SlideShare uma empresa Scribd logo
A OFERTA
GRATUITA
DE DEUS
Hoje pode ser o seu dia!
Por que acredito na
história da Páscoa
Toda a prova que preciso
Guardar a Fé
6 dicas para ajudar a
sua a crescer
M U D E S U A V I D A . M U D E O M U N D O .
contato pessoal
Lembra daqueles desenhos que as crianças fazem
ligando pontos numerados? A Bíblia é assim: ligue
certas passagens na sequência certa e revelará uma
imagem oculta, uma verdade espiritual ou um mis-
tério de Deus. Há milhares dessas imagens entre
suas páginas. Esta é uma das que mais gosto:
1. Romanos 5:8: “Mas Deus prova o Seu amor para conosco, em que
Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.”
Sem dúvida, morrer por nós é algo extremo. Por que Jesus faria isso?
2. Isaías 53:6: “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um
se desviava pelo seu caminho.”
Em outras palavras…
3. Romanos 3:23: “Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.”
É verdade,não somos perfeitos.Mas por que isso é um problema tão grave?
4. Isaías 59:2: “Os vossos [pecados] fazem divisão entre vós e o vosso
Deus.”
Mas a boa notícia é que...
5. 1 Pedro 3:18: “Cristo padeceu uma única vez pelos pecados, o justo
pelos injustos, para levar-nos [de volta] a Deus. Ele, na verdade, foi morto na
carne, mas vivificado pelo Espírito”— ou seja, ressuscitou.
Que bom para Ele, mas que ganhamos com o Seu ressurgimento dos
mortos?
6. João 11:25: “Eu [Jesus] sou a ressurreição e a vida. Quem crê em Mim,
ainda que esteja morto, viverá.”
Em outras palavras …
7. João 14:19: “Porque Eu [Jesus] vivo, vós também vivereis.”
E com isso voltamos ao ponto de partida: Deus nos ama tanto que quer
que vivamos esse amor para sempre.
8. João 3:16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira”— a você e a
mim — “que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê
não pereça, mas tenha a vida eterna.”
Entendeu? Temos nesta edição a combinação de dois temas em um: a res-
surreição de Jesus e nossa salvação eterna. E para uma visão mais detalhada
do que Jesus passou para tornar tudo isso possível, ligue os pontos na seção
“Leitura que Alimenta — A História da Páscoa”(página 14). Feliz Páscoa!
Mario Sant’Ana
Pela Contato
Vol 10, Número 4, Abril de 2009
© 2009 Aurora Production AG.
www.auroraproduction.com
Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil.
Tradução: Mário Sant’Ana e Hebe Rondon
A menos que esteja indicado o contrário, todas
as referências às Escrituras na Contato foram
extraídas da “Bíblia Sagrada” — Tradução de João
Ferreira de Almeida — Edição Contemporânea,
Copyright © 1990, por Editora Vida.
Editor		 Mario Sant’Ana
Design 		 Giselle LeFavre
Diagramação		 Gabriel Zachi Romeu
Produção		 Jessie Richards
Contamos com uma grande
variedade de livros, além de
produções de áudio e vídeo, para
alimentar sua alma, enlevar seu
espírito, fortalecer seus laços
familiares e proporcionar divertidos
momentos de aprendizagem para os
seus filhos.
Para mais informações, visite nosso
site, ligue ou escreva para nosso
escritório central, ou contate seu
distribuidor local.
Assinaturas, informações e produtos:
Internet: www.contato.org
E-mail: revista@contato.org
Ligue grátis: 0800-557772
Endereço postal:
Contato Cristão
Caixa Postal 66345
São Paulo — SP
CEP 05311-970
2
V I DA A P Ó S A V I DA
Que motivo têm os
ateus para dizer que não
podemos ressuscitar? O
que é mais difícil: nascer
ou ressuscitar? É mais
difícil que o que jamais foi
venha a ser, ou que aquilo
que já foi volte a ser?
—Blaise Pascal
MEU
ABACATEIRO
Abi F. May
O abacate é uma das minhas frutas
favoritas — saborosa e nutritiva.Decidi
usar um pequeno espaço na soleira da
janela da cozinha,onde cultivo várias
ervas,para plantar um abacateiro.
Seguindo as dicas que encontrei
online em wikihow.com, segurei o
caroço de um abacate com a parte pon-
tiaguda voltada para cima, espetei no
meio dele, lateralmente, quatro palitos
separados por intervalos iguais, para
apoiá-lo na borda de um recipiente de
vidro totalmente cheio com água, na
qual o caroço ficaria semissubmerso
— e esperei. Passaram-se semanas
sem que se manifestasse na semente
nenhum sinal de vida. Aparentemente,
uma pedra produziria o mesmo efeito!
Passado um mês, pensei em desistir
da idéia.Talvez aquele caroço marrom
sem graça não tivesse vida.
Mas foi então que surgiu na sua
base uma pequena rachadura. Inter-
pretei aquilo como um sinal de que a
semente estivesse secando, mas decidi
esperar um pouco mais.Troquei a água
e deixei passar mais algumas semanas.
Por fim, uma minúscula raiz despon-
tou na abertura. Observei, então, outra
fenda que aparecera, desta vez, na parte
superior da semente. E lentamente,
por fim apareceu um broto cheio de
esperança.
Transplantada para um pequeno
vaso de terra, a semente que aparentara
estar morta agora cresce e já é uma
plantinha viçosa. Dia a dia, brotam
folhas verdes e delicadas. Cada uma
delas cresce e a planta já está bem
maior que a semente. Essa arvorezinha
dá prova de que havia vida no interior
da semente, apesar das aparências.
A chegada da Páscoa me faz lembrar
da minha experiência de cultivar um
abacateiro. Imagino quão desesperan-
çados os seguidores de Jesus devem
ter se sentido quando O viram na
cruz! Viram o seu corpo ser levado
sem vida e depositado em um túmulo
frio de pedra. Provavelmente, sentiram
que todas as suas aspirações e sonhos
estavam sendo sepultados também.
Posso visualizá-los agora, sentindo-se
impotentes e abandonados. Mas a
esperança não havia morrido! Três dias
mais tarde, Jesus ressuscitou triunfante,
derrotando a morte e a sepultura.
O milagre da ressurreição de Jesus
é, obviamente, muito maior do que o
que deu vida ao meu pequeno abaca-
teiro, mas aquela planta oferece uma
maravilhosa analogia. Mesmo quando
a perspectiva parecer sombria, espere
no Senhor e Ele operará milagres:
nova vida, nova esperança e novos
começos! 1
3
esus veio para facilitar a salvação
ao máximo. Essa é uma das
razões por que os líderes religiosos
queriam vê-lO crucificado, pois
o sistema religioso daquela época
praticamente dizia que ninguém
podia ser salvo sem eles, sem seguir
suas leis complicadas, tradições
e incoerências religiosas.1
Jesus
ensinou que para sermos salvos
precisamos apenas acreditar que Ele
é o Cristo, o Salvador, e que somos
pecadores que precisam da Salvação,
e Lhe pedir que nos salve.2
É claro que ninguém consegue
entender completamente a
salvação, da mesma forma que
não conseguimos compreender a
profundidade do amor de Deus. É
por isso que Jesus disse que para
ser salva, a pessoa deve ter uma
fé infantil. “Em verdade vos digo
que, se não vos converterdes e não
vos tornardes como crianças, de
modo algum entrareis no reino
dos céus.”3
É impossível compre-
ender plenamente uma coisa ou
outra. Resta-nos, portanto, apenas
aceitá-las!
Será que um bebê entende o
amor da sua mãe ou do seu pai?
Não, apenas o sente, aceita e
recebe. Mesmo antes de entender a
fala e de aprender a falar, as crian-
ças percebem e sentem o amor, e
confiam nos pais, pois sabem que
as amam. Da mesma forma, você
não tem de compreender tudo
sobre Deus para conhecer o Seu
amor e a salvação. Basta receber
Jesus, o Filho de Deus, como
Salvador, pedindo-Lhe que entre
no seu coração!
Você pode fazê-lo agora mesmo
se quiser a resposta de Deus para
todos os seus problemas, e que o
Seu amor e felicidade encham o
seu coração e vida com alegria e
lhe deem um novo plano e pro-
pósito. Ele satisfará todas as suas
necessidades e resolverá todos os
seus problemas. Ele é maravilhoso
assim e tudo é muito simples!
Jesus disse: “Eu sou a porta” —
de acesso à casa do Seu Pai, no
Reino de Deus — “se alguém
entrar por Mim, salvar-se-á.”4
Portanto, se quiser chegar ao Céu,
basta acreditar que a porta existe e
entrar por ela.
Salvo e perdoado
Por que o perdão é uma parte
integrante da salvação? Porque o
pecado nos separa de Deus,5
e nin-
guém é perfeito, pois todos somos
pecadores. A Bíblia diz que “Todos
pecaram e destituídos estão da
glória de Deus”,6
e que “O salário
do pecado é a morte, mas o dom
gratuito de Deus é a vida eterna,
em Cristo Jesus nosso Senhor.”7
As supostas pessoas boas se
orgulham de ser melhores do que as
outras: “Eu não faço isso, nem faço
aquilo!” Mas é impossível entrar
no Céu por causa de sua bondade,
porque ninguém é bom o bastante.8
Todos precisamos reconhecer e
sinceramente admitir: “Sou pecador
como todo mundo, cometo erros e
preciso de um Salvador.”
J
1
Mateus 15:9
2
João 11:25–26
3
Mateus 18:3
4
João 10:9
5
Isaías 59:2
6
Romanos 3:23
7
Romanos 6:23
8
Gálatas 2:16
A OFERTA
GR ATUITA
DE DEUS
Compilado
dos escritos de
David Brandt Berg
4
Foi por isso que Jesus morreu
por nós. Todos somos pecadores
e é impossível fazermos por
merecer ou sermos dignos da
salvação. Mas Jesus era perfeito
e, por isso, pôde pagar o preço
pelo perdão dos nossos pecados,
para Deus nos perdoar. Todos
precisamos do amor e da mise-
ricórdia de Deus para sermos
salvos e é esse amor e essa
misericórdia que encontramos
em Jesus Cristo.
A salvação é como o perdão.
Deus oferece o perdão ao culpado,
por pior que este seja e por seja lá
o que tenha feito. Se você acreditar
que Jesus morreu pela sua salvação,
será salvo e perdoado. “O sangue
de Jesus Cristo, seu Filho, nos
purifica de todo pecado,”9
inde-
pendentemente do que tenhamos
feito! “Ainda que os vossos pecados
sejam como a escarlata, eles se
tornarão brancos como a neve;
ainda que sejam vermelhos como
o carmesim, se tornarão como a
branca lã.”10
Ao mesmo tempo em que não
existe ninguém ruim demais, não
há quem seja bom o bastante.
Ninguém pode se salvar sozinho
por melhor que tente ser, pois
não se pode ser suficientemente
bom para fazer por merecer ou
ser digno da salvação. “Pois é
pela graça que sois salvos, por
meio da fé — e isto não vem
de vós, é dom de Deus — não
Em verdade vos digo que, se não vos
converterdes e não vos tornardes como
crianças, de modo algum entrareis no
reino dos céus.
9
1 João 1:7
10
Isaías 1:18
5
das obras, para que ninguém se
glorie.”11
Muitos são orgulhosos demais
para aceitar um presente. Querem
merecer tudo o que recebem. Mas
nenhum volume de boas obras
ou de qualquer outra coisa pode
salvar alguém. Só Jesus salva!
“Porque há um só Deus, e um só
Mediador entre Deus e os homens,
Cristo Jesus, homem!”12
“Em
nenhum outro há salvação, pois
também debaixo do céu nenhum
outro nome há, dado entre os
homens, pelo qual devamos ser
salvos!”13
Uma vez salvo,
salvo para sempre
Uma vez que você tenha
recebido Jesus, Ele jamais o deixará.
“o que vem a Mim de maneira
nenhuma o lançarei fora.”14
Quem
tem Jesus, tem a vida eterna. Uma
pessoa pode perder a vida física,
mas nunca a eterna!
A salvação é para sempre. Deus
não muda de ideia nem falta à Sua
Palavra. Uma vez que você tenha
recebido Jesus Cristo, vai viver para
sempre. “Todo aquele que crê no
Filho tem a vida eterna.”15
Agora
mesmo! Incondicionalmente!
Jesus disse, “Estou convosco
todos os dias, até a consumação do
século.”16
“Não te deixarei, nem
te desampararei.”17
“Eu lhes dou
a vida eterna, e jamais perecerão;
ninguém poderá arrebatá-las da
Minha mão.”18
Podemos ter paz de espírito,
sabendo que não temos que nos
preocupar se vamos chegar ao
Céu. Jesus pagou pela sua salvação
de uma vez por todas e é o Seu
presente para você. Graça, mais fé,
mais nada! A salvação é isso! Você
não tem de ser bom para ser salvo
nem para continuar salvo!
Mas isso não quer dizer que
pode viver como bem entende.
Você jamais perderá a salvação,
mas se pecar de propósito e não
se arrepender, vai sofrer pelos seus
pecados de alguma maneira. “O
Senhor corrige a quem ama.”19
E
ao chegar ao Céu, será recompen-
sado pela maneira segundo a qual
viveu na Terra.20
A salvação é uma
dádiva, mas você pode trilhar o
caminho certo para assim receber
as outras bênçãos de Deus, nesta
vida e na próxima, fazendo o
melhor ao seu alcance, vivendo em
conformidade com a maneira que
Ele quer que você viva. E se você
dá o devido valor a essa dádiva, vai
amá-lO e desejar agradar-Lhe.
Um novo você
Jesus disse que a salvação é como
nascer de novo.21
Essa é a magni-
tude da mudança espiritual que
acontece. “Se alguém está em Cristo,
nova criatura é; as coisas velhas já
passaram, tudo se fez novo.”22
Não
fique surpreso se, na realidade, você
se sentir diferente e até pensar de
maneira diferente e se estiver mais
feliz do que nunca antes!
O fato de Jesus entrar na sua
vida não só renova, purifica e rege-
nera o seu espírito, mas também
melhora a sua mente, destruindo
as antigas conexões e recons-
truindo e retificando você, que
passa a ver a vida de uma maneira
totalmente diferente e a ter novas
reações em relação a quase tudo
à sua volta. É impossível alguém
efetuar uma transformação dessa
envergadura pelo seu esforço pró-
prio, mas para Deus é possível — e
é algo que você pode Lhe pedir.
Quando Jesus entra no coração
