SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
SISTEMA IIMMMMOOBBIILLIIZZEERR // FFIIAATT CCOODDEE 
GENERALIDADES 
Visando maior proteção tentativas de furto, os veículos foram dotados de um dispositivo eletrônico 
de travamento do motor, denominado sistema “CODE” que se ativa automaticamente retirando-se a chave 
do comutador de ignição. As chaves são dotadas de um dispositivo que transmite um sinal em código para a 
central de “CODE” que somente se reconhecido permite a partida do motor. 
1. CONSTITUIÇÃO: 
O sistema CODE (immobilizer) é constituído por: 
1) Indicador ótico CODE (painel). 
2) Antena específica no comutador de ignição; 
3) Central CODE; 
4) Chaves eletrônicas (três ou quatro, de acordo com 
o modelo do veículo) que contém o dispositivo que 
transmite um código eletrônico; 
5) Central de injeção eletrônica do motor (A – álcool e 
gasolina; B e C – diesel) e linha serial de comunicação 
com a central de CODE; 
6) CODE CARD com o código secreto para o procedimento 
de partida de emergência; 
Localização da Central CODE 
Abaixo da coluna de direção, opcional 
nos 1.0/1.5 e de linha em todos 1.6 
A partir de 2000 em todos 
2. FUNCIONAMENTO 
O sistema CODE habilita o funcionamento da central de injeção eletrônica mediante uma troca de códigos. 
Quando a chave esta em MARCHA (+15) a central de injeção envia uma solicitação de código a 
central CODE; esta responde e envia um código secreto somente após ter reconhecido (mediante a antena) 
uma chave eletrônica, introduzida no comutador de ignição. 
Recebido o código, a central de injeção compara-o com o código principal (Master CODE) 
memorizado. 
Se o controle do código for positivo, a central de injeção comuta para a condição de permissão de 
partida do motor.
D É taxativamente proibido efetuar trocas de centrais de injeção eletrônica entre veículos para verificar 
sua eficiência. 
D Durante o diagnóstico, antes de substituir a central de injeção, certificar-se que a mesma esteja 
realmente ineficiente, visto que, uma vez alimentada, a nova central memoriza o código principal, 
tornando-a inutilizável em outros veículos. 
3. MEMORIZAÇÃO DAS CHAVES 
O sistema permite a memorização de no mínimo 2 (duas) e no máximo 7 (sete) chaves, além 
da chave MESTRA. 
O procedimento de memorização das chaves é dividido em duas fases na seqüência: 
Primeiramente o código secreto das chaves eletrônicas é memorizado na central de CODE e em 
seguida, automaticamente, a central CODE comanda a memorização do código principal na Centralina do 
sistema de injeção. 
A seguir, detalhamos os quatro procedimentos passo a passo de memorização das chaves: 
A . COM SISTEMA VIRGEM (E.C.U IAW e CODE): 
Por sistema virgem entende-se a presença simultânea, no veículo, de uma central de injeção e uma central 
de CODE que não tem nenhum código gravado. 
- Procedimento passo a passo de memorização das chaves 
D Neste momento, devem ser memorizados TODAS as chaves em poder do usuário 
1. Introduzir no comutador de ignição a chave MESTRA na disposição STOP; 
2. Girar a chave MESTRA na posição Marcha (+15). 
O indicador ótico CODE se acende por 0,7 Seg.; 
3. Ao apagar o indicador ótico CODE, girar a chave MESTRA na posição STOP; 
Dentro de 10 segundos: 
4. Retirar a chave MESTRA do comutador de ignição; 
5. Introduzir uma nova chave (azul) na ignição e gira-la para posição MARCHA (+15). 
O indicador ótico CODE acende por 0,7 Seg. 
6. Ao apagar o indicador ótico CODE, girar a chave na posição STOP;Dentro de 10 segundos: 
7. Retirar a chave do comutador de ignição; 
8. Introduzir uma nova chave (azul) na ignição e gira-la para posição MARCHA (+15) 
O indicador ótico CODE acende por 0,7 Seg. 
9. Ao apagar o indicador ótico CODE, girar a chave na posição STOP; 
10. Introduzir todas as outras chaves a serem memorizadas, repetindo este procedimento; 
11. Após girar a última chave a ser codificada para a posição STOP; 
Dentro de 10 segundos: 
12. Retirar a chave do comutador de ignição: 
13. Introduzir a chave MESTRA na ignição e gira-la para a posição MARCHA (+15). 
O indicador ótico CODE acende por 0,7 Seg. 
14. Ao apagamento do indicador ótico CODE, girar a chave MESTRA na posição STOP. 
Após este procedimento, complete a memorização da seguinte forma: 
15. Girar a chave MESTRA na posição MARCHA (+15) e mante-la nesta posição por cerca de 3 segundos: 
· O indicador ótico CODE se acende por 0,7 seg., e apaga definitivamente, indicando que o procedimento 
de memorização das chaves foi realizado corretamente; 
· O indicador ótico CODE se acende por 0,7 seg. e começa a piscar após cerca de 2 segundos, indicando 
que o procedimento não foi realizado corretamente. 
Neste caso, repetir o procedimento desde o inicio. 
O procedimento de memorização das chaves com sistema virgem não obterá resultado positivo nos seguintes 
casos: 
· Introdução de uma mesma chave por 2 vezes consecutivas;
· Uma fase de chave em marcha (+15) durar mais que 2 seg. , após o indicador ótico CODE apagar; 
· Uma fase de chave em stop durar mais que 10 segundos. 
Após a memorização, certificar-se que todas as chaves dêem partida no motor. Se alguma chave 
não funcionar, repetir o procedimento de memorização das chaves. 
B. COM CENTRAL DE CODE VIRGEM E CENTRAL DE INJEÇÃO NÃO VIRGEM 
Para este procedimento de memorização repetir o procedimento descrito anteriormente 
C. COM CENTRAL DE CODE E CENTRAL DE INJEÇÁO NÃO VIRGENS 
Para este procedimento de memorização repetir o procedimento descrito anteriormente, e deve ser 
realizado quando da substituição de alguma chave. 
O procedimento permite a memorização de até 08 chaves. 
D Ao adicionar uma nova chave, é necessário a rememorização de todas as chaves já existentes, uma vez 
que as chaves não utilizadas durante este procedimento serão canceladas da memória. 
D. COM CENTRAL DE CODE NÃO VIRGEM E CENTRAL DE INJEÇÃO VIRGEM 
Para este procedimento de memorização basta girar uma chave na posição MARCHA (+15), após ter 
controlado a correta funcionabilidade da central CODE. 
4. DIAGNOSE 
Quando o indicador ótico CODE permanecer aceso continuamente com chave de ignição em 
MARCHA (+15), os problemas podem ser os seguintes: 
® Chave não reconhecida pela central de CODE; 
® Linha serial não ligada; 
® Procedimento de rememorização das chaves feito incorretamente (ou interrompido). 
· Diagnose com CHECK-UP 1 
