SlideShare uma empresa Scribd logo
“ A MISSÃO EDUCATIVA SAGRADA FAMIÍLIA” EVANGELIZAR EDUCANDO  Congregação da Sagrada Família
“ A educa ção  dos filhos e das filhas  de São José deve ser,  para um religioso  e uma irmã  da Sagrada Família,  o compromisso maior  e mais importante,  o compromisso ao qual deve atender com mais zelo,  com mais amor,  por ser a finalidade  própria  e específica  da institução deles ”. S. Paula Elisabete Cerioli
“ Nós religiosos da Sagrada Família, com a nossa evangelização, somos chamados a anunciar e mediar ao povo a salvífica paternidade-maternidade de Deus que, através de seu Filho Jesus e do Espírito Santo, quer ser companhia, sustento, orientação, defesa de cada um de nós e de todas as pessoas, especialmente daquelas que estão ameaçadas na possibilidade de uma relação  afetiva e promovente, e por isso, estão condenadas a nunca perceberem  um futuro de esperança e de vida e a sentirem-se obrigadas à solidão e ao abandono de um presente sem saída”.
Discípulos de Madre Paula Elisabete Cerioli Uma mulher, uma mãe, uma santa   Uma educadora do seu tempo, profeta para o nosso tempo Continuamos a sua obra educadora   O nosso carisma
B.  Dar futuro a quem não tem futuro    A opção preferencial pelos pobres   Temores e esperanças dos desafios de hoje   Os filhos impedidos de habitar o mundo   A educação: uma resposta cristã
C.  Evangelizar educando     Evangelho e educação   A educação da pessoa   A laicidade e o Evangelho    
D.  Maetras, madres e amigas: o estilo do educador Sagrada Família Cuidadosa guarda   Persuasão   Espírito de Família   A segunda criação   Algumas virtudes características
Religiosos, religiosas e leigos ,  unidos na missão Animados pelo mesmo Espírito: um só Corpo e um só povo   Uma responsabilidade participada    
F.  Nas instituições escolares O empenho para fazer da escola um lugar de evangelização    Método: aprender a aprender   Alguns elementos essenciais da Escola Sagrada Família   A identidade do professor Sagrada Família   A formação dos colaboradores    
G.  Nas paróquias     O empenho para fazer da paróquia um lugar de educação   A formação dos responsáveis pelas pastorais    
F.  Olhando ao futuro com audácia e esperança A urgência educativa    

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ap. pós matrimonio
Ap. pós matrimonioAp. pós matrimonio
Ap. pós matrimonio
Walter Unger
 
Setor pre matrimonial
Setor pre matrimonialSetor pre matrimonial
Setor pre matrimonial
Luiz Vicente Gargiulo
 
O que é pastoral familiar
O que é pastoral familiarO que é pastoral familiar
O que é pastoral familiar
EDSON HÜBNER
 
Diretório da Pastoral Familiar
Diretório da Pastoral FamiliarDiretório da Pastoral Familiar
Diretório da Pastoral Familiar
Luiz Vicente Gargiulo
 
Pamp para cpp
Pamp para cppPamp para cpp
Pamp para cpp
psaocamilo
 
A pastoral familiar em síntese
A  pastoral familiar em sínteseA  pastoral familiar em síntese
A pastoral familiar em síntese
sfamilianeopolis
 
1 encontro introdutório catequese familiar
1 encontro introdutório catequese familiar1 encontro introdutório catequese familiar
1 encontro introdutório catequese familiar
Paroquia Cucujaes
 
Diretório da Pastoral Familiar
Diretório da Pastoral FamiliarDiretório da Pastoral Familiar
Diretório da Pastoral Familiar
Geraldo Gomes
 
Pastoral Familiar
Pastoral FamiliarPastoral Familiar
Pastoral Familiar
Aluizia Mendes
 
