SlideShare uma empresa Scribd logo
Continuando a questão do gratuito
Ingressei num grupo de AA muito bom – Tarde Azul – Centro de BH – como eu era um
alcoólatra metido a besta, meu padrinho me olhava torto – ai fui para um grupo pequeno,
Grupo União – bairro Bonfim – BH - a convite de meu amigo e cliente da minha contabilidade
e conheci um padrinho onde eu me identifiquei – ai percebi que tanto em um grupo como
outro meus padrinhos trabalhavam igual a um burro de carga sem qualquer remuneração e
pior, sem qualquer reconhecimento. E de tanto os não trabalhadores darem palpites nos
grupos, cheguei a apelar (perder a paciência) com o nosso escritório central de serviços –
centro BH – onde arrumei uma antipatia deles, ou seja, eu não era bem quisto na nossa central
de serviços – nisto eu pouco me lixava pois nenhum dos meus padrinhos se identificavam com
aquilo lá na época. Só que como eu já disse, mesmo alcoólatra eu sempre fui trabalhador e,
por criação nunca gostei de nada de graça eu tinha que trabalhar para que no meu amanhã
ninguém jogasse na minha cara que tinham me ajudado gratuitamente. – Então também
como já disse comecei a levar alguns amigos, depois ia na casa de outros alcoólatras para
convencê-los a conhecer o AA, depois catei e fui cuidar dos mendigos, depois saia fazendo
palestras, depois como coordenador de grupos de AA e por ultimo abri as portas da minha
casa – isto é uma forma de pagar o que o AA fez por mim e por tabela fez com a minha família
que por conseqüência tenho com convívio social ótimo (sem bebida alcoólica).

Com o falecimento do meu padrinho do grupo Tarde azul – o grupo se endividou na época uns
30 mil reais – cheguei a pensar em vender meu apartamento do bairro Betânia que valia uns
20 mil (na época)e pagar parte da dívida – mas não foi preciso – ou seja não vendi e nem
ajudei a pagar a dívida. Outros pagaram – com a morte do meu padrinho do Grupo União do
bairro Bonfim – ouve um caus. No grupo, ninguém se entendia - fiquei sem chão ou espaço
no meu próprio grupo que eu ajudara a crescer a fui rodar grupos – freqüentava todos e não
ficava fixo em nenhum mas sempre levando outros alcoólatras. Voltei numa visita ao meu
grupo pequeno e o grupo não tinha reuniões por falta de freqüência estava quase fechando e
pela primeira vez isto eu já tinha 19 anos de abstinência eu fui ser coordenador de grupo. –
cabe ressaltar – tenho uma casa na praia e uma moto 1.600cc – depois que virei coordenador ,
de tanto trabalho, nunca mais andei nesta moto nem voltei a minha casa de praia. Também
minha ex esposa por me ver com tanta dedicação e gratidão achou que eu virei um fanático,
não agüentou e pediu o divórcio que ainda não saiu, mas estamos separados há mais de 5
anos.

O QUE EU GANHEI COM ISTO? – esta resposta será mais bem reconhecida por qualquer pessoa
que tiver um bebedor problema ou um adicto em casa - ou seja: meu alcoolismo era tanto que
achei que não completaria 28 anos de idade, que eu morreria antes - Eu tenho 58 anos e mais
de 30 anos de abstinência -Eu era um destrambelhado na vida, altamente desequilibrado pelo
alcoolismo que por conseqüência me trazia distúrbios espirituais - não tinha a mínima
condição de criar um filho – criei quatro – um formado em Direito outro formado em
publicidade outra fonoaudióloga e outro tá fazendo fisioterapia na Federal. – três mais velhos
casados – todos sem vícios e trabalhadores dignos de uma sociedade. – filhos carinhosos,
pessoas que todos gostam de ter como amigos
Dei paz para a sociedade e para a minha família em especial minha mãe que já na hora do seu
falecimento fez questão de pedir para ser sepultada no Cemitério Bosque da Esperança pois
este fica em frente onde eu moro atualmente. Ela faleceu praticamente sorrindo pra mim -
sabia que sou um Cristão – achei Deus dentro do AA – viu meus trabalhos com os outros – viu
minha gratidão com o AA – certa vez ela disse que eu era um guerreiro - viu que sou um servo
de Deus.

