SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Um certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente e, antes que ela desabrochasse, ele a examinou. Ele viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou: "Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados?" Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa, e, antes que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu. Assim é com muitas pessoas. Dentro de cada alma há uma rosa: as qualidades dadas por Deus e plantadas em nós, crescendo em meio aos espinhos de nossas faltas. Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os defeitos.   A PARÁBOLA DA ROSA (AVANÇAR C/MOUSE
Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior. Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e, conseqüentemente, isso morre. Nós nunca percebemos o nosso potencial. Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas; Alguém mais deve mostrá-la a elas. Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas. Esta é a característica do amor -- olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas. Aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajuda-a a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições. Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa, elas superarão seus próprios espinhos. Só assim poderão desabrochar muitas e muitas vezes.
FORMATAÇÃO: CLAUDIA MADEIRA ENTRE NO SITE:  http://www.corepoesia.com   TEXTO: ORKUT DE MENSAGENS SOM:”BETWEEN THORNS AND ROSES” – E. CORTAZAR

Mais conteúdo relacionado

Mais de klaudia60 (20)

Um Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas VisoesUm Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas Visoes
 
Um Dia
Um DiaUm Dia
Um Dia
 
Um Conto Chines
Um Conto ChinesUm Conto Chines
Um Conto Chines
 
Teresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De JesusTeresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De Jesus
 
Ter Ou Nao Ter Namorado
Ter Ou Nao Ter NamoradoTer Ou Nao Ter Namorado
Ter Ou Nao Ter Namorado
 
Soneto Do Amor Total
Soneto Do Amor TotalSoneto Do Amor Total
Soneto Do Amor Total
 
Tempo Perdido
Tempo PerdidoTempo Perdido
Tempo Perdido
 
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do AmorTaj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
 
So A Natureza E Divina
So A Natureza E DivinaSo A Natureza E Divina
So A Natureza E Divina
 
Sherazade
SherazadeSherazade
Sherazade
 
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco ServiaSete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
 
Servindo A Deus
Servindo A DeusServindo A Deus
Servindo A Deus
 
Saudade Pablo Neruda
Saudade Pablo NerudaSaudade Pablo Neruda
Saudade Pablo Neruda
 
Santa Helena
Santa HelenaSanta Helena
Santa Helena
 
Salmo De Davi
Salmo De DaviSalmo De Davi
Salmo De Davi
 
Prometeu
PrometeuPrometeu
Prometeu
 
Robert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em DoRobert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em Do
 
Primavera
PrimaveraPrimavera
Primavera
 
Quando Eu
Quando EuQuando Eu
Quando Eu
 
Quadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando PessoaQuadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando Pessoa
 

Parabola Da Rosa

  • 1. Um certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente e, antes que ela desabrochasse, ele a examinou. Ele viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou: "Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados?" Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa, e, antes que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu. Assim é com muitas pessoas. Dentro de cada alma há uma rosa: as qualidades dadas por Deus e plantadas em nós, crescendo em meio aos espinhos de nossas faltas. Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os defeitos. A PARÁBOLA DA ROSA (AVANÇAR C/MOUSE
  • 2. Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior. Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e, conseqüentemente, isso morre. Nós nunca percebemos o nosso potencial. Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas; Alguém mais deve mostrá-la a elas. Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas. Esta é a característica do amor -- olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas. Aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajuda-a a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições. Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa, elas superarão seus próprios espinhos. Só assim poderão desabrochar muitas e muitas vezes.
  • 3. FORMATAÇÃO: CLAUDIA MADEIRA ENTRE NO SITE: http://www.corepoesia.com TEXTO: ORKUT DE MENSAGENS SOM:”BETWEEN THORNS AND ROSES” – E. CORTAZAR