Através do CHECK-UP 1 é possível levantar os seguintes parâmetros: 
® PARTIDA PERMITIDA / NÃO PERMITIDA 
Indica que a central de injeção eletrônica reconheceu (ou não) o código, permitindo (ou não) a 
partida do motor. 
® ESTADO DE CHAVE ELETRÔNICA PROGRAMADA / NÃO PROGRAMADA 
A indicação NÃO PROGRAMADA, significa que ambas as centrais de injeção e CODE não 
possuem nenhum código memorizado – ECU não codificada. 
® ERRO DE CHAVE ELETRÔNICA 
Quando é diagnosticado, o erro pode ser distinguido em presente ou intermitente. 
Prosseguindo no diagnóstico, é possível discriminar se o erro é devido a trocas de centrais de injeção ou mal 
funcionamento dos componentes do sistema. 
® PARTIDA DE EMERGÊNCIA 
O procedimento de partida de emergência permite ligar o motor se por acaso existirem problemas no 
sistema CODE (central CODE defeituosa, chaves inutilizáveis, etc.) 
Tal procedimento pode ser efetuado com o CHECK-UP 1 ou via pedal do acelerador. 
- CODE CARD 
No code card, que é fornecido com o veículo, está gravada o eletronic code. Este código de 5 
dígitos deverá ser utilizado para o procedimento de partida de emergência, com CHECK-UP 1 ou através do 
pedal do acelerador.
A. PARTIDA DE EMERGÊNCIA COM CHECK-UP 1 
O procedimento é ativado digitando-se nas teclas do CHECK-UP 1, o código de 5 dígitos 
(ELETRONIC CODE), gravado no CODE CARD. 
Após uma partida de emergência, colocando a chave em STOP, a central de injeção retorna à 
condição de travamento da partida do motor. 
Portanto, para uma nova partida no motor, é necessário realizar novamente o procedimento de partida 
de emergência. 
B. PARTIDA DE EMERGÊNCIA COM O PEDAL DO ACELERADOR 
1. Ler no code card o código eletrônico de 5 dígitos 
2. Colocar a chave de ignição em marcha, pressionar e manter pressionado o pedal do acelerador; o 
indicador ótico da injeção acende por 4 seg. e em seguida se apaga e se acende por outros 4 seg. 
3. Quando o indicador ótico se apagar, soltar o pedal do acelerador; 
4. Soltando o pedal do acelerador, o indicador ótico começa a lampejar; 
5. Após um número de lampejos igual ao primeiro digito do código lido no code card, pressionar a fundo e 
manter pressionado o pedal do acelerador; 
6. O indicador ótico da injeção se acende novamente por 4 seg. para depois apagar-se (primeiro digito 
aceito) 
7. Quando o indicador ótico apaga, soltar o pedal do acelerador; 
8. Repetir as operações dos pontos 4,5,6 e 7 para os dígitos restantes do código. 
9. Soltando o pedal após o último digito, o indicador ótico lampejará por 4 seg. para indicar que o código 
foi aceito, ou permanecerá aceso indicando que o código foi rejeitado, neste caso retornar a chave ao 
STOP e repetir todas as operações. 
D Após o código ter sido aceito, a central eletrônica permite a partida do motor por um período de 10 
min. 
D Se não for observada a partida do motor, a ECU retorna à posição de CODE ATIVADO. 
6. ESQUEMA ELÉTRICO 
· LEGENDA DOS COMPONENTES 
15 – MASSA DA BATERIA 
17 – BATERIA 
26 – NÓ DE DERIVAÇÃO 
39 – CENTRAL DE DERIVAÇÃO (CAIXA DE 
FUSÍVEL) 
50 – QUADRO DE INSTRUMENTOS 
V – INDICADOR ÓTICO DE CODE 
51 – COMUTADOR DE IGNIÇÃO 
184 – MASSA DE POTÊNCIA 
185 – MASSA ELETRÔNICO 
216 – CENTRAL DE INJEÇÃO-IGNIÇÃO IAW 
231 – CONECTOR DO CHICOTE CIANTEIRO 
COM O CHICOTE DA INJEÇÃO (1995) 
270 – CONECTOR DO CHICOTE DIANTEIRO 
COM O CHICOTE DA INJEÇÃO (1756) 
295 – CONECTOR DO CHICOTE DIANTEIRO COM O 
CHICOTE DO PAINEL 
455 – CENTRAL DO FIAT CODE 
456 – ANTENA DO FIAT CODE 
ND – NÓ DE DERIVAÇÃO.
FIAT CODE 
FIAT CODE: CODIFICAÇÃO DA CHAVE 
ELETRÔNICA FIAT 
1 - Reuna todas as chaves que se deseja que dêem partida ao motor (mínimo de 3 chaves sendo, 2 azuis e a 
mestra chave vermelha); 
2 - Insira a chave VERMELHA e vire a chave para a posição MAR;. 
3 - A lâmpada indicadora CODE irá se acender e logo em seguida se apagará; 
4 - Logo que a lâmpada CODE se apague, retire a chave VERMELHA num prazo máximo de dois segundo 
(2s); 
5 – Retire a chave VERMELHA, insira 1 chave AZUL e vire a chave de ignição para a posição MAR em um 
prazo máximo de dez segundos (10s); 
6 - A lâmpada indicadora CODE irá se acender e logo em seguida se apagará; 
7 - Remova a 1º chave e insira a 2a chave obedecendo os prazos de tempo: 2s para 
remover a chave e 10s para inserir a próxima chave; 
8 - Vire a chave: a lâmpada indicadora CODE irá se acender e logo em seguida se apagará 
9 - Repita o procedimento 7 e 8 para as demais chaves até um máximo de sete chaves; 
10 - Após a última chave a ser codificada, insira novamente a CHAVE VERMELHA e vire a chave para a 
posição MAR 
11 - A lâmpada indicadora CODE irá se acender e logo em seguida se apagará. encerrando a codificação; 
12 - Teste todas as chaves
SUBSTITUIÇÀO DO CILINDRO DE IGNIÇÃO DE UM VEÍCULO FIAT 
COM SISTEMA IMOBILIZADOR (Fiat CODE) 
Para este procedimento, será necessário ter em mãos a chave mestra (chave vermelha ou 
marrom ) que acompanha o sistema code. 
· Proceda normalmente a substituição do cilindro de ignição; 
· Reuna todas as novas chaves do veículo (1 chave vermelha que servirá de chave 
mestra e 2 novas chaves azuis); 
· Abra, com o auxilio de urna pequena chave de fenda, a futura chave mestra. No 
interior você verá uma pequena peça em cor grafite, é o transponder - retire-o e guarde 
em algum local; 
· Retire o transponder da antiga chave mestra e monte na futura chave mestra tomando 
o cuidado de manter a posição de montagem. 
· Feche a nova chave mestra e proceda a codificação das novas chaves.
TESTE DE CENTRAL DE INJEÇÃO 
COM SISTEMA 
FIAT CODE INSTALADO-MUITO 
CUIDADO! 
Se você possui em sua oficina um veículo FIAT' com sistema imobilizador (existe uma 
lâmpada CODE no painel de instrumentos). E pretende substituir a U.C.E. da injeção 
eletrônica, pois suspeita de urna falha, é aconselhável que siga este procedimento: 
1) Remova o fusível de proteção do sistema CODE ou para maior segurança em caso de 
dúvida, desconecte eletricamente a unidade CODE; 
2) Proceda a substituição da U.C.E. da injeção eletrônica por outra virgem ou sem código 
e laça um teste de funcionamento do veículo; 
3) Caso tenha confirmado a falha da U.C.E. reconecte a central CODE. A primeira 
partida codificará a nova central.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 20153.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015Geraldo Sebastian
 