Pastoral familiar resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
Pastoral familiar   resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...Pastoral familiar   resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
Pastoral familiar resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
familiaregsul4
 
Externato da imaculada conceição - Portugal
Externato da imaculada conceição - PortugalExternato da imaculada conceição - Portugal
Externato da imaculada conceição - Portugal
Davinia Martínez
 
Estudo para a pf nazaré
Estudo para a pf nazaréEstudo para a pf nazaré
Estudo para a pf nazaré
guest8110ba
 
Apresentação sobre o pré e pós matrim onial
Apresentação sobre o pré e pós matrim onialApresentação sobre o pré e pós matrim onial
Apresentação sobre o pré e pós matrim onial
familiaregsul4
 
3 nufesp-casos-especiais-enfase-2%c2%aauni%c3%83 o
3 nufesp-casos-especiais-enfase-2%c2%aauni%c3%83 o3 nufesp-casos-especiais-enfase-2%c2%aauni%c3%83 o
3 nufesp-casos-especiais-enfase-2%c2%aauni%c3%83 o
Maria Aparecida Farias de Souza Nogueira
 
Pastoral familiar e suas divisões - JUCRIS
Pastoral familiar e suas divisões - JUCRISPastoral familiar e suas divisões - JUCRIS
Pastoral familiar e suas divisões - JUCRIS
Alexandre Castro
 
Carta - Plano da Pastoral - Dezembro
Carta - Plano da Pastoral - DezembroCarta - Plano da Pastoral - Dezembro
Carta - Plano da Pastoral - Dezembro
Setor Juventude Sergipe
 
Boletim 704 - 25/10/20
Boletim 704 - 25/10/20Boletim 704 - 25/10/20
Boletim 704 - 25/10/20
stanaami
 
Externato da Imaculada Conceição Portugal
Externato da Imaculada Conceição PortugalExternato da Imaculada Conceição Portugal
Externato da Imaculada Conceição Portugal
Red de centros EDUCAMISSAMI
 

Mais procurados (18)

Ap. pós matrimonio
Ap. pós matrimonioAp. pós matrimonio
Ap. pós matrimonio
 
Setor pre matrimonial
Setor pre matrimonialSetor pre matrimonial
Setor pre matrimonial
 
O que é pastoral familiar
O que é pastoral familiarO que é pastoral familiar
O que é pastoral familiar
 
Diretório da Pastoral Familiar
Diretório da Pastoral FamiliarDiretório da Pastoral Familiar
Diretório da Pastoral Familiar
 
Pamp para cpp
Pamp para cppPamp para cpp
Pamp para cpp
 
A pastoral familiar em síntese
A  pastoral familiar em sínteseA  pastoral familiar em síntese
A pastoral familiar em síntese
 
1 encontro introdutório catequese familiar
1 encontro introdutório catequese familiar1 encontro introdutório catequese familiar
1 encontro introdutório catequese familiar
 
Diretório da Pastoral Familiar
Diretório da Pastoral FamiliarDiretório da Pastoral Familiar
Diretório da Pastoral Familiar
 
Pastoral Familiar
Pastoral FamiliarPastoral Familiar
Pastoral Familiar
 
Pastoral familiar resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
Pastoral familiar   resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...Pastoral familiar   resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
Pastoral familiar resposta da igreja às causas de problemas que agridem a f...
 
Externato da imaculada conceição - Portugal
Externato da imaculada conceição - PortugalExternato da imaculada conceição - Portugal
Externato da imaculada conceição - Portugal
 
Estudo para a pf nazaré
Estudo para a pf nazaréEstudo para a pf nazaré
Estudo para a pf nazaré
 
Apresentação sobre o pré e pós matrim onial
Apresentação sobre o pré e pós matrim onialApresentação sobre o pré e pós matrim onial
Apresentação sobre o pré e pós matrim onial
 