Fiz um patrimônio bom – na hora da separação não precisei vender nada, deixei tudo montado
e funcionando para que a família continuasse, mesmo com minha saída, UNIDA – e foi
exatamente o que aconteceu. Mesmo separado, tenho uma família unida , filhos que se
respeitam, honram pai e mãe, portanto, irmãos que se gostam que se entendem que se
ajudam –

Tenho e sinto a coisa mais importante do mundo: “PAZ” .- Nossa, DEUS ME PAGA MUITO
BEM não preciso de dinheiro de alcoólatras.

Só preciso de uma coisa: Continuar ajudando outros alcoólatras



Manoel Coutinho

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aosfilhos...oqueposso...(rf)
Aosfilhos...oqueposso...(rf)Aosfilhos...oqueposso...(rf)
Aosfilhos...oqueposso...(rf)
hellebrandt
 
Aos filhos o que posso (saint clair)
Aos filhos o que posso (saint clair)Aos filhos o que posso (saint clair)
Aos filhos o que posso (saint clair)
izabelfonseca
 
By C Aosfilhos[1][1]...Oqueposso...
By C Aosfilhos[1][1]...Oqueposso...By C Aosfilhos[1][1]...Oqueposso...
By C Aosfilhos[1][1]...Oqueposso...
naviaramac
 
(Jl)Aosfilhos Oqueposso..
(Jl)Aosfilhos Oqueposso..(Jl)Aosfilhos Oqueposso..
(Jl)Aosfilhos Oqueposso..
Rosário Rocha
 
Aos Filhos
Aos FilhosAos Filhos
Aos Filhos
Carlos Correa
 
Aos filhos o que posso
Aos filhos o que possoAos filhos o que posso
Aos filhos o que posso
Amadeu Wolff
 
Saint clair aos filhos o que posso
Saint clair   aos filhos  o que possoSaint clair   aos filhos  o que posso
Saint clair aos filhos o que posso
ProfCalazans
 
Loucos e santos
Loucos e santosLoucos e santos
Loucos e santos
Mensagens Virtuais
 

Mais procurados (8)

Aosfilhos...oqueposso...(rf)
Aosfilhos...oqueposso...(rf)Aosfilhos...oqueposso...(rf)
Aosfilhos...oqueposso...(rf)
 
Aos filhos o que posso (saint clair)
Aos filhos o que posso (saint clair)Aos filhos o que posso (saint clair)
Aos filhos o que posso (saint clair)
 
By C Aosfilhos[1][1]...Oqueposso...
By C Aosfilhos[1][1]...Oqueposso...By C Aosfilhos[1][1]...Oqueposso...
By C Aosfilhos[1][1]...Oqueposso...
 
(Jl)Aosfilhos Oqueposso..
(Jl)Aosfilhos Oqueposso..(Jl)Aosfilhos Oqueposso..
(Jl)Aosfilhos Oqueposso..
 
Aos Filhos
Aos FilhosAos Filhos
Aos Filhos
 
Aos filhos o que posso
Aos filhos o que possoAos filhos o que posso
Aos filhos o que posso
 
Saint clair aos filhos o que posso
Saint clair   aos filhos  o que possoSaint clair   aos filhos  o que posso
Saint clair aos filhos o que posso
 
Loucos e santos
Loucos e santosLoucos e santos
Loucos e santos
 

Destaque

Projeto joão lendas dos mouros atualizado
Projeto joão lendas dos mouros   atualizadoProjeto joão lendas dos mouros   atualizado
Projeto joão lendas dos mouros atualizado
joaoformacao1964
 
