SlideShare uma empresa Scribd logo
Conta-se que, no ano 250 a.C, na China,  um príncipe, às vésperas de sua coroação, deveria, segundo a lei,  escolher uma esposa. Ele resolveu então fazer uma disputa,  não só entre as nobres da  corte, mas entre todas as moças do Reino dignas de sua  proposta.
Anunciou que apresentaria  um desafio às pretendentes.  Uma velha serva do palácio  ouviu contristada, pois sabia do profundo amor que sua  filha nutria pelo príncipe.
      Ao chegar à casa, espantou-se ao saber que ela enfrentaria o desafio.       —  Filha, lá estarão as mais belas e ricas moças da corte. Tire esta idéia insensata da cabeça.        Ela respondeu: —  Sei que não serei a escolhida, mas é minha única chance de ficar, pelo menos alguns momentos, perto do príncipe. Isto já me torna feliz.
À noite, chegou ao palácio. Lá estavam as mais ricas e belas moças. O príncipe anunciou:  —  Cada uma receberá  uma semente e aquela que, em  seis meses, me trouxer a mais bela flor, será  minha esposa e Imperatriz da China.
      A  jovem, sem habilidade para jardinagem, passou a cuidar de  sua semente. Sabia que se  brotasse na mesma extensão de seu amor, não precisaria se preocupar com o resultado.
A jovem tudo tentava,  e nada nascia. Sentia cada vez mais longe  seu sonho. Após seis meses  nada havia brotado. Comunicou à mãe que retornaria ao palácio na data combinada, pois nada almejava além de mais alguns momentos na companhia do príncipe.
  Chegou na hora marcada com seu vaso vazio. As outras pretendentes traziam belíssimas flores, das mais variadas formas e cores. Ela estava admirada. Nunca havia presenciado cena tão bela.
Finalmente, chega o momento esperado e o príncipe as observa com atenção. Após passar por todas, indica a bela jovem que não levara nenhuma flor como sua futura esposa.
As pessoas presentes na corte tiveram as mais inesperadas reações.  Ninguém compreendeu porque    o príncipe havia escolhido    justamente aquela que    nada havia cultivado.
  Calmamente o príncipe esclareceu: —  Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou digna de se tornar uma Imperatriz. A flor da Honestidade, pois, todas as sementes que entreguei eram estéreis.  CLAUDIA MADEIRA SITE:  www.corepoesia.com   TEXTO:www.paxprofundis.org IMAGENS:NATURE&HUMAN, WEBSHOTS SOM:”PAPOULA VERMELHA” DE GLIÉRE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aflordahonestidade
AflordahonestidadeAflordahonestidade
Aflordahonestidade
Armin Caldas
 
CINDERELA - LIVRO DIGITAL
CINDERELA - LIVRO DIGITALCINDERELA - LIVRO DIGITAL
CINDERELA - LIVRO DIGITAL
josianisantosouza
 
Ficha de-funcionamento-da-lingua-i
Ficha de-funcionamento-da-lingua-iFicha de-funcionamento-da-lingua-i
Ficha de-funcionamento-da-lingua-i
Silvia Lino
 
Cinderela
CinderelaCinderela
Cinderela
arteviber
 
Livro
LivroLivro
Livro
odlaviren
 
Branca de Neve
Branca de NeveBranca de Neve
Branca de Neve
ValderiVini
 
A Noiva do Corvo
A Noiva do CorvoA Noiva do Corvo
A Noiva do Corvo
Diogo Maia
 

Mais procurados (7)

Aflordahonestidade
AflordahonestidadeAflordahonestidade
Aflordahonestidade
 
CINDERELA - LIVRO DIGITAL
CINDERELA - LIVRO DIGITALCINDERELA - LIVRO DIGITAL
CINDERELA - LIVRO DIGITAL
 
Ficha de-funcionamento-da-lingua-i
Ficha de-funcionamento-da-lingua-iFicha de-funcionamento-da-lingua-i
Ficha de-funcionamento-da-lingua-i
 
