamento da Qualidade de Software 4.pptx
Roberto Nunes
 
Testes de software
Testes de softwareTestes de software
Testes de software
teste
 
ybr789try
ybr789tryybr789try
ybr789try
teste
 
6. apresentacao rp tec com 2018 igor rozani e felipe muniz
6. apresentacao rp tec com 2018 igor rozani e felipe muniz6. apresentacao rp tec com 2018 igor rozani e felipe muniz
6. apresentacao rp tec com 2018 igor rozani e felipe muniz
Matheus de Lara Calache
 
Testes de unidade - RP Tec Com
Testes de unidade - RP Tec ComTestes de unidade - RP Tec Com
Testes de unidade - RP Tec Com
Igor Rozani
 
Android DevConference - Automatizando testes sem sofrimento
Android DevConference - Automatizando testes sem sofrimentoAndroid DevConference - Automatizando testes sem sofrimento
Android DevConference - Automatizando testes sem sofrimento
iMasters
 

Semelhante a Teste baseado em modelos (20)

GOTEST-Aula3-Automacao-Processo-Testes.pdf
GOTEST-Aula3-Automacao-Processo-Testes.pdfGOTEST-Aula3-Automacao-Processo-Testes.pdf
GOTEST-Aula3-Automacao-Processo-Testes.pdf
 
Mini aula de teste de software
Mini aula de teste de softwareMini aula de teste de software
Mini aula de teste de software
 
Testes Funcionais - Unidade IV
Testes Funcionais - Unidade IVTestes Funcionais - Unidade IV
Testes Funcionais - Unidade IV
 
Test-Driven Development (TDD) utilizando o framework xUnit.net
Test-Driven Development (TDD) utilizando o framework xUnit.netTest-Driven Development (TDD) utilizando o framework xUnit.net
Test-Driven Development (TDD) utilizando o framework xUnit.net
 
Ciclo de vida de testes implementado v2
Ciclo de vida de testes implementado   v2Ciclo de vida de testes implementado   v2
Ciclo de vida de testes implementado v2
 
Testes de Unidade com Junit
Testes de Unidade com JunitTestes de Unidade com Junit
Testes de Unidade com Junit
 
Teste de software
Teste de softwareTeste de software
Teste de software
 
Testes unitários x unit
Testes unitários   x unitTestes unitários   x unit
Testes unitários x unit
 
Testes: existe vida antes do TDD
Testes: existe vida antes do TDDTestes: existe vida antes do TDD
Testes: existe vida antes do TDD
 
O que seus testes garantem, o funcionamento do código ou das funcionalidades ...
O que seus testes garantem, o funcionamento do código ou das funcionalidades ...O que seus testes garantem, o funcionamento do código ou das funcionalidades ...
O que seus testes garantem, o funcionamento do código ou das funcionalidades ...
 
Introdução a Programação Orientada a testes
Introdução a Programação Orientada a testesIntrodução a Programação Orientada a testes
Introdução a Programação Orientada a testes
 
Eng.ª do Software - 10. Testes de software
Eng.ª do Software - 10. Testes de softwareEng.ª do Software - 10. Testes de software
Eng.ª do Software - 10. Testes de software
 
Overview de QA
Overview de QA Overview de QA
Overview de QA
 
Testes de Software.ppt
Testes de Software.pptTestes de Software.ppt
Testes de Software.ppt
 
Gerenciamento da Qualidade de Software 4.pptx
Gerenciamento da Qualidade de Software 4.pptxGerenciamento da Qualidade de Software 4.pptx
Gerenciamento da Qualidade de Software 4.pptx
 
Testes de software
Testes de softwareTestes de software
Testes de software
 
ybr789try
ybr789tryybr789try
ybr789try
 
6. apresentacao rp tec com 2018 igor rozani e felipe muniz
6. apresentacao rp tec com 2018 igor rozani e felipe muniz6. apresentacao rp tec com 2018 igor rozani e felipe muniz
6. apresentacao rp tec com 2018 igor rozani e felipe muniz
 
Testes de unidade - RP Tec Com
Testes de unidade - RP Tec ComTestes de unidade - RP Tec Com
Testes de unidade - RP Tec Com
 
Android DevConference - Automatizando testes sem sofrimento
Android DevConference - Automatizando testes sem sofrimentoAndroid DevConference - Automatizando testes sem sofrimento
Android DevConference - Automatizando testes sem sofrimento
 

Último

ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Ismael Ash
 
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negóciosExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
ronaldos10
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
Faga1939
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ismael Ash
 

