SlideShare uma empresa Scribd logo
Jornal
da
Filiada à:
Rua Piquiri, 890 | Rebouças
Curitiba - PR | 80230-140
Edição 163 | Novembro - Dezembro 2018
Envelopamento autorizado.
Pode ser aberto pela ETC.
Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná.
Filiada à:
Rua Piquiri, 890 | Rebouças
Curitiba - PR | 80230-140
Edição 163 | Novembro - Dezembro 2018
Envelopamento autorizado.
Pode ser aberto pela ETC.
ção dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná.
Envelopamentoautorizado.
PodeserabertopelaETC.
FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS AGRICULTORES FAMILIARES DO ESTADO DO PARANÁ
fetaep
JORNAL DA A AGRICULTURA FAMILIAR EM EVIDÊNCIA
Assalariados rurais
Conheçaanova
diretoriadaFETARP
Página 11
E D I Ç Ã O 1 8 3 – F E V E R E I R O D E 2 0 2 3
Página 8
Maioreventodetecnologiaeinovaçãodosetoragropecuário éincentivado
pelaFETAEPetraznovoscaminhosparaaagriculturafamiliar
E
o
vaicomeçar!
Representatividade
Agriculturafamiliarganha
ministériopróprio.Saiba
quemestánocomando
Página 4
A história da FETAEP com o Show Rural Coopavel
começouem2005,deformamaisregionalizada,compou-
cosparticipantes,trazidosemcarrosetratores,semespa-
çopróprio.Nesses18anos,crescemoseevoluímosjuntos.
HojeaFETAEPtrazparaoShowRuralmaisdeseismilagri-
cutores familiares, que vêm em busca de informações e
formação sobre produção, automação, equipamentos,
tecnologias.
A feira desperta a criatividade dos nossos produtores
e apresenta novos caminhos para cada tipo de produção,
pesquisa,informaçãodequalidade,inovação,tecnologiae
equipamentosquepodemmodernizareatualizaravidano
campo.Estamoscaminhandojuntodonossoprodutornos
melhores ambientes de produção e de prospecção de
negócios, para viabilizar o crescimento da agricultura
familiar,queprecisasefortalecereteroportunidadespara
ficar no campo e produzir alimentos com fins de abasteci-
mento da população brasileira.
Este caminho é trilhado em conjunto pela FETAEP,
pelosSindicatosdosTrabalhadoresRurais,pelaCoopavel,
pelo IDR-Paraná e todas as outras instituições parceiras,
que permitem melhores resultados a cada ano e fazem do
Show Rural uma importante experiência a ser vivenciada
pelos agricultores e agricultoras do Paraná. No ano passa-
do, FETAEP, Coopavel e IDR inauguraram o Barracão da
Agroindústria Familiar, uma iniciativa prática de apoio e
incentivo ao desenvolvimento da agricultura e da agroin-
dústria familiar no evento. O espaço traz produtores do
Paraná para apresentar, vender e fazer negócios na feira
com o que há de melhor na nossa agroindústria.
Paraesteano,muitasexpectativaseplanosderealizar
mais um grande evento para o setor agropecuário e os
agricultores familiares. Acompanhem as notícias nos
nossos canais de informação!
Boa leitura!
Marcos Brambilla
Presidente da FETAEP
Janeiro 2023
SENAR-PR TRIPLICA OFERTA
DE CURSOS A DISTÂNCIA
Aprender sem precisar sair de casa é uma realidade, tratando-se do
Sistema FAEP/SENAR-PR. Atento a essa tendência crescente de cursos
via internet, o SENAR-PR disponibilizou 118 formações na modalidade da
Educação a Distância (EaD) dentro do seu catálogo com mais de 250 títulos
de cursos. Isso permite à família do campo paranaense se capacitar em
diversas áreas do conhecimento sem sair da propriedade rural. A estratégia
complementa a oferta de capacitações presenciais, com característica
principal o caráter prático das formações.
Em 2022, por um processo de transição, os cursos a distância que
estavam disponíveis na plataforma do SENAR-PR, acessada no site da
instituição (sistemafaep.org.br), migraram para outra plataforma, que
hospeda os cursos do SENAR Nacional. Com essa mudança, os produtores
e produtoras rurais do Paraná passam a ter acesso a 118 títulos de cursos a
distância, todos gratuitos e com emissão de certificado.
Para o aluno dos cursos do SENAR-PR, na prática, nada muda. O acesso
ao catálogo de cursos da categoria EaD continua pelo site do Sistema FAEP/
SENAR-PR (sistemafaep.org.br), no menu “Cursos SENAR-PR” e “Educação
a Distância”.
Quando clicar neste link, o usuário, de forma automática, poderá conferir
os cursos disponíveis. Para facilitar a navegação, as capacitações estão
separadas em categorias: novos cursos, com tutoria, sem tutoria e matrículas
abertas. Há a possibilidade de fazer um cadastro para receber, por email,
novidades sobre novos cursos EaD.
CONSELHO ADMINISTRATIVO
Presidente
Ágide Meneguette - FAEP
Membros Titulares
Rosane Curi Zarattini
Nelson Costa
Darci Piana
Marcos Junior Brambilla
Membros Supletes
Livaldo Gemin
Robson Mafioletti
Ari Faria Bittencourt
José Amauri Denck
CONSELHO FISCAL
Membros Titulares
Sebastião Olímpio Santaroza
Paulo José Buso Junior
Carlos Alberto Gabiatto
Membros Suplentes
Ana Thereza da Costa Ribeiro
Ciro Tadeu Alcântara
Aparecido Callegari
Superintendente
Carlos A. Albuquerque
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL
ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DO PARANÁ
Uma caminhada
conjunta
EDITORIAL
ACONTECEU
INFORMATIVO DA FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS AGRICULTORES
FAMILIARES DO ESTADO DO PARANÁ
Expediente
Negociação do preço do tabaco
A FETAEP e demais entidades representativas dos fumicultores
assinaramprotocolocomaJTI,emjaneiro,reajustandoatabelade
preço do tabaco da safra 2022/2023 em 30,17%, que é o índice
apuradoduranteolevantamentodocustodeproduçãoemconjun-
to. A JTI cumpriu com o protocolo assinado na safra passada, que
estabeleciaareposiçãodocustodeproduçãoemantendoopercen-
tualdeganhorealacordadonasafrapassada.Oacordosófoipossí-
velpoisasentidadesmantiveramumintensodiálogoparaoavanço
danegociação.Apesardoanúnciopositivoparaosprodutoresinte-
gradoscomaJTI,nãohouveacordocomasoutrasnoveempresas,
queserecusaramaassumirocustodeproduçãoeoferecemreajus-
teabaixodosíndicesapurados.Asentidadescontinuamabertasà
negociação com as demais empresas, considerando como ponto
departidaavariaçãodocustodeproduçãoindividualemaisaade-
quaçãonastabelasdasclassesqueestãodefasadas.
RuaPiquiri,890–Rebouças
Curitiba/PR
(41)3149-9200
Presidente:MarcosBrambilla
SecretáriodeFinanças:JoséAmauriDenck
1ªvice-presidente:IvoneFranciscadeSouza
Secretário-geral:AlexandreLealdosSantos
JornalistaResponsável:LarissaJedyn
E-mail:imprensa@fetaep.org.br
Projetográficoediagramação:
ThapcomDesign+Ideias–www.thapcom.com
Impressão:Lunagraf,(41)3045-7565|
Tiragem:3milexemplares|Apoio:Senar-PR
www.fetaep.org.br
Nova data para implantar nota
fiscal eletrônica
Paraná elabora nova política
pública para biogás e biometano
OGovernodoParaná,pormeiodoSistemaEstadualdeAgricultura
(Seagri),estáelaborandoumapolíticapúblicadeaproveitamento
de forma intensiva de dejetos agropecuários com vistas à produ-
ção de biogás e biometano e foco no hidrogênio verde. Um grupo
de estudo avalia um plano que estabeleça uma política pública de
aproveitamentoracionaleeficientedaspossibilidadesdeenergia
renovável e busca ações de apoio e incentivo aos produtores
rurais, dentro do escopo do Programa Paraná de Energia Rural
Renovável (RenovaPR), que já apoia o financiamento de usinas
sustentáveis.Anovapolíticaqueestimularáobiogáseobiometano
epretendeampliarosbenefícioseestímulostantopelatributação
incentivada como pela subvenção às taxas de juros dos financia-
mentosrurais.Issopossibilitaráqueprodutores,agroindústriase
cooperativasagropecuáriastenhammaioresatrativosparainsta-
lar biodigestores em suas respectivas propriedades. A primeira
versãoseráapresentadaemfevereiro,duranteoShowRural.
A Receita Estadual do Paraná publicou, na terça-feira (20), adia
para 1º de julho de 2023 a obrigatoriedade de produtores rurais
emitirem Nota Fiscal de Produtor Eletrônica (NFP-e). A partir da
novadata,quemfaturaatéR$200milporanoterádeemitiranota
eletrônica ao comercializar para outros estados.Até lá, os produ-
toresruraisqueseenquadramnessafaixadefaturamentopodem
continuaremitindonotasfísicas–depapel–aovendersuaprodu-
çãoagropecuáriaparaclientesdeforadoParaná.
Paraná continua com maior
piso salarial regional
OSalárioMínimoRegionalparaosprodutoresruraisquenãotêm
convenção municipal passa a ser de R$ 1.731,02, com validade a
partir de 01 de janeiro de 2023. A proposta de reajuste e os novos
valores do Salário Mínimo Regional, garantindo que o Paraná
seguirácomomaiordopaís,foramaprovadasemreuniãoextraor-
dinária do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda
(Ceter). No Paraná, são quatro faixas e haverá aumento real em
todaselas.
Naprimeira,queenglobatrabalhadoresagropecuários,florestais
e da pesca, o salário salta para R$ 1.731,02, com ganho real de
1,06%. Os valores para os demais grupos são R$ 1.798,60 (setor
deserviçosadministrativos,serviçosgerais,reparação,manuten-
ção,vendedoresdocomércioemlojasemercados,etrabalhado-
resdomésticos,umreajustede1,02%),R$1.859,19(empregados
naproduçãodebenseserviçosindustriais,comganhode0,98%)
eR$1.999,02(técnicosdenívelmédio,aumentode0,92%).
O mínimo regional não se aplica aos empregados que têm o piso
salarial definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de
trabalho,nemaosservidorespúblicos.
AsdefiniçõesdoCeterserãoencaminhadasparaaProcuradoria-
Geral do Estado (PGE) e Casa Civil e serão oficializadas em ato
normativopeloGovernodoEstado.
2 3
CAPA
Chegou a hora
do Show Rural
Nesteano,FETAEPeSTTRsestãoesperandoaparticipação