O homem que não se irritava
O homem que não se irritavaO homem que não se irritava
O homem que não se irritava
Emilio Medeiros
 
Benjamin f
Benjamin fBenjamin f
Benjamin f
fbcat
 
Estluciano8 vista fixa pb sup
Estluciano8 vista fixa pb supEstluciano8 vista fixa pb sup
Estluciano8 vista fixa pb supjoserenato2012
 
Cicon atual
Cicon   atualCicon   atual
Reclutamiento
ReclutamientoReclutamiento
Reclutamiento
Judith Villalobos
 
Aviso 5color contornos
Aviso 5color contornosAviso 5color contornos
Aviso 5color contornos
Joe Andrade Romero
 
Entrevista JN Valongo Dez 2012 parte 3
Entrevista JN Valongo Dez 2012 parte 3Entrevista JN Valongo Dez 2012 parte 3
Entrevista JN Valongo Dez 2012 parte 3
josemanuelribeiro
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1Jorge Bora
 
Acompanhe as últimas horas da polícia militar de pitanga
Acompanhe as últimas horas da polícia militar de pitangaAcompanhe as últimas horas da polícia militar de pitanga
Acompanhe as últimas horas da polícia militar de pitanga
27081970
 
Guia para os ee
Guia para os eeGuia para os ee
Guia para os ee
gracabib
 
Carta da jsd aos presidentes das ae's
Carta da jsd aos presidentes das ae'sCarta da jsd aos presidentes das ae's
Carta da jsd aos presidentes das ae's
jsdabrantes
 
Jardim bela vida ii 05.2014
Jardim bela vida ii   05.2014Jardim bela vida ii   05.2014
Jardim bela vida ii 05.2014
deborarealeimoveis
 
Dança
DançaDança
Flayer caneco ok
Flayer caneco okFlayer caneco ok
Flayer caneco ok
Ariceli Nunes
 
Linha sobre rodas
Linha sobre rodasLinha sobre rodas
Linha sobre rodas
FUNDAÇÃO EDP
 
5. gpfi f-p19 guias de aprendizaje
5. gpfi f-p19 guias de aprendizaje5. gpfi f-p19 guias de aprendizaje
5. gpfi f-p19 guias de aprendizaje
Âdriänä Ëspinosä
 
Boletim Informativo Maternal II - Creche Mundo Encantado
Boletim Informativo Maternal II - Creche Mundo EncantadoBoletim Informativo Maternal II - Creche Mundo Encantado
Boletim Informativo Maternal II - Creche Mundo Encantado
biareski
 
Lar 5 elementos
Lar 5 elementosLar 5 elementos

Destaque (20)

Projeto joão lendas dos mouros atualizado
Projeto joão lendas dos mouros   atualizadoProjeto joão lendas dos mouros   atualizado
Projeto joão lendas dos mouros atualizado
 
O homem que não se irritava
O homem que não se irritavaO homem que não se irritava
O homem que não se irritava
 
Trasfondo navidad
Trasfondo navidadTrasfondo navidad
Trasfondo navidad
 
Benjamin f
Benjamin fBenjamin f
Benjamin f
 
Estluciano8 vista fixa pb sup
Estluciano8 vista fixa pb supEstluciano8 vista fixa pb sup
Estluciano8 vista fixa pb sup
 
Cicon atual
Cicon   atualCicon   atual
Cicon atual
 
Reclutamiento
ReclutamientoReclutamiento
Reclutamiento
 
Aviso 5color contornos
Aviso 5color contornosAviso 5color contornos
Aviso 5color contornos
 
Entrevista JN Valongo Dez 2012 parte 3
Entrevista JN Valongo Dez 2012 parte 3Entrevista JN Valongo Dez 2012 parte 3
Entrevista JN Valongo Dez 2012 parte 3
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Acompanhe as últimas horas da polícia militar de pitanga
Acompanhe as últimas horas da polícia militar de pitangaAcompanhe as últimas horas da polícia militar de pitanga
Acompanhe as últimas horas da polícia militar de pitanga
 