3 nufesp-casos-especiais-enfase-2%c2%aauni%c3%83 o
3 nufesp-casos-especiais-enfase-2%c2%aauni%c3%83 o3 nufesp-casos-especiais-enfase-2%c2%aauni%c3%83 o
3 nufesp-casos-especiais-enfase-2%c2%aauni%c3%83 o
 
Pastoral familiar e suas divisões - JUCRIS
Pastoral familiar e suas divisões - JUCRISPastoral familiar e suas divisões - JUCRIS
Pastoral familiar e suas divisões - JUCRIS
 
Carta - Plano da Pastoral - Dezembro
Carta - Plano da Pastoral - DezembroCarta - Plano da Pastoral - Dezembro
Carta - Plano da Pastoral - Dezembro
 
Boletim 704 - 25/10/20
Boletim 704 - 25/10/20Boletim 704 - 25/10/20
Boletim 704 - 25/10/20
 
Externato da Imaculada Conceição Portugal
Externato da Imaculada Conceição PortugalExternato da Imaculada Conceição Portugal
Externato da Imaculada Conceição Portugal
 

Destaque

Objectivos E AcçõEs 07 08
Objectivos E AcçõEs 07 08Objectivos E AcçõEs 07 08
Objectivos E AcçõEs 07 08
Paulo Adriano
 
Familia em Água Boa - MT
Familia em Água Boa - MTFamilia em Água Boa - MT
Familia em Água Boa - MT
Celsio Carrocini
 
Ef 2 palestra pe. roberto
Ef 2 palestra pe. robertoEf 2 palestra pe. roberto
Ef 2 palestra pe. roberto
csfroberto67
 
3 enc Teologia Espiritualidade Pascom
3 enc Teologia Espiritualidade Pascom3 enc Teologia Espiritualidade Pascom
3 enc Teologia Espiritualidade Pascom
Bernadetecebs .
 
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
Rodrigo Catini Flaibam
 
Área Vocabular de Mar
Área Vocabular de MarÁrea Vocabular de Mar
Área Vocabular de Mar
Albertina Fernandes
 
3 ppp sobre inapaf
3 ppp sobre inapaf3 ppp sobre inapaf
3 ppp sobre inapaf
familiaregsul4
 
Roteiro homilético da festa da sagrada família ano c
Roteiro homilético da festa da sagrada família ano cRoteiro homilético da festa da sagrada família ano c
Roteiro homilético da festa da sagrada família ano c
José Luiz Silva Pinto
 

Destaque (8)

Objectivos E AcçõEs 07 08
Objectivos E AcçõEs 07 08Objectivos E AcçõEs 07 08
Objectivos E AcçõEs 07 08
 
Familia em Água Boa - MT
Familia em Água Boa - MTFamilia em Água Boa - MT
Familia em Água Boa - MT
 
Ef 2 palestra pe. roberto
Ef 2 palestra pe. robertoEf 2 palestra pe. roberto
Ef 2 palestra pe. roberto
 
3 enc Teologia Espiritualidade Pascom
3 enc Teologia Espiritualidade Pascom3 enc Teologia Espiritualidade Pascom
3 enc Teologia Espiritualidade Pascom
 
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
7º PPO – Encontro de Espiritualidade: Padre Nadai
 
Área Vocabular de Mar
Área Vocabular de MarÁrea Vocabular de Mar
Área Vocabular de Mar
 
3 ppp sobre inapaf
3 ppp sobre inapaf3 ppp sobre inapaf
3 ppp sobre inapaf
 
Roteiro homilético da festa da sagrada família ano c
Roteiro homilético da festa da sagrada família ano cRoteiro homilético da festa da sagrada família ano c
Roteiro homilético da festa da sagrada família ano c
 

Semelhante a Evangelizar Educando

A VIDA DE FREIO JOÃO PEDRO DE SEXTO
A VIDA DE FREIO JOÃO PEDRO DE SEXTOA VIDA DE FREIO JOÃO PEDRO DE SEXTO
A VIDA DE FREIO JOÃO PEDRO DE SEXTO
Isabel Aguiar
 