demaisdeseismilagricultoresfamiliaresnoevento,
quedeveserumadasmaioresediçõesjárealizadas
Primeiras edições do Show Rural Coopavel, em Cascavel. Feira completa este ano 35 edições.
Registro do primeiro estande da Fetaep no evento, em 2006.
No Barracão da
Agroindústria
Familiar, uma feira
com produtos
paranaenses variados
e de qualidade.
Show Rural Coopavel
ocupa, atualmente, área
de 720 mil m².
A 35ª edição do Show Rural Coopavel, evento
que abre oficialmente o calendário das grandes
mostras brasileiras de tecnologias e inovações
paraocampo,estánoar.São600empresasexpo-
sitoras,25%delasdemultinacionais.Aexpectati-
va de visitação em apenas cinco dias, de 6 a 10 de
fevereiro,éde300milpessoasedevendasédeR$
3,5bilhões.Omaiorpúblicoatéhojefoiregistrado
em fevereiro de 2020, quando 298 mil pessoas
passaram pelo evento. E o maior valor de comer-
cialização dos expositores foi registrado no ano
passado, com R$ 3,2 bilhões. “Nosso objetivo é
levaraoprodutorruralomelhoreminformaçõese
conhecimentos para que ele possa produzir mais
e melhor, integrando também a sua propriedade
aos conceitos da sustentabilidade”, afirma Dilvo
Grolli, presidente da Coopavel, que promete uma
ediçãodasmaioresjárealizadas.
A Federação dos Trabalhadores Rurais
Agricultores Familiares do Estado do Paraná
(FETAEP) estará lá com sua equipe em campo,
junto dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais
(STTRs)edascaravanascommilharesdeagricul-
tores familiares de todo o estado. Desde de 2005
aFETAEPparticipadoShowRural,antesdeforma
maisregionalizada,comossindicatosdaRegional
Oeste, algumas poucas caravanas, trazidas em
carrosetratoreserecepçãodosprodutoresjunto
da Emater. Depois vieram o estande, os ônibus, e
onúmerodevisitantessófezaumentar,chegando
aseismilpessoasembuscadeinformaçõesefor-
mação sobre produção, automação, equipamen-
tos, tecnologias
Essa história cresceu tanto que acabou se
confundindo com a evolução do próprio evento.
“O Show Rural ajuda a estimular a criatividade e
desperta novas ideias aos nossos produtores, ao
apresentartecnologiasadequadasparacadatipo
de produção, novas tecnologias, inovação e pos-
sibilidades de geração de renda. Mostra as possi-
bilidades para a produção agropecuária, seus
serviços, as melhores experiências da extensão
rural,apesquisa,aindústriabrasileiraquefocano
atendimento aos agricultores, aos nossos produ-
tores com seus equipamentos modernos com
informações incríveis que podem modernizar e
atualizar a vida no campo. Estamos caminhando
juntodonossoprodutornosmelhoresambientes
deproduçãoedeprospecçãodenegócios,apon-
to de permitir o crescimento da agricultura fami-
liar, que precisa se fortalecer e ter oportunidades
paraficarnocampoefazeraquiloqueelasabede
melhor: produzir alimentos de qualidade e abas-
tecerapopulaçãocomseusalimentos”,comenta
Marcos Brambilla, presidente da FETAEP.
Em 2022, a FETAEP resolveu partir ainda
mais para a prática, com um apoio real ao desen-
volvimento da agricultura e da agroindústria
familiar no evento. “Junto da Coopavel e do
Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná
(IDR), construímos o Barracão da Agroindústria
Familiar, que traz produtores do Paraná para
apresentar, vender e fazer negócios na feira com
oquehádemelhornanossaagroindústria.Esteé
um posicionamento importante, que traz oportunidade para quem faz o
campo mais rico, com produtos processados, agroindustrializados, com
muita qualidade e condições de estar nas melhores lojas do ramo. Tudo
feito com muito carinho e responsabilidade, com o apoio da assistência
técnicaeacompanhamentodoIDR,oscursosdoSENARParaná,otrabalho
debasedosSTTRsedaFETAEP.Sãoessasparceriasquepermitemmelho-
resresultadosacadaano”,destacaopresidente,enfatizandoaimportância
dotrabalhoconjuntodosgovernosfederaleestadualeórgãosrelacionados
para o desenvolvimento da agropecuária no Paraná.
4 5
v O QUE VOCÊ VAI VER POR LÁ
CONHECIMENTO
E APRENDIZADO
Compartilhar conhecimento é
aprender ainda mais. Para isso, o
evento conta com a presença de
grandes pesquisadores das
mais diversas áreas da agricul-
tura contribuem com informa-
çõessobreadubação,biotecno-
logia, sementes, potencial de
produção, proteção de plantio,
tratos culturais, híbridos, hortali-
ças e outros, ao vivo com o público
visitante.
AGRICULTURA
Novas cultivares, diversificação, extensão
rural, inoculantes, manejo do solo, pes-
quisa, proteção de plantas e tratos
culturais para café, feijão, mandio-
ca, milho, soja e sorgo.
PECUÁRIA E MAIS
Bem-estar animal, eficiência pro-
dutiva nutricional, equipamentos
e automação, genética animal,
alimentação, sanidade animal e
técnicas de manejo.
CIÊNCIA
Embrapa, Iapar, Emater, universidades
públicas e privadas, empresas nacionais
e internacionais estarão presentes com
pesquisaseestudosquepodemmelho-
rar e muito a vida no campo.
SUSTENTABILIDADE
Políticas sustentáveis, inovado-
ras para recuperação solo,
energia renováveis e preserva-
ção ambiental.
MEIO AMBIENTE
Agroecologia, agricultura sustentá-
vel, conservação do solo, energias
alternativas, reciclagem, recuperação e
proteção de nascentes e reflorestamento.
VARIEDADE
Apicultura,ervasmedicinais,
fruticultura, indústria casei-
ra, olericultura e em muitas
outras áreas.
INOVAÇÃO
Automação, armazenagem
e secagem de grãos, colheita-
deiras,equipamentos,implemen-
tos,irrigação,plantadeiras,semeadei-
ras e tratores. Grandes oportunidades d e
conexões para gerar inovação, em um ambiente de experimenta-
ção, validação e demonstração de tecnologias que parecem do
futuro, mas já estão disponíveis para uso.
CRÉDITO E INVESTIMENTOS
Parcerias com seguradoras, bancos e cooperativas de crédito
com condições e linhas de crédito.
ESTRUTURA
A estrutura tem 720 mil m², com espaço para mais de 600 expo-
sitores de diversas áreas e mais de 4 mil colaboradores.
HISTÓRIA VIVA
Em 1989 aconteceu o primeiro Show Rural Coopavel, chamado
Dia de Campo. Sua duração era de apenas um dia e o público era
formado principalmente por associados da Cooperativa. Nessa
edição, o parque teve 15 empresas participantes e contou com um
público de 110 visitantes. O grande marco do evento aconteceu em
1995, que passou a durar cinco dias e sua abrangência se tornou
estadual. Nesse ano, passaram por aqui 10 mil pessoas que pude-
ramverdepertoosequipamentoseprodutosde64expositores.Ao
longodahistóriadoShowRuralCoopavelhouveampliaçõeseinves-
timento em infraestrutura, o que permitiu ter um alcance maior de
público e expositores a cada edição que acontecia. Atualmente, no
segmentodeinovação,estaéamaiorfeiradaAméricaLatinaeestá
entre as trêsmaioresdomundo.
Para a secretária de Mulheres da FETAEP, Ivone Francisca de Souza, o
Show Rural é uma grande oportunidade para todos, principalmente para as
mulheres, para conquistar mais conhecimento e depois compartilhar com
outras pessoas. “Tem muita coisa para ver, tem lições para aplicar na pro-
priedade,soluçõesimportantesparaaproduçãodeorgânicoseensinamen-
tos em agroecologia. É um grande espaço de conhecimento para as nossas
mulheres”,ressalta.Elalembraaindaqueatecnologiaqueéapresentadano
Show Rural mostra os caminhos da inovação e do desenvolvimento das
propriedades, que pode impactar na vida das famílias do campo, trazendo
mais autonomia financeira e melhores condições.
NaopiniãodeAlexandreLeal,secretáriodeJovensdaFETAEP,ajuventu-
de,pornatureza,seadaptafacilmenteàtransformação,àinovação,estáem
busca de novos conhecimentos e disposta a colocá-los em prática. “Como a
FETAEP e seus sindicatos trabalham incentivando a sucessão rural na agri-
cultura familiar, nosso propósito ao estimular sua ida ao evento é que eles
busquem conhecimento, levem para casa e junto de seus pais apliquem nas
propriedades,incentivandoaproduziralimentosetornarocampoumproje-
to de vida viável”, comenta ele, lembrando que,
nesteano,estãoprogramadosoFestivalEstadual
da Juventude em março, o Festival Nacional da
Juventude, em abril, e a Marcha das Margaridas
emagosto,todoscomobjetivodeuniredesenvol-
veraindamaisjovensemulheresdocampo.
SegundoosecretáriodeFormaçãodaFETAEP,
José Amauri Denck, participar de eventos como o
ShowRural,quecontamcomexposições,demons-
traçõesepalestras,émuitoimportantepelocaráter
formativo e informativo dessas atrações. “Nossos
produtoresruraisentramemcontatocomoquehá
demaismodernoemtermosdetecnologia,pesqui-
sas e soluções inovadoras que podem ser adapta-
dasàrealidadedaspropriedades.Éumaprendiza-
dovalioso,quepodemostrarnovoscaminhospara
aproduçãoeparaosnegócios”,comenta.
Mais de 600
expositores nacionais e
internacionais
participam deste que é
um dos maiores eventos
agropecuários do país.
Fetaep, em parceria
com a Coopavel e
o IDR-PR, construiu
e inaugurou em 2022
o Barracão da
Agroindústria Familiar
6 7
NOVO GOVERNO
Agricultura
Familiar tem
Ministériopróprio
vORTIGARA SE MANTÉM NA SEAB
Mapa
OMinistériodaAgricultura,por
sua vez, será comandado por
CarlosFávaro.Segundooministro,
o MAPA e o Ministério do Desen­
volvimento Agrário e Agricultura
FamiliareodaPescaeAquicultura
vão atuar juntos apesar do des-
membramento, vão trabalhar em
sintonia. “Vamos trabalhar juntos,
atéporquenãodápradissociar.Se
a Pesca e Aquicultura precisa de
Vigilância Sanitária, é o MAPA
quem faz. O mesmo com a
AgriculturaFamiliar.AConabserá
transversal para os dois ministé-