de alguém, essa pessoa pode contar
que as coisas serão diferentes. Talvez
não aconteça de uma só vez, mas
conforme continuar faminto pela
verdade e absorver mais a Palavra
de Deus, a mudança acontecerá.23
Você irá notar uma diferença no seu
espírito, nos seus pensamentos e no
rumo da sua vida. Você será feliz e
transbordará com amor, pois “Deus
é Amor!”24
1
11
Efésios 2:8–9
12
1 Timóteo 2:5
13
Atos 4:12
14
João 6:37
15
João 3:36
16
Mateus 28:20
17
Hebreus 13:5
Jesus pagou pela sua salvação
de uma vez por todas e é o Seu
presente para você.
18
João 10:28
19
Hebreus 12:6
20
2 Coríntios 5:10; 1 Coríntios 3:11–15
21
João 3:3–8
22
2 Coríntios 5:17
23
Mateus 5:6; João 8:31–32
24
1 João 4:8
6
Jesus disse: “Eis que estou à
porta, e bato. Se alguém ouvir
a Minha voz, e abrir a porta,
entrarei em sua casa, e com ele
cearei, e ele Comigo.”1
O amor de
Deus é todo-poderoso, mas Ele
não obriga ninguém a aceitá-lo.
Ele apenas envia Seu Filho, Jesus,
para que bata à porta do seu
coração, espere que você a abra, e
O convide para entrar.
Jesus quer lhe dar vida eterna
e se tornar uma parte bem real
da sua vida aqui e agora, mas
isso não acontecerá sem o seu
consentimento. Jesus está lá, terno,
meigo, paciente e cheio de amor à
porta do seu coração. Talvez esteja
esperando ali há anos, aguardando
que você O ouça e abra. Ele quer
ser seu Salvador e entrar em sua
vida tão logo você O convide, mas
é algo que deixou a seu critério.
Você quer aceitar Jesus Cristo
como seu Salvador pessoal?
Se ainda não o fez, ou se não
A ESCOLHA
FAT O S , N Ã O S E N T I M E N T O S
Às vezes, acontece de uma pessoa
orar para receber Jesus como Salva-
dor e não ocorrer nada que evidencie
isso, porque não houve, no momento
em que O aceitou, nenhuma
experiência sobrenatural ou física,
e isso pode deixá-la decepcionada.
Mas independentemente de como a
pessoa se sinta, quem pede a Deus
pela dádiva da salvação, a recebe. A
pessoa sabe que está salva por causa
do que Ele disse a esse respeito na
Sua Palavra. A sua fé está alicerçada
sobre fatos, não sentimentos.
—David Brandt Berg
1
Apocalipse 3:20
E L E V I V E
Ele vive! Vive!
Cristo hoje vive sim!
Ao meu lado anda,
Comigo fala.
Está sempre junto a mim.
Ele vive! Vive!
Oferece-nos salvação.
Perguntam-me como sei que Ele vive.
Ele vive no meu coração!
— Alfred H. Ackley
Talvez Ele esteja
esperando ali há anos,
aguardando que você
O ouça
tiver certeza de que você é
salvo, resolva isso agora mesmo
fazendo com sinceridade esta
oração:
Jesus, por favor, perdoe-me todos
os meus pecados. Acredito que o
Senhor morreu por mim. Abro a
porta do meu coração e O convido
a entrar na minha vida. Encha-
me com Seu amor, ajude-me a
conhecê-lO e guie-me no caminho
da verdade. Amém.
Se você fez essa oração com
sinceridade, Jesus já está no seu
coração. Você tem a vida eterna
e acabou de embarcar na maior
aventura que existe: vivenciar o
amor de Deus em Jesus e crescer
nos Seus caminhos e sabedoria. 1
7
Porque
acredito na
história da
Páscoa
Keith Phillips
Quando Seu corpo foi tirado da
cruz, Jesus havia sofrido uma das
mais torturantes formas de execu-
ção já concebidas. Suas costas e seus
flancos tinham inúmeros cortes
profundos causados pelo açoita-
mento que sofrera. Havia buracos
em Suas mãos e pés feitos pelos
pregos que O prenderam à cruz, e
um ferimento enorme no Seu lado
esquerdo que sofreu quando uma
lança foi enfiada no seu corpo, até
o coração. Feridas menores davam
testemunho de outras partes de sua
provação: ferimentos profundos
causados por uma coroa falsa, feita
com espinhos, e os machucados
que sofreu quando sucumbiu sob o
peso da cruz, a qual carregou com
grande dificuldade morro acima,
até o Lugar da Caveira, onde foi
crucificado entre dois criminosos
comuns.
As autoridades entregaram o
corpo de Jesus a um homem rico
de nome José de Arimatéia. Por
este ser membro da suprema corte
judia, o Sinédrio, que havia feito
acusações falsas contra Jesus, o
esperado era que fosse um dos
Seus opositores, nunca um amigo.
Além disso, o que era ainda mais
surpreendente, queria que Jesus
fosse enterrado no túmulo que
havia comprado para si, em prepa-
ração para a sua morte. O corpo
foi envolto em uma mortalha e
posto na sepultura, cuja entrada
foi selada com uma grande pedra.
Temendo que Seus discípulos
roubassem o cadáver e espalhas-
sem rumores de que Jesus estaria
vivo, os que tramaram a Sua
morte persuadiram as autoridades
a montar guarda no local de seu
sepultamento, dia e noite.
Evidência
circunstancial
Porque Jesus havia sido cruci-
ficado às vésperas da Páscoa dos
judeus, não houve tempo para que
Seu corpo fosse preparado para o
sepultamento, conforme o cos-
tume judeu. Naquele ano, a Páscoa
dos judeus era seguida pelo sábado,
e qualquer trabalho em qualquer
um desses dias santos era proibido
pela lei judaica, de forma que foi
somente ao amanhecer do terceiro
dia que algumas mulheres segui-
doras de Jesus puderam voltar ao
sepulcro para preparar Seu corpo
para o sepultamento. Quando
chegaram lá, descobriram que o
corpo havia desaparecido.
Foram precisos contatos pessoais
com o Jesus ressuscitado para que
Seus discípulos entendessem o que
havia acontecido. Ele ressurgira
8
dos mortos! A notícia rapidamente
se espalhou.
Os inimigos de Jesus refutaram
as informações com o que para
a maioria deve ter parecido uma
explicação mais lógica, afirmando
que Seus discípulos haviam furtado
Seu corpo, para dar credibilidade
às alegações de que Ele estaria vivo.
Os guardas que permaneceram
de sentinela no túmulo foram até
subornados para que afirmassem
falsamente terem adormecido, o
que teria dado aos seguidores de
Jesus a oportunidade de levar o
cadáver.
Considerando que as pessoas
por trás da versão do “corpo fur-
tado” eram as mesmas que haviam
feito acusações falsas contra Jesus e
pressionado o governador romano,
Pôncio Pilatos, a condená-lO à
morte, e que os que anunciavam a
ressurreição do Salvador colocavam
suas vidas em risco por causa disso,
em quem você acreditaria?
Testemunhas oculares
Os relatos da Ressurreição,
encontrados nos Evangelhos, dão
os nomes de pelo menos 16 pessoas
que foram testemunhas oculares da
ressurreição do Salvador. Por um
período superior a 40 dias, Jesus,
“depois de ter padecido, Se apresen-
tou vivo, com muitas e infalíveis
provas.”1
Em certa ocasião, foi visto
por mais de 500 pessoas.2
O apóstolo Pedro afirmou:
“Não vos fizemos saber o poder e a
vinda de nosso Senhor Jesus Cristo,
seguindo fábulas artificialmente
compostas, mas nós mesmos vimos
a Sua majestade.”3
O apóstolo João deu testemu-
nho: “O que era desde o princípio,
o que ouvimos, o que vimos com
os nossos olhos, o que contempla-
mos, e as nossas mãos tocaram…
isso vos anunciamos.”4
É difícil refutar as declarações
de testemunhas oculares, especial-
mente quando estas estão dispostas
a sofrer perseguição e até o martírio
pelo que afirmam terem visto,
como foi o caso dos primeiros
seguidores de Jesus. As pessoas não
arriscam suas vidas por algo que
sabem ser uma invenção.
Evidência Empírica
A testemunha ocular tem grande
peso, mas envolve um elemento
de fé, pois é preciso que se acredite
na palavra de quem faz o relato. As
evidências circunstanciais também
envolvem uma dose de fé, pois
devemos acreditar que a conclusão à
qual elas conduzem é mais plausível
que as demais explicações. Mas a
evidência empírica, aquela passível
de ser verificada pela experiência ou
pela observação, é prova positiva
quando o objeto da verificação é
posto a teste e aprovado. E esta é a
evidência empírica da Ressurreição:
Horas antes de Jesus ser
crucificado, Pedro O negou três
vezes. Depois disso, ele e os outros
discípulos se esconderam por medo
de serem reconhecidos como Seus
seguidores. Mesmo depois de terem
visto Jesus várias vezes ao longo de
um período de 40 dias, continu-
avam impotentes e desorientados.
Em um determinado momento,
A proclamação da Ressurreição
não poderia ter sido mantida um
único dia ou uma única hora em
Jerusalém, se o sepulcro vazio
não tivesse sido verificado como
um fato. — Paul Althaus, teólogo
alemão (1888–1966)
1
Atos 1:3; 13:31
2
1 Coríntios 15:3–8
3
2 Pedro 1:16
4
1 João 1:1,3
[As narrativas da Ressurreição
encontradas nos quatro Evan-
gelhos] possuem toda a falta
de elaboração que caracteriza a
sinceridade simples. Elas expõem
os fatos como é preciso, como o
fazem as pessoas simples, quando
estão convencidas de algo, sem
nenhuma sombra de dúvida. Esses
textos possuem todos os sinais
de veracidade. — Doremus Hayes,
teólogoamericano(nascidoem1863)
9
Pedro e alguns dos outros segui-
dores de Jesus voltaram para sua
antiga vida de pescadores.5
Entretanto, dez dias depois
da ascensão de Jesus, esses
mesmos homens passaram por
uma transformação repentina e
dramática. Acompanhado dos
demais discípulos, Pedro pregou
para uma multidão em Jerusalém
que provavelmente incluía muitas
daqueles que fizeram parte da turba
que exigiu a crucificação de Jesus.
Esse sermão resultou em mais de
3 mil convertidos.6
Alguns dias
mais tarde, Pedro voltou a pregar
e conquistou mais 5 mil pessoas.7
Como explicar a mudança que
aconteceu nos discípulos?
A resposta está em algo que Jesus
disse aos que O seguiam, na noite
anterior à Sua crucificação: “Ainda
um pouco e o mundo não Me verá
mais, mas vós Me vereis. Porque Eu
vivo, vós também vivereis. Naquele
dia conhecereis que estou em Meu
Pai, e vós em Mim, e Eu em vós.”8
Antes de Jesus morrer, Ele podia
apenas viver com os Seus seguidores,
mas a partir do momento em que
Deus O fez ressurgir dos mortos,
Seu Espírito passou a viver naque-
les que O recebem como Salvador
— “Eu em vós”. A presença de
Jesus em Seus discípulos foi um
fator de mudança maior em suas
vidas do que vê-lO em Seu corpo
ressuscitado.
Além disso, diferentemente do
que ocorre no caso da testemunha
ocular ou da evidência circunstan-
cial, podemos submeter a afirmação
“Eu em vós” de Jesus a teste. Se
for verdadeira, devemos obter os
mesmos resultados observados nos
discípulos.
“Eis que estou à porta, e bato,”
disse Jesus ressuscitado ao apóstolo
João. “Se alguém ouvir a minha
voz, e abrir a porta, entrarei em sua
casa.”9
Quando eu, um agnóstico
de 20 anos de idade, ouvi isso pela
primeira vez, decidi pôr Jesus à
prova. Abri a porta do meu coração
e O convidei a entrar em minha
vida. E foi o que Ele fez. Não, Ele
não apareceu na minha frente
em forma física, como aconteceu
quando Se manifestou aos Seus dis-
cípulos e aos outros, logo após haver
ressuscitado; não vi nenhum clarão
nem O ouvi falar com uma voz
audível, como sucedeu ao apóstolo
Paulo em seu primeiro encontro
com Jesus ressurreto, mas minha
tímida e simples oração — Se Você
for real, manifeste-Se a mim — foi o
início de um relacionamento que se
aprofundou a ponto de eu não mais
poder imaginar minha vida sem Sua
amorosa presença.
Isso, para mim, foi uma prova
maior de que “Cristo morreu
por nossos pecados, segundo as
Escrituras, e que foi sepultado, e
que ressurgiu ao terceiro dia”10
do
que seria tê-lo visto sair do sepul-
cro ou haver tocado Suas mãos
perfuradas. Acredito na história da
Páscoa porque a vivenciei. 1
5
João 21:1–3
6
Atos capítulo 2
7
Atos capítulo 3; 4:1–4
8
João 14:19–20
9
Apocalipse 3:20
10
1 Coríntios 15:3–4
O bando de discípulos de Jesus
estava abatido e desesperan-
çado. Todavia, quase que da
noite para o dia, transformou-se
em um vitorioso movimento de
fé. Se fosse simplesmente um
produto de autossugestão ou
do autoengano, teria sido um
milagre muito maior do que a
própria Ressurreição. — Pinchas
Lapide, teólogo judeu (1922–1997)
Durante muitos anos, estudei os
tempos passados e me acostu-
mei a examinar e comparar as
evidências apresentadas por
aqueles que escreveram sobre os
acontecimentos históricos. Con-
tudo, desconheço qualquer fato
na história da humanidade que
tenha sido mais bem provado e
para o qual existam evidências
mais convincentes que o gran-
dioso sinal que Deus nos deu de
que Cristo morreu e ressuscitou
dos mortos. — Thomas Arnold,
historiador inglês (1795–1842)
10
RESPOSTAS
ÀS SUAS
PERGUNTAS
1
Romanos 10:17
2
João 8:31–32
3
1 Timóteo 2:5
4
Tiago 2:26
5
Romanos 8:28
6
Salmo 100:4
Guarde a fé
P: Minha família e quase todas as
outras pessoas com as quais convivo
diariamente não têm interesse em
assuntos espirituais. Como posso
“guardar a fé” em um mundo que
parece se tornar cada vez mais cético?
R: A fé está na essência de nossas
vidas espirituais, de forma que é
algo pelo que vale a pena lutar.
Aqui estão algumas dicas que
podem ajudar a sua a não apenas
sobreviver, mas aumentar:
Alimente-se com a
Palavra de Deus.
A fé se constrói pelo estudo dili-
gente da Palavra de Deus. Lê-la e
absorvê-la diariamente, meditar
sobre suas verdades e como elas
se aplicam a você desenvolverá a
sua fé. “A fé vem pelo ouvir, e o
ouvir pela palavra de Deus.”1
Jesus
promete: “Se permanecerdes no
Meu ensino, verdadeiramente sereis