Maria no documento de aparecida
Maria no documento de aparecidaMaria no documento de aparecida
Maria no documento de aparecida
Afonso Murad (FAJE)
 
Ecovida julho-Agôsto
Ecovida   julho-AgôstoEcovida   julho-Agôsto
Ecovida julho-Agôsto
Lada vitorino
 
Ecovida
Ecovida   Ecovida
Ecovida
Lada vitorino
 
Campanha da fraternidade 2013
Campanha da fraternidade 2013Campanha da fraternidade 2013
Campanha da fraternidade 2013
Rinaldo Santos
 
Ijmj província jesus maria josé
Ijmj   província jesus maria joséIjmj   província jesus maria josé
Ijmj província jesus maria josé
Celsio Carrocini
 
Ijmj província jesus maria josé
Ijmj   província jesus maria joséIjmj   província jesus maria josé
Ijmj província jesus maria josé
Celsio Carrocini
 
Associados da Congregação de Nossa Senhora no Sul do Brasil
Associados da Congregação de Nossa Senhora no Sul do BrasilAssociados da Congregação de Nossa Senhora no Sul do Brasil
Associados da Congregação de Nossa Senhora no Sul do Brasil
Antônio Diomário de Queiroz
 
Estudo de pais porque educar espírito
Estudo de pais   porque educar espíritoEstudo de pais   porque educar espírito
Estudo de pais porque educar espírito
Fatoze
 
Descrição do cnsl web
Descrição do cnsl webDescrição do cnsl web
Descrição do cnsl web
Lucas dos Santos Carvalho
 
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoralEvangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
Antonio De Assis Ribeiro
 
Doc 12 cnbb - orientações sobre o matrimonio
Doc 12   cnbb - orientações sobre o matrimonioDoc 12   cnbb - orientações sobre o matrimonio
Doc 12 cnbb - orientações sobre o matrimonio
Maria Aparecida Farias de Souza Nogueira
 
Jornal agosto 2014
Jornal agosto 2014Jornal agosto 2014
Jornal agosto 2014
saojosepascom
 
Documento 85 cnbb_
Documento 85 cnbb_Documento 85 cnbb_
Documento 85 cnbb_
Flávia Renata
 
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptxAPRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
Paulo David
 
classe Biblica Para Juvenis
classe Biblica Para Juvenisclasse Biblica Para Juvenis
classe Biblica Para Juvenis
Clube de Lideres Online
 
9classe Biblica Para Juvenis
9classe Biblica Para Juvenis9classe Biblica Para Juvenis
9classe Biblica Para Juvenis
Clube de Lideres Online
 
Boletim 267 - 02/02/14
Boletim 267 - 02/02/14Boletim 267 - 02/02/14
Boletim 267 - 02/02/14
stanaami
 
Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +
Catequista Josivaldo
 
Escola Bíblica Dominical - Aula 1 - Igreja Cristã Frutificar
Escola Bíblica Dominical - Aula 1 - Igreja Cristã FrutificarEscola Bíblica Dominical - Aula 1 - Igreja Cristã Frutificar
Escola Bíblica Dominical - Aula 1 - Igreja Cristã Frutificar
DanielMemoria
 

Semelhante a Evangelizar Educando (20)

A VIDA DE FREIO JOÃO PEDRO DE SEXTO
A VIDA DE FREIO JOÃO PEDRO DE SEXTOA VIDA DE FREIO JOÃO PEDRO DE SEXTO
A VIDA DE FREIO JOÃO PEDRO DE SEXTO
 
Maria no documento de aparecida
Maria no documento de aparecidaMaria no documento de aparecida
Maria no documento de aparecida
 
Ecovida julho-Agôsto
Ecovida   julho-AgôstoEcovida   julho-Agôsto
Ecovida julho-Agôsto
 