rios [Agricultura e Desen­
volvimento Agrário]. Portanto, é
comracionalidadeecompriorida-
de para o Plano Safra financiar a
agriculturafamiliar,dospequenos
e médios produtores. O grande
empresário, o grande produtor
rural,buscarecursosnomercado
internacional, no mercado de
capital, recursos com juros bem
acessíveis e que o viabilizam.
Assim,oBNDESvaivoltaratraba-
lhar com investimento para
pequenos, médio e grandes pro-
dutores”, comentou o ministro,
ementrevistaaoCanalRural.
O governador reeleito do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior
(PSD),manteve,paraseunovomandatoapartirde2023,Norberto
Ortigara como secretário de Estado da Agricultura e do
Abastecimento,cargoqueocupahá12anos.
Emnota,ogovernoestadualinformaque,àfrentedapasta,Ortigara
“foi um dos principais responsáveis para que o Paraná obtivesse o
certificadodeárealivredeaftosasemvacinação”,alémde“território
livre de peste suína clássica”.Segundo o governo paranaense, isso
possibilitouaexpansãodosmercadosparaaproteínaanimalprodu-
zida no Paraná.Além disso, o atual titular da pasta da Agricultura
também ajudou a “consolidar a parceria com as cooperativas e
alcançar o patamar de maior produtor de proteína animal do País,
alémdereferênciaemproduçãodeorgânicosesustentabilidadeno
campo”.
Oobjetivo,emseunovomandato,édarcontinuidadeaprogramasde
sucesso,comoaofertadefinanciamentoabaixocustodepequenos
produtores, no âmbito do Banco do Agricultor, a pavimentação de
estradasrurais(EstradasdaIntegração),oincentivoaocooperativis-
mo (Coopera Paraná) e o uso de fontes de energia renovável, no
programaRenovaParaná.
A agricultura familiar conquistou, enfim, o seu próprio ministério. Luiz
Paulo Teixeira Ferreira assumiu o Ministério do Desenvolvimento Agrário e
Agricultura Familiar, responsável pelas ações de reforma agrária, regulariza-
ção fundiária, regularização de territórios quilombolas, cadastro de imóveis
rurais e educação do campo. O órgão tem como competências também a
promoçãodapolíticaagrícola,assistênciatécnica,associativismo,cooperati-
vismoeoutrasaçõesdestinadasàagriculturafamiliar.Apastafoirecriadapor
meiodaMedidaProvisórianº1.154de2023.
AestruturadonovoministériofoidefinidapeloDecretonº11.338de2023.
Estão vinculados ao órgão a Agência Nacional de Assistência Técnica e
ExtensãoRural(Anater),aCentraisdeAbastecimentodeMinasGerais(Ceasa
Minas), a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo
(CEAGESP), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Instituto
NacionaldeColonizaçãoeReformaAgrária(Incra).
Durante a solenidade de posse do novo ministro, o vice-presidente da
República Geraldo Alckmin destacou a importância da reforma agrária e do
trabalhonocampo,comaproduçãodealimentos,aagroecologiaeapreserva-
çãodomeioambiente.Eleassumiucompromissodeapoiaroassociativismo,
ocooperativismoeaagregaçãodevalor,pormeiodasagroindústrias.
Paulo Teixeira ressaltou a necessidade de resgatar o papel do Estado
Brasileiro,quedevepromoveroacessoàterraeaofertadealimentosdequali-
dade na mesa dos brasileiros. Ele salientou que o direito à terra passa pela
garantia de uma série de outras políticas sociais, como mobilidade, energia
elétrica,habitação,acessoàinternet,água,educação,entreoutros.
A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e
Agricultoras Familiares (CONTAG) recebeu há duas semanas em sua sede o
ministrodoDesenvolvimentoAgrárioeAgriculturaFamiliar,paradiscutirsobre
aestruturadonovoMinistério,oorçamentoparagarantirprogramasepolíticas
para a categoria e o permanente diálogo entre a Confederação e essa pasta
estratégicadogovernofederal.
“A reforma agrária, o incentivo à organização de cooperativas e asso-
ciações, o estímulo à industrialização na produção, a assistência técnica
amplaedequalidade,aproduçãoagroecológica,
a recuperação do meio ambiente, internet no
campoecréditoruralestãoentreasnossasprio-
ridades. Todas essas políticas terão um olhar
muito especial para as mulheres e para a juven-
tude”, frisou Paulo Teixeira.
O presidente da CONTAG, Aristides Santos,
além de destacar a importância de ser garantido
peloMinistério,umPlanoSafra/2023daAgricultura
Familiar,aindafirmouqueaConfederaçãobuscará
manterumamplodiálogocomoMinistério.
“Ministro Paulo Teixeira, em nome da recons-
trução do Brasil, o Sistema Confederativo
(Sindicatos, Federações e CONTAG) manterá um
diálogo permanente com toda a estrutura do
Ministério, sempre levando a pauta das 27
Federações e dos seus quase 4 mil Sindicatos filia-
dos,nabuscadeencontrarmelhorescaminhosde
transformaçãodocampo.”
Sistemaconfederativojásereuniu
comPauloTeixeira,quecomandaa
pasta,emanterádiálogopara
construirnovoscaminhospara
atransformaçãonocampo
Carlos Fávaro está à frente do MAPA
Luiz Paulo Teixeira Ferreira assumiu o Ministério do Desenvolvimento Agrário e
Agricultura Familiar.
8 9
Eu,ClaudineideCarli,oClaudiodeAstorga,comomuitosconhecem,e,agora,oClaudio
daFETARP,começooanoeaconversadesejandoatodosetodasumfeliz2023.Agradeçoa
Deus,acimadetudo,àminhafamíliaeàfamíliasindicalporestarmosvivendoestemomento
epodendoexercerademocracia,tantonaeleiçãodaFETARP,quantonaeleiçãopartidária
de 2022. Nossa luta é constante e o trabalho é construído por várias mãos: de dirigentes
sindicais,dasequipesdetrabalhonossindicatos,dasfederaçõesedasconfederações,sem
esquecer dos nossos associados e associadas, da agricultura familiar e os assalariados e
assalariadosrurais.
Somossabedoresdosdesafiosquetemosem2023,quandodevere-
mosresgataranossarepresentação,ocuparnossosespaçoserecupe-
rar os nossos direitos - como da previdência social e da reforma traba-
lhista-,terpolíticassociaisquegarantamavalorizaçãodosrurais.São
desafiosparatodasasliderançassindicais,quedevemfazervaleraética
sindicalcomrespeitoaosistemaconfederativo,sindicatos,federa-
ções,confederaçõesedanossacentralCTB.Precisamosfor-
talecer as nossas regionais, coibir os sindicatos que não
cumpremosseusestatutoseusamdocargonosindicato
parabenéficopróprio.
O desafio é fazer cumprir as leis vigentes,
sejam elas constitucionais ou estatutárias, e
respeitar as decisões dos congressos sindi-
cais, dos coletivos do movimento sindical, das
assembleias das federações e dos STTRs.
AFETARPParanáficaàdisposiçãodossindicatos
específicosedossindicatosecléticos,comagra-
decimento à nossa diretoria, aos nossos asso-
ciados e associadas, ao ex-presidente Carlos
Gabiatto,pelaconduçãodaFETARPParanáaté
2022. Agora a FETARP é um compromisso de
todosetodasqueestãonadireçãodomovimen-
tosindical.
Forteabraçoatodos!
Claudinei de Carli
PresidentedaFETARP
v CONHEÇA A NOVA DIRETORIA DA FETARP
Federação representa atualmente mais de 300 mil assalariados no PR
COM A PALAVRA, A FETARP
Os desafios
do novo ano
Claudinei de Carli e Carlos Gabiatto
Nova diretoria da
FETARP
Fotos da posse da nova diretoria da FETARP, em Curitiba
AnovadiretoriadaFederaçãodosTrabalhadores
Assalariados Rurais do Estado do Paraná
(FETARP) tomou posse em novembro passado
paraomandato2022–2026.Afederaçãorepre-
sentaatualmentemaisde300milassalariadosno
Paraná.
A nova diretoria é formada pelo presidente
Claudinei de Carli; o secretário geral Marcos
Antonio de Oliveira; o secretário de Finanças e
Administração Carlos Alberto Gabiatto; os
suplentes da diretoria Fábio Henrique Amude,
Daniel Alves de Quadros e Edivania Cajueiro dos
Santos; o Conselho Fiscal, formado por João
Sabatine, Ozatir Ribeiro Soares e Julmar Souza
Dias, além dos suplentes Antonio Alves Lopes,
ElieteAparecidaRosaeElainePaggiAmude.
Participaram do evento o ex-presidente Carlos
Gabiatto,opresidentedaContarGabrielBezerra
Santos, o presidente eleito da FETARP Claudinei
de Carli, a Procuradora-chefe do MPT PR em exer-
cícioCristianeLopes,odeputadofederalEnioJosé
Verri, a Secretária de Meio Ambiente da CONTAG
Sandra Paula Bonetti, o presidente da FETAEP
Marcos Brambilla, e o presidente da CTB Paraná
AlexandreHúngarodaSilva.
Segundo Carlos Gabiatto, que deixa a presidência,
massemantémnadiretoriadafederação,aFetarp
tem como objetivo ser a voz dos trabalhadores
ruraisemtodooestadoequedeveseguirnadefesa
dosdireitosebuscarmelhorescondiçõesdetraba-
lho. O presidente empossado Claudinei de Carli
confirmouseucompromissocomostrabalhadores
rurais e a necessidade de ações contundentes em
defesadoshomensedasmulheresquetrabalham
no campo. Para a procuradora do MPR PR, entida-
de que trabalha diretamente no combate dos abu-
sosdasrelaçõesdetrabalho,destacaqueocampo
é ainda o lugar onde se tem, no Brasil, mais relatos
detrabalhosemcondiçõesanálogasàescravidão
equeotrabalhodaFetarpéfundamentalparaque
se desfaçam essas injustiças. “Vocês estão lá no
campo,juntoaessaspessoas,comacoragemeo
compromissodemelhorarascondiçõesdetraba-
lho”,elogiaCristiane.
Para Verri, o momento é de mobilização. “Nós
precisamosnosarticularedefenderanossagen-
te.” Sandra Bonetti e Alexandre Húngaro, por
sua vez, veem o momento com otimismo, mas
concordam com a militância e o trabalho sérios
para defender os direitos e os interesses das
mulheres e dos homens no campo. Marcos
Brambilla, que preside a Federação dos
TrabalhadoresRuraisAgricultoresFamiliaresdo
Paraná(FETAEP),encerrouacerimôniacomum
resgate histórico das instituições parceiras, que
caminham juntas em defesa dos trabalhadores
e trabalhadoras do campo.
10 11
Jornal da FETAEP edição 183 - Fevereiro de 2023