Cinderela
CinderelaCinderela
Cinderela
 
Livro
LivroLivro
Livro
 
Branca de Neve
Branca de NeveBranca de Neve
Branca de Neve
 
A Noiva do Corvo
A Noiva do CorvoA Noiva do Corvo
A Noiva do Corvo
 

Destaque

Reflexões - Borboletas da vida*
Reflexões - Borboletas da vida*Reflexões - Borboletas da vida*
Reflexões - Borboletas da vida*
Cristiane Freitas
 
A cultura japonesa
A cultura japonesaA cultura japonesa
A cultura japonesa
Ana Pereira
 
O Sonho
O SonhoO Sonho
O Sonho
klaudia60
 
A Licao Da Borboleta
A Licao Da BorboletaA Licao Da Borboleta
A Licao Da Borboleta
klaudia60
 
As 9 Respostas De Um SáBio
As 9 Respostas De Um SáBioAs 9 Respostas De Um SáBio
As 9 Respostas De Um SáBio
JNR
 
Quando você muda
Quando você mudaQuando você muda
Quando você muda
Amadeu Wolff
 
O SáBio
O SáBioO SáBio
O SáBio
edubh1
 
O Sabio Samurai
O Sabio SamuraiO Sabio Samurai
O Sabio Samurai
klaudia60
 
Grande homem (com som)
Grande homem (com som)Grande homem (com som)
Grande homem (com som)
kinhho
 
Gotas de luz (psicografia chico xavier espírito casimiro cunha)
Gotas de luz (psicografia chico xavier   espírito casimiro cunha)Gotas de luz (psicografia chico xavier   espírito casimiro cunha)
Gotas de luz (psicografia chico xavier espírito casimiro cunha)
Ricardo Akerman
 
Proverbios Japoneses
Proverbios JaponesesProverbios Japoneses
Proverbios Japoneses
UCC
 
Lenda Samurai
Lenda SamuraiLenda Samurai
Lenda Samurai
JNR
 
O misterio das coisas
O misterio das coisasO misterio das coisas
O misterio das coisas
JNR
 
Provérbio japonês
Provérbio japonêsProvérbio japonês
Provérbio japonês
kinhho
 
Um Dia Você Aprende
Um Dia Você AprendeUm Dia Você Aprende
Um Dia Você Aprende
JNR
 
As Orcas
As OrcasAs Orcas
As Orcas
ebsa5d
 
Um Dia
Um DiaUm Dia
Um Dia
klaudia60
 
BRINCANDO COM A LUA
BRINCANDO COM A LUABRINCANDO COM A LUA
BRINCANDO COM A LUA
Washington Ferreira
 
Castelo de Vilandry
Castelo de VilandryCastelo de Vilandry
Castelo de Vilandry
BiaEsteves
 
Bouganvillea plantas & jardins
Bouganvillea plantas & jardinsBouganvillea plantas & jardins
Bouganvillea plantas & jardins
Sergio murilo Zacconi de souza
 

Destaque (20)

Reflexões - Borboletas da vida*
Reflexões - Borboletas da vida*Reflexões - Borboletas da vida*
Reflexões - Borboletas da vida*
 
A cultura japonesa
A cultura japonesaA cultura japonesa
A cultura japonesa
 
O Sonho
O SonhoO Sonho
O Sonho
 
A Licao Da Borboleta
A Licao Da BorboletaA Licao Da Borboleta
A Licao Da Borboleta
 
As 9 Respostas De Um SáBio
As 9 Respostas De Um SáBioAs 9 Respostas De Um SáBio
As 9 Respostas De Um SáBio
 
Quando você muda
Quando você mudaQuando você muda
Quando você muda
 
O SáBio
O SáBioO SáBio
O SáBio
 
O Sabio Samurai
O Sabio SamuraiO Sabio Samurai
O Sabio Samurai
 
Grande homem (com som)
Grande homem (com som)Grande homem (com som)
Grande homem (com som)
 