Guia para os ee
Guia para os eeGuia para os ee
Guia para os ee
 
Carta da jsd aos presidentes das ae's
Carta da jsd aos presidentes das ae'sCarta da jsd aos presidentes das ae's
Carta da jsd aos presidentes das ae's
 
Jardim bela vida ii 05.2014
Jardim bela vida ii   05.2014Jardim bela vida ii   05.2014
Jardim bela vida ii 05.2014
 
Dança
DançaDança
Dança
 
Flayer caneco ok
Flayer caneco okFlayer caneco ok
Flayer caneco ok
 
Linha sobre rodas
Linha sobre rodasLinha sobre rodas
Linha sobre rodas
 
5. gpfi f-p19 guias de aprendizaje
5. gpfi f-p19 guias de aprendizaje5. gpfi f-p19 guias de aprendizaje
5. gpfi f-p19 guias de aprendizaje
 
Boletim Informativo Maternal II - Creche Mundo Encantado
Boletim Informativo Maternal II - Creche Mundo EncantadoBoletim Informativo Maternal II - Creche Mundo Encantado
Boletim Informativo Maternal II - Creche Mundo Encantado
 
Lar 5 elementos
Lar 5 elementosLar 5 elementos
Lar 5 elementos
 

Semelhante a Serviços gratuitos - casa do alcoolatra

não profissional usando a filosofia de aa - casa do alcoólatra (31) 3454.74.69
não profissional usando a filosofia de aa - casa do alcoólatra (31) 3454.74.69não profissional usando a filosofia de aa - casa do alcoólatra (31) 3454.74.69
não profissional usando a filosofia de aa - casa do alcoólatra (31) 3454.74.69
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
De volta ao grupo união casa do alcoolatra
De volta ao grupo união   casa do alcoolatraDe volta ao grupo união   casa do alcoolatra
De volta ao grupo união casa do alcoolatra
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
O que é casa do alcoolatra
O que é casa do alcoolatraO que é casa do alcoolatra
O que é casa do alcoolatra
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Alcoolismo minha luta para continuar sóbrio - casa do alcoolatra
Alcoolismo   minha luta para continuar sóbrio - casa do alcoolatraAlcoolismo   minha luta para continuar sóbrio - casa do alcoolatra
Alcoolismo minha luta para continuar sóbrio - casa do alcoolatra
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Carta de gratidão
Carta de gratidãoCarta de gratidão
Carta de gratidão
Osvair Munhoz
 
Milagrepelaluta
MilagrepelalutaMilagrepelaluta
Terceiro relatorio de missoes missionario Bruno da montanha missao Curitiba ,...
Terceiro relatorio de missoes missionario Bruno da montanha missao Curitiba ,...Terceiro relatorio de missoes missionario Bruno da montanha missao Curitiba ,...
Terceiro relatorio de missoes missionario Bruno da montanha missao Curitiba ,...
Bruno Da Montanha
 

Semelhante a Serviços gratuitos - casa do alcoolatra (7)

não profissional usando a filosofia de aa - casa do alcoólatra (31) 3454.74.69
não profissional usando a filosofia de aa - casa do alcoólatra (31) 3454.74.69não profissional usando a filosofia de aa - casa do alcoólatra (31) 3454.74.69
não profissional usando a filosofia de aa - casa do alcoólatra (31) 3454.74.69
 
De volta ao grupo união casa do alcoolatra
De volta ao grupo união   casa do alcoolatraDe volta ao grupo união   casa do alcoolatra
De volta ao grupo união casa do alcoolatra
 
O que é casa do alcoolatra
O que é casa do alcoolatraO que é casa do alcoolatra
O que é casa do alcoolatra
 
Alcoolismo minha luta para continuar sóbrio - casa do alcoolatra
Alcoolismo   minha luta para continuar sóbrio - casa do alcoolatraAlcoolismo   minha luta para continuar sóbrio - casa do alcoolatra
Alcoolismo minha luta para continuar sóbrio - casa do alcoolatra
 