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Jornal da FETAEP edição 183 - Fevereiro de 2023

Jornal da FETAEP edição 137 - Maio de 2016
Jornal da FETAEP edição 137 - Maio de 2016Jornal da FETAEP edição 137 - Maio de 2016
Jornal da FETAEP edição 137 - Maio de 2016
FETAEP
 
Jornal da FETAEP edição 181 - Abril de 2022
Jornal da FETAEP edição 181 - Abril de 2022Jornal da FETAEP edição 181 - Abril de 2022
Jornal da FETAEP edição 181 - Abril de 2022
FETAEP
 
Jornal da FETAEP edição 134 - Janeiro e Fevereiro de 2016
Jornal da FETAEP edição 134 - Janeiro e Fevereiro de 2016Jornal da FETAEP edição 134 - Janeiro e Fevereiro de 2016
Jornal da FETAEP edição 134 - Janeiro e Fevereiro de 2016
FETAEP
 
Jornal da FETAEP edição 174 - Setembro de 2020
Jornal da FETAEP edição 174 - Setembro de 2020Jornal da FETAEP edição 174 - Setembro de 2020
Jornal da FETAEP edição 174 - Setembro de 2020
FETAEP
 
Jornal da FETAEP - edição 159 - Junho de 2018
Jornal da FETAEP - edição 159 - Junho de 2018Jornal da FETAEP - edição 159 - Junho de 2018
Jornal da FETAEP - edição 159 - Junho de 2018
FETAEP
 
Boletim informativo n 6 b
Boletim informativo n 6 bBoletim informativo n 6 b
Boletim informativo n 6 b
lcainformatica
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2022/2023
Cartilha de Orientação do PRONAF 2022/2023Cartilha de Orientação do PRONAF 2022/2023
Cartilha de Orientação do PRONAF 2022/2023
FETAEP
 
Jornal da FETAEP edição 172 - Julho de 2020
Jornal da FETAEP edição 172 - Julho de 2020Jornal da FETAEP edição 172 - Julho de 2020
Jornal da FETAEP edição 172 - Julho de 2020
FETAEP
 
Jornal da FETAEP edição 158 - Maio de 2018
Jornal da FETAEP edição 158 - Maio de 2018Jornal da FETAEP edição 158 - Maio de 2018
Jornal da FETAEP edição 158 - Maio de 2018
FETAEP
 
Paraná Notícias
Paraná NotíciasParaná Notícias
Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 
Jornal da FETAEP edição 177 - Junho de 2021
Jornal da FETAEP edição 177 - Junho de 2021Jornal da FETAEP edição 177 - Junho de 2021
Jornal da FETAEP edição 177 - Junho de 2021
FETAEP
 
Emater-PR: Revista Expotécnica
Emater-PR: Revista Expotécnica Emater-PR: Revista Expotécnica
Emater-PR: Revista Expotécnica
Rural Pecuária
 
Jornal da FETAEP edição 162 - Outubro de 2018
Jornal da FETAEP edição 162 - Outubro de 2018Jornal da FETAEP edição 162 - Outubro de 2018
Jornal da FETAEP edição 162 - Outubro de 2018
FETAEP
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2017/2020
Cartilha de Orientação do PRONAF 2017/2020Cartilha de Orientação do PRONAF 2017/2020
Cartilha de Orientação do PRONAF 2017/2020
FETAEP
 
Jornal da FETAEP edição 136 - Abril de 2016
Jornal da FETAEP edição 136 - Abril de 2016Jornal da FETAEP edição 136 - Abril de 2016
Jornal da FETAEP edição 136 - Abril de 2016
FETAEP
 
Jornal da FETAEP edição 163 - Novembro/Dezembro de 2018
Jornal da FETAEP edição 163 - Novembro/Dezembro de 2018Jornal da FETAEP edição 163 - Novembro/Dezembro de 2018
Jornal da FETAEP edição 163 - Novembro/Dezembro de 2018
FETAEP
 
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
FETAEP
 
Jornal da Fetaep - Edição 144 - Dezembro de 2016
Jornal da Fetaep - Edição 144 - Dezembro de 2016Jornal da Fetaep - Edição 144 - Dezembro de 2016
Jornal da Fetaep - Edição 144 - Dezembro de 2016
FETAEP
 
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
FETAEP
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2019/2020
Cartilha de Orientação do PRONAF 2019/2020Cartilha de Orientação do PRONAF 2019/2020
Cartilha de Orientação do PRONAF 2019/2020
FETAEP
 

Semelhante a Jornal da FETAEP edição 183 - Fevereiro de 2023 (20)

Jornal da FETAEP edição 137 - Maio de 2016
Jornal da FETAEP edição 137 - Maio de 2016Jornal da FETAEP edição 137 - Maio de 2016
Jornal da FETAEP edição 137 - Maio de 2016
 
Jornal da FETAEP edição 181 - Abril de 2022
Jornal da FETAEP edição 181 - Abril de 2022Jornal da FETAEP edição 181 - Abril de 2022
Jornal da FETAEP edição 181 - Abril de 2022
 
Jornal da FETAEP edição 134 - Janeiro e Fevereiro de 2016
Jornal da FETAEP edição 134 - Janeiro e Fevereiro de 2016Jornal da FETAEP edição 134 - Janeiro e Fevereiro de 2016
Jornal da FETAEP edição 134 - Janeiro e Fevereiro de 2016
 
Jornal da FETAEP edição 174 - Setembro de 2020
Jornal da FETAEP edição 174 - Setembro de 2020Jornal da FETAEP edição 174 - Setembro de 2020
Jornal da FETAEP edição 174 - Setembro de 2020
 
Jornal da FETAEP - edição 159 - Junho de 2018
Jornal da FETAEP - edição 159 - Junho de 2018Jornal da FETAEP - edição 159 - Junho de 2018
Jornal da FETAEP - edição 159 - Junho de 2018
 
Boletim informativo n 6 b
Boletim informativo n 6 bBoletim informativo n 6 b
Boletim informativo n 6 b
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2022/2023
Cartilha de Orientação do PRONAF 2022/2023Cartilha de Orientação do PRONAF 2022/2023
Cartilha de Orientação do PRONAF 2022/2023
 
Jornal da FETAEP edição 172 - Julho de 2020
Jornal da FETAEP edição 172 - Julho de 2020Jornal da FETAEP edição 172 - Julho de 2020
Jornal da FETAEP edição 172 - Julho de 2020
 
Jornal da FETAEP edição 158 - Maio de 2018
Jornal da FETAEP edição 158 - Maio de 2018Jornal da FETAEP edição 158 - Maio de 2018
Jornal da FETAEP edição 158 - Maio de 2018
 
Paraná Notícias
Paraná NotíciasParaná Notícias
Paraná Notícias
 
Jornal da FETAEP edição 177 - Junho de 2021
Jornal da FETAEP edição 177 - Junho de 2021Jornal da FETAEP edição 177 - Junho de 2021
Jornal da FETAEP edição 177 - Junho de 2021
 
Emater-PR: Revista Expotécnica
Emater-PR: Revista Expotécnica Emater-PR: Revista Expotécnica
Emater-PR: Revista Expotécnica
 