Apostila injeção eletronica 2001 bosh
Apostila injeção eletronica 2001 boshApostila injeção eletronica 2001 bosh
Apostila injeção eletronica 2001 boshwilliammagalhaes
 
Fiat punto linha 2008 - 1.4 8 v flex - sistema magneti marelli iaw 4df
Fiat punto   linha 2008 - 1.4 8 v flex - sistema magneti marelli iaw 4dfFiat punto   linha 2008 - 1.4 8 v flex - sistema magneti marelli iaw 4df
Fiat punto linha 2008 - 1.4 8 v flex - sistema magneti marelli iaw 4dfAlberto Henrique Pir Junior
 
Diag falhaseletronicas-140824113202-phpapp02 (1)
Diag falhaseletronicas-140824113202-phpapp02 (1)Diag falhaseletronicas-140824113202-phpapp02 (1)
Diag falhaseletronicas-140824113202-phpapp02 (1)Ruberli de Lima
 
Euro 5 entenda como funciona essa nova tecnologia
Euro 5 entenda como funciona essa nova tecnologiaEuro 5 entenda como funciona essa nova tecnologia
Euro 5 entenda como funciona essa nova tecnologiaLM Frotas
 
Alimentação da injeção eletrônica e seus defeitos
Alimentação da injeção eletrônica e seus defeitosAlimentação da injeção eletrônica e seus defeitos
Alimentação da injeção eletrônica e seus defeitosFabio Silva Oliveira
 
Fiat siena 1,4 tetrafuel esquema eletrico painel com body computer
Fiat siena 1,4 tetrafuel esquema eletrico painel com body computerFiat siena 1,4 tetrafuel esquema eletrico painel com body computer
Fiat siena 1,4 tetrafuel esquema eletrico painel com body computerAutomecanicadanielBi
 
L 2638 modulo controle splyt
L 2638 modulo controle splytL 2638 modulo controle splyt
L 2638 modulo controle splytEdivaldo Veronese
 