Ecovida
Ecovida   Ecovida
Ecovida
 
Campanha da fraternidade 2013
Campanha da fraternidade 2013Campanha da fraternidade 2013
Campanha da fraternidade 2013
 
Ijmj província jesus maria josé
Ijmj   província jesus maria joséIjmj   província jesus maria josé
Ijmj província jesus maria josé
 
Ijmj província jesus maria josé
Ijmj   província jesus maria joséIjmj   província jesus maria josé
Ijmj província jesus maria josé
 
Associados da Congregação de Nossa Senhora no Sul do Brasil
Associados da Congregação de Nossa Senhora no Sul do BrasilAssociados da Congregação de Nossa Senhora no Sul do Brasil
Associados da Congregação de Nossa Senhora no Sul do Brasil
 
Estudo de pais porque educar espírito
Estudo de pais   porque educar espíritoEstudo de pais   porque educar espírito
Estudo de pais porque educar espírito
 
Descrição do cnsl web
Descrição do cnsl webDescrição do cnsl web
Descrição do cnsl web
 
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoralEvangelização e educação reflexões visita pastoral
Evangelização e educação reflexões visita pastoral
 
Doc 12 cnbb - orientações sobre o matrimonio
Doc 12   cnbb - orientações sobre o matrimonioDoc 12   cnbb - orientações sobre o matrimonio
Doc 12 cnbb - orientações sobre o matrimonio
 
Jornal agosto 2014
Jornal agosto 2014Jornal agosto 2014
Jornal agosto 2014
 
Documento 85 cnbb_
Documento 85 cnbb_Documento 85 cnbb_
Documento 85 cnbb_
 
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptxAPRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
APRESENTAÇÃO REPASSE CF 2022 3º DEUZIMAR SERRA. 3ª PARTE A. pptx
 
classe Biblica Para Juvenis
classe Biblica Para Juvenisclasse Biblica Para Juvenis
classe Biblica Para Juvenis
 
9classe Biblica Para Juvenis
9classe Biblica Para Juvenis9classe Biblica Para Juvenis
9classe Biblica Para Juvenis
 
Boletim 267 - 02/02/14
Boletim 267 - 02/02/14Boletim 267 - 02/02/14
Boletim 267 - 02/02/14
 
Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +Catequese com adultos doc 80 +
Catequese com adultos doc 80 +
 
Escola Bíblica Dominical - Aula 1 - Igreja Cristã Frutificar
Escola Bíblica Dominical - Aula 1 - Igreja Cristã FrutificarEscola Bíblica Dominical - Aula 1 - Igreja Cristã Frutificar
Escola Bíblica Dominical - Aula 1 - Igreja Cristã Frutificar
 

Mais de csfroberto67

Ef 2 palestra pe. wagner
Ef 2 palestra pe. wagnerEf 2 palestra pe. wagner
Ef 2 palestra pe. wagner
csfroberto67
 
Ef 2 palestra ney
Ef 2 palestra neyEf 2 palestra ney
Ef 2 palestra ney
csfroberto67
 
Grunewald
GrunewaldGrunewald
Grunewald
csfroberto67
 
T R AÇ O S E D U C A T I V O S C E R I O L I
T R AÇ O S  E D U C A T I V O S  C E R I O L IT R AÇ O S  E D U C A T I V O S  C E R I O L I
T R AÇ O S E D U C A T I V O S C E R I O L I
csfroberto67
 
Cerioli Paixão Educativa
Cerioli Paixão EducativaCerioli Paixão Educativa
Cerioli Paixão Educativa
csfroberto67
 
2 Chitarra Romana (E Pavarotti)
2 Chitarra Romana (E Pavarotti)2 Chitarra Romana (E Pavarotti)
2 Chitarra Romana (E Pavarotti)
csfroberto67
 
O Cesto E A Agua
O Cesto E A AguaO Cesto E A Agua
O Cesto E A Agua
csfroberto67
 

Mais de csfroberto67 (7)