Gotas de luz (psicografia chico xavier espírito casimiro cunha)
Gotas de luz (psicografia chico xavier   espírito casimiro cunha)Gotas de luz (psicografia chico xavier   espírito casimiro cunha)
Gotas de luz (psicografia chico xavier espírito casimiro cunha)
 
Proverbios Japoneses
Proverbios JaponesesProverbios Japoneses
Proverbios Japoneses
 
Lenda Samurai
Lenda SamuraiLenda Samurai
Lenda Samurai
 
O misterio das coisas
O misterio das coisasO misterio das coisas
O misterio das coisas
 
Provérbio japonês
Provérbio japonêsProvérbio japonês
Provérbio japonês
 
Um Dia Você Aprende
Um Dia Você AprendeUm Dia Você Aprende
Um Dia Você Aprende
 
As Orcas
As OrcasAs Orcas
As Orcas
 
Um Dia
Um DiaUm Dia
Um Dia
 
BRINCANDO COM A LUA
BRINCANDO COM A LUABRINCANDO COM A LUA
BRINCANDO COM A LUA
 
Castelo de Vilandry
Castelo de VilandryCastelo de Vilandry
Castelo de Vilandry
 
Bouganvillea plantas & jardins
Bouganvillea plantas & jardinsBouganvillea plantas & jardins
Bouganvillea plantas & jardins
 

Semelhante a Um Conto Chines

33 a flor da honestidade (7m e 10s)
33 a flor da honestidade (7m e 10s)33 a flor da honestidade (7m e 10s)
33 a flor da honestidade (7m e 10s)
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
33 a flor da honestidade (7m e 10s)
33 a flor da honestidade (7m e 10s)33 a flor da honestidade (7m e 10s)
33 a flor da honestidade (7m e 10s)
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
A flor da honestidade
A flor da honestidadeA flor da honestidade
A flor da honestidade
Atitude Profissional
 
Texto de português
Texto de portuguêsTexto de português
Texto de português
Gabriela Costeira
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilha
vera1979
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha conto
Luísa Marques
 
Prin Serp
Prin SerpPrin Serp
Prin Serp
jotapimentel
 
Adormecida
AdormecidaAdormecida
Adormecida
Marina Carvalho
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
Adilson P Motta Motta
 
Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...
Nome Sobrenome
 
Brochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasBrochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades Educativas
Ana Pacheco
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
Carmen Miranda
 
Branca de neve e os sete anoes
Branca de neve e os sete anoesBranca de neve e os sete anoes
Branca de neve e os sete anoes
Marilene dos Santos
 
Branca de-neve-e-os-sete-anes
Branca de-neve-e-os-sete-anesBranca de-neve-e-os-sete-anes
Branca de-neve-e-os-sete-anes
Jorge Carnaz
 
Lenda dos olhos de água
Lenda dos olhos de águaLenda dos olhos de água
Lenda dos olhos de água
davidjpereira
 
Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...
Maria Pinto
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
Inês Gonçalves
 
Lengalenga
LengalengaLengalenga
Lengalenga
Elvis Live
 
Historias etc[1]
Historias etc[1]Historias etc[1]
Historias etc[1]
Carla Cristina
 
Branca De Neve E Os Sete AnõEs
Branca De Neve E Os Sete AnõEsBranca De Neve E Os Sete AnõEs
Branca De Neve E Os Sete AnõEs
Eduarda Costa
 

Semelhante a Um Conto Chines (20)

33 a flor da honestidade (7m e 10s)
33 a flor da honestidade (7m e 10s)33 a flor da honestidade (7m e 10s)
33 a flor da honestidade (7m e 10s)
 
33 a flor da honestidade (7m e 10s)
33 a flor da honestidade (7m e 10s)33 a flor da honestidade (7m e 10s)
33 a flor da honestidade (7m e 10s)
 
A flor da honestidade
A flor da honestidadeA flor da honestidade
A flor da honestidade
 