Carta de gratidão
Carta de gratidãoCarta de gratidão
Carta de gratidão
 
Milagrepelaluta
MilagrepelalutaMilagrepelaluta
Milagrepelaluta
 
Terceiro relatorio de missoes missionario Bruno da montanha missao Curitiba ,...
Terceiro relatorio de missoes missionario Bruno da montanha missao Curitiba ,...Terceiro relatorio de missoes missionario Bruno da montanha missao Curitiba ,...
Terceiro relatorio de missoes missionario Bruno da montanha missao Curitiba ,...
 

Mais de Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69

Alcoolismo - Desequilíbrio
Alcoolismo - Desequilíbrio Alcoolismo - Desequilíbrio
Alcoolismo - Desequilíbrio
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Dez mil visitas c casa do alcoolatra
Dez mil visitas c   casa do alcoolatraDez mil visitas c   casa do alcoolatra
Dez mil visitas c casa do alcoolatra
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
ALCOOLISMO - ajudando hospitais, clinicas e comunidades
ALCOOLISMO - ajudando hospitais, clinicas e comunidadesALCOOLISMO - ajudando hospitais, clinicas e comunidades
ALCOOLISMO - ajudando hospitais, clinicas e comunidades
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Orientação alcoolismo não tem cura
Orientação   alcoolismo não tem curaOrientação   alcoolismo não tem cura
Orientação alcoolismo não tem cura
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Maior e melhor índice de recuperação casa do alcoolatra
Maior e melhor índice de recuperação   casa do alcoolatraMaior e melhor índice de recuperação   casa do alcoolatra
Maior e melhor índice de recuperação casa do alcoolatra
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Alcoolismo não temos nada com isto
Alcoolismo não temos nada com istoAlcoolismo não temos nada com isto
Alcoolismo não temos nada com isto
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Noções basicas prosperidade casa do alcoolatra
Noções basicas prosperidade   casa do alcoolatraNoções basicas prosperidade   casa do alcoolatra
Noções basicas prosperidade casa do alcoolatra
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Ajudando na pesquisa da ufmg casa do alcoolatra
Ajudando na pesquisa da ufmg   casa do alcoolatraAjudando na pesquisa da ufmg   casa do alcoolatra
Ajudando na pesquisa da ufmg casa do alcoolatra
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Orientação alcoolismo não tem cura
Orientação   alcoolismo não tem curaOrientação   alcoolismo não tem cura
Orientação alcoolismo não tem cura
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
um alcoólatra para a saúde publica de belo horizonte
um alcoólatra para a saúde publica de belo horizonteum alcoólatra para a saúde publica de belo horizonte
um alcoólatra para a saúde publica de belo horizonte
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
alcoolismo - doenças paralelas
alcoolismo - doenças paralelasalcoolismo - doenças paralelas
alcoolismo - doenças paralelas
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
Minha doce vida de alcoólatra
Minha doce vida de alcoólatraMinha doce vida de alcoólatra
Minha doce vida de alcoólatra
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
casa do alcoolatra (31) 3454.74.69
casa do alcoolatra (31) 3454.74.69casa do alcoolatra (31) 3454.74.69
casa do alcoolatra (31) 3454.74.69
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
A aguia-e-a-galinha-091023222537-phpapp02
A aguia-e-a-galinha-091023222537-phpapp02A aguia-e-a-galinha-091023222537-phpapp02
A aguia-e-a-galinha-091023222537-phpapp02
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 
alcoolismo - Como fazer quando não quer se tratar?
alcoolismo - Como fazer quando não quer se tratar?alcoolismo - Como fazer quando não quer se tratar?
alcoolismo - Como fazer quando não quer se tratar?
Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69
 

Mais de Casa do Alcoólatra (31) 3454.74.69 (15)