150434001 r3 1 1 manual alarme l2004-cs e exact plus
150434001 r3 1 1 manual alarme l2004-cs e exact plus150434001 r3 1 1 manual alarme l2004-cs e exact plus
150434001 r3 1 1 manual alarme l2004-cs e exact plusGlaudson Filho
 
Ms.37. esquema electrico. version de idioma. edicion 1
Ms.37. esquema electrico. version de idioma. edicion 1Ms.37. esquema electrico. version de idioma. edicion 1
Ms.37. esquema electrico. version de idioma. edicion 1Maik700
 
Esquemas+de+pinagem+de+ecu +nacional
Esquemas+de+pinagem+de+ecu +nacionalEsquemas+de+pinagem+de+ecu +nacional
Esquemas+de+pinagem+de+ecu +nacionalAutorepairdiagnostic
 
Codigos falha vw constelation
Codigos falha vw constelationCodigos falha vw constelation
Codigos falha vw constelationGeraldo Sebastian
 

Mais procurados (20)

3.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 20153.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
3.0 denso i art-euro 6_2013 a 2015
 
Apostila injeção eletronica 2001 bosh
Apostila injeção eletronica 2001 boshApostila injeção eletronica 2001 bosh
Apostila injeção eletronica 2001 bosh
 
Fiat punto linha 2008 - 1.4 8 v flex - sistema magneti marelli iaw 4df
Fiat punto   linha 2008 - 1.4 8 v flex - sistema magneti marelli iaw 4dfFiat punto   linha 2008 - 1.4 8 v flex - sistema magneti marelli iaw 4df
Fiat punto linha 2008 - 1.4 8 v flex - sistema magneti marelli iaw 4df
 
Diag falhaseletronicas-140824113202-phpapp02 (1)
Diag falhaseletronicas-140824113202-phpapp02 (1)Diag falhaseletronicas-140824113202-phpapp02 (1)
Diag falhaseletronicas-140824113202-phpapp02 (1)
 
Euro 5 entenda como funciona essa nova tecnologia
Euro 5 entenda como funciona essa nova tecnologiaEuro 5 entenda como funciona essa nova tecnologia
Euro 5 entenda como funciona essa nova tecnologia
 
Manual de sintomas e falhas
Manual de sintomas e falhasManual de sintomas e falhas
Manual de sintomas e falhas
 
Alimentação da injeção eletrônica e seus defeitos
Alimentação da injeção eletrônica e seus defeitosAlimentação da injeção eletrônica e seus defeitos
Alimentação da injeção eletrônica e seus defeitos
 
Sensores de flujo de aire
Sensores de flujo de aireSensores de flujo de aire
Sensores de flujo de aire
 
Fiat siena 1,4 tetrafuel esquema eletrico painel com body computer
Fiat siena 1,4 tetrafuel esquema eletrico painel com body computerFiat siena 1,4 tetrafuel esquema eletrico painel com body computer
Fiat siena 1,4 tetrafuel esquema eletrico painel com body computer
 
dr ecus null-1.pdf
dr ecus null-1.pdfdr ecus null-1.pdf
dr ecus null-1.pdf
 
L 2638 modulo controle splyt
L 2638 modulo controle splytL 2638 modulo controle splyt
L 2638 modulo controle splyt
 
Manual obd ii
Manual obd iiManual obd ii
Manual obd ii
 
150434001 r3 1 1 manual alarme l2004-cs e exact plus
150434001 r3 1 1 manual alarme l2004-cs e exact plus150434001 r3 1 1 manual alarme l2004-cs e exact plus
150434001 r3 1 1 manual alarme l2004-cs e exact plus
 
Ms.37. esquema electrico. version de idioma. edicion 1
Ms.37. esquema electrico. version de idioma. edicion 1Ms.37. esquema electrico. version de idioma. edicion 1
Ms.37. esquema electrico. version de idioma. edicion 1
 
Tabela resistencia
Tabela resistenciaTabela resistencia
Tabela resistencia
 
Falla en j1939
Falla en j1939Falla en j1939
Falla en j1939
 
Iveco euro 3 bosch ms6
Iveco euro 3 bosch ms6Iveco euro 3 bosch ms6
Iveco euro 3 bosch ms6
 
Esquemas+de+pinagem+de+ecu +nacional
Esquemas+de+pinagem+de+ecu +nacionalEsquemas+de+pinagem+de+ecu +nacional
Esquemas+de+pinagem+de+ecu +nacional
 
Codigos falha vw constelation
Codigos falha vw constelationCodigos falha vw constelation
Codigos falha vw constelation
 
Diagrama do motor isb
Diagrama do motor isbDiagrama do motor isb
Diagrama do motor isb
 

Destaque

Eletricidade básica automotiva
Eletricidade básica automotivaEletricidade básica automotiva
Eletricidade básica automotivaHeadri Zaus
 
Tabela de Códigos de Falhas OBD2 P0001 A P18273
Tabela de Códigos de Falhas OBD2 P0001 A P18273Tabela de Códigos de Falhas OBD2 P0001 A P18273
Tabela de Códigos de Falhas OBD2 P0001 A P18273Geraldo Sebastian
 
60355464 connect autorradio-palio-fl4-2012
60355464 connect autorradio-palio-fl4-201260355464 connect autorradio-palio-fl4-2012
60355464 connect autorradio-palio-fl4-2012Dairone Alves
 
Me0043 remap-ii-carga-1
Me0043 remap-ii-carga-1Me0043 remap-ii-carga-1
Me0043 remap-ii-carga-1edperon59
 
Should I Participate in a Clinical Trial?
Should I Participate in a Clinical Trial?Should I Participate in a Clinical Trial?
Should I Participate in a Clinical Trial?Summit Health
 