Jornal da FETAEP edição 162 - Outubro de 2018
Jornal da FETAEP edição 162 - Outubro de 2018Jornal da FETAEP edição 162 - Outubro de 2018
Jornal da FETAEP edição 162 - Outubro de 2018
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2017/2020
Cartilha de Orientação do PRONAF 2017/2020Cartilha de Orientação do PRONAF 2017/2020
Cartilha de Orientação do PRONAF 2017/2020
 
Jornal da FETAEP edição 136 - Abril de 2016
Jornal da FETAEP edição 136 - Abril de 2016Jornal da FETAEP edição 136 - Abril de 2016
Jornal da FETAEP edição 136 - Abril de 2016
 
Jornal da FETAEP edição 163 - Novembro/Dezembro de 2018
Jornal da FETAEP edição 163 - Novembro/Dezembro de 2018Jornal da FETAEP edição 163 - Novembro/Dezembro de 2018
Jornal da FETAEP edição 163 - Novembro/Dezembro de 2018
 
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
 
Jornal da Fetaep - Edição 144 - Dezembro de 2016
Jornal da Fetaep - Edição 144 - Dezembro de 2016Jornal da Fetaep - Edição 144 - Dezembro de 2016
Jornal da Fetaep - Edição 144 - Dezembro de 2016
 
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2019/2020
Cartilha de Orientação do PRONAF 2019/2020Cartilha de Orientação do PRONAF 2019/2020
Cartilha de Orientação do PRONAF 2019/2020
 

Mais de FETAEP

 Decreto 3002, 04 de agosto de 2023
 Decreto 3002, 04 de agosto de 2023 Decreto 3002, 04 de agosto de 2023
 Decreto 3002, 04 de agosto de 2023
FETAEP
 
Cartilha PRONAF 2023/2024
Cartilha PRONAF 2023/2024Cartilha PRONAF 2023/2024
Cartilha PRONAF 2023/2024
FETAEP
 
Cartilha PRONAF 2023/2024
Cartilha PRONAF 2023/2024Cartilha PRONAF 2023/2024
Cartilha PRONAF 2023/2024
FETAEP
 
Relatório de Atividades 2022
Relatório de Atividades 2022Relatório de Atividades 2022
Relatório de Atividades 2022
FETAEP
 
Cartilha MULHERES Rurais - FETAEP
Cartilha MULHERES Rurais - FETAEPCartilha MULHERES Rurais - FETAEP
Cartilha MULHERES Rurais - FETAEP
FETAEP
 
Relatório de Atividades 2021
Relatório de Atividades 2021Relatório de Atividades 2021
Relatório de Atividades 2021
FETAEP
 
Cartilha Seja um associado - Faça parte dessa luta
Cartilha Seja um associado - Faça parte dessa lutaCartilha Seja um associado - Faça parte dessa luta
Cartilha Seja um associado - Faça parte dessa luta
FETAEP
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2021/2022
Cartilha de Orientação do PRONAF 2021/2022Cartilha de Orientação do PRONAF 2021/2022
Cartilha de Orientação do PRONAF 2021/2022
FETAEP
 
Relatório de Atividades 2020
Relatório de Atividades 2020Relatório de Atividades 2020
Relatório de Atividades 2020
FETAEP
 
Decreto n.º 6.928 - 222 de fevereiro de 2021 (Salário mínimo no Paraná)
Decreto n.º 6.928 - 222 de fevereiro de 2021 (Salário mínimo no Paraná)Decreto n.º 6.928 - 222 de fevereiro de 2021 (Salário mínimo no Paraná)
Decreto n.º 6.928 - 222 de fevereiro de 2021 (Salário mínimo no Paraná)
FETAEP
 
Compras Governamentais: Oportunidade de mercado e renda para Agricultura Fami...
Compras Governamentais: Oportunidade de mercado e renda para Agricultura Fami...Compras Governamentais: Oportunidade de mercado e renda para Agricultura Fami...
Compras Governamentais: Oportunidade de mercado e renda para Agricultura Fami...
FETAEP
 
Apresentação Feira AgriFamiliar Paraná 2020
Apresentação Feira AgriFamiliar Paraná 2020Apresentação Feira AgriFamiliar Paraná 2020
Apresentação Feira AgriFamiliar Paraná 2020
FETAEP
 
Relatório de Atividades 2019
Relatório de Atividades 2019Relatório de Atividades 2019
Relatório de Atividades 2019
FETAEP
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2020/2021
Cartilha de Orientação do PRONAF 2020/2021Cartilha de Orientação do PRONAF 2020/2021
Cartilha de Orientação do PRONAF 2020/2021
FETAEP
 
Decreto n.º 3.909 - 24 de Janeiro de 2020(Salário mínimo no Paraná)
Decreto n.º 3.909 - 24 de Janeiro de 2020(Salário mínimo no Paraná)Decreto n.º 3.909 - 24 de Janeiro de 2020(Salário mínimo no Paraná)
Decreto n.º 3.909 - 24 de Janeiro de 2020(Salário mínimo no Paraná)
FETAEP
 
Seguro para o Agricultor Familiar e Assalariado Rural
Seguro para o Agricultor Familiar e Assalariado RuralSeguro para o Agricultor Familiar e Assalariado Rural
Seguro para o Agricultor Familiar e Assalariado Rural
FETAEP
 
Folder sobre a Reforma da Previdência para os Rurais
Folder sobre a Reforma da Previdência para os RuraisFolder sobre a Reforma da Previdência para os Rurais
Folder sobre a Reforma da Previdência para os Rurais
FETAEP
 

Mais de FETAEP (17)

 Decreto 3002, 04 de agosto de 2023
 Decreto 3002, 04 de agosto de 2023 Decreto 3002, 04 de agosto de 2023
 Decreto 3002, 04 de agosto de 2023
 
Cartilha PRONAF 2023/2024
Cartilha PRONAF 2023/2024Cartilha PRONAF 2023/2024
Cartilha PRONAF 2023/2024
 
Cartilha PRONAF 2023/2024
Cartilha PRONAF 2023/2024Cartilha PRONAF 2023/2024
Cartilha PRONAF 2023/2024
 
Relatório de Atividades 2022
Relatório de Atividades 2022Relatório de Atividades 2022
Relatório de Atividades 2022
 
Cartilha MULHERES Rurais - FETAEP
Cartilha MULHERES Rurais - FETAEPCartilha MULHERES Rurais - FETAEP
Cartilha MULHERES Rurais - FETAEP
 
Relatório de Atividades 2021
Relatório de Atividades 2021Relatório de Atividades 2021
Relatório de Atividades 2021
 
Cartilha Seja um associado - Faça parte dessa luta
Cartilha Seja um associado - Faça parte dessa lutaCartilha Seja um associado - Faça parte dessa luta
Cartilha Seja um associado - Faça parte dessa luta
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2021/2022
Cartilha de Orientação do PRONAF 2021/2022Cartilha de Orientação do PRONAF 2021/2022
Cartilha de Orientação do PRONAF 2021/2022
 
Relatório de Atividades 2020
Relatório de Atividades 2020Relatório de Atividades 2020
Relatório de Atividades 2020
 
Decreto n.º 6.928 - 222 de fevereiro de 2021 (Salário mínimo no Paraná)
Decreto n.º 6.928 - 222 de fevereiro de 2021 (Salário mínimo no Paraná)Decreto n.º 6.928 - 222 de fevereiro de 2021 (Salário mínimo no Paraná)
Decreto n.º 6.928 - 222 de fevereiro de 2021 (Salário mínimo no Paraná)
 
Compras Governamentais: Oportunidade de mercado e renda para Agricultura Fami...
Compras Governamentais: Oportunidade de mercado e renda para Agricultura Fami...Compras Governamentais: Oportunidade de mercado e renda para Agricultura Fami...
Compras Governamentais: Oportunidade de mercado e renda para Agricultura Fami...
 
Apresentação Feira AgriFamiliar Paraná 2020
Apresentação Feira AgriFamiliar Paraná 2020Apresentação Feira AgriFamiliar Paraná 2020
Apresentação Feira AgriFamiliar Paraná 2020
 
Relatório de Atividades 2019
Relatório de Atividades 2019Relatório de Atividades 2019
Relatório de Atividades 2019
 
Cartilha de Orientação do PRONAF 2020/2021
Cartilha de Orientação do PRONAF 2020/2021Cartilha de Orientação do PRONAF 2020/2021
Cartilha de Orientação do PRONAF 2020/2021
 
Decreto n.º 3.909 - 24 de Janeiro de 2020(Salário mínimo no Paraná)
Decreto n.º 3.909 - 24 de Janeiro de 2020(Salário mínimo no Paraná)Decreto n.º 3.909 - 24 de Janeiro de 2020(Salário mínimo no Paraná)
Decreto n.º 3.909 - 24 de Janeiro de 2020(Salário mínimo no Paraná)
 
Seguro para o Agricultor Familiar e Assalariado Rural
Seguro para o Agricultor Familiar e Assalariado RuralSeguro para o Agricultor Familiar e Assalariado Rural
Seguro para o Agricultor Familiar e Assalariado Rural
 
Folder sobre a Reforma da Previdência para os Rurais
Folder sobre a Reforma da Previdência para os RuraisFolder sobre a Reforma da Previdência para os Rurais
Folder sobre a Reforma da Previdência para os Rurais
 