Texto de português
Texto de portuguêsTexto de português
Texto de português
 
A Princesa E A Ervilha
A Princesa E A ErvilhaA Princesa E A Ervilha
A Princesa E A Ervilha
 
A princesa e a ervilha conto
A princesa e a ervilha  contoA princesa e a ervilha  conto
A princesa e a ervilha conto
 
Prin Serp
Prin SerpPrin Serp
Prin Serp
 
Adormecida
AdormecidaAdormecida
Adormecida
 
A bela adormecida
A bela adormecidaA bela adormecida
A bela adormecida
 
Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...Adivinhas, lengalengas...
Adivinhas, lengalengas...
 
Brochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades EducativasBrochura de Atividades Educativas
Brochura de Atividades Educativas
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
 
Branca de neve e os sete anoes
Branca de neve e os sete anoesBranca de neve e os sete anoes
Branca de neve e os sete anoes
 
Branca de-neve-e-os-sete-anes
Branca de-neve-e-os-sete-anesBranca de-neve-e-os-sete-anes
Branca de-neve-e-os-sete-anes
 
Lenda dos olhos de água
Lenda dos olhos de águaLenda dos olhos de água
Lenda dos olhos de água
 
Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...Histórias, Poesias...
Histórias, Poesias...
 
Historias etc
Historias etcHistorias etc
Historias etc
 
Lengalenga
LengalengaLengalenga
Lengalenga
 
Historias etc[1]
Historias etc[1]Historias etc[1]
Historias etc[1]
 
Branca De Neve E Os Sete AnõEs
Branca De Neve E Os Sete AnõEsBranca De Neve E Os Sete AnõEs
Branca De Neve E Os Sete AnõEs
 

Mais de klaudia60

Eros E Psique
Eros E PsiqueEros E Psique
Eros E Psique
klaudia60
 
Um Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas VisoesUm Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas Visoes
klaudia60
 
Teresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De JesusTeresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De Jesus
klaudia60
 
Ter Ou Nao Ter Namorado
Ter Ou Nao Ter NamoradoTer Ou Nao Ter Namorado
Ter Ou Nao Ter Namorado
klaudia60
 
Soneto Do Amor Total
Soneto Do Amor TotalSoneto Do Amor Total
Soneto Do Amor Total
klaudia60
 
Tempo Perdido
Tempo PerdidoTempo Perdido
Tempo Perdido
klaudia60
 
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do AmorTaj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
klaudia60
 
So A Natureza E Divina
So A Natureza E DivinaSo A Natureza E Divina
So A Natureza E Divina
klaudia60
 
Sherazade
SherazadeSherazade
Sherazade
klaudia60
 
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco ServiaSete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
klaudia60
 
Servindo A Deus
Servindo A DeusServindo A Deus
Servindo A Deus
klaudia60
 
Saudade Pablo Neruda
Saudade Pablo NerudaSaudade Pablo Neruda
Saudade Pablo Neruda
klaudia60
 
Santa Helena
Santa HelenaSanta Helena
Santa Helena
klaudia60
 
Salmo De Davi
Salmo De DaviSalmo De Davi
Salmo De Davi
klaudia60
 
Prometeu
PrometeuPrometeu
Prometeu
klaudia60
 
Robert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em DoRobert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em Do
klaudia60
 
Primavera
PrimaveraPrimavera
Primavera
klaudia60
 
Quando Eu
Quando EuQuando Eu
Quando Eu
klaudia60
 
Quadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando PessoaQuadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando Pessoa
klaudia60
 
Posso Ter Defeitos
Posso Ter DefeitosPosso Ter Defeitos
Posso Ter Defeitos
klaudia60
 

Mais de klaudia60 (20)

Eros E Psique
Eros E PsiqueEros E Psique
Eros E Psique
 
Um Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas VisoesUm Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas Visoes
 
Teresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De JesusTeresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De Jesus
 