What you should know about clinical trials
What you should know about clinical trialsWhat you should know about clinical trials
What you should know about clinical trialsMesotheliomaHelp.org
 
Os 20 principais mantras da inovação
Os 20 principais mantras da inovaçãoOs 20 principais mantras da inovação
Os 20 principais mantras da inovaçãoinnoscience_
 
Apresentação injeção eletronica
Apresentação injeção eletronicaApresentação injeção eletronica
Apresentação injeção eletronicartcomercio
 
Como funciona o sensor hall
Como funciona o sensor hallComo funciona o sensor hall
Como funciona o sensor hallAntonio Cezar
 
Aje - Catálogo Produtos
Aje - Catálogo ProdutosAje - Catálogo Produtos
Aje - Catálogo ProdutosMapple Furacão
 

Destaque (20)

Eletricidade básica automotiva
Eletricidade básica automotivaEletricidade básica automotiva
Eletricidade básica automotiva
 
Tabela de Códigos de Falhas OBD2 P0001 A P18273
Tabela de Códigos de Falhas OBD2 P0001 A P18273Tabela de Códigos de Falhas OBD2 P0001 A P18273
Tabela de Códigos de Falhas OBD2 P0001 A P18273
 
Palio reles
Palio relesPalio reles
Palio reles
 
60355464 connect autorradio-palio-fl4-2012
60355464 connect autorradio-palio-fl4-201260355464 connect autorradio-palio-fl4-2012
60355464 connect autorradio-palio-fl4-2012
 
Manual de Instalação Moldura 2DIN Autoplast Palio Weekend / Strada / Siena EL...
Manual de Instalação Moldura 2DIN Autoplast Palio Weekend / Strada / Siena EL...Manual de Instalação Moldura 2DIN Autoplast Palio Weekend / Strada / Siena EL...
Manual de Instalação Moldura 2DIN Autoplast Palio Weekend / Strada / Siena EL...
 
Me0043 remap-ii-carga-1
Me0043 remap-ii-carga-1Me0043 remap-ii-carga-1
Me0043 remap-ii-carga-1
 
Should I Participate in a Clinical Trial?
Should I Participate in a Clinical Trial?Should I Participate in a Clinical Trial?
Should I Participate in a Clinical Trial?
 
Passo a Passo Instalacao da Moldura 2 DIN S10 / Blazer 95-00 - Autoplast
Passo a Passo Instalacao da Moldura 2 DIN S10 / Blazer 95-00 - AutoplastPasso a Passo Instalacao da Moldura 2 DIN S10 / Blazer 95-00 - Autoplast
Passo a Passo Instalacao da Moldura 2 DIN S10 / Blazer 95-00 - Autoplast
 
Vícios ao volante
Vícios ao volanteVícios ao volante
Vícios ao volante
 
Moldes de injeção
Moldes de injeçãoMoldes de injeção
Moldes de injeção
 
Moldes de injeção
Moldes de injeçãoMoldes de injeção
Moldes de injeção
 
What you should know about clinical trials
What you should know about clinical trialsWhat you should know about clinical trials
What you should know about clinical trials
 
Os 20 principais mantras da inovação
Os 20 principais mantras da inovaçãoOs 20 principais mantras da inovação
Os 20 principais mantras da inovação
 
Apresentação injeção eletronica
Apresentação injeção eletronicaApresentação injeção eletronica
Apresentação injeção eletronica
 
Como funciona o sensor hall
Como funciona o sensor hallComo funciona o sensor hall
Como funciona o sensor hall
 
Sistema de Injeção
Sistema de InjeçãoSistema de Injeção
Sistema de Injeção
 
Fti81
Fti81Fti81
Fti81
 
Uso de biogás em frotas de veículos
Uso de biogás em frotas de veículosUso de biogás em frotas de veículos
Uso de biogás em frotas de veículos
 
Aje - Catálogo Produtos
Aje - Catálogo ProdutosAje - Catálogo Produtos
Aje - Catálogo Produtos
 
1. funcionamento veiculo parte 1
1. funcionamento veiculo parte 11. funcionamento veiculo parte 1
1. funcionamento veiculo parte 1
 

Semelhante a Fiat code

[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsaVicenteAlvarez32
 
Codificação do alarme fiat
Codificação do alarme fiatCodificação do alarme fiat
Codificação do alarme fiatSergio Favaro
 
Manual de serviço cb600 f hornet imobilizador
Manual de serviço cb600 f hornet imobilizadorManual de serviço cb600 f hornet imobilizador
Manual de serviço cb600 f hornet imobilizadorThiago Huari
 
Texte injeção omega 41
Texte injeção omega 41Texte injeção omega 41
Texte injeção omega 41José Silva
 
In 014-rev-2.01
In 014-rev-2.01In 014-rev-2.01
In 014-rev-2.01Luiz Cruz
 
Manual de serviço shadow 750 00 x6b-meg-001 imobilizador
Manual de serviço shadow 750   00 x6b-meg-001 imobilizadorManual de serviço shadow 750   00 x6b-meg-001 imobilizador
Manual de serviço shadow 750 00 x6b-meg-001 imobilizadorThiago Huari
 
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção 455
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção 455Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção 455
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção 455amadeuabaco
 
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção Dodoe
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção DodoeMódulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção Dodoe
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção Dodoeamadeuabaco
 
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...Luciano Freitas
 
Conserto Módulos injeção eletrônica reparo manutenção chaves codificadas repr...
Conserto Módulos injeção eletrônica reparo manutenção chaves codificadas repr...Conserto Módulos injeção eletrônica reparo manutenção chaves codificadas repr...
Conserto Módulos injeção eletrônica reparo manutenção chaves codificadas repr...lucianoesdras
 