Jornal da FETAEP edição 183 - Fevereiro de 2023

  • 1. Jornal da Filiada à: Rua Piquiri, 890 | Rebouças Curitiba - PR | 80230-140 Edição 163 | Novembro - Dezembro 2018 Envelopamento autorizado. Pode ser aberto pela ETC. Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná. Filiada à: Rua Piquiri, 890 | Rebouças Curitiba - PR | 80230-140 Edição 163 | Novembro - Dezembro 2018 Envelopamento autorizado. Pode ser aberto pela ETC. ção dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná. Envelopamentoautorizado. PodeserabertopelaETC. FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS AGRICULTORES FAMILIARES DO ESTADO DO PARANÁ fetaep JORNAL DA A AGRICULTURA FAMILIAR EM EVIDÊNCIA Assalariados rurais Conheçaanova diretoriadaFETARP Página 11 E D I Ç Ã O 1 8 3 – F E V E R E I R O D E 2 0 2 3 Página 8 Maioreventodetecnologiaeinovaçãodosetoragropecuário éincentivado pelaFETAEPetraznovoscaminhosparaaagriculturafamiliar E o vaicomeçar! Representatividade Agriculturafamiliarganha ministériopróprio.Saiba quemestánocomando Página 4
  • 2. A história da FETAEP com o Show Rural Coopavel começouem2005,deformamaisregionalizada,compou- cosparticipantes,trazidosemcarrosetratores,semespa- çopróprio.Nesses18anos,crescemoseevoluímosjuntos. HojeaFETAEPtrazparaoShowRuralmaisdeseismilagri- cutores familiares, que vêm em busca de informações e formação sobre produção, automação, equipamentos, tecnologias. A feira desperta a criatividade dos nossos produtores e apresenta novos caminhos para cada tipo de produção, pesquisa,informaçãodequalidade,inovação,tecnologiae equipamentosquepodemmodernizareatualizaravidano campo.Estamoscaminhandojuntodonossoprodutornos melhores ambientes de produção e de prospecção de negócios, para viabilizar o crescimento da agricultura familiar,queprecisasefortalecereteroportunidadespara ficar no campo e produzir alimentos com fins de abasteci- mento da população brasileira. Este caminho é trilhado em conjunto pela FETAEP, pelosSindicatosdosTrabalhadoresRurais,pelaCoopavel, pelo IDR-Paraná e todas as outras instituições parceiras, que permitem melhores resultados a cada ano e fazem do Show Rural uma importante experiência a ser vivenciada pelos agricultores e agricultoras do Paraná. No ano passa- do, FETAEP, Coopavel e IDR inauguraram o Barracão da Agroindústria Familiar, uma iniciativa prática de apoio e incentivo ao desenvolvimento da agricultura e da agroin- dústria familiar no evento. O espaço traz produtores do Paraná para apresentar, vender e fazer negócios na feira com o que há de melhor na nossa agroindústria. Paraesteano,muitasexpectativaseplanosderealizar mais um grande evento para o setor agropecuário e os agricultores familiares. Acompanhem as notícias nos nossos canais de informação! Boa leitura! Marcos Brambilla Presidente da FETAEP Janeiro 2023 SENAR-PR TRIPLICA OFERTA DE CURSOS A DISTÂNCIA Aprender sem precisar sair de casa é uma realidade, tratando-se do Sistema FAEP/SENAR-PR. Atento a essa tendência crescente de cursos via internet, o SENAR-PR disponibilizou 118 formações na modalidade da Educação a Distância (EaD) dentro do seu catálogo com mais de 250 títulos de cursos. Isso permite à família do campo paranaense se capacitar em diversas áreas do conhecimento sem sair da propriedade rural. A estratégia complementa a oferta de capacitações presenciais, com característica principal o caráter prático das formações. Em 2022, por um processo de transição, os cursos a distância que estavam disponíveis na plataforma do SENAR-PR, acessada no site da instituição (sistemafaep.org.br), migraram para outra plataforma, que hospeda os cursos do SENAR Nacional. Com essa mudança, os produtores e produtoras rurais do Paraná passam a ter acesso a 118 títulos de cursos a distância, todos gratuitos e com emissão de certificado. Para o aluno dos cursos do SENAR-PR, na prática, nada muda. O acesso ao catálogo de cursos da categoria EaD continua pelo site do Sistema FAEP/ SENAR-PR (sistemafaep.org.br), no menu “Cursos SENAR-PR” e “Educação a Distância”. Quando clicar neste link, o usuário, de forma automática, poderá conferir os cursos disponíveis. Para facilitar a navegação, as capacitações estão separadas em categorias: novos cursos, com tutoria, sem tutoria e matrículas abertas. Há a possibilidade de fazer um cadastro para receber, por email, novidades sobre novos cursos EaD. CONSELHO ADMINISTRATIVO Presidente Ágide Meneguette - FAEP Membros Titulares Rosane Curi Zarattini Nelson Costa Darci Piana Marcos Junior Brambilla Membros Supletes Livaldo Gemin Robson Mafioletti Ari Faria Bittencourt José Amauri Denck CONSELHO FISCAL Membros Titulares Sebastião Olímpio Santaroza Paulo José Buso Junior Carlos Alberto Gabiatto Membros Suplentes Ana Thereza da Costa Ribeiro Ciro Tadeu Alcântara Aparecido Callegari Superintendente Carlos A. Albuquerque SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DO PARANÁ Uma caminhada conjunta EDITORIAL ACONTECEU INFORMATIVO DA FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS AGRICULTORES FAMILIARES DO ESTADO DO PARANÁ Expediente Negociação do preço do tabaco A FETAEP e demais entidades representativas dos fumicultores assinaramprotocolocomaJTI,emjaneiro,reajustandoatabelade preço do tabaco da safra 2022/2023 em 30,17%, que é o índice apuradoduranteolevantamentodocustodeproduçãoemconjun- to. A JTI cumpriu com o protocolo assinado na safra passada, que estabeleciaareposiçãodocustodeproduçãoemantendoopercen- tualdeganhorealacordadonasafrapassada.Oacordosófoipossí- velpoisasentidadesmantiveramumintensodiálogoparaoavanço danegociação.Apesardoanúnciopositivoparaosprodutoresinte- gradoscomaJTI,nãohouveacordocomasoutrasnoveempresas, queserecusaramaassumirocustodeproduçãoeoferecemreajus- teabaixodosíndicesapurados.Asentidadescontinuamabertasà negociação com as demais empresas, considerando como ponto departidaavariaçãodocustodeproduçãoindividualemaisaade- quaçãonastabelasdasclassesqueestãodefasadas. RuaPiquiri,890–Rebouças Curitiba/PR (41)3149-9200 Presidente:MarcosBrambilla SecretáriodeFinanças:JoséAmauriDenck 1ªvice-presidente:IvoneFranciscadeSouza Secretário-geral:AlexandreLealdosSantos JornalistaResponsável:LarissaJedyn E-mail:imprensa@fetaep.org.br Projetográficoediagramação: ThapcomDesign+Ideias–www.thapcom.com Impressão:Lunagraf,(41)3045-7565| Tiragem:3milexemplares|Apoio:Senar-PR www.fetaep.org.br Nova data para implantar nota fiscal eletrônica Paraná elabora nova política pública para biogás e biometano OGovernodoParaná,pormeiodoSistemaEstadualdeAgricultura (Seagri),estáelaborandoumapolíticapúblicadeaproveitamento de forma intensiva de dejetos agropecuários com vistas à produ- ção de biogás e biometano e foco no hidrogênio verde. Um grupo de estudo avalia um plano que estabeleça uma política pública de aproveitamentoracionaleeficientedaspossibilidadesdeenergia renovável e busca ações de apoio e incentivo aos produtores rurais, dentro do escopo do Programa Paraná de Energia Rural Renovável (RenovaPR), que já apoia o financiamento de usinas sustentáveis.Anovapolíticaqueestimularáobiogáseobiometano epretendeampliarosbenefícioseestímulostantopelatributação incentivada como pela subvenção às taxas de juros dos financia- mentosrurais.Issopossibilitaráqueprodutores,agroindústriase cooperativasagropecuáriastenhammaioresatrativosparainsta- lar biodigestores em suas respectivas propriedades. A primeira versãoseráapresentadaemfevereiro,duranteoShowRural. A Receita Estadual do Paraná publicou, na terça-feira (20), adia para 1º de julho de 2023 a obrigatoriedade de produtores rurais emitirem Nota Fiscal de Produtor Eletrônica (NFP-e). A partir da novadata,quemfaturaatéR$200milporanoterádeemitiranota eletrônica ao comercializar para outros estados.Até lá, os produ- toresruraisqueseenquadramnessafaixadefaturamentopodem continuaremitindonotasfísicas–depapel–aovendersuaprodu- çãoagropecuáriaparaclientesdeforadoParaná. Paraná continua com maior piso salarial regional OSalárioMínimoRegionalparaosprodutoresruraisquenãotêm convenção municipal passa a ser de R$ 1.731,02, com validade a partir de 01 de janeiro de 2023. A proposta de reajuste e os novos valores do Salário Mínimo Regional, garantindo que o Paraná seguirácomomaiordopaís,foramaprovadasemreuniãoextraor- dinária do Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda (Ceter). No Paraná, são quatro faixas e haverá aumento real em todaselas. Naprimeira,queenglobatrabalhadoresagropecuários,florestais e da pesca, o salário salta para R$ 1.731,02, com ganho real de 1,06%. Os valores para os demais grupos são R$ 1.798,60 (setor deserviçosadministrativos,serviçosgerais,reparação,manuten- ção,vendedoresdocomércioemlojasemercados,etrabalhado- resdomésticos,umreajustede1,02%),R$1.859,19(empregados naproduçãodebenseserviçosindustriais,comganhode0,98%) eR$1.999,02(técnicosdenívelmédio,aumentode0,92%). O mínimo regional não se aplica aos empregados que têm o piso salarial definido em lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho,nemaosservidorespúblicos. AsdefiniçõesdoCeterserãoencaminhadasparaaProcuradoria- Geral do Estado (PGE) e Casa Civil e serão oficializadas em ato normativopeloGovernodoEstado. 2 3