Alcoolismo - Desequilíbrio
Alcoolismo - Desequilíbrio Alcoolismo - Desequilíbrio
Alcoolismo - Desequilíbrio
 
Dez mil visitas c casa do alcoolatra
Dez mil visitas c   casa do alcoolatraDez mil visitas c   casa do alcoolatra
Dez mil visitas c casa do alcoolatra
 
ALCOOLISMO - ajudando hospitais, clinicas e comunidades
ALCOOLISMO - ajudando hospitais, clinicas e comunidadesALCOOLISMO - ajudando hospitais, clinicas e comunidades
ALCOOLISMO - ajudando hospitais, clinicas e comunidades
 
Orientação alcoolismo não tem cura
Orientação   alcoolismo não tem curaOrientação   alcoolismo não tem cura
Orientação alcoolismo não tem cura
 
Maior e melhor índice de recuperação casa do alcoolatra
Maior e melhor índice de recuperação   casa do alcoolatraMaior e melhor índice de recuperação   casa do alcoolatra
Maior e melhor índice de recuperação casa do alcoolatra
 
Alcoolismo não temos nada com isto
Alcoolismo não temos nada com istoAlcoolismo não temos nada com isto
Alcoolismo não temos nada com isto
 
Noções basicas prosperidade casa do alcoolatra
Noções basicas prosperidade   casa do alcoolatraNoções basicas prosperidade   casa do alcoolatra
Noções basicas prosperidade casa do alcoolatra
 
Ajudando na pesquisa da ufmg casa do alcoolatra
Ajudando na pesquisa da ufmg   casa do alcoolatraAjudando na pesquisa da ufmg   casa do alcoolatra
Ajudando na pesquisa da ufmg casa do alcoolatra
 
Orientação alcoolismo não tem cura
Orientação   alcoolismo não tem curaOrientação   alcoolismo não tem cura
Orientação alcoolismo não tem cura
 
um alcoólatra para a saúde publica de belo horizonte
um alcoólatra para a saúde publica de belo horizonteum alcoólatra para a saúde publica de belo horizonte
um alcoólatra para a saúde publica de belo horizonte
 
alcoolismo - doenças paralelas
alcoolismo - doenças paralelasalcoolismo - doenças paralelas
alcoolismo - doenças paralelas
 
Minha doce vida de alcoólatra
Minha doce vida de alcoólatraMinha doce vida de alcoólatra
Minha doce vida de alcoólatra
 
casa do alcoolatra (31) 3454.74.69
casa do alcoolatra (31) 3454.74.69casa do alcoolatra (31) 3454.74.69
casa do alcoolatra (31) 3454.74.69
 
A aguia-e-a-galinha-091023222537-phpapp02
A aguia-e-a-galinha-091023222537-phpapp02A aguia-e-a-galinha-091023222537-phpapp02
A aguia-e-a-galinha-091023222537-phpapp02
 
alcoolismo - Como fazer quando não quer se tratar?
alcoolismo - Como fazer quando não quer se tratar?alcoolismo - Como fazer quando não quer se tratar?
alcoolismo - Como fazer quando não quer se tratar?
 