Sitema de inyeccion magneti marelli
Sitema de inyeccion magneti marelliSitema de inyeccion magneti marelli
Sitema de inyeccion magneti marelligujasa
 
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...Luciano Freitas
 

Semelhante a Fiat code (20)

codigos vag.pdf
codigos vag.pdfcodigos vag.pdf
codigos vag.pdf
 
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
[Chevrolet] inyeccion electronica_chevrolet_corsa
 
Codificação do alarme fiat
Codificação do alarme fiatCodificação do alarme fiat
Codificação do alarme fiat
 
Manual de serviço cb600 f hornet imobilizador
Manual de serviço cb600 f hornet imobilizadorManual de serviço cb600 f hornet imobilizador
Manual de serviço cb600 f hornet imobilizador
 
Tabela telecomando kostal
Tabela  telecomando kostalTabela  telecomando kostal
Tabela telecomando kostal
 
Tabela telecomando kostal
Tabela  telecomando kostalTabela  telecomando kostal
Tabela telecomando kostal
 
Texte injeção omega 41
Texte injeção omega 41Texte injeção omega 41
Texte injeção omega 41
 
Dicas gerais
Dicas geraisDicas gerais
Dicas gerais
 
In 014-rev-2.01
In 014-rev-2.01In 014-rev-2.01
In 014-rev-2.01
 
Mi 2
Mi 2Mi 2
Mi 2
 
Mi 2
Mi 2Mi 2
Mi 2
 
Manual de serviço shadow 750 00 x6b-meg-001 imobilizador
Manual de serviço shadow 750   00 x6b-meg-001 imobilizadorManual de serviço shadow 750   00 x6b-meg-001 imobilizador
Manual de serviço shadow 750 00 x6b-meg-001 imobilizador
 
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção 455
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção 455Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção 455
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção 455
 
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção Dodoe
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção DodoeMódulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção Dodoe
Módulos Injeção eletrônica Reparo conserto e manutenção Dodoe
 
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
 
Clp exercicio
Clp  exercicioClp  exercicio
Clp exercicio
 
Dpc 560- CONTROLADOR
Dpc 560- CONTROLADORDpc 560- CONTROLADOR
Dpc 560- CONTROLADOR
 
Conserto Módulos injeção eletrônica reparo manutenção chaves codificadas repr...
Conserto Módulos injeção eletrônica reparo manutenção chaves codificadas repr...Conserto Módulos injeção eletrônica reparo manutenção chaves codificadas repr...
Conserto Módulos injeção eletrônica reparo manutenção chaves codificadas repr...
 
Sitema de inyeccion magneti marelli
Sitema de inyeccion magneti marelliSitema de inyeccion magneti marelli
Sitema de inyeccion magneti marelli
 
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
Módulos Injeção eletrônica e Chaves codificadas conserto reparo manutenção re...
 