Último (6)

ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
 
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negóciosExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
ExpoGestão 2024 - Inteligência Artificial – A revolução no mundo dos negócios
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
 

Teste baseado em modelos

  • 1. Testes baseados em modelos Andreza Pollyana e Ana Karina
  • 2. ● aumento da complexidade dos sistemas. ● dificuldade da equipe de testes entender o sistema. ● Modelos ajudam a especificar e melhor entender as características e funcionamento do sistema. ● são econômicos. Porque usar modelos?
  • 3. Definição e características ● “Testes baseados em modelos é uma técnica de testes em que um modelo do sistema sendo testado, ou de parte dele, é construído e a partir dele é derivado um conjunto de casos de testes.” ● São considerados testes de caixa preta ● Em vez de escrevermos os testes manualmente baseados no documento de requisitos, criamos um modelo do comportamento esperado do sistema que captura os requisitos a serem testados, então ferramentas são utilizadas para gerar, automaticamente, testes a partir desse modelo
  • 4. Vantagens ● A geração de testes começa mais cedo no ciclo do desenvolvimento ● Evita ambiguidade que pode estar presente na documentação dos requisitos ● Reduz o tempo dos testes ● Possibilita a construção de várias suites de testes a partir do mesmo modelo mudando apenas o critério de testes. ● Reduz custos ● Não é necessário conhecimento em programação
  • 5. O Processo 5 Etapas : 1.Modelagem do sistema 2.Geração de testes abstratos 3.Concretização dos testes 4.Execução dos testes 5.Análise de resultados
  • 6. 5.1 Modelagem do sistema ● Criação do modelo, que será chamado de modelo abstrato pois deve ser menor e mais simples que o próprio sistema ● Omitir detalhes do sistema ● Conter as saídas esperadas ● Usar ferramentas para verificar a sua consistência
  • 7. Tipos de modelos UML - diagrama de atividades Máquina de estados para máquina de vender refrigerantes
  • 8. 5.2 Geração de testes abstratos ● Derivados do modelo ● escolher o critério de seleção de testes que determina que testes deverão ser gerados a partir do modelo. ● Geração de um conjunto de testes abstratos que não são diretamente executáveis devido a simplicidade do modelo ● A maioria das ferramentas também gera uma matriz de rastreamento de requisitos e outros relatórios de cobertura. o A matriz de rastreamento rastreia a ligação entre os requisitos funcionais e os testes gerados o Os relatórios de cobertura indicam o quanto do modelo os testes gerados estão, de fato, testando e podem ser utilizados.
  • 9. 5.3 Concretização dos testes ● Transformar os testes abstratos em testes executáveis, ● Feito por uma ferramenta de transformação que utiliza vários templates e mapeamentos que traduzem cada caso de testes abstratos em um script de testes executáveis ou escrevendo-se um código adaptador que realiza esta função. ● O objetivo desta fase é construir uma ligação entre os testes abstratos criados na fase anterior e o sistema sendo testado.
  • 10. 5.4 Execução dos testes Os testes podem ser realizados, basicamente de duas maneiras: ● Online ○ As ferramentas de testes se conectam diretamente ao sistema e ○ Testes são feitos dinamicamente, isto é, os testes são executados a medida em que são produzidos ○ A ferramenta de testes gerencia a execução e a gravação dos resultados ● Offline ○ As ferramentas geram casos de testes que podem ser lidos pelo computador e executados automaticamente depois, o que permite que eles sejam realizados por uma outra plataforma de testes.
  • 11. 5.5 Análise de resultados ● Analisar e realizar as correções se necessárias. ● Para cada falha relatada deve-se determinar a sua causa, que pode se encontrar no sistema, nos casos de testes aplicados, no modelo ou no adaptado
  • 12. Exemplo de ferramenta - MaTeLo ● Realiza testes offlines e só funciona no windows ● Adicionar bibliotecas de entrada (resultados das transações) e definir distribuições para essas entradas. ● Adicionar bibliotecas de saída (verificação) ● Simular ações de usuários (transições de estados) ● Verificar se o resultado obtido é igual ao esperado. (pode-se usar funções para sistemas mais complexos) ● Gerenciar requisitos (criando ou exportando) e liga-los aos casos de testes gerados. ● Criar perfies de Testes ● Checar modelos ● Verificar o caminho de um caso de teste ● Escolher que tipo de algortimo será usado para a geração de testes ● Gerar os casos de testes