SlideShare uma empresa Scribd logo
No mundo há muitas armadilhas
Ferreira Gullar




A vida é pouca
a vida é louca
mas não há senão ela.
E não te mataste, essa é a verdade.

Estás preso à vida como numa jaula.
Estamos todos presos
nesta jaula que Gagárin foi o primeiro a ver
de fora e nos dizer: é azul.
E já o sabíamos, tanto
que não te mataste e não vais
te matar
e agüentarás até o fim.

O certo é que nesta jaula há os que têm
e os que não têm
há os que têm tanto que sozinhos poderiam
alimentar a cidade
e os que não têm nem para o almoço de hoje

A estrela mente
o mar sofisma. De fato,
o homem está preso à vida e precisa viver
o homem tem fome
e precisa comer
o homem tem filhos
e precisa criá-los
Há muitas armadilhas no mundo e é preciso quebrá-las.

Mais conteúdo relacionado

Mais de Igor Bulhões

Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Igor Bulhões
 
Intolerancia religiosa em salvador da bahia
Intolerancia religiosa em salvador da bahiaIntolerancia religiosa em salvador da bahia
Intolerancia religiosa em salvador da bahia
Igor Bulhões
 
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Igor Bulhões
 
Cartas de amor nº 37
Cartas de amor nº 37Cartas de amor nº 37
Cartas de amor nº 37
Igor Bulhões
 
No caminho com maiakovski
No caminho com maiakovskiNo caminho com maiakovski
No caminho com maiakovski
Igor Bulhões
 
Caderno de agitprop.finalizado
Caderno de agitprop.finalizadoCaderno de agitprop.finalizado
Caderno de agitprop.finalizado
Igor Bulhões
 
Reforma agrária na_bahia
Reforma agrária na_bahiaReforma agrária na_bahia
Reforma agrária na_bahia
Igor Bulhões
 
A inserção do_tema_agrário
A inserção do_tema_agrárioA inserção do_tema_agrário
A inserção do_tema_agrário
Igor Bulhões
 
Historia da agronomia na bahia
Historia da agronomia na bahiaHistoria da agronomia na bahia
Historia da agronomia na bahia
Igor Bulhões
 
A escola grícola da bahia
A escola grícola da bahiaA escola grícola da bahia
A escola grícola da bahia
Igor Bulhões
 
Cartilha anama agric_familiar
Cartilha anama agric_familiarCartilha anama agric_familiar
Cartilha anama agric_familiar
Igor Bulhões
 
Art09
Art09Art09
Sofismo
SofismoSofismo
Sofismo
Igor Bulhões
 
Direitos quilombolas
Direitos quilombolasDireitos quilombolas
Direitos quilombolas
Igor Bulhões
 
Eudaldo
EudaldoEudaldo
Eudaldo
Igor Bulhões
 
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarcaNota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Igor Bulhões
 
095 maria antonieta
095 maria antonieta095 maria antonieta
095 maria antonieta
Igor Bulhões
 
Tese a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Tese   a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacaoTese   a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Tese a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Igor Bulhões
 
Formacao do eng_agronomo
Formacao do eng_agronomoFormacao do eng_agronomo
Formacao do eng_agronomo
Igor Bulhões
 
2 cartilla basta-de_violencia_contra_las_mujeres_portugues
2   cartilla basta-de_violencia_contra_las_mujeres_portugues2   cartilla basta-de_violencia_contra_las_mujeres_portugues
2 cartilla basta-de_violencia_contra_las_mujeres_portugues
Igor Bulhões
 

Mais de Igor Bulhões (20)

Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
Ocapitalemquadrinhos 101026190846-phpapp01
 
Intolerancia religiosa em salvador da bahia
Intolerancia religiosa em salvador da bahiaIntolerancia religiosa em salvador da bahia
Intolerancia religiosa em salvador da bahia
 
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
Pageflip 4204236-487363-lt educao-do_campo_e_for-2702367
 
Cartas de amor nº 37
Cartas de amor nº 37Cartas de amor nº 37
Cartas de amor nº 37
 
No caminho com maiakovski
No caminho com maiakovskiNo caminho com maiakovski
No caminho com maiakovski
 
Caderno de agitprop.finalizado
Caderno de agitprop.finalizadoCaderno de agitprop.finalizado
Caderno de agitprop.finalizado
 
Reforma agrária na_bahia
Reforma agrária na_bahiaReforma agrária na_bahia
Reforma agrária na_bahia
 
A inserção do_tema_agrário
A inserção do_tema_agrárioA inserção do_tema_agrário
A inserção do_tema_agrário
 
Historia da agronomia na bahia
Historia da agronomia na bahiaHistoria da agronomia na bahia
Historia da agronomia na bahia
 
A escola grícola da bahia
A escola grícola da bahiaA escola grícola da bahia
A escola grícola da bahia
 
Cartilha anama agric_familiar
Cartilha anama agric_familiarCartilha anama agric_familiar
Cartilha anama agric_familiar
 
Art09
Art09Art09
Art09
 
Sofismo
SofismoSofismo
Sofismo
 
Direitos quilombolas
Direitos quilombolasDireitos quilombolas
Direitos quilombolas
 
Eudaldo
EudaldoEudaldo
Eudaldo
 
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarcaNota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
Nota de solidariedade aos estudantes de cundinamarca
 
095 maria antonieta
095 maria antonieta095 maria antonieta
095 maria antonieta
 
Tese a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Tese   a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacaoTese   a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
Tese a formacao de saberes profissionais da agronomia em contexto de atuacao
 
Formacao do eng_agronomo
Formacao do eng_agronomoFormacao do eng_agronomo
Formacao do eng_agronomo
 
2 cartilla basta-de_violencia_contra_las_mujeres_portugues
2   cartilla basta-de_violencia_contra_las_mujeres_portugues2   cartilla basta-de_violencia_contra_las_mujeres_portugues
2 cartilla basta-de_violencia_contra_las_mujeres_portugues
 

No mundo há muitas armadilhas

  • 1. No mundo há muitas armadilhas Ferreira Gullar A vida é pouca a vida é louca mas não há senão ela. E não te mataste, essa é a verdade. Estás preso à vida como numa jaula. Estamos todos presos nesta jaula que Gagárin foi o primeiro a ver de fora e nos dizer: é azul. E já o sabíamos, tanto que não te mataste e não vais te matar e agüentarás até o fim. O certo é que nesta jaula há os que têm e os que não têm há os que têm tanto que sozinhos poderiam alimentar a cidade e os que não têm nem para o almoço de hoje A estrela mente o mar sofisma. De fato, o homem está preso à vida e precisa viver o homem tem fome e precisa comer o homem tem filhos e precisa criá-los Há muitas armadilhas no mundo e é preciso quebrá-las.