Fiat code

  • 1. SISTEMA IIMMMMOOBBIILLIIZZEERR // FFIIAATT CCOODDEE GENERALIDADES Visando maior proteção tentativas de furto, os veículos foram dotados de um dispositivo eletrônico de travamento do motor, denominado sistema “CODE” que se ativa automaticamente retirando-se a chave do comutador de ignição. As chaves são dotadas de um dispositivo que transmite um sinal em código para a central de “CODE” que somente se reconhecido permite a partida do motor. 1. CONSTITUIÇÃO: O sistema CODE (immobilizer) é constituído por: 1) Indicador ótico CODE (painel). 2) Antena específica no comutador de ignição; 3) Central CODE; 4) Chaves eletrônicas (três ou quatro, de acordo com o modelo do veículo) que contém o dispositivo que transmite um código eletrônico; 5) Central de injeção eletrônica do motor (A – álcool e gasolina; B e C – diesel) e linha serial de comunicação com a central de CODE; 6) CODE CARD com o código secreto para o procedimento de partida de emergência; Localização da Central CODE Abaixo da coluna de direção, opcional nos 1.0/1.5 e de linha em todos 1.6 A partir de 2000 em todos 2. FUNCIONAMENTO O sistema CODE habilita o funcionamento da central de injeção eletrônica mediante uma troca de códigos. Quando a chave esta em MARCHA (+15) a central de injeção envia uma solicitação de código a central CODE; esta responde e envia um código secreto somente após ter reconhecido (mediante a antena) uma chave eletrônica, introduzida no comutador de ignição. Recebido o código, a central de injeção compara-o com o código principal (Master CODE) memorizado. Se o controle do código for positivo, a central de injeção comuta para a condição de permissão de partida do motor.
  • 2. D É taxativamente proibido efetuar trocas de centrais de injeção eletrônica entre veículos para verificar sua eficiência. D Durante o diagnóstico, antes de substituir a central de injeção, certificar-se que a mesma esteja realmente ineficiente, visto que, uma vez alimentada, a nova central memoriza o código principal, tornando-a inutilizável em outros veículos. 3. MEMORIZAÇÃO DAS CHAVES O sistema permite a memorização de no mínimo 2 (duas) e no máximo 7 (sete) chaves, além da chave MESTRA. O procedimento de memorização das chaves é dividido em duas fases na seqüência: Primeiramente o código secreto das chaves eletrônicas é memorizado na central de CODE e em seguida, automaticamente, a central CODE comanda a memorização do código principal na Centralina do sistema de injeção. A seguir, detalhamos os quatro procedimentos passo a passo de memorização das chaves: A . COM SISTEMA VIRGEM (E.C.U IAW e CODE): Por sistema virgem entende-se a presença simultânea, no veículo, de uma central de injeção e uma central de CODE que não tem nenhum código gravado. - Procedimento passo a passo de memorização das chaves D Neste momento, devem ser memorizados TODAS as chaves em poder do usuário 1. Introduzir no comutador de ignição a chave MESTRA na disposição STOP; 2. Girar a chave MESTRA na posição Marcha (+15). O indicador ótico CODE se acende por 0,7 Seg.; 3. Ao apagar o indicador ótico CODE, girar a chave MESTRA na posição STOP; Dentro de 10 segundos: 4. Retirar a chave MESTRA do comutador de ignição; 5. Introduzir uma nova chave (azul) na ignição e gira-la para posição MARCHA (+15). O indicador ótico CODE acende por 0,7 Seg. 6. Ao apagar o indicador ótico CODE, girar a chave na posição STOP;Dentro de 10 segundos: 7. Retirar a chave do comutador de ignição; 8. Introduzir uma nova chave (azul) na ignição e gira-la para posição MARCHA (+15) O indicador ótico CODE acende por 0,7 Seg. 9. Ao apagar o indicador ótico CODE, girar a chave na posição STOP; 10. Introduzir todas as outras chaves a serem memorizadas, repetindo este procedimento; 11. Após girar a última chave a ser codificada para a posição STOP; Dentro de 10 segundos: 12. Retirar a chave do comutador de ignição: 13. Introduzir a chave MESTRA na ignição e gira-la para a posição MARCHA (+15). O indicador ótico CODE acende por 0,7 Seg. 14. Ao apagamento do indicador ótico CODE, girar a chave MESTRA na posição STOP. Após este procedimento, complete a memorização da seguinte forma: 15. Girar a chave MESTRA na posição MARCHA (+15) e mante-la nesta posição por cerca de 3 segundos: · O indicador ótico CODE se acende por 0,7 seg., e apaga definitivamente, indicando que o procedimento de memorização das chaves foi realizado corretamente; · O indicador ótico CODE se acende por 0,7 seg. e começa a piscar após cerca de 2 segundos, indicando que o procedimento não foi realizado corretamente. Neste caso, repetir o procedimento desde o inicio. O procedimento de memorização das chaves com sistema virgem não obterá resultado positivo nos seguintes casos: · Introdução de uma mesma chave por 2 vezes consecutivas;
  • 3. · Uma fase de chave em marcha (+15) durar mais que 2 seg. , após o indicador ótico CODE apagar; · Uma fase de chave em stop durar mais que 10 segundos. Após a memorização, certificar-se que todas as chaves dêem partida no motor. Se alguma chave não funcionar, repetir o procedimento de memorização das chaves. B. COM CENTRAL DE CODE VIRGEM E CENTRAL DE INJEÇÃO NÃO VIRGEM Para este procedimento de memorização repetir o procedimento descrito anteriormente C. COM CENTRAL DE CODE E CENTRAL DE INJEÇÁO NÃO VIRGENS Para este procedimento de memorização repetir o procedimento descrito anteriormente, e deve ser realizado quando da substituição de alguma chave. O procedimento permite a memorização de até 08 chaves. D Ao adicionar uma nova chave, é necessário a rememorização de todas as chaves já existentes, uma vez que as chaves não utilizadas durante este procedimento serão canceladas da memória. D. COM CENTRAL DE CODE NÃO VIRGEM E CENTRAL DE INJEÇÃO VIRGEM Para este procedimento de memorização basta girar uma chave na posição MARCHA (+15), após ter controlado a correta funcionabilidade da central CODE. 4. DIAGNOSE Quando o indicador ótico CODE permanecer aceso continuamente com chave de ignição em MARCHA (+15), os problemas podem ser os seguintes: ® Chave não reconhecida pela central de CODE; ® Linha serial não ligada; ® Procedimento de rememorização das chaves feito incorretamente (ou interrompido). · Diagnose com CHECK-UP 1 Através do CHECK-UP 1 é possível levantar os seguintes parâmetros: ® PARTIDA PERMITIDA / NÃO PERMITIDA Indica que a central de injeção eletrônica reconheceu (ou não) o código, permitindo (ou não) a partida do motor. ® ESTADO DE CHAVE ELETRÔNICA PROGRAMADA / NÃO PROGRAMADA A indicação NÃO PROGRAMADA, significa que ambas as centrais de injeção e CODE não possuem nenhum código memorizado – ECU não codificada. ® ERRO DE CHAVE ELETRÔNICA Quando é diagnosticado, o erro pode ser distinguido em presente ou intermitente. Prosseguindo no diagnóstico, é possível discriminar se o erro é devido a trocas de centrais de injeção ou mal funcionamento dos componentes do sistema. ® PARTIDA DE EMERGÊNCIA O procedimento de partida de emergência permite ligar o motor se por acaso existirem problemas no sistema CODE (central CODE defeituosa, chaves inutilizáveis, etc.) Tal procedimento pode ser efetuado com o CHECK-UP 1 ou via pedal do acelerador. - CODE CARD No code card, que é fornecido com o veículo, está gravada o eletronic code. Este código de 5 dígitos deverá ser utilizado para o procedimento de partida de emergência, com CHECK-UP 1 ou através do pedal do acelerador.
  • 4. A. PARTIDA DE EMERGÊNCIA COM CHECK-UP 1 O procedimento é ativado digitando-se nas teclas do CHECK-UP 1, o código de 5 dígitos (ELETRONIC CODE), gravado no CODE CARD. Após uma partida de emergência, colocando a chave em STOP, a central de injeção retorna à condição de travamento da partida do motor. Portanto, para uma nova partida no motor, é necessário realizar novamente o procedimento de partida de emergência. B. PARTIDA DE EMERGÊNCIA COM O PEDAL DO ACELERADOR 1. Ler no code card o código eletrônico de 5 dígitos 2. Colocar a chave de ignição em marcha, pressionar e manter pressionado o pedal do acelerador; o indicador ótico da injeção acende por 4 seg. e em seguida se apaga e se acende por outros 4 seg. 3. Quando o indicador ótico se apagar, soltar o pedal do acelerador; 4. Soltando o pedal do acelerador, o indicador ótico começa a lampejar; 5. Após um número de lampejos igual ao primeiro digito do código lido no code card, pressionar a fundo e manter pressionado o pedal do acelerador; 6. O indicador ótico da injeção se acende novamente por 4 seg. para depois apagar-se (primeiro digito aceito) 7. Quando o indicador ótico apaga, soltar o pedal do acelerador; 8. Repetir as operações dos pontos 4,5,6 e 7 para os dígitos restantes do código. 9. Soltando o pedal após o último digito, o indicador ótico lampejará por 4 seg. para indicar que o código foi aceito, ou permanecerá aceso indicando que o código foi rejeitado, neste caso retornar a chave ao STOP e repetir todas as operações. D Após o código ter sido aceito, a central eletrônica permite a partida do motor por um período de 10 min. D Se não for observada a partida do motor, a ECU retorna à posição de CODE ATIVADO. 6. ESQUEMA ELÉTRICO · LEGENDA DOS COMPONENTES 15 – MASSA DA BATERIA 17 – BATERIA 26 – NÓ DE DERIVAÇÃO 39 – CENTRAL DE DERIVAÇÃO (CAIXA DE FUSÍVEL) 50 – QUADRO DE INSTRUMENTOS V – INDICADOR ÓTICO DE CODE 51 – COMUTADOR DE IGNIÇÃO 184 – MASSA DE POTÊNCIA 185 – MASSA ELETRÔNICO 216 – CENTRAL DE INJEÇÃO-IGNIÇÃO IAW 231 – CONECTOR DO CHICOTE CIANTEIRO COM O CHICOTE DA INJEÇÃO (1995) 270 – CONECTOR DO CHICOTE DIANTEIRO COM O CHICOTE DA INJEÇÃO (1756) 295 – CONECTOR DO CHICOTE DIANTEIRO COM O CHICOTE DO PAINEL 455 – CENTRAL DO FIAT CODE 456 – ANTENA DO FIAT CODE ND – NÓ DE DERIVAÇÃO.
  • 5. FIAT CODE FIAT CODE: CODIFICAÇÃO DA CHAVE ELETRÔNICA FIAT 1 - Reuna todas as chaves que se deseja que dêem partida ao motor (mínimo de 3 chaves sendo, 2 azuis e a mestra chave vermelha); 2 - Insira a chave VERMELHA e vire a chave para a posição MAR;. 3 - A lâmpada indicadora CODE irá se acender e logo em seguida se apagará; 4 - Logo que a lâmpada CODE se apague, retire a chave VERMELHA num prazo máximo de dois segundo (2s); 5 – Retire a chave VERMELHA, insira 1 chave AZUL e vire a chave de ignição para a posição MAR em um prazo máximo de dez segundos (10s); 6 - A lâmpada indicadora CODE irá se acender e logo em seguida se apagará; 7 - Remova a 1º chave e insira a 2a chave obedecendo os prazos de tempo: 2s para remover a chave e 10s para inserir a próxima chave; 8 - Vire a chave: a lâmpada indicadora CODE irá se acender e logo em seguida se apagará 9 - Repita o procedimento 7 e 8 para as demais chaves até um máximo de sete chaves; 10 - Após a última chave a ser codificada, insira novamente a CHAVE VERMELHA e vire a chave para a posição MAR 11 - A lâmpada indicadora CODE irá se acender e logo em seguida se apagará. encerrando a codificação; 12 - Teste todas as chaves
  • 6. SUBSTITUIÇÀO DO CILINDRO DE IGNIÇÃO DE UM VEÍCULO FIAT COM SISTEMA IMOBILIZADOR (Fiat CODE) Para este procedimento, será necessário ter em mãos a chave mestra (chave vermelha ou marrom ) que acompanha o sistema code. · Proceda normalmente a substituição do cilindro de ignição; · Reuna todas as novas chaves do veículo (1 chave vermelha que servirá de chave mestra e 2 novas chaves azuis); · Abra, com o auxilio de urna pequena chave de fenda, a futura chave mestra. No interior você verá uma pequena peça em cor grafite, é o transponder - retire-o e guarde em algum local; · Retire o transponder da antiga chave mestra e monte na futura chave mestra tomando o cuidado de manter a posição de montagem. · Feche a nova chave mestra e proceda a codificação das novas chaves.
  • 7. TESTE DE CENTRAL DE INJEÇÃO COM SISTEMA FIAT CODE INSTALADO-MUITO CUIDADO! Se você possui em sua oficina um veículo FIAT' com sistema imobilizador (existe uma lâmpada CODE no painel de instrumentos). E pretende substituir a U.C.E. da injeção eletrônica, pois suspeita de urna falha, é aconselhável que siga este procedimento: 1) Remova o fusível de proteção do sistema CODE ou para maior segurança em caso de dúvida, desconecte eletricamente a unidade CODE; 2) Proceda a substituição da U.C.E. da injeção eletrônica por outra virgem ou sem código e laça um teste de funcionamento do veículo; 3) Caso tenha confirmado a falha da U.C.E. reconecte a central CODE. A primeira partida codificará a nova central.