Serviços gratuitos - casa do alcoolatra

  • 1. Continuando a questão do gratuito Ingressei num grupo de AA muito bom – Tarde Azul – Centro de BH – como eu era um alcoólatra metido a besta, meu padrinho me olhava torto – ai fui para um grupo pequeno, Grupo União – bairro Bonfim – BH - a convite de meu amigo e cliente da minha contabilidade e conheci um padrinho onde eu me identifiquei – ai percebi que tanto em um grupo como outro meus padrinhos trabalhavam igual a um burro de carga sem qualquer remuneração e pior, sem qualquer reconhecimento. E de tanto os não trabalhadores darem palpites nos grupos, cheguei a apelar (perder a paciência) com o nosso escritório central de serviços – centro BH – onde arrumei uma antipatia deles, ou seja, eu não era bem quisto na nossa central de serviços – nisto eu pouco me lixava pois nenhum dos meus padrinhos se identificavam com aquilo lá na época. Só que como eu já disse, mesmo alcoólatra eu sempre fui trabalhador e, por criação nunca gostei de nada de graça eu tinha que trabalhar para que no meu amanhã ninguém jogasse na minha cara que tinham me ajudado gratuitamente. – Então também como já disse comecei a levar alguns amigos, depois ia na casa de outros alcoólatras para convencê-los a conhecer o AA, depois catei e fui cuidar dos mendigos, depois saia fazendo palestras, depois como coordenador de grupos de AA e por ultimo abri as portas da minha casa – isto é uma forma de pagar o que o AA fez por mim e por tabela fez com a minha família que por conseqüência tenho com convívio social ótimo (sem bebida alcoólica). Com o falecimento do meu padrinho do grupo Tarde azul – o grupo se endividou na época uns 30 mil reais – cheguei a pensar em vender meu apartamento do bairro Betânia que valia uns 20 mil (na época)e pagar parte da dívida – mas não foi preciso – ou seja não vendi e nem ajudei a pagar a dívida. Outros pagaram – com a morte do meu padrinho do Grupo União do bairro Bonfim – ouve um caus. No grupo, ninguém se entendia - fiquei sem chão ou espaço no meu próprio grupo que eu ajudara a crescer a fui rodar grupos – freqüentava todos e não ficava fixo em nenhum mas sempre levando outros alcoólatras. Voltei numa visita ao meu grupo pequeno e o grupo não tinha reuniões por falta de freqüência estava quase fechando e pela primeira vez isto eu já tinha 19 anos de abstinência eu fui ser coordenador de grupo. – cabe ressaltar – tenho uma casa na praia e uma moto 1.600cc – depois que virei coordenador , de tanto trabalho, nunca mais andei nesta moto nem voltei a minha casa de praia. Também minha ex esposa por me ver com tanta dedicação e gratidão achou que eu virei um fanático, não agüentou e pediu o divórcio que ainda não saiu, mas estamos separados há mais de 5 anos. O QUE EU GANHEI COM ISTO? – esta resposta será mais bem reconhecida por qualquer pessoa que tiver um bebedor problema ou um adicto em casa - ou seja: meu alcoolismo era tanto que achei que não completaria 28 anos de idade, que eu morreria antes - Eu tenho 58 anos e mais de 30 anos de abstinência -Eu era um destrambelhado na vida, altamente desequilibrado pelo alcoolismo que por conseqüência me trazia distúrbios espirituais - não tinha a mínima condição de criar um filho – criei quatro – um formado em Direito outro formado em publicidade outra fonoaudióloga e outro tá fazendo fisioterapia na Federal. – três mais velhos casados – todos sem vícios e trabalhadores dignos de uma sociedade. – filhos carinhosos, pessoas que todos gostam de ter como amigos
  • 2. Dei paz para a sociedade e para a minha família em especial minha mãe que já na hora do seu falecimento fez questão de pedir para ser sepultada no Cemitério Bosque da Esperança pois este fica em frente onde eu moro atualmente. Ela faleceu praticamente sorrindo pra mim - sabia que sou um Cristão – achei Deus dentro do AA – viu meus trabalhos com os outros – viu minha gratidão com o AA – certa vez ela disse que eu era um guerreiro - viu que sou um servo de Deus. Fiz um patrimônio bom – na hora da separação não precisei vender nada, deixei tudo montado e funcionando para que a família continuasse, mesmo com minha saída, UNIDA – e foi exatamente o que aconteceu. Mesmo separado, tenho uma família unida , filhos que se respeitam, honram pai e mãe, portanto, irmãos que se gostam que se entendem que se ajudam – Tenho e sinto a coisa mais importante do mundo: “PAZ” .- Nossa, DEUS ME PAGA MUITO BEM não preciso de dinheiro de alcoólatras. Só preciso de uma coisa: Continuar ajudando outros alcoólatras Manoel Coutinho