Ef 2 palestra pe. wagner
Ef 2 palestra pe. wagnerEf 2 palestra pe. wagner
Ef 2 palestra pe. wagner
 
Ef 2 palestra ney
Ef 2 palestra neyEf 2 palestra ney
Ef 2 palestra ney
 
Grunewald
GrunewaldGrunewald
Grunewald
 
T R AÇ O S E D U C A T I V O S C E R I O L I
T R AÇ O S  E D U C A T I V O S  C E R I O L IT R AÇ O S  E D U C A T I V O S  C E R I O L I
T R AÇ O S E D U C A T I V O S C E R I O L I
 
Cerioli Paixão Educativa
Cerioli Paixão EducativaCerioli Paixão Educativa
Cerioli Paixão Educativa
 
2 Chitarra Romana (E Pavarotti)
2 Chitarra Romana (E Pavarotti)2 Chitarra Romana (E Pavarotti)
2 Chitarra Romana (E Pavarotti)
 
O Cesto E A Agua
O Cesto E A AguaO Cesto E A Agua
O Cesto E A Agua
 

Último

8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
EzeirAlvesdaSilva
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
OBrasilParaCristoRad
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 

Último (20)

8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
 
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdfauxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
auxiliar- juvenis-1trimestre de 2024.pdf
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
7 - Cristo Cura, Sim!.ppt HINO DDA HARPA
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 

Evangelizar Educando

  • 1. “ A MISSÃO EDUCATIVA SAGRADA FAMIÍLIA” EVANGELIZAR EDUCANDO Congregação da Sagrada Família
  • 2. “ A educa ção dos filhos e das filhas de São José deve ser, para um religioso e uma irmã da Sagrada Família, o compromisso maior e mais importante, o compromisso ao qual deve atender com mais zelo, com mais amor, por ser a finalidade própria e específica da institução deles ”. S. Paula Elisabete Cerioli
  • 3. “ Nós religiosos da Sagrada Família, com a nossa evangelização, somos chamados a anunciar e mediar ao povo a salvífica paternidade-maternidade de Deus que, através de seu Filho Jesus e do Espírito Santo, quer ser companhia, sustento, orientação, defesa de cada um de nós e de todas as pessoas, especialmente daquelas que estão ameaçadas na possibilidade de uma relação afetiva e promovente, e por isso, estão condenadas a nunca perceberem um futuro de esperança e de vida e a sentirem-se obrigadas à solidão e ao abandono de um presente sem saída”.
  • 4. Discípulos de Madre Paula Elisabete Cerioli Uma mulher, uma mãe, uma santa Uma educadora do seu tempo, profeta para o nosso tempo Continuamos a sua obra educadora O nosso carisma
  • 5. B. Dar futuro a quem não tem futuro A opção preferencial pelos pobres Temores e esperanças dos desafios de hoje Os filhos impedidos de habitar o mundo A educação: uma resposta cristã
  • 6. C. Evangelizar educando   Evangelho e educação A educação da pessoa A laicidade e o Evangelho  
  • 7. D. Maetras, madres e amigas: o estilo do educador Sagrada Família Cuidadosa guarda Persuasão Espírito de Família A segunda criação Algumas virtudes características
  • 8. Religiosos, religiosas e leigos , unidos na missão Animados pelo mesmo Espírito: um só Corpo e um só povo Uma responsabilidade participada  
  • 9. F. Nas instituições escolares O empenho para fazer da escola um lugar de evangelização Método: aprender a aprender Alguns elementos essenciais da Escola Sagrada Família A identidade do professor Sagrada Família A formação dos colaboradores  
  • 10. G. Nas paróquias   O empenho para fazer da paróquia um lugar de educação A formação dos responsáveis pelas pastorais  
  • 11. F. Olhando ao futuro com audácia e esperança A urgência educativa