  • 3. CAPA Chegou a hora do Show Rural Nesteano,FETAEPeSTTRsestãoesperandoaparticipação demaisdeseismilagricultoresfamiliaresnoevento, quedeveserumadasmaioresediçõesjárealizadas Primeiras edições do Show Rural Coopavel, em Cascavel. Feira completa este ano 35 edições. Registro do primeiro estande da Fetaep no evento, em 2006. No Barracão da Agroindústria Familiar, uma feira com produtos paranaenses variados e de qualidade. Show Rural Coopavel ocupa, atualmente, área de 720 mil m². A 35ª edição do Show Rural Coopavel, evento que abre oficialmente o calendário das grandes mostras brasileiras de tecnologias e inovações paraocampo,estánoar.São600empresasexpo- sitoras,25%delasdemultinacionais.Aexpectati- va de visitação em apenas cinco dias, de 6 a 10 de fevereiro,éde300milpessoasedevendasédeR$ 3,5bilhões.Omaiorpúblicoatéhojefoiregistrado em fevereiro de 2020, quando 298 mil pessoas passaram pelo evento. E o maior valor de comer- cialização dos expositores foi registrado no ano passado, com R$ 3,2 bilhões. “Nosso objetivo é levaraoprodutorruralomelhoreminformaçõese conhecimentos para que ele possa produzir mais e melhor, integrando também a sua propriedade aos conceitos da sustentabilidade”, afirma Dilvo Grolli, presidente da Coopavel, que promete uma ediçãodasmaioresjárealizadas. A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná (FETAEP) estará lá com sua equipe em campo, junto dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais (STTRs)edascaravanascommilharesdeagricul- tores familiares de todo o estado. Desde de 2005 aFETAEPparticipadoShowRural,antesdeforma maisregionalizada,comossindicatosdaRegional Oeste, algumas poucas caravanas, trazidas em carrosetratoreserecepçãodosprodutoresjunto da Emater. Depois vieram o estande, os ônibus, e onúmerodevisitantessófezaumentar,chegando aseismilpessoasembuscadeinformaçõesefor- mação sobre produção, automação, equipamen- tos, tecnologias Essa história cresceu tanto que acabou se confundindo com a evolução do próprio evento. “O Show Rural ajuda a estimular a criatividade e desperta novas ideias aos nossos produtores, ao apresentartecnologiasadequadasparacadatipo de produção, novas tecnologias, inovação e pos- sibilidades de geração de renda. Mostra as possi- bilidades para a produção agropecuária, seus serviços, as melhores experiências da extensão rural,apesquisa,aindústriabrasileiraquefocano atendimento aos agricultores, aos nossos produ- tores com seus equipamentos modernos com informações incríveis que podem modernizar e atualizar a vida no campo. Estamos caminhando juntodonossoprodutornosmelhoresambientes deproduçãoedeprospecçãodenegócios,apon- to de permitir o crescimento da agricultura fami- liar, que precisa se fortalecer e ter oportunidades paraficarnocampoefazeraquiloqueelasabede melhor: produzir alimentos de qualidade e abas- tecerapopulaçãocomseusalimentos”,comenta Marcos Brambilla, presidente da FETAEP. Em 2022, a FETAEP resolveu partir ainda mais para a prática, com um apoio real ao desen- volvimento da agricultura e da agroindústria familiar no evento. “Junto da Coopavel e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), construímos o Barracão da Agroindústria Familiar, que traz produtores do Paraná para apresentar, vender e fazer negócios na feira com oquehádemelhornanossaagroindústria.Esteé um posicionamento importante, que traz oportunidade para quem faz o campo mais rico, com produtos processados, agroindustrializados, com muita qualidade e condições de estar nas melhores lojas do ramo. Tudo feito com muito carinho e responsabilidade, com o apoio da assistência técnicaeacompanhamentodoIDR,oscursosdoSENARParaná,otrabalho debasedosSTTRsedaFETAEP.Sãoessasparceriasquepermitemmelho- resresultadosacadaano”,destacaopresidente,enfatizandoaimportância dotrabalhoconjuntodosgovernosfederaleestadualeórgãosrelacionados para o desenvolvimento da agropecuária no Paraná. 4 5
  • 4. v O QUE VOCÊ VAI VER POR LÁ CONHECIMENTO E APRENDIZADO Compartilhar conhecimento é aprender ainda mais. Para isso, o evento conta com a presença de grandes pesquisadores das mais diversas áreas da agricul- tura contribuem com informa- çõessobreadubação,biotecno- logia, sementes, potencial de produção, proteção de plantio, tratos culturais, híbridos, hortali- ças e outros, ao vivo com o público visitante. AGRICULTURA Novas cultivares, diversificação, extensão rural, inoculantes, manejo do solo, pes- quisa, proteção de plantas e tratos culturais para café, feijão, mandio- ca, milho, soja e sorgo. PECUÁRIA E MAIS Bem-estar animal, eficiência pro- dutiva nutricional, equipamentos e automação, genética animal, alimentação, sanidade animal e técnicas de manejo. CIÊNCIA Embrapa, Iapar, Emater, universidades públicas e privadas, empresas nacionais e internacionais estarão presentes com pesquisaseestudosquepodemmelho- rar e muito a vida no campo. SUSTENTABILIDADE Políticas sustentáveis, inovado- ras para recuperação solo, energia renováveis e preserva- ção ambiental. MEIO AMBIENTE Agroecologia, agricultura sustentá- vel, conservação do solo, energias alternativas, reciclagem, recuperação e proteção de nascentes e reflorestamento. VARIEDADE Apicultura,ervasmedicinais, fruticultura, indústria casei- ra, olericultura e em muitas outras áreas. INOVAÇÃO Automação, armazenagem e secagem de grãos, colheita- deiras,equipamentos,implemen- tos,irrigação,plantadeiras,semeadei- ras e tratores. Grandes oportunidades d e conexões para gerar inovação, em um ambiente de experimenta- ção, validação e demonstração de tecnologias que parecem do futuro, mas já estão disponíveis para uso. CRÉDITO E INVESTIMENTOS Parcerias com seguradoras, bancos e cooperativas de crédito com condições e linhas de crédito. ESTRUTURA A estrutura tem 720 mil m², com espaço para mais de 600 expo- sitores de diversas áreas e mais de 4 mil colaboradores. HISTÓRIA VIVA Em 1989 aconteceu o primeiro Show Rural Coopavel, chamado Dia de Campo. Sua duração era de apenas um dia e o público era formado principalmente por associados da Cooperativa. Nessa edição, o parque teve 15 empresas participantes e contou com um público de 110 visitantes. O grande marco do evento aconteceu em 1995, que passou a durar cinco dias e sua abrangência se tornou estadual. Nesse ano, passaram por aqui 10 mil pessoas que pude- ramverdepertoosequipamentoseprodutosde64expositores.Ao longodahistóriadoShowRuralCoopavelhouveampliaçõeseinves- timento em infraestrutura, o que permitiu ter um alcance maior de público e expositores a cada edição que acontecia. Atualmente, no segmentodeinovação,estaéamaiorfeiradaAméricaLatinaeestá entre as trêsmaioresdomundo. Para a secretária de Mulheres da FETAEP, Ivone Francisca de Souza, o Show Rural é uma grande oportunidade para todos, principalmente para as mulheres, para conquistar mais conhecimento e depois compartilhar com outras pessoas. “Tem muita coisa para ver, tem lições para aplicar na pro- priedade,soluçõesimportantesparaaproduçãodeorgânicoseensinamen- tos em agroecologia. É um grande espaço de conhecimento para as nossas mulheres”,ressalta.Elalembraaindaqueatecnologiaqueéapresentadano Show Rural mostra os caminhos da inovação e do desenvolvimento das propriedades, que pode impactar na vida das famílias do campo, trazendo mais autonomia financeira e melhores condições. NaopiniãodeAlexandreLeal,secretáriodeJovensdaFETAEP,ajuventu- de,pornatureza,seadaptafacilmenteàtransformação,àinovação,estáem busca de novos conhecimentos e disposta a colocá-los em prática. “Como a FETAEP e seus sindicatos trabalham incentivando a sucessão rural na agri- cultura familiar, nosso propósito ao estimular sua ida ao evento é que eles busquem conhecimento, levem para casa e junto de seus pais apliquem nas propriedades,incentivandoaproduziralimentosetornarocampoumproje- to de vida viável”, comenta ele, lembrando que, nesteano,estãoprogramadosoFestivalEstadual da Juventude em março, o Festival Nacional da Juventude, em abril, e a Marcha das Margaridas emagosto,todoscomobjetivodeuniredesenvol- veraindamaisjovensemulheresdocampo. SegundoosecretáriodeFormaçãodaFETAEP, José Amauri Denck, participar de eventos como o ShowRural,quecontamcomexposições,demons- traçõesepalestras,émuitoimportantepelocaráter formativo e informativo dessas atrações. “Nossos produtoresruraisentramemcontatocomoquehá demaismodernoemtermosdetecnologia,pesqui- sas e soluções inovadoras que podem ser adapta- dasàrealidadedaspropriedades.Éumaprendiza- dovalioso,quepodemostrarnovoscaminhospara aproduçãoeparaosnegócios”,comenta. Mais de 600 expositores nacionais e internacionais participam deste que é um dos maiores eventos agropecuários do país. Fetaep, em parceria com a Coopavel e o IDR-PR, construiu e inaugurou em 2022 o Barracão da Agroindústria Familiar 6 7