Meus discípulos. Então conhecereis
a verdade e a verdade vos libertará.”2
Ore e medite.
Deus quer ter um relacionamento
pessoal com você por meio de Seu
Filho, Jesus. “Há um só Deus, e
um só Mediador entre Deus e os
homens, Cristo Jesus, homem.”3
Comungar em espírito com
Jesus — compartilhar seu coração
com Ele e receber dEle Seu amor,
encorajamento e respostas — for-
talecerá sua conexão e aprofundará
seu relacionamento.
Pratique a sua fé.
“A fé sem as obras é morta,”4
e é
justamente o ato de transformar
em ação o que se acredita que
vivifica a fé. Ao aplicar a Palavra
de Deus ao dia-a-dia, seus princí-
pios e promessas darão prova de
sua validade e a sua fé neles e no
seu autor crescerão.
Concentre-se nas
coisas boas.
Nada pode prejudicar a fé como
circunstâncias adversas, mas a
Bíblia promete que “todas as
coisas concorrem para o bem
daqueles que amam a Deus,
daqueles que são chamados
segundo o seu propósito.”5
Aprenda a se concentrar nas coisas
boas e sua fé será capaz de sobrevi-
ver a qualquer coisa.
Aproveite a
experiência dos
outros.
Ler os registros do que Deus tem
feito pelos outros aumentará a sua
fé. O que Ele fez por eles, pode
fazer por você!
Agradeça a Deus
pelas coisas boas.
Louvar a Deus pela Sua bondade
nos leva à Sua presença. “Entrai
pelas portas dEle com ações
de graça, e em Seus átrios com
louvor; rendei-Lhe graças, e louvai
o Seu nome.”6
Quando mais agra-
decer a Deus pela Sua bondade,
mais grato você estará e mais Ele o
abençoará. É uma espiral ascen-
dente que faz com que Deus e a
esfera espiritual sejam mais reais
para você. Fortalece a sua fé. 1
11
O amor eterno de Deus
Lilia Potters
visitá-la. Também a assegurei de
que eu estaria orando por ela.
Quando voltei para casa, quase
um mês depois, fiquei sabendo que
minha colega havia visitado essa
moça pouco depois de sua cirurgia.
Ela tinha sofrido uma experiência
de quase-morte no dia anterior,
devido a complicações pós-opera-
tórias. Enquanto pairava entre a
vida e a morte, teve um sentimento
distinto que não era para ela mor-
rer ainda — que Deus ainda tinha
planos para sua vida. Ela voltou à
vida e estava agradecida por estar
viva, mas a experiência toda a tinha
deixado estranhamente aborrecida
e deprimida. Foi neste estado em
que minha amiga a encontrara,
mas depois que elas conversaram
por um tempo, o ânimo dela
mudou e, segurando firme a mão
de minha amiga e elas oraram
Assim que me conectei à Internet
— muitas mensagens que haviam
se acumulado no ciberespaço
enquanto eu viajava do Oriente
Médio para a Europa lotaram
minha caixa de entrada. Por isso,
um tanto frustrada, comecei a
processá-las, separando o lixo do
que me interessava. No processo,
fiquei surpresa em encontrar um
bilhetinho de alguém de quem
não tinha ouvido falar havia
tempo. Parte da mensagem dizia:
Faz vinte dias, exames médi-
cos revelaram que tenho câncer.
Graças a Deus, a doença ainda
não se alastrou. Logo, logo
me submeterei a uma cirurgia.
Gostaria que você pudesse vir
para o hospital. Vou ficar inter-
nada por uma semana. Não
estou com medo da cirurgia,
mas um pouco preocupada!
Quando descobri que estava
doente, senti-me traída. Eu
confiava em meu corpo saudável
e, de repente, descobri que tinha
câncer. Fiquei muito desapontada
e triste. Então orei. A bondade
e misericórdia de Deus sempre
estiveram comigo e Ele me deu
sinais que ajudaram a doença a ser
descoberta precocemente. Acho
que vou ficar bem.
Profundamente sensibilizada que
essa querida moça me buscasse em
sua hora de necessidade, enviei uma
mensagem a uma colega de trabalho,
pedindo que a visitasse e orasse por
ela. Também respondi à mensagem,
explicando-lhe que eu estava no
exterior, mas que tinha pedido para
uma amiga, que ela também tinha
conhecido, para ligar para ela e
12
1
Atos 10:38; Hebreus 13:8
2
João 3:16
juntas por uma recuperação rápida
e por encorajamento.
Quando liguei para a moça
que me escrevera, ela explicou a
diferença que a visita fizera — o
simples fato de minha colega tê-la
visitado significou muito. “Foi
como se um anjo tivesse me visi-
tado” — disse. Embora a batalha
pela sua saúde ainda não tivesse
terminado, ela agradeceu do fundo
do coração a nós duas pelas nossas
orações e pediu que a visitássemos
em sua casa.
Antes da visita, tive um forte
pressentimento de lhe escrever um
cartão com algumas passagens das
Escrituras sobre Jesus, o Grande
Médico, que durante Seu tempo
na terra “andou fazendo o bem
e curando a todos os oprimidos”
e que, como a Bíblia ensina, “é
o mesmo ontem, hoje e eterna-
mente”.1
Enquanto eu, com muita
oração, pensava no que mais
escrever, palavras cheias de amor flu-
íam pela minha caneta sem esforço
de minha parte. O próprio Jesus
queria expressar Seu amor e cuidado
para com esta querida mulher, e a
Sua mensagem terminou com uma
curta oração que ela poderia fazer.
Enquanto conversávamos em
sua casa, expliquei que, enquanto
orava, eu havia recebido de Jesus
uma mensagem de encorajamento
para ela, e que esperava que
ela não lhe causasse nenhum
constrangimento.
“Embora eu seja de uma fé dife-
rente”, respondeu enfaticamente,
“realmente amo Jesus! Quando fico
preocupada ou irrequieta, escuto
uma fita de um cantor famoso
aqui que gravou duas orações, uma
para a Páscoa e uma para o Natal.
Quando escuto a oração da Páscoa,
sobre como Jesus foi pregado
na cruz, morreu, foi sepultado e
ressuscitou, meu coração é preen-
chido com paz.”
Quando ela abriu o envelope
que continha meu cartão e come-
çou a ler a mensagem de Jesus,
lágrimas correram pelos seus olhos.
Um pouco envergonhada, ela
perguntou se poderia ler o resto
mais tarde, à noite.
Na próxima vez em que con-
versei com ela, ela disse que havia
relido a mensagem inteira e feito
a oração. “Ela me encheu de paz
interior”, disse ela. “Agora aceitei o
que Deus trouxe em minha vida, e
agora sei que vou ficar bem.”
Enquanto continuamos a con-
versar, nós duas concluímos que
o que realmente importa na vida
é acreditarmos no amor de Deus,
O amarmos e recebermos Suas
palavras. Que tamanha diferença
faria em nosso mundo atribulado,
em que barreiras se edificam cada
vez mais rapidamente entre povos
e religiões, se pudéssemos nos
estender e construir pontes e nos
concentrarmos no que de fato
tem importância: amar a Deus
e compartilhar Seu amor com
os outros. Ele, com certeza, não
fez acepção de pessoas nem de
religiões quando enviou Jesus para
este mundo como exemplo de Seu
amor para toda a humanidade.2
O
amor eterno de Deus não mudou
e Jesus Cristo, que curou corações
e corpos, é o mesmo ontem, hoje e
eternamente! 1
Lilia Potters é membro da
Família Internacional e
estava no Oriente Médio
quando escreveu esse
depoimento.
Que tamanha diferença faria se
pudéssemos nos concentrar no que de
fato tem importância
13
A Páscoa não é coelhinhos boniti-
nhos nem ovos coloridos. Para nós,
que conhecemos Jesus, é muito
mais. É quando comemoramos
a Sua vitória sobre a morte e o
túmulo. A Páscoa é o cumprimento
do amor de Cristo. — Amanda
White
Jesus Se afastou do nosso campo
visual para que pudéssemos voltar ao
nosso coração e aí encontrá-lO. Pois
Ele Se foi e, eis, aqui está. — Santo
Agostinho
A Ressurreição dá sentido e direção
à minha vida, e oportunidade de
começar de novo, independente-
mente das circunstâncias. — Robert
Flatt
A Páscoa é a demonstração dada por
Deus de que a vida é essencialmente
espiritual e atemporal. — Charles
M. Crowe
A simples mensagem que mudou o
mundo para sempre foi: “Ele não
está mais aqui. Ele ressuscitou”. —
Linda Bowles
Um homem completamente
inocente se ofereceu como um
sacrifício para o bem dos outros,
inclusive de seus inimigos, e se tor-
nou o resgate para o mundo. Esse
foi um ato perfeito. — Mahatma
Gandhi
As mãos de Jesus, perfuradas por
pregos, revelam o amoroso coração
de Deus. — Autor desconhecido
A vida não começa aos quarenta
nem aos vinte, mas, sim, no Calvá-
rio. — Elaine Kilgore
Se Jesus estava vivo novamente
no ano 33 d.C., então ainda está
vivo, porque Ele é Deus. Essa é a
mensagem da Páscoa. — Michael
Whitehead
Jesus Cristo irrompeu da sepultura
e explodiu em meu coração. —
Donna Hosford
Que a alegria da Ressurreição nos
eleve da solidão, da fraqueza e do
desespero, para a força, a beleza e a
felicidade. — Floyd W. Tomkins
S O B R E O D I A DA PÁ S CO A
No Dia da Páscoa os lírios florescem,
Triunfantes, ascendem de suas
tumbas.
Seus bulbos ressurgem,
Nascidos do silêncio da terra
Simbolicamente, para contar aos
homens
Que Cristo, o Salvador, vive outra vez
Os anjos, puros e brancos,
Vieram e rolaram a pedra;
E nesse remover da pedra,
Foi-se de vez a sombra da cruz!
—June Masters Bacher
LEITURA QUE ALIMENTA
A H i s t ó r i a d a P á s c o a
A entrada triunfal em Jerusalém
Lucas 19:29–4
A Santa Ceia: a última com Seus
discípulos
Lucas 22:7–30
A agonia no Jardim do Getsêmane
Lucas 22:39–46
A traição
Lucas 22:47–53
A sequência de julgamentos, o
escárnio e os açoites
Lucas 22:54–71; 23:1–24
A crucificação
Lucas 23:26–46
O sepultamento
Lucas 23:50–53
A ressurreição
Mateus capítulo 28
Marcos capítulo 16
Lucas capítulo 24
João capítulo 20
Meditações de páscoa
No Dia da Páscoa, o
véu entre o tempo e a
eternidade se torna mais
fino, como uma gaze.
—Douglas Horton
14
“Se alguém está em Cristo”,
ensina a Bíblia, “nova criatura é;
as coisas velhas já passaram, tudo
se fez novo.”1
Essa transformação
começa no momento em que
convidamos Jesus para entrar em
nossos corações e nossas vidas,
mas é mais demorado nós entrar-
mos em Jesus, ou seja, estarmos
completamente edificados nEle e
confirmados na fé.2
Quanto mais
fizermos isso, mais nossos antigos
pensamentos e hábitos deixarão de
existir, e mais “tudo se fará novo”.
E que melhor momento que a
Páscoa, a celebração do renasci-
mento máximo, para renovar seu
espírito?
Peça a Deus para lhe mostrar
um ou dois aspectos nos quais
você precise mudar ou crescer
enquanto pessoa. Por exemplo:
você costuma ter uma atitude
positiva e de gratidão, ou tende a
reclamar das dificuldades da vida?
Você separa um tempo para a
leitura da Palavra de Deus e reflete
O R A Ç Ã O P E L O D I A
Jesus, eu não era nada, mas, ainda
assim, Você veio e morreu por mim,
para eu poder ser Seu para sempre.
Foi às profundezas por minha
causa, e me agarrei à Sua mão. Às
vezes, fico tão preso aos cuidados
desta vida e às coisas à minha volta
que esqueço Você. Apesar disso,
Você me entende e não deixa de
me amar e me incentivar a buscá-
lO. Continua a me lembrar que
está sempre esperando que eu
me aproxime, para me revigorar e
renovar. Quando eu volto minha
atenção a Você, Seu amor vem
a mim, toca meu coração, e sou
renovado!
1
2 Coríntios 5:17
2
Colossenses 2:6–7
3
Salmo 51:10
4
Filipenses 1:6
A renovação
do espírit
o
sobre como ela se aplica a você,
ou preenche seus momentos livres
com programas de televisão ou
outros entretenimentos? Você ora
por aqueles que estão passando
por dificuldades ou meramente
sente pena deles? Você é alguém
que dá de si com alegria, ou se res-
sente dos sacrifícios que, às vezes,
precisa fazer em favor dos outros?
Ou existe algum outro aspecto de
sua vida em que precisa mudar?
Agora pare uns minutos para
entregar essas questões a Jesus em
oração. “Cria em mim, ó Deus,
um coração puro, e renova em
mim um espírito reto.”3
É preciso tempo e um esforço
constante para se perder hábitos
antigos, mas tão logo reconheça
a necessidade de mudar e peça a
ajuda de Jesus, pode contar com
a seguinte promessa: “aquele que
em vós começou a boa obra a
aperfeiçoará até ao dia de Cristo
Jesus.”4
Se fizer a sua parte, Ele
fará a dEle. 1
Um exercício espiritual
15
COM AMOR, JESUS
Deixe-Me
tocá-lo
Quando estive na Terra há muitos e mui-
tos anos, fiz o bem a todos que cruzavam
Meu caminho. Curei os doentes e conso-
lei os de coração partido. Animei os que
estavam desencorajados e fortaleci os que
se sentiam fracos. E Meu amor e poder
continuam os mesmos até hoje! Ainda
desejo tocar e curar os corpos quebrados
dos que sofrem, e encorajar os corações
dos que se curvam sob fardos pesados ou
que estão passando por momentos difíceis.
Desde que voltei ao Céu, já toquei muitos
que elevaram os corações a Mim e Me
contaram suas necessidades, e quero
muito fazer o mesmo por você.
Você só precisa ter fé e acreditar que Eu,
o Grande Médico, ainda posso tocar e
curá-lo. Estou apenas a uma oração de
distância. Você pode Me contar suas
dificuldades, preocupações, e seus temores,
e Me pedir para ajudá-lo e curá-lo. Às
vezes, a cura do corpo leva algum tempo.
Sei qual é o melhor momento. Mas a cura
de seu coração, as dádivas de paz em vez
de tumulto, e fé em vez de medo, são
coisas que posso lhe dar num instante. É
algo que não se pode compreender com a
mente, mas quando você pede com fé e é
atendido, sabe então que o toquei.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O céu é de verdade
O céu é de verdadeO céu é de verdade
O céu é de verdade
josefeco
 