Ter Ou Nao Ter Namorado
Ter Ou Nao Ter NamoradoTer Ou Nao Ter Namorado
Ter Ou Nao Ter Namorado
 
Soneto Do Amor Total
Soneto Do Amor TotalSoneto Do Amor Total
Soneto Do Amor Total
 
Tempo Perdido
Tempo PerdidoTempo Perdido
Tempo Perdido
 
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do AmorTaj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
 
So A Natureza E Divina
So A Natureza E DivinaSo A Natureza E Divina
So A Natureza E Divina
 
Sherazade
SherazadeSherazade
Sherazade
 
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco ServiaSete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
 
Servindo A Deus
Servindo A DeusServindo A Deus
Servindo A Deus
 
Saudade Pablo Neruda
Saudade Pablo NerudaSaudade Pablo Neruda
Saudade Pablo Neruda
 
Santa Helena
Santa HelenaSanta Helena
Santa Helena
 
Salmo De Davi
Salmo De DaviSalmo De Davi
Salmo De Davi
 
Prometeu
PrometeuPrometeu
Prometeu
 
Robert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em DoRobert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em Do
 
Primavera
PrimaveraPrimavera
Primavera
 
Quando Eu
Quando EuQuando Eu
Quando Eu
 
Quadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando PessoaQuadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando Pessoa
 
Posso Ter Defeitos
Posso Ter DefeitosPosso Ter Defeitos
Posso Ter Defeitos
 

Um Conto Chines

  • 1. Conta-se que, no ano 250 a.C, na China, um príncipe, às vésperas de sua coroação, deveria, segundo a lei, escolher uma esposa. Ele resolveu então fazer uma disputa, não só entre as nobres da corte, mas entre todas as moças do Reino dignas de sua proposta.
  • 2. Anunciou que apresentaria um desafio às pretendentes. Uma velha serva do palácio ouviu contristada, pois sabia do profundo amor que sua filha nutria pelo príncipe.
  • 3.       Ao chegar à casa, espantou-se ao saber que ela enfrentaria o desafio.      — Filha, lá estarão as mais belas e ricas moças da corte. Tire esta idéia insensata da cabeça.       Ela respondeu: — Sei que não serei a escolhida, mas é minha única chance de ficar, pelo menos alguns momentos, perto do príncipe. Isto já me torna feliz.
  • 4. À noite, chegou ao palácio. Lá estavam as mais ricas e belas moças. O príncipe anunciou: — Cada uma receberá uma semente e aquela que, em seis meses, me trouxer a mais bela flor, será minha esposa e Imperatriz da China.
  • 5.      A jovem, sem habilidade para jardinagem, passou a cuidar de sua semente. Sabia que se brotasse na mesma extensão de seu amor, não precisaria se preocupar com o resultado.
  • 6. A jovem tudo tentava, e nada nascia. Sentia cada vez mais longe seu sonho. Após seis meses nada havia brotado. Comunicou à mãe que retornaria ao palácio na data combinada, pois nada almejava além de mais alguns momentos na companhia do príncipe.
  • 7.   Chegou na hora marcada com seu vaso vazio. As outras pretendentes traziam belíssimas flores, das mais variadas formas e cores. Ela estava admirada. Nunca havia presenciado cena tão bela.
  • 8. Finalmente, chega o momento esperado e o príncipe as observa com atenção. Após passar por todas, indica a bela jovem que não levara nenhuma flor como sua futura esposa.
  • 9. As pessoas presentes na corte tiveram as mais inesperadas reações. Ninguém compreendeu porque o príncipe havia escolhido justamente aquela que nada havia cultivado.
  • 10.   Calmamente o príncipe esclareceu: — Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou digna de se tornar uma Imperatriz. A flor da Honestidade, pois, todas as sementes que entreguei eram estéreis. CLAUDIA MADEIRA SITE: www.corepoesia.com TEXTO:www.paxprofundis.org IMAGENS:NATURE&HUMAN, WEBSHOTS SOM:”PAPOULA VERMELHA” DE GLIÉRE