  • 5. NOVO GOVERNO Agricultura Familiar tem Ministériopróprio vORTIGARA SE MANTÉM NA SEAB Mapa OMinistériodaAgricultura,por sua vez, será comandado por CarlosFávaro.Segundooministro, o MAPA e o Ministério do Desen­ volvimento Agrário e Agricultura FamiliareodaPescaeAquicultura vão atuar juntos apesar do des- membramento, vão trabalhar em sintonia. “Vamos trabalhar juntos, atéporquenãodápradissociar.Se a Pesca e Aquicultura precisa de Vigilância Sanitária, é o MAPA quem faz. O mesmo com a AgriculturaFamiliar.AConabserá transversal para os dois ministé- rios [Agricultura e Desen­ volvimento Agrário]. Portanto, é comracionalidadeecompriorida- de para o Plano Safra financiar a agriculturafamiliar,dospequenos e médios produtores. O grande empresário, o grande produtor rural,buscarecursosnomercado internacional, no mercado de capital, recursos com juros bem acessíveis e que o viabilizam. Assim,oBNDESvaivoltaratraba- lhar com investimento para pequenos, médio e grandes pro- dutores”, comentou o ministro, ementrevistaaoCanalRural. O governador reeleito do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD),manteve,paraseunovomandatoapartirde2023,Norberto Ortigara como secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento,cargoqueocupahá12anos. Emnota,ogovernoestadualinformaque,àfrentedapasta,Ortigara “foi um dos principais responsáveis para que o Paraná obtivesse o certificadodeárealivredeaftosasemvacinação”,alémde“território livre de peste suína clássica”.Segundo o governo paranaense, isso possibilitouaexpansãodosmercadosparaaproteínaanimalprodu- zida no Paraná.Além disso, o atual titular da pasta da Agricultura também ajudou a “consolidar a parceria com as cooperativas e alcançar o patamar de maior produtor de proteína animal do País, alémdereferênciaemproduçãodeorgânicosesustentabilidadeno campo”. Oobjetivo,emseunovomandato,édarcontinuidadeaprogramasde sucesso,comoaofertadefinanciamentoabaixocustodepequenos produtores, no âmbito do Banco do Agricultor, a pavimentação de estradasrurais(EstradasdaIntegração),oincentivoaocooperativis- mo (Coopera Paraná) e o uso de fontes de energia renovável, no programaRenovaParaná. A agricultura familiar conquistou, enfim, o seu próprio ministério. Luiz Paulo Teixeira Ferreira assumiu o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, responsável pelas ações de reforma agrária, regulariza- ção fundiária, regularização de territórios quilombolas, cadastro de imóveis rurais e educação do campo. O órgão tem como competências também a promoçãodapolíticaagrícola,assistênciatécnica,associativismo,cooperati- vismoeoutrasaçõesdestinadasàagriculturafamiliar.Apastafoirecriadapor meiodaMedidaProvisórianº1.154de2023. AestruturadonovoministériofoidefinidapeloDecretonº11.338de2023. Estão vinculados ao órgão a Agência Nacional de Assistência Técnica e ExtensãoRural(Anater),aCentraisdeAbastecimentodeMinasGerais(Ceasa Minas), a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Instituto NacionaldeColonizaçãoeReformaAgrária(Incra). Durante a solenidade de posse do novo ministro, o vice-presidente da República Geraldo Alckmin destacou a importância da reforma agrária e do trabalhonocampo,comaproduçãodealimentos,aagroecologiaeapreserva- çãodomeioambiente.Eleassumiucompromissodeapoiaroassociativismo, ocooperativismoeaagregaçãodevalor,pormeiodasagroindústrias. Paulo Teixeira ressaltou a necessidade de resgatar o papel do Estado Brasileiro,quedevepromoveroacessoàterraeaofertadealimentosdequali- dade na mesa dos brasileiros. Ele salientou que o direito à terra passa pela garantia de uma série de outras políticas sociais, como mobilidade, energia elétrica,habitação,acessoàinternet,água,educação,entreoutros. A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) recebeu há duas semanas em sua sede o ministrodoDesenvolvimentoAgrárioeAgriculturaFamiliar,paradiscutirsobre aestruturadonovoMinistério,oorçamentoparagarantirprogramasepolíticas para a categoria e o permanente diálogo entre a Confederação e essa pasta estratégicadogovernofederal. “A reforma agrária, o incentivo à organização de cooperativas e asso- ciações, o estímulo à industrialização na produção, a assistência técnica amplaedequalidade,aproduçãoagroecológica, a recuperação do meio ambiente, internet no campoecréditoruralestãoentreasnossasprio- ridades. Todas essas políticas terão um olhar muito especial para as mulheres e para a juven- tude”, frisou Paulo Teixeira. O presidente da CONTAG, Aristides Santos, além de destacar a importância de ser garantido peloMinistério,umPlanoSafra/2023daAgricultura Familiar,aindafirmouqueaConfederaçãobuscará manterumamplodiálogocomoMinistério. “Ministro Paulo Teixeira, em nome da recons- trução do Brasil, o Sistema Confederativo (Sindicatos, Federações e CONTAG) manterá um diálogo permanente com toda a estrutura do Ministério, sempre levando a pauta das 27 Federações e dos seus quase 4 mil Sindicatos filia- dos,nabuscadeencontrarmelhorescaminhosde transformaçãodocampo.” Sistemaconfederativojásereuniu comPauloTeixeira,quecomandaa pasta,emanterádiálogopara construirnovoscaminhospara atransformaçãonocampo Carlos Fávaro está à frente do MAPA Luiz Paulo Teixeira Ferreira assumiu o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar. 8 9
  • 6. Eu,ClaudineideCarli,oClaudiodeAstorga,comomuitosconhecem,e,agora,oClaudio daFETARP,começooanoeaconversadesejandoatodosetodasumfeliz2023.Agradeçoa Deus,acimadetudo,àminhafamíliaeàfamíliasindicalporestarmosvivendoestemomento epodendoexercerademocracia,tantonaeleiçãodaFETARP,quantonaeleiçãopartidária de 2022. Nossa luta é constante e o trabalho é construído por várias mãos: de dirigentes sindicais,dasequipesdetrabalhonossindicatos,dasfederaçõesedasconfederações,sem esquecer dos nossos associados e associadas, da agricultura familiar e os assalariados e assalariadosrurais. Somossabedoresdosdesafiosquetemosem2023,quandodevere- mosresgataranossarepresentação,ocuparnossosespaçoserecupe- rar os nossos direitos - como da previdência social e da reforma traba- lhista-,terpolíticassociaisquegarantamavalorizaçãodosrurais.São desafiosparatodasasliderançassindicais,quedevemfazervaleraética sindicalcomrespeitoaosistemaconfederativo,sindicatos,federa- ções,confederaçõesedanossacentralCTB.Precisamosfor- talecer as nossas regionais, coibir os sindicatos que não cumpremosseusestatutoseusamdocargonosindicato parabenéficopróprio. O desafio é fazer cumprir as leis vigentes, sejam elas constitucionais ou estatutárias, e respeitar as decisões dos congressos sindi- cais, dos coletivos do movimento sindical, das assembleias das federações e dos STTRs. AFETARPParanáficaàdisposiçãodossindicatos específicosedossindicatosecléticos,comagra- decimento à nossa diretoria, aos nossos asso- ciados e associadas, ao ex-presidente Carlos Gabiatto,pelaconduçãodaFETARPParanáaté 2022. Agora a FETARP é um compromisso de todosetodasqueestãonadireçãodomovimen- tosindical. Forteabraçoatodos! Claudinei de Carli PresidentedaFETARP v CONHEÇA A NOVA DIRETORIA DA FETARP Federação representa atualmente mais de 300 mil assalariados no PR COM A PALAVRA, A FETARP Os desafios do novo ano Claudinei de Carli e Carlos Gabiatto Nova diretoria da FETARP Fotos da posse da nova diretoria da FETARP, em Curitiba AnovadiretoriadaFederaçãodosTrabalhadores Assalariados Rurais do Estado do Paraná (FETARP) tomou posse em novembro passado paraomandato2022–2026.Afederaçãorepre- sentaatualmentemaisde300milassalariadosno Paraná. A nova diretoria é formada pelo presidente Claudinei de Carli; o secretário geral Marcos Antonio de Oliveira; o secretário de Finanças e Administração Carlos Alberto Gabiatto; os suplentes da diretoria Fábio Henrique Amude, Daniel Alves de Quadros e Edivania Cajueiro dos Santos; o Conselho Fiscal, formado por João Sabatine, Ozatir Ribeiro Soares e Julmar Souza Dias, além dos suplentes Antonio Alves Lopes, ElieteAparecidaRosaeElainePaggiAmude. Participaram do evento o ex-presidente Carlos Gabiatto,opresidentedaContarGabrielBezerra Santos, o presidente eleito da FETARP Claudinei de Carli, a Procuradora-chefe do MPT PR em exer- cícioCristianeLopes,odeputadofederalEnioJosé Verri, a Secretária de Meio Ambiente da CONTAG Sandra Paula Bonetti, o presidente da FETAEP Marcos Brambilla, e o presidente da CTB Paraná AlexandreHúngarodaSilva. Segundo Carlos Gabiatto, que deixa a presidência, massemantémnadiretoriadafederação,aFetarp tem como objetivo ser a voz dos trabalhadores ruraisemtodooestadoequedeveseguirnadefesa dosdireitosebuscarmelhorescondiçõesdetraba- lho. O presidente empossado Claudinei de Carli confirmouseucompromissocomostrabalhadores rurais e a necessidade de ações contundentes em defesadoshomensedasmulheresquetrabalham no campo. Para a procuradora do MPR PR, entida- de que trabalha diretamente no combate dos abu- sosdasrelaçõesdetrabalho,destacaqueocampo é ainda o lugar onde se tem, no Brasil, mais relatos detrabalhosemcondiçõesanálogasàescravidão equeotrabalhodaFetarpéfundamentalparaque se desfaçam essas injustiças. “Vocês estão lá no campo,juntoaessaspessoas,comacoragemeo compromissodemelhorarascondiçõesdetraba- lho”,elogiaCristiane. Para Verri, o momento é de mobilização. “Nós precisamosnosarticularedefenderanossagen- te.” Sandra Bonetti e Alexandre Húngaro, por sua vez, veem o momento com otimismo, mas concordam com a militância e o trabalho sérios para defender os direitos e os interesses das mulheres e dos homens no campo. Marcos Brambilla, que preside a Federação dos TrabalhadoresRuraisAgricultoresFamiliaresdo Paraná(FETAEP),encerrouacerimôniacomum resgate histórico das instituições parceiras, que caminham juntas em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras do campo. 10 11