11 vencendo os inimigos da restituição
11 vencendo os inimigos da restituição11 vencendo os inimigos da restituição
11 vencendo os inimigos da restituição
Josenilton Pinheiro Pinheiro
 
R. r. soares como tomar posse da bênção
R. r. soares   como tomar posse da bênçãoR. r. soares   como tomar posse da bênção
R. r. soares como tomar posse da bênção
Wagner Santos Fernandes
 
JORMI - Jornal Missionário nº 85
JORMI -   Jornal Missionário nº 85JORMI -   Jornal Missionário nº 85
JORMI - Jornal Missionário nº 85
Almir Rodrigues
 
Curso fé r. r. soares
Curso fé   r. r. soaresCurso fé   r. r. soares
Curso fé r. r. soares
Jessé Ferreira
 
10 segredos para poder todas as coisas naquele que nos fortalece.
10 segredos para poder todas as coisas naquele que nos fortalece.10 segredos para poder todas as coisas naquele que nos fortalece.
10 segredos para poder todas as coisas naquele que nos fortalece.
Instituto Teológico Gamaliel
 
Cenas Marcantes e a Ressurreição
Cenas Marcantes e a  RessurreiçãoCenas Marcantes e a  Ressurreição
Cenas Marcantes e a Ressurreição
Ramón Zazatt
 
Jornal Missionário nº 101
Jornal Missionário nº 101Jornal Missionário nº 101
Jornal Missionário nº 101
Almir Rodrigues
 
O Grande e Terrível dia do Senhor
O Grande e Terrível dia do SenhorO Grande e Terrível dia do Senhor
O Grande e Terrível dia do Senhor
Marcos Davi
 
Morrendo Diariamente - John Owen
Morrendo Diariamente - John Owen Morrendo Diariamente - John Owen
Morrendo Diariamente - John Owen
Silvio Dutra
 
Restaurando o ferido
Restaurando o feridoRestaurando o ferido
Restaurando o ferido
arthurgomes33
 
Kenneth e. hagin O nome de jesus
Kenneth e. hagin   O nome de jesusKenneth e. hagin   O nome de jesus
Kenneth e. hagin O nome de jesus
Roberto Dias
 
Chamada e escolha
Chamada e escolhaChamada e escolha
Chamada e escolha
Pastor Robson Colaço
 
A outra face dos milagres
A outra face dos milagresA outra face dos milagres
A outra face dos milagres
EDUARDO MOURA
 
Enchimento do espírito santo emanuel rev01
Enchimento do espírito santo   emanuel rev01Enchimento do espírito santo   emanuel rev01
Enchimento do espírito santo emanuel rev01
Luiza Dayana
 
Chamada e Escolha
Chamada e EscolhaChamada e Escolha
Chamada e Escolha
lucena
 

Mais procurados (16)

O céu é de verdade
O céu é de verdadeO céu é de verdade
O céu é de verdade
 
11 vencendo os inimigos da restituição
11 vencendo os inimigos da restituição11 vencendo os inimigos da restituição
11 vencendo os inimigos da restituição
 
R. r. soares como tomar posse da bênção
R. r. soares   como tomar posse da bênçãoR. r. soares   como tomar posse da bênção
R. r. soares como tomar posse da bênção
 
JORMI - Jornal Missionário nº 85
JORMI -   Jornal Missionário nº 85JORMI -   Jornal Missionário nº 85
JORMI - Jornal Missionário nº 85
 
Curso fé r. r. soares
Curso fé   r. r. soaresCurso fé   r. r. soares
Curso fé r. r. soares
 
10 segredos para poder todas as coisas naquele que nos fortalece.
10 segredos para poder todas as coisas naquele que nos fortalece.10 segredos para poder todas as coisas naquele que nos fortalece.
10 segredos para poder todas as coisas naquele que nos fortalece.
 
Cenas Marcantes e a Ressurreição
Cenas Marcantes e a  RessurreiçãoCenas Marcantes e a  Ressurreição
Cenas Marcantes e a Ressurreição
 
Jornal Missionário nº 101
Jornal Missionário nº 101Jornal Missionário nº 101
Jornal Missionário nº 101
 
O Grande e Terrível dia do Senhor
O Grande e Terrível dia do SenhorO Grande e Terrível dia do Senhor
O Grande e Terrível dia do Senhor
 
Morrendo Diariamente - John Owen
Morrendo Diariamente - John Owen Morrendo Diariamente - John Owen
Morrendo Diariamente - John Owen
 
Restaurando o ferido
Restaurando o feridoRestaurando o ferido
Restaurando o ferido
 
Kenneth e. hagin O nome de jesus
Kenneth e. hagin   O nome de jesusKenneth e. hagin   O nome de jesus
Kenneth e. hagin O nome de jesus
 
Chamada e escolha
Chamada e escolhaChamada e escolha
Chamada e escolha
 
A outra face dos milagres
A outra face dos milagresA outra face dos milagres
A outra face dos milagres
 
Enchimento do espírito santo emanuel rev01
Enchimento do espírito santo   emanuel rev01Enchimento do espírito santo   emanuel rev01
Enchimento do espírito santo emanuel rev01
 
Chamada e Escolha
Chamada e EscolhaChamada e Escolha
Chamada e Escolha
 

Semelhante a Contato: A oferta graduita de deus

Entreguei minha vida pra jesus e-book
Entreguei minha vida pra jesus   e-bookEntreguei minha vida pra jesus   e-book
Entreguei minha vida pra jesus e-book
Paulo De Tarso Fernandes
 
DISCIPULADO_BASICO.pdf
DISCIPULADO_BASICO.pdfDISCIPULADO_BASICO.pdf
DISCIPULADO_BASICO.pdf
JooAlbertoSoaresdaSi
 
melhor-de-Deus
  melhor-de-Deus  melhor-de-Deus
melhor-de-Deus
antonio ferreira
 
13385265 melhor-de-deus
13385265 melhor-de-deus13385265 melhor-de-deus
13385265 melhor-de-deus
antonio ferreira
 
Como evangelizar crianças
Como evangelizar criançasComo evangelizar crianças
Como evangelizar crianças
Edleusa Silva
 
Eu sou-a-ressurreição-e-a-vida
Eu sou-a-ressurreição-e-a-vidaEu sou-a-ressurreição-e-a-vida
Eu sou-a-ressurreição-e-a-vida
Ademilton41
 
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
Antonio Ferreira
 
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
Antonio Ferreira
 
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
Antonio Ferreira
 
Revista Impacto Sobrenatural - Sinais Profeticos - Junho
Revista Impacto Sobrenatural - Sinais Profeticos - JunhoRevista Impacto Sobrenatural - Sinais Profeticos - Junho
Revista Impacto Sobrenatural - Sinais Profeticos - Junho
Apostolo Jose
 
REFORMINHA-1.pdf
REFORMINHA-1.pdfREFORMINHA-1.pdf
REFORMINHA-1.pdf
leticiarobertizamlut
 
Eu sou a ressurreição e a vida1
Eu sou a ressurreição e a vida1Eu sou a ressurreição e a vida1
Eu sou a ressurreição e a vida1
G. Gomes
 
JORMIi - jornal missionário nº 82
JORMIi  - jornal missionário nº 82JORMIi  - jornal missionário nº 82
JORMIi - jornal missionário nº 82
Almir Rodrigues
 
Eu sou a ressurreição e a vida
Eu sou a ressurreição e a vidaEu sou a ressurreição e a vida
Eu sou a ressurreição e a vida
evangelismo emslides
 
Quando foi que jesus cristo nasceu
Quando foi que jesus cristo nasceuQuando foi que jesus cristo nasceu
Quando foi que jesus cristo nasceu
Joselito Machado
 
Edição 38
Edição 38Edição 38
Edição 38
igrejaBatistaAmor
 
Edição 37
Edição 37Edição 37
Edição 37
igrejaBatistaAmor
 
Edição 39
Edição 39Edição 39
Edição 39
igrejaBatistaAmor
 
Edição 40
Edição 40Edição 40
Edição 40
igrejaBatistaAmor
 
Edição 36
Edição 36Edição 36
Edição 36
igrejaBatistaAmor
 

Semelhante a Contato: A oferta graduita de deus (20)

Entreguei minha vida pra jesus e-book
Entreguei minha vida pra jesus   e-bookEntreguei minha vida pra jesus   e-book
Entreguei minha vida pra jesus e-book
 
DISCIPULADO_BASICO.pdf
DISCIPULADO_BASICO.pdfDISCIPULADO_BASICO.pdf
DISCIPULADO_BASICO.pdf
 
melhor-de-Deus
  melhor-de-Deus  melhor-de-Deus
melhor-de-Deus
 
13385265 melhor-de-deus
13385265 melhor-de-deus13385265 melhor-de-deus
13385265 melhor-de-deus
 
Como evangelizar crianças
Como evangelizar criançasComo evangelizar crianças
Como evangelizar crianças
 
Eu sou-a-ressurreição-e-a-vida
Eu sou-a-ressurreição-e-a-vidaEu sou-a-ressurreição-e-a-vida
Eu sou-a-ressurreição-e-a-vida
 
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
 
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
 
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
7681835 voce-pode-ter-o-melhor-das-bencaos-de-deus
 
Revista Impacto Sobrenatural - Sinais Profeticos - Junho
Revista Impacto Sobrenatural - Sinais Profeticos - JunhoRevista Impacto Sobrenatural - Sinais Profeticos - Junho
Revista Impacto Sobrenatural - Sinais Profeticos - Junho
 
REFORMINHA-1.pdf
REFORMINHA-1.pdfREFORMINHA-1.pdf
REFORMINHA-1.pdf
 
Eu sou a ressurreição e a vida1
Eu sou a ressurreição e a vida1Eu sou a ressurreição e a vida1
Eu sou a ressurreição e a vida1
 
JORMIi - jornal missionário nº 82
JORMIi  - jornal missionário nº 82JORMIi  - jornal missionário nº 82
JORMIi - jornal missionário nº 82
 
Eu sou a ressurreição e a vida
Eu sou a ressurreição e a vidaEu sou a ressurreição e a vida
Eu sou a ressurreição e a vida
 
Quando foi que jesus cristo nasceu
Quando foi que jesus cristo nasceuQuando foi que jesus cristo nasceu
Quando foi que jesus cristo nasceu
 
Edição 38
Edição 38Edição 38
Edição 38
 
Edição 37
Edição 37Edição 37
Edição 37
 
Edição 39
Edição 39Edição 39
Edição 39
 
Edição 40
Edição 40Edição 40
Edição 40
 
Edição 36
Edição 36Edição 36
Edição 36
 

Mais de Spiritualibrary

上帝的圣诞礼物
上帝的圣诞礼物上帝的圣诞礼物
上帝的圣诞礼物
Spiritualibrary
 
耶稣的诞生
耶稣的诞生耶稣的诞生
耶稣的诞生
Spiritualibrary
 
最好的礼物
最好的礼物最好的礼物
最好的礼物
Spiritualibrary
 
敲响钟声
敲响钟声敲响钟声
敲响钟声
Spiritualibrary
 
圣诞节的盼望
圣诞节的盼望圣诞节的盼望
圣诞节的盼望
Spiritualibrary
 
Natal - Precisam-se Anjos de Natal
Natal - Precisam-se Anjos de NatalNatal - Precisam-se Anjos de Natal
Natal - Precisam-se Anjos de Natal
Spiritualibrary
 
Contato - A lista de pedidos de Jesus para o Natal
Contato - A lista de pedidos de Jesus para o NatalContato - A lista de pedidos de Jesus para o Natal
Contato - A lista de pedidos de Jesus para o Natal
Spiritualibrary
 
Contato - A Maravilha do Natal
Contato - A Maravilha do NatalContato - A Maravilha do Natal
Contato - A Maravilha do Natal
Spiritualibrary
 
Contato - Alegria ao mundo
Contato - Alegria ao mundoContato - Alegria ao mundo
Contato - Alegria ao mundo
Spiritualibrary
 
Contato - Deus se Supera!
Contato - Deus se Supera!Contato - Deus se Supera!
Contato - Deus se Supera!
Spiritualibrary
 
Contato - E tudo uma questao de amor.pdf
Contato - E tudo uma questao de amor.pdfContato - E tudo uma questao de amor.pdf
Contato - E tudo uma questao de amor.pdf
Spiritualibrary
 
Contato - O Principe da Paz
Contato - O Principe da PazContato - O Principe da Paz
Contato - O Principe da Paz
Spiritualibrary
 
Contato - Nosso Jesus.pdf
Contato - Nosso Jesus.pdfContato - Nosso Jesus.pdf
Contato - Nosso Jesus.pdf
Spiritualibrary
 
Contato - O Verdadeiro Natal
Contato - O Verdadeiro NatalContato - O Verdadeiro Natal
Contato - O Verdadeiro Natal
Spiritualibrary
 
Contato - Pressão ou emoção
Contato - Pressão ou emoçãoContato - Pressão ou emoção
Contato - Pressão ou emoção
Spiritualibrary
 
Uno spiraglio sul Cielo
Uno spiraglio sul CieloUno spiraglio sul Cielo
Uno spiraglio sul Cielo
Spiritualibrary
 
Da Gesù con amore - Dedicato alla coppia
Da Gesù con amore - Dedicato alla coppiaDa Gesù con amore - Dedicato alla coppia
Da Gesù con amore - Dedicato alla coppia
Spiritualibrary
 
I mille volti dell'amore
I mille volti dell'amoreI mille volti dell'amore
I mille volti dell'amore
Spiritualibrary
 
转折点: 目击者 - 改变一切的24小时
转折点: 目击者 - 改变一切的24小时转折点: 目击者 - 改变一切的24小时
转折点: 目击者 - 改变一切的24小时
Spiritualibrary
 
活出美好: 目擊者 - 改變一切的24小
活出美好:  目擊者 - 改變一切的24小活出美好:  目擊者 - 改變一切的24小
活出美好: 目擊者 - 改變一切的24小
Spiritualibrary
 

Mais de Spiritualibrary (20)

上帝的圣诞礼物
上帝的圣诞礼物上帝的圣诞礼物
上帝的圣诞礼物
 
耶稣的诞生
耶稣的诞生耶稣的诞生
耶稣的诞生
 
最好的礼物
最好的礼物最好的礼物
最好的礼物
 
敲响钟声
敲响钟声敲响钟声
敲响钟声
 
圣诞节的盼望
圣诞节的盼望圣诞节的盼望
圣诞节的盼望
 
Natal - Precisam-se Anjos de Natal
Natal - Precisam-se Anjos de NatalNatal - Precisam-se Anjos de Natal
Natal - Precisam-se Anjos de Natal
 
Contato - A lista de pedidos de Jesus para o Natal
Contato - A lista de pedidos de Jesus para o NatalContato - A lista de pedidos de Jesus para o Natal
Contato - A lista de pedidos de Jesus para o Natal
 
Contato - A Maravilha do Natal
Contato - A Maravilha do NatalContato - A Maravilha do Natal
Contato - A Maravilha do Natal
 
Contato - Alegria ao mundo
Contato - Alegria ao mundoContato - Alegria ao mundo
Contato - Alegria ao mundo
 
Contato - Deus se Supera!
Contato - Deus se Supera!Contato - Deus se Supera!
Contato - Deus se Supera!
 
Contato - E tudo uma questao de amor.pdf
Contato - E tudo uma questao de amor.pdfContato - E tudo uma questao de amor.pdf
Contato - E tudo uma questao de amor.pdf
 
Contato - O Principe da Paz
Contato - O Principe da PazContato - O Principe da Paz
Contato - O Principe da Paz
 
Contato - Nosso Jesus.pdf
Contato - Nosso Jesus.pdfContato - Nosso Jesus.pdf
Contato - Nosso Jesus.pdf
 
Contato - O Verdadeiro Natal
Contato - O Verdadeiro NatalContato - O Verdadeiro Natal
Contato - O Verdadeiro Natal
 
Contato - Pressão ou emoção
Contato - Pressão ou emoçãoContato - Pressão ou emoção
Contato - Pressão ou emoção
 
Uno spiraglio sul Cielo
Uno spiraglio sul CieloUno spiraglio sul Cielo
Uno spiraglio sul Cielo
 
Da Gesù con amore - Dedicato alla coppia
Da Gesù con amore - Dedicato alla coppiaDa Gesù con amore - Dedicato alla coppia
Da Gesù con amore - Dedicato alla coppia
 
I mille volti dell'amore
I mille volti dell'amoreI mille volti dell'amore
I mille volti dell'amore
 
转折点: 目击者 - 改变一切的24小时
转折点: 目击者 - 改变一切的24小时转折点: 目击者 - 改变一切的24小时
转折点: 目击者 - 改变一切的24小时
 
活出美好: 目擊者 - 改變一切的24小
活出美好:  目擊者 - 改變一切的24小活出美好:  目擊者 - 改變一切的24小
活出美好: 目擊者 - 改變一切的24小
 

Último

de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 

Último (10)

de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 

Contato: A oferta graduita de deus

  • 1. A OFERTA GRATUITA DE DEUS Hoje pode ser o seu dia! Por que acredito na história da Páscoa Toda a prova que preciso Guardar a Fé 6 dicas para ajudar a sua a crescer M U D E S U A V I D A . M U D E O M U N D O .
  • 2. contato pessoal Lembra daqueles desenhos que as crianças fazem ligando pontos numerados? A Bíblia é assim: ligue certas passagens na sequência certa e revelará uma imagem oculta, uma verdade espiritual ou um mis- tério de Deus. Há milhares dessas imagens entre suas páginas. Esta é uma das que mais gosto: 1. Romanos 5:8: “Mas Deus prova o Seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” Sem dúvida, morrer por nós é algo extremo. Por que Jesus faria isso? 2. Isaías 53:6: “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho.” Em outras palavras… 3. Romanos 3:23: “Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.” É verdade,não somos perfeitos.Mas por que isso é um problema tão grave? 4. Isaías 59:2: “Os vossos [pecados] fazem divisão entre vós e o vosso Deus.” Mas a boa notícia é que... 5. 1 Pedro 3:18: “Cristo padeceu uma única vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos [de volta] a Deus. Ele, na verdade, foi morto na carne, mas vivificado pelo Espírito”— ou seja, ressuscitou. Que bom para Ele, mas que ganhamos com o Seu ressurgimento dos mortos? 6. João 11:25: “Eu [Jesus] sou a ressurreição e a vida. Quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá.” Em outras palavras … 7. João 14:19: “Porque Eu [Jesus] vivo, vós também vivereis.” E com isso voltamos ao ponto de partida: Deus nos ama tanto que quer que vivamos esse amor para sempre. 8. João 3:16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira”— a você e a mim — “que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Entendeu? Temos nesta edição a combinação de dois temas em um: a res- surreição de Jesus e nossa salvação eterna. E para uma visão mais detalhada do que Jesus passou para tornar tudo isso possível, ligue os pontos na seção “Leitura que Alimenta — A História da Páscoa”(página 14). Feliz Páscoa! Mario Sant’Ana Pela Contato Vol 10, Número 4, Abril de 2009 © 2009 Aurora Production AG. www.auroraproduction.com Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. Tradução: Mário Sant’Ana e Hebe Rondon A menos que esteja indicado o contrário, todas as referências às Escrituras na Contato foram extraídas da “Bíblia Sagrada” — Tradução de João Ferreira de Almeida — Edição Contemporânea, Copyright © 1990, por Editora Vida. Editor Mario Sant’Ana Design Giselle LeFavre Diagramação Gabriel Zachi Romeu Produção Jessie Richards Contamos com uma grande variedade de livros, além de produções de áudio e vídeo, para alimentar sua alma, enlevar seu espírito, fortalecer seus laços familiares e proporcionar divertidos momentos de aprendizagem para os seus filhos. Para mais informações, visite nosso site, ligue ou escreva para nosso escritório central, ou contate seu distribuidor local. Assinaturas, informações e produtos: Internet: www.contato.org E-mail: revista@contato.org Ligue grátis: 0800-557772 Endereço postal: Contato Cristão Caixa Postal 66345 São Paulo — SP CEP 05311-970 2
  • 3. V I DA A P Ó S A V I DA Que motivo têm os ateus para dizer que não podemos ressuscitar? O que é mais difícil: nascer ou ressuscitar? É mais difícil que o que jamais foi venha a ser, ou que aquilo que já foi volte a ser? —Blaise Pascal MEU ABACATEIRO Abi F. May O abacate é uma das minhas frutas favoritas — saborosa e nutritiva.Decidi usar um pequeno espaço na soleira da janela da cozinha,onde cultivo várias ervas,para plantar um abacateiro. Seguindo as dicas que encontrei online em wikihow.com, segurei o caroço de um abacate com a parte pon- tiaguda voltada para cima, espetei no meio dele, lateralmente, quatro palitos separados por intervalos iguais, para apoiá-lo na borda de um recipiente de vidro totalmente cheio com água, na qual o caroço ficaria semissubmerso — e esperei. Passaram-se semanas sem que se manifestasse na semente nenhum sinal de vida. Aparentemente, uma pedra produziria o mesmo efeito! Passado um mês, pensei em desistir da idéia.Talvez aquele caroço marrom sem graça não tivesse vida. Mas foi então que surgiu na sua base uma pequena rachadura. Inter- pretei aquilo como um sinal de que a semente estivesse secando, mas decidi esperar um pouco mais.Troquei a água e deixei passar mais algumas semanas. Por fim, uma minúscula raiz despon- tou na abertura. Observei, então, outra fenda que aparecera, desta vez, na parte superior da semente. E lentamente, por fim apareceu um broto cheio de esperança. Transplantada para um pequeno vaso de terra, a semente que aparentara estar morta agora cresce e já é uma plantinha viçosa. Dia a dia, brotam folhas verdes e delicadas. Cada uma delas cresce e a planta já está bem maior que a semente. Essa arvorezinha dá prova de que havia vida no interior da semente, apesar das aparências. A chegada da Páscoa me faz lembrar da minha experiência de cultivar um abacateiro. Imagino quão desesperan- çados os seguidores de Jesus devem ter se sentido quando O viram na cruz! Viram o seu corpo ser levado sem vida e depositado em um túmulo frio de pedra. Provavelmente, sentiram que todas as suas aspirações e sonhos estavam sendo sepultados também. Posso visualizá-los agora, sentindo-se impotentes e abandonados. Mas a esperança não havia morrido! Três dias mais tarde, Jesus ressuscitou triunfante, derrotando a morte e a sepultura. O milagre da ressurreição de Jesus é, obviamente, muito maior do que o que deu vida ao meu pequeno abaca- teiro, mas aquela planta oferece uma maravilhosa analogia. Mesmo quando a perspectiva parecer sombria, espere no Senhor e Ele operará milagres: nova vida, nova esperança e novos começos! 1 3
  • 4. esus veio para facilitar a salvação ao máximo. Essa é uma das razões por que os líderes religiosos queriam vê-lO crucificado, pois o sistema religioso daquela época praticamente dizia que ninguém podia ser salvo sem eles, sem seguir suas leis complicadas, tradições e incoerências religiosas.1 Jesus ensinou que para sermos salvos precisamos apenas acreditar que Ele é o Cristo, o Salvador, e que somos pecadores que precisam da Salvação, e Lhe pedir que nos salve.2 É claro que ninguém consegue entender completamente a salvação, da mesma forma que não conseguimos compreender a profundidade do amor de Deus. É por isso que Jesus disse que para ser salva, a pessoa deve ter uma fé infantil. “Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.”3 É impossível compre- ender plenamente uma coisa ou outra. Resta-nos, portanto, apenas aceitá-las! Será que um bebê entende o amor da sua mãe ou do seu pai? Não, apenas o sente, aceita e recebe. Mesmo antes de entender a fala e de aprender a falar, as crian- ças percebem e sentem o amor, e confiam nos pais, pois sabem que as amam. Da mesma forma, você não tem de compreender tudo sobre Deus para conhecer o Seu amor e a salvação. Basta receber Jesus, o Filho de Deus, como Salvador, pedindo-Lhe que entre no seu coração! Você pode fazê-lo agora mesmo se quiser a resposta de Deus para todos os seus problemas, e que o Seu amor e felicidade encham o seu coração e vida com alegria e lhe deem um novo plano e pro- pósito. Ele satisfará todas as suas necessidades e resolverá todos os seus problemas. Ele é maravilhoso assim e tudo é muito simples! Jesus disse: “Eu sou a porta” — de acesso à casa do Seu Pai, no Reino de Deus — “se alguém entrar por Mim, salvar-se-á.”4 Portanto, se quiser chegar ao Céu, basta acreditar que a porta existe e entrar por ela. Salvo e perdoado Por que o perdão é uma parte integrante da salvação? Porque o pecado nos separa de Deus,5 e nin- guém é perfeito, pois todos somos pecadores. A Bíblia diz que “Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”,6 e que “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, em Cristo Jesus nosso Senhor.”7 As supostas pessoas boas se orgulham de ser melhores do que as outras: “Eu não faço isso, nem faço aquilo!” Mas é impossível entrar no Céu por causa de sua bondade, porque ninguém é bom o bastante.8 Todos precisamos reconhecer e sinceramente admitir: “Sou pecador como todo mundo, cometo erros e preciso de um Salvador.” J 1 Mateus 15:9 2 João 11:25–26 3 Mateus 18:3 4 João 10:9 5 Isaías 59:2 6 Romanos 3:23 7 Romanos 6:23 8 Gálatas 2:16 A OFERTA GR ATUITA DE DEUS Compilado dos escritos de David Brandt Berg 4
  • 5. Foi por isso que Jesus morreu por nós. Todos somos pecadores e é impossível fazermos por merecer ou sermos dignos da salvação. Mas Jesus era perfeito e, por isso, pôde pagar o preço pelo perdão dos nossos pecados, para Deus nos perdoar. Todos precisamos do amor e da mise- ricórdia de Deus para sermos salvos e é esse amor e essa misericórdia que encontramos em Jesus Cristo. A salvação é como o perdão. Deus oferece o perdão ao culpado, por pior que este seja e por seja lá o que tenha feito. Se você acreditar que Jesus morreu pela sua salvação, será salvo e perdoado. “O sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado,”9 inde- pendentemente do que tenhamos feito! “Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.”10 Ao mesmo tempo em que não existe ninguém ruim demais, não há quem seja bom o bastante. Ninguém pode se salvar sozinho por melhor que tente ser, pois não se pode ser suficientemente bom para fazer por merecer ou ser digno da salvação. “Pois é pela graça que sois salvos, por meio da fé — e isto não vem de vós, é dom de Deus — não Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. 9 1 João 1:7 10 Isaías 1:18 5
  • 6. das obras, para que ninguém se glorie.”11 Muitos são orgulhosos demais para aceitar um presente. Querem merecer tudo o que recebem. Mas nenhum volume de boas obras ou de qualquer outra coisa pode salvar alguém. Só Jesus salva! “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem!”12 “Em nenhum outro há salvação, pois também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos!”13 Uma vez salvo, salvo para sempre Uma vez que você tenha recebido Jesus, Ele jamais o deixará. “o que vem a Mim de maneira nenhuma o lançarei fora.”14 Quem tem Jesus, tem a vida eterna. Uma pessoa pode perder a vida física, mas nunca a eterna! A salvação é para sempre. Deus não muda de ideia nem falta à Sua Palavra. Uma vez que você tenha recebido Jesus Cristo, vai viver para sempre. “Todo aquele que crê no Filho tem a vida eterna.”15 Agora mesmo! Incondicionalmente! Jesus disse, “Estou convosco todos os dias, até a consumação do século.”16 “Não te deixarei, nem te desampararei.”17 “Eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; ninguém poderá arrebatá-las da Minha mão.”18 Podemos ter paz de espírito, sabendo que não temos que nos preocupar se vamos chegar ao Céu. Jesus pagou pela sua salvação de uma vez por todas e é o Seu presente para você. Graça, mais fé, mais nada! A salvação é isso! Você não tem de ser bom para ser salvo nem para continuar salvo! Mas isso não quer dizer que pode viver como bem entende. Você jamais perderá a salvação, mas se pecar de propósito e não se arrepender, vai sofrer pelos seus pecados de alguma maneira. “O Senhor corrige a quem ama.”19 E ao chegar ao Céu, será recompen- sado pela maneira segundo a qual viveu na Terra.20 A salvação é uma dádiva, mas você pode trilhar o caminho certo para assim receber as outras bênçãos de Deus, nesta vida e na próxima, fazendo o melhor ao seu alcance, vivendo em conformidade com a maneira que Ele quer que você viva. E se você dá o devido valor a essa dádiva, vai amá-lO e desejar agradar-Lhe. Um novo você Jesus disse que a salvação é como nascer de novo.21 Essa é a magni- tude da mudança espiritual que acontece. “Se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo.”22 Não fique surpreso se, na realidade, você se sentir diferente e até pensar de maneira diferente e se estiver mais feliz do que nunca antes! O fato de Jesus entrar na sua vida não só renova, purifica e rege- nera o seu espírito, mas também melhora a sua mente, destruindo as antigas conexões e recons- truindo e retificando você, que passa a ver a vida de uma maneira totalmente diferente e a ter novas reações em relação a quase tudo à sua volta. É impossível alguém efetuar uma transformação dessa envergadura pelo seu esforço pró- prio, mas para Deus é possível — e é algo que você pode Lhe pedir. Quando Jesus entra no coração de alguém, essa pessoa pode contar que as coisas serão diferentes. Talvez não aconteça de uma só vez, mas conforme continuar faminto pela verdade e absorver mais a Palavra de Deus, a mudança acontecerá.23 Você irá notar uma diferença no seu espírito, nos seus pensamentos e no rumo da sua vida. Você será feliz e transbordará com amor, pois “Deus é Amor!”24 1 11 Efésios 2:8–9 12 1 Timóteo 2:5 13 Atos 4:12 14 João 6:37 15 João 3:36 16 Mateus 28:20 17 Hebreus 13:5 Jesus pagou pela sua salvação de uma vez por todas e é o Seu presente para você. 18 João 10:28 19 Hebreus 12:6 20 2 Coríntios 5:10; 1 Coríntios 3:11–15 21 João 3:3–8 22 2 Coríntios 5:17 23 Mateus 5:6; João 8:31–32 24 1 João 4:8 6
  • 7. Jesus disse: “Eis que estou à porta, e bato. Se alguém ouvir a Minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele Comigo.”1 O amor de Deus é todo-poderoso, mas Ele não obriga ninguém a aceitá-lo. Ele apenas envia Seu Filho, Jesus, para que bata à porta do seu coração, espere que você a abra, e O convide para entrar. Jesus quer lhe dar vida eterna e se tornar uma parte bem real da sua vida aqui e agora, mas isso não acontecerá sem o seu consentimento. Jesus está lá, terno, meigo, paciente e cheio de amor à porta do seu coração. Talvez esteja esperando ali há anos, aguardando que você O ouça e abra. Ele quer ser seu Salvador e entrar em sua vida tão logo você O convide, mas é algo que deixou a seu critério. Você quer aceitar Jesus Cristo como seu Salvador pessoal? Se ainda não o fez, ou se não A ESCOLHA FAT O S , N Ã O S E N T I M E N T O S Às vezes, acontece de uma pessoa orar para receber Jesus como Salva- dor e não ocorrer nada que evidencie isso, porque não houve, no momento em que O aceitou, nenhuma experiência sobrenatural ou física, e isso pode deixá-la decepcionada. Mas independentemente de como a pessoa se sinta, quem pede a Deus pela dádiva da salvação, a recebe. A pessoa sabe que está salva por causa do que Ele disse a esse respeito na Sua Palavra. A sua fé está alicerçada sobre fatos, não sentimentos. —David Brandt Berg 1 Apocalipse 3:20 E L E V I V E Ele vive! Vive! Cristo hoje vive sim! Ao meu lado anda, Comigo fala. Está sempre junto a mim. Ele vive! Vive! Oferece-nos salvação. Perguntam-me como sei que Ele vive. Ele vive no meu coração! — Alfred H. Ackley Talvez Ele esteja esperando ali há anos, aguardando que você O ouça tiver certeza de que você é salvo, resolva isso agora mesmo fazendo com sinceridade esta oração: Jesus, por favor, perdoe-me todos os meus pecados. Acredito que o Senhor morreu por mim. Abro a porta do meu coração e O convido a entrar na minha vida. Encha- me com Seu amor, ajude-me a conhecê-lO e guie-me no caminho da verdade. Amém. Se você fez essa oração com sinceridade, Jesus já está no seu coração. Você tem a vida eterna e acabou de embarcar na maior aventura que existe: vivenciar o amor de Deus em Jesus e crescer nos Seus caminhos e sabedoria. 1 7
  • 8. Porque acredito na história da Páscoa Keith Phillips Quando Seu corpo foi tirado da cruz, Jesus havia sofrido uma das mais torturantes formas de execu- ção já concebidas. Suas costas e seus flancos tinham inúmeros cortes profundos causados pelo açoita- mento que sofrera. Havia buracos em Suas mãos e pés feitos pelos pregos que O prenderam à cruz, e um ferimento enorme no Seu lado esquerdo que sofreu quando uma lança foi enfiada no seu corpo, até o coração. Feridas menores davam testemunho de outras partes de sua provação: ferimentos profundos causados por uma coroa falsa, feita com espinhos, e os machucados que sofreu quando sucumbiu sob o peso da cruz, a qual carregou com grande dificuldade morro acima, até o Lugar da Caveira, onde foi crucificado entre dois criminosos comuns. As autoridades entregaram o corpo de Jesus a um homem rico de nome José de Arimatéia. Por este ser membro da suprema corte judia, o Sinédrio, que havia feito acusações falsas contra Jesus, o esperado era que fosse um dos Seus opositores, nunca um amigo. Além disso, o que era ainda mais surpreendente, queria que Jesus fosse enterrado no túmulo que havia comprado para si, em prepa- ração para a sua morte. O corpo foi envolto em uma mortalha e posto na sepultura, cuja entrada foi selada com uma grande pedra. Temendo que Seus discípulos roubassem o cadáver e espalhas- sem rumores de que Jesus estaria vivo, os que tramaram a Sua morte persuadiram as autoridades a montar guarda no local de seu sepultamento, dia e noite. Evidência circunstancial Porque Jesus havia sido cruci- ficado às vésperas da Páscoa dos judeus, não houve tempo para que Seu corpo fosse preparado para o sepultamento, conforme o cos- tume judeu. Naquele ano, a Páscoa dos judeus era seguida pelo sábado, e qualquer trabalho em qualquer um desses dias santos era proibido pela lei judaica, de forma que foi somente ao amanhecer do terceiro dia que algumas mulheres segui- doras de Jesus puderam voltar ao sepulcro para preparar Seu corpo para o sepultamento. Quando chegaram lá, descobriram que o corpo havia desaparecido. Foram precisos contatos pessoais com o Jesus ressuscitado para que Seus discípulos entendessem o que havia acontecido. Ele ressurgira 8
  • 9. dos mortos! A notícia rapidamente se espalhou. Os inimigos de Jesus refutaram as informações com o que para a maioria deve ter parecido uma explicação mais lógica, afirmando que Seus discípulos haviam furtado Seu corpo, para dar credibilidade às alegações de que Ele estaria vivo. Os guardas que permaneceram de sentinela no túmulo foram até subornados para que afirmassem falsamente terem adormecido, o que teria dado aos seguidores de Jesus a oportunidade de levar o cadáver. Considerando que as pessoas por trás da versão do “corpo fur- tado” eram as mesmas que haviam feito acusações falsas contra Jesus e pressionado o governador romano, Pôncio Pilatos, a condená-lO à morte, e que os que anunciavam a ressurreição do Salvador colocavam suas vidas em risco por causa disso, em quem você acreditaria? Testemunhas oculares Os relatos da Ressurreição, encontrados nos Evangelhos, dão os nomes de pelo menos 16 pessoas que foram testemunhas oculares da ressurreição do Salvador. Por um período superior a 40 dias, Jesus, “depois de ter padecido, Se apresen- tou vivo, com muitas e infalíveis provas.”1 Em certa ocasião, foi visto por mais de 500 pessoas.2 O apóstolo Pedro afirmou: “Não vos fizemos saber o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, seguindo fábulas artificialmente compostas, mas nós mesmos vimos a Sua majestade.”3 O apóstolo João deu testemu- nho: “O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contempla- mos, e as nossas mãos tocaram… isso vos anunciamos.”4 É difícil refutar as declarações de testemunhas oculares, especial- mente quando estas estão dispostas a sofrer perseguição e até o martírio pelo que afirmam terem visto, como foi o caso dos primeiros seguidores de Jesus. As pessoas não arriscam suas vidas por algo que sabem ser uma invenção. Evidência Empírica A testemunha ocular tem grande peso, mas envolve um elemento de fé, pois é preciso que se acredite na palavra de quem faz o relato. As evidências circunstanciais também envolvem uma dose de fé, pois devemos acreditar que a conclusão à qual elas conduzem é mais plausível que as demais explicações. Mas a evidência empírica, aquela passível de ser verificada pela experiência ou pela observação, é prova positiva quando o objeto da verificação é posto a teste e aprovado. E esta é a evidência empírica da Ressurreição: Horas antes de Jesus ser crucificado, Pedro O negou três vezes. Depois disso, ele e os outros discípulos se esconderam por medo de serem reconhecidos como Seus seguidores. Mesmo depois de terem visto Jesus várias vezes ao longo de um período de 40 dias, continu- avam impotentes e desorientados. Em um determinado momento, A proclamação da Ressurreição não poderia ter sido mantida um único dia ou uma única hora em Jerusalém, se o sepulcro vazio não tivesse sido verificado como um fato. — Paul Althaus, teólogo alemão (1888–1966) 1 Atos 1:3; 13:31 2 1 Coríntios 15:3–8 3 2 Pedro 1:16 4 1 João 1:1,3 [As narrativas da Ressurreição encontradas nos quatro Evan- gelhos] possuem toda a falta de elaboração que caracteriza a sinceridade simples. Elas expõem os fatos como é preciso, como o fazem as pessoas simples, quando estão convencidas de algo, sem nenhuma sombra de dúvida. Esses textos possuem todos os sinais de veracidade. — Doremus Hayes, teólogoamericano(nascidoem1863) 9
  • 10. Pedro e alguns dos outros segui- dores de Jesus voltaram para sua antiga vida de pescadores.5 Entretanto, dez dias depois da ascensão de Jesus, esses mesmos homens passaram por uma transformação repentina e dramática. Acompanhado dos demais discípulos, Pedro pregou para uma multidão em Jerusalém que provavelmente incluía muitas daqueles que fizeram parte da turba que exigiu a crucificação de Jesus. Esse sermão resultou em mais de 3 mil convertidos.6 Alguns dias mais tarde, Pedro voltou a pregar e conquistou mais 5 mil pessoas.7 Como explicar a mudança que aconteceu nos discípulos? A resposta está em algo que Jesus disse aos que O seguiam, na noite anterior à Sua crucificação: “Ainda um pouco e o mundo não Me verá mais, mas vós Me vereis. Porque Eu vivo, vós também vivereis. Naquele dia conhecereis que estou em Meu Pai, e vós em Mim, e Eu em vós.”8 Antes de Jesus morrer, Ele podia apenas viver com os Seus seguidores, mas a partir do momento em que Deus O fez ressurgir dos mortos, Seu Espírito passou a viver naque- les que O recebem como Salvador — “Eu em vós”. A presença de Jesus em Seus discípulos foi um fator de mudança maior em suas vidas do que vê-lO em Seu corpo ressuscitado. Além disso, diferentemente do que ocorre no caso da testemunha ocular ou da evidência circunstan- cial, podemos submeter a afirmação “Eu em vós” de Jesus a teste. Se for verdadeira, devemos obter os mesmos resultados observados nos discípulos. “Eis que estou à porta, e bato,” disse Jesus ressuscitado ao apóstolo João. “Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa.”9 Quando eu, um agnóstico de 20 anos de idade, ouvi isso pela primeira vez, decidi pôr Jesus à prova. Abri a porta do meu coração e O convidei a entrar em minha vida. E foi o que Ele fez. Não, Ele não apareceu na minha frente em forma física, como aconteceu quando Se manifestou aos Seus dis- cípulos e aos outros, logo após haver ressuscitado; não vi nenhum clarão nem O ouvi falar com uma voz audível, como sucedeu ao apóstolo Paulo em seu primeiro encontro com Jesus ressurreto, mas minha tímida e simples oração — Se Você for real, manifeste-Se a mim — foi o início de um relacionamento que se aprofundou a ponto de eu não mais poder imaginar minha vida sem Sua amorosa presença. Isso, para mim, foi uma prova maior de que “Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressurgiu ao terceiro dia”10 do que seria tê-lo visto sair do sepul- cro ou haver tocado Suas mãos perfuradas. Acredito na história da Páscoa porque a vivenciei. 1 5 João 21:1–3 6 Atos capítulo 2 7 Atos capítulo 3; 4:1–4 8 João 14:19–20 9 Apocalipse 3:20 10 1 Coríntios 15:3–4 O bando de discípulos de Jesus estava abatido e desesperan- çado. Todavia, quase que da noite para o dia, transformou-se em um vitorioso movimento de fé. Se fosse simplesmente um produto de autossugestão ou do autoengano, teria sido um milagre muito maior do que a própria Ressurreição. — Pinchas Lapide, teólogo judeu (1922–1997) Durante muitos anos, estudei os tempos passados e me acostu- mei a examinar e comparar as evidências apresentadas por aqueles que escreveram sobre os acontecimentos históricos. Con- tudo, desconheço qualquer fato na história da humanidade que tenha sido mais bem provado e para o qual existam evidências mais convincentes que o gran- dioso sinal que Deus nos deu de que Cristo morreu e ressuscitou dos mortos. — Thomas Arnold, historiador inglês (1795–1842) 10
  • 11. RESPOSTAS ÀS SUAS PERGUNTAS 1 Romanos 10:17 2 João 8:31–32 3 1 Timóteo 2:5 4 Tiago 2:26 5 Romanos 8:28 6 Salmo 100:4 Guarde a fé P: Minha família e quase todas as outras pessoas com as quais convivo diariamente não têm interesse em assuntos espirituais. Como posso “guardar a fé” em um mundo que parece se tornar cada vez mais cético? R: A fé está na essência de nossas vidas espirituais, de forma que é algo pelo que vale a pena lutar. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar a sua a não apenas sobreviver, mas aumentar: Alimente-se com a Palavra de Deus. A fé se constrói pelo estudo dili- gente da Palavra de Deus. Lê-la e absorvê-la diariamente, meditar sobre suas verdades e como elas se aplicam a você desenvolverá a sua fé. “A fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.”1 Jesus promete: “Se permanecerdes no Meu ensino, verdadeiramente sereis Meus discípulos. Então conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.”2 Ore e medite. Deus quer ter um relacionamento pessoal com você por meio de Seu Filho, Jesus. “Há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem.”3 Comungar em espírito com Jesus — compartilhar seu coração com Ele e receber dEle Seu amor, encorajamento e respostas — for- talecerá sua conexão e aprofundará seu relacionamento. Pratique a sua fé. “A fé sem as obras é morta,”4 e é justamente o ato de transformar em ação o que se acredita que vivifica a fé. Ao aplicar a Palavra de Deus ao dia-a-dia, seus princí- pios e promessas darão prova de sua validade e a sua fé neles e no seu autor crescerão. Concentre-se nas coisas boas. Nada pode prejudicar a fé como circunstâncias adversas, mas a Bíblia promete que “todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”5 Aprenda a se concentrar nas coisas boas e sua fé será capaz de sobrevi- ver a qualquer coisa. Aproveite a experiência dos outros. Ler os registros do que Deus tem feito pelos outros aumentará a sua fé. O que Ele fez por eles, pode fazer por você! Agradeça a Deus pelas coisas boas. Louvar a Deus pela Sua bondade nos leva à Sua presença. “Entrai pelas portas dEle com ações de graça, e em Seus átrios com louvor; rendei-Lhe graças, e louvai o Seu nome.”6 Quando mais agra- decer a Deus pela Sua bondade, mais grato você estará e mais Ele o abençoará. É uma espiral ascen- dente que faz com que Deus e a esfera espiritual sejam mais reais para você. Fortalece a sua fé. 1 11
  • 12. O amor eterno de Deus Lilia Potters visitá-la. Também a assegurei de que eu estaria orando por ela. Quando voltei para casa, quase um mês depois, fiquei sabendo que minha colega havia visitado essa moça pouco depois de sua cirurgia. Ela tinha sofrido uma experiência de quase-morte no dia anterior, devido a complicações pós-opera- tórias. Enquanto pairava entre a vida e a morte, teve um sentimento distinto que não era para ela mor- rer ainda — que Deus ainda tinha planos para sua vida. Ela voltou à vida e estava agradecida por estar viva, mas a experiência toda a tinha deixado estranhamente aborrecida e deprimida. Foi neste estado em que minha amiga a encontrara, mas depois que elas conversaram por um tempo, o ânimo dela mudou e, segurando firme a mão de minha amiga e elas oraram Assim que me conectei à Internet — muitas mensagens que haviam se acumulado no ciberespaço enquanto eu viajava do Oriente Médio para a Europa lotaram minha caixa de entrada. Por isso, um tanto frustrada, comecei a processá-las, separando o lixo do que me interessava. No processo, fiquei surpresa em encontrar um bilhetinho de alguém de quem não tinha ouvido falar havia tempo. Parte da mensagem dizia: Faz vinte dias, exames médi- cos revelaram que tenho câncer. Graças a Deus, a doença ainda não se alastrou. Logo, logo me submeterei a uma cirurgia. Gostaria que você pudesse vir para o hospital. Vou ficar inter- nada por uma semana. Não estou com medo da cirurgia, mas um pouco preocupada! Quando descobri que estava doente, senti-me traída. Eu confiava em meu corpo saudável e, de repente, descobri que tinha câncer. Fiquei muito desapontada e triste. Então orei. A bondade e misericórdia de Deus sempre estiveram comigo e Ele me deu sinais que ajudaram a doença a ser descoberta precocemente. Acho que vou ficar bem. Profundamente sensibilizada que essa querida moça me buscasse em sua hora de necessidade, enviei uma mensagem a uma colega de trabalho, pedindo que a visitasse e orasse por ela. Também respondi à mensagem, explicando-lhe que eu estava no exterior, mas que tinha pedido para uma amiga, que ela também tinha conhecido, para ligar para ela e 12
  • 13. 1 Atos 10:38; Hebreus 13:8 2 João 3:16 juntas por uma recuperação rápida e por encorajamento. Quando liguei para a moça que me escrevera, ela explicou a diferença que a visita fizera — o simples fato de minha colega tê-la visitado significou muito. “Foi como se um anjo tivesse me visi- tado” — disse. Embora a batalha pela sua saúde ainda não tivesse terminado, ela agradeceu do fundo do coração a nós duas pelas nossas orações e pediu que a visitássemos em sua casa. Antes da visita, tive um forte pressentimento de lhe escrever um cartão com algumas passagens das Escrituras sobre Jesus, o Grande Médico, que durante Seu tempo na terra “andou fazendo o bem e curando a todos os oprimidos” e que, como a Bíblia ensina, “é o mesmo ontem, hoje e eterna- mente”.1 Enquanto eu, com muita oração, pensava no que mais escrever, palavras cheias de amor flu- íam pela minha caneta sem esforço de minha parte. O próprio Jesus queria expressar Seu amor e cuidado para com esta querida mulher, e a Sua mensagem terminou com uma curta oração que ela poderia fazer. Enquanto conversávamos em sua casa, expliquei que, enquanto orava, eu havia recebido de Jesus uma mensagem de encorajamento para ela, e que esperava que ela não lhe causasse nenhum constrangimento. “Embora eu seja de uma fé dife- rente”, respondeu enfaticamente, “realmente amo Jesus! Quando fico preocupada ou irrequieta, escuto uma fita de um cantor famoso aqui que gravou duas orações, uma para a Páscoa e uma para o Natal. Quando escuto a oração da Páscoa, sobre como Jesus foi pregado na cruz, morreu, foi sepultado e ressuscitou, meu coração é preen- chido com paz.” Quando ela abriu o envelope que continha meu cartão e come- çou a ler a mensagem de Jesus, lágrimas correram pelos seus olhos. Um pouco envergonhada, ela perguntou se poderia ler o resto mais tarde, à noite. Na próxima vez em que con- versei com ela, ela disse que havia relido a mensagem inteira e feito a oração. “Ela me encheu de paz interior”, disse ela. “Agora aceitei o que Deus trouxe em minha vida, e agora sei que vou ficar bem.” Enquanto continuamos a con- versar, nós duas concluímos que o que realmente importa na vida é acreditarmos no amor de Deus, O amarmos e recebermos Suas palavras. Que tamanha diferença faria em nosso mundo atribulado, em que barreiras se edificam cada vez mais rapidamente entre povos e religiões, se pudéssemos nos estender e construir pontes e nos concentrarmos no que de fato tem importância: amar a Deus e compartilhar Seu amor com os outros. Ele, com certeza, não fez acepção de pessoas nem de religiões quando enviou Jesus para este mundo como exemplo de Seu amor para toda a humanidade.2 O amor eterno de Deus não mudou e Jesus Cristo, que curou corações e corpos, é o mesmo ontem, hoje e eternamente! 1 Lilia Potters é membro da Família Internacional e estava no Oriente Médio quando escreveu esse depoimento. Que tamanha diferença faria se pudéssemos nos concentrar no que de fato tem importância 13
  • 14. A Páscoa não é coelhinhos boniti- nhos nem ovos coloridos. Para nós, que conhecemos Jesus, é muito mais. É quando comemoramos a Sua vitória sobre a morte e o túmulo. A Páscoa é o cumprimento do amor de Cristo. — Amanda White Jesus Se afastou do nosso campo visual para que pudéssemos voltar ao nosso coração e aí encontrá-lO. Pois Ele Se foi e, eis, aqui está. — Santo Agostinho A Ressurreição dá sentido e direção à minha vida, e oportunidade de começar de novo, independente- mente das circunstâncias. — Robert Flatt A Páscoa é a demonstração dada por Deus de que a vida é essencialmente espiritual e atemporal. — Charles M. Crowe A simples mensagem que mudou o mundo para sempre foi: “Ele não está mais aqui. Ele ressuscitou”. — Linda Bowles Um homem completamente inocente se ofereceu como um sacrifício para o bem dos outros, inclusive de seus inimigos, e se tor- nou o resgate para o mundo. Esse foi um ato perfeito. — Mahatma Gandhi As mãos de Jesus, perfuradas por pregos, revelam o amoroso coração de Deus. — Autor desconhecido A vida não começa aos quarenta nem aos vinte, mas, sim, no Calvá- rio. — Elaine Kilgore Se Jesus estava vivo novamente no ano 33 d.C., então ainda está vivo, porque Ele é Deus. Essa é a mensagem da Páscoa. — Michael Whitehead Jesus Cristo irrompeu da sepultura e explodiu em meu coração. — Donna Hosford Que a alegria da Ressurreição nos eleve da solidão, da fraqueza e do desespero, para a força, a beleza e a felicidade. — Floyd W. Tomkins S O B R E O D I A DA PÁ S CO A No Dia da Páscoa os lírios florescem, Triunfantes, ascendem de suas tumbas. Seus bulbos ressurgem, Nascidos do silêncio da terra Simbolicamente, para contar aos homens Que Cristo, o Salvador, vive outra vez Os anjos, puros e brancos, Vieram e rolaram a pedra; E nesse remover da pedra, Foi-se de vez a sombra da cruz! —June Masters Bacher LEITURA QUE ALIMENTA A H i s t ó r i a d a P á s c o a A entrada triunfal em Jerusalém Lucas 19:29–4 A Santa Ceia: a última com Seus discípulos Lucas 22:7–30 A agonia no Jardim do Getsêmane Lucas 22:39–46 A traição Lucas 22:47–53 A sequência de julgamentos, o escárnio e os açoites Lucas 22:54–71; 23:1–24 A crucificação Lucas 23:26–46 O sepultamento Lucas 23:50–53 A ressurreição Mateus capítulo 28 Marcos capítulo 16 Lucas capítulo 24 João capítulo 20 Meditações de páscoa No Dia da Páscoa, o véu entre o tempo e a eternidade se torna mais fino, como uma gaze. —Douglas Horton 14
  • 15. “Se alguém está em Cristo”, ensina a Bíblia, “nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo.”1 Essa transformação começa no momento em que convidamos Jesus para entrar em nossos corações e nossas vidas, mas é mais demorado nós entrar- mos em Jesus, ou seja, estarmos completamente edificados nEle e confirmados na fé.2 Quanto mais fizermos isso, mais nossos antigos pensamentos e hábitos deixarão de existir, e mais “tudo se fará novo”. E que melhor momento que a Páscoa, a celebração do renasci- mento máximo, para renovar seu espírito? Peça a Deus para lhe mostrar um ou dois aspectos nos quais você precise mudar ou crescer enquanto pessoa. Por exemplo: você costuma ter uma atitude positiva e de gratidão, ou tende a reclamar das dificuldades da vida? Você separa um tempo para a leitura da Palavra de Deus e reflete O R A Ç Ã O P E L O D I A Jesus, eu não era nada, mas, ainda assim, Você veio e morreu por mim, para eu poder ser Seu para sempre. Foi às profundezas por minha causa, e me agarrei à Sua mão. Às vezes, fico tão preso aos cuidados desta vida e às coisas à minha volta que esqueço Você. Apesar disso, Você me entende e não deixa de me amar e me incentivar a buscá- lO. Continua a me lembrar que está sempre esperando que eu me aproxime, para me revigorar e renovar. Quando eu volto minha atenção a Você, Seu amor vem a mim, toca meu coração, e sou renovado! 1 2 Coríntios 5:17 2 Colossenses 2:6–7 3 Salmo 51:10 4 Filipenses 1:6 A renovação do espírit o sobre como ela se aplica a você, ou preenche seus momentos livres com programas de televisão ou outros entretenimentos? Você ora por aqueles que estão passando por dificuldades ou meramente sente pena deles? Você é alguém que dá de si com alegria, ou se res- sente dos sacrifícios que, às vezes, precisa fazer em favor dos outros? Ou existe algum outro aspecto de sua vida em que precisa mudar? Agora pare uns minutos para entregar essas questões a Jesus em oração. “Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.”3 É preciso tempo e um esforço constante para se perder hábitos antigos, mas tão logo reconheça a necessidade de mudar e peça a ajuda de Jesus, pode contar com a seguinte promessa: “aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Cristo Jesus.”4 Se fizer a sua parte, Ele fará a dEle. 1 Um exercício espiritual 15
  • 16. COM AMOR, JESUS Deixe-Me tocá-lo Quando estive na Terra há muitos e mui- tos anos, fiz o bem a todos que cruzavam Meu caminho. Curei os doentes e conso- lei os de coração partido. Animei os que estavam desencorajados e fortaleci os que se sentiam fracos. E Meu amor e poder continuam os mesmos até hoje! Ainda desejo tocar e curar os corpos quebrados dos que sofrem, e encorajar os corações dos que se curvam sob fardos pesados ou que estão passando por momentos difíceis. Desde que voltei ao Céu, já toquei muitos que elevaram os corações a Mim e Me contaram suas necessidades, e quero muito fazer o mesmo por você. Você só precisa ter fé e acreditar que Eu, o Grande Médico, ainda posso tocar e curá-lo. Estou apenas a uma oração de distância. Você pode Me contar suas dificuldades, preocupações, e seus temores, e Me pedir para ajudá-lo e curá-lo. Às vezes, a cura do corpo leva algum tempo. Sei qual é o melhor momento. Mas a cura de seu coração, as dádivas de paz em vez de tumulto, e fé em vez de medo, são coisas que posso lhe dar num instante. É algo que não se pode compreender com a mente, mas quando você pede com fé e é atendido, sabe